Estudantes são-tomenses retidos em aeroporto russo

Três estudantes são-tomenses encontram-se retidos desde sábado, no Aeroporto de Moscovo. Tudo porque o visto de entrada está caducado. Os estudantes responsabilizam o governo são-tomense, por esta situação.

Segundo as declarações de um porta-voz da Associação dos Estudantes são-tomenses ao jornalista José Milhazes, correspondente da Lusa na Rússia, o visto que os 3 estudantes dispunham era válido entre 7 e 25 Setembro. O porta-voz dos estudantes, acusa o Governo de ter-se atrasado na concessão do bilhete de avião. Por isso os 3 estudantes, só conseguiram chegar a Moscovo no último sábado, 29 de Setembro.

Segundo ainda o porta-voz dos estudantes são-tomenses, as autoridades russas recusam a entrada dos estudantes no território russo, e exigem que regressem ao país de origem, onde deverão pedir novo visto para entrar na Rússia.

O porta-voz dos estudantes, acrescentou que «existe uma lei na Rússia que determina que se os estudantes não chegarem à universidade até 01 de Outubro, perdem o direito à bolsa e só poderão ingressar no ano lectivo seguinte».

Segundo ainda relatos oriundos de Moscovo, 12 estudantes de São Tomé e Príncipe estudam na Universidade de Amizade entre os Povos da Rússia, em condições bastante precárias. A bolsa paga pelo governo russo é o equivalente a 25 euros. Segundo um dos estudantes, o valor em causa não dá para nada, e da parte do governo são-tomense, é enviado também um valor irrisório.

O porta-voz dos estudantes são-tomenses na Rússia, acredita que os novos colegas enviados pelo governo são-tomense e que chegaram a Rússia no último fim de semana, não terão outra alternativa a não ser regressar à São Tomé.

Abel Veiga / fonte lusa

  1. img
    Amigo do Amigo Responder

    Mas qual era a ideia destes estudantes com visto ja fora do prazo?Europa nao e Africa meus irmaos.

    • img
      minu Ye Responder

      A culpa começa desde do serviço de Migração em São Tomé que os deixou sair com o visto caducado.

      • img
        Antonio Gonzaga Responder

        Quando sairam o visto estava dentro do prazo, meu caro amigo. Esse problema é mesmo dos santomenses. Querem viajar a qualquer custo. Não temos ai Universidades e Institutos?

    • img
      Almeida Paquito Responder

      Ideia, simples Ministro é padre. Manou viajar assim enquanto fazia uma novena a favor dele mas nao pegou o truque. Ate para rezar nao serve esse Olinto. Para Gajas ele sabe

  2. img
    manga Responder

    Isto sim, aquela diretora do ensino superior sabe fazer. Prejudicar as pessoas. Como é que o governo não encontra dinheiro para pagar passagem para três alunos, mas o sr. Patrice Trovoada tem uma ´media de viagem de 2 por mês? Este governo é mau mesmo e incompetente.

    • img
      Dos SANTOS Responder

      Se verificares bem desde que PM comencou a viajar,os senhores que tinha 2 a 6 mulheres agora estao em mau lecol,porque ja nao ha bonus de viaja,deixa homem viajar,e com isto esteve muito bem nas Nacoes Unidas.

  3. img
    País da treta Responder

    Alguém terá que ser responsabilizado, por isso. A directora do ensino de superior e os demais culpados têm que, pôr o cargo a disposição. A culpa não pode morrer sempre solteira em STP.

  4. img
    pirilampo Responder

    isto mt grave mas se fosse filho de algum derigente deste pais isto ja estaria resolvido mas sao tome tem grandes relaçoes de amisade com a ruciao PR concegue resolver esta cituaçao acredito .mas quem nao tem padrinho na coszina more de fome principalmente num pais onde nao temos uma embaixada .

  5. img
    Almeida Paquito Responder

    O aviao que Patrice usas para rodar o mundo a troco de nada podia os levar antes, para validar o visto a entrada.

    • img
      Vanda Responder

      Se é avião pessoal de Patrice, ele nao é obrigado a levar os estudantes.

      • img
        Almeida Paquito Responder

        Coisa é aviao de Patrice, eu nao sabia naoé, desculpamo ignoranciaé, mas mana esse aviao novo custa cerca de 25 milhoes de dolares.

        Rapaz tem dinheiro, viva stp

  6. img
    eufrasio Responder

    Akuit,mojno.
    Pizdi vobshe.Kui s pravitelstva.

  7. img
    Filipe Samba Responder

    Amigo eufrasio
    Por favor não insulte as pessoas
    Este problema já foi resolvido.
    Na proxima quinta-feira estarão em Moscovo,

    • img
      Almeida Paquito Responder

      Spasiba vam. Akuitilnam rabota

  8. img
    Santa Rosa Responder

    O Estado deveria fazer uma reforma diplomática, estruturar e apetrechar as Embaixadas para que elas pudessem responder as necessidades dos cidadãos.Se já notaram a questão dos serviços diplomáticos está sempre a aparecer.Já vi que a ideia de desenvolvimento encabeçada pelos sucessivos governos e políticos saotmenses é um Utopia.

  9. img
    JOJO JOAO Responder

    E PRECISO TER CORAGEM ESTUDAR NA RUSSIA.

    • img
      Filipe Samba Responder

      A Rússia é uma biblioteca viva

  10. img
    Lede di alame ça ua Responder

    Jojo joao, coragem pk? ja estiveste na Russia?, Estudar no estrangeiro pracisa ter coragem, nao importa aonde, O ensino Russo e melhor doque o de portugal, sabias?????

    • img
      Almeida Paquito Responder

      concordo, qual tuga ja foi ao espaço. Potugual é pais do terceiro mundo, aquilo nao tem mais que papagaios politicos armados em administradores

  11. img
    Engenheiro Responder

    Engano seu Senhor Lede di alame ça ua.
    Cala essa sua boquinha larga e não seja néscio até esse ponto,ok? Comenta com seriedade e objectivo e deixa de ser burro.
    2+2 são 4 em qualquer parte do mundo, sabias? Ah, desculpa, esqueci-me que você é ILETRADO…Por isso tais declarações sem nexo…

  12. img
    liana Responder

    o problema desses burrrrrros, é que eles fazem isso para que os jovens não sejam formados, para não lhes tirar o cargo que ocupa de fachada… só sabem fazer o que não devem…!

  13. img
    lisboa Responder

    É bom para estes miúdos. Eles, os país, os familiares andaram a apoiar e apoiam este governo de ” vabu ” cheio de incompetentes, oportunistas e maldosos. Bem feito.

  14. img
    silvestre Responder

    Espero que a Directora de ensino superior nao venha mais uma vez dizer que o Governo nao tem nada haver com estes pobres estudantes. Se fosse filho de gordo resolvia o problema rapidamente.

  15. img
    Mina Téla23 Responder

    Que palhaçada!!!

    1º que esse Governo só serve para servir aos seus e não ao povo santomense;

    2º que não se tem fiscalização de nada.

    Como podemos deixar os três estudantes viajar, sabendo que chegariam depois da data do vencimento do visto? Ou seja, o descaso é tão grande que não se pensa nas consequências desses atos.

    Isto porque:

    1º coloca-se os três santomenses numa situação frustrante de ter lutado tanto para nada, pois de que adianta sair do país com um sonho e vê-lo acabar por um problema que poderia ter sido resolvido antes da partida deles?;

    2º gasta-se em vão, isto é, o gasto com as passagens e documentações, em geral, foram inválidos. Logo, em cumprimento às normas internas do país que devem ser respeitadas, esse alunos,provavelmente, terão que regressar à São Tomé (o que vai gerar outros gastos) para dps ver se conseguem, novamente, voltar à Rússia.

    Acorda Governo santomense!!! Esse dinheiro, que acredito ter sido jogado fora devido à vossa incompetência, poderia servir para custear outras despesas de estudantes no estrangeiro.

    Valorize mais os estudantes, dê mais apoio à nós porque não existe DESENVOLVIMENTO SEM EDUCAÇÃO, NEM EDUCAÇÃO DE QUALIDADE SEM INVESTIMENTO.

    Boa tarde.

  16. img
    Deus é Grande e Seja Louvado Responder

    É Muito Triste e Vergonhoso………….

  17. img
    JOJO JOAO Responder

    O SR LEDE DE ALAME SA UAU NAO SOU EU MESMO QUE VOU PARA LA NEM O SENHOR, O QUE VEJO NA TV DE ATAQUES RACISTAS AO ESTUDANTES AFRICANOS NA RUSSIA E POR ISSO QUE DISSE ISSO MUITOS VAO E VEM NO CAIXAO.
    BILI UE O

Deixe um comentario

*