Intercambio entre a câmara de Agua – Grande e a Câmara municipal de Maio de Cabo-Verde

A câmara distrital de Agua-Grande tem levado a cabo em parceria com as suas congéneres, o município de  Loures , câmara municipal da ilha de Maio de cabo verde  e também com o apoio do instituto Marques de Vale Flor no quadro do  programa de reforço  dos atores descentralizados (PRAD).

E é no âmbito deste programa que esta segunda-feira arrancou no centro cultural português o segundo intercâmbio entre esses municípios que dentre várias áreas vai se debruçar sobre a elaboração de um plano de desenvolvimento local, protecção civil e saneamento « Nesta matéria penso que é importante esta troca de experiência não só para nós os decisores políticos mas também para os nossos técnicos dos dois municípios» Disse Manuel Ribeiro presidente da câmara de Maio (Cabo-Verde)

O presidente da câmara distrital  de Agua-Grande considera que com esta troca de experiência terá  muitas vantagens para o  poder. «Hoje nós com a cooperação e Portugal e Cabo-Verde nós temos estado a trabalhar no sentido de trazer o que é a experiência deles para São Tomé e Príncipe concretamente aqui no distrito de Agua-grande.» O projecto de três anos  executado pelo município de Loures já esta no segundo ano da sua execução cujo o seu papel neste intercâmbio é de facilitador.

No  primeiro dia dos trabalhos que arrancou esta segunda-feira  foi feita a apresentação de uma proposta para o plano de desenvolvimento do distrito de Água Grande. O projecto é cofinanciado pela união europeia e pela cooperação portuguesa.

Sonia Lopes

  1. img
    Paracetamol 500mg Responder

    Muito bem, a camara esta no bom caminho.
    Mas a câmara precisa ser mais transparente na sua gestão. A bem pouco tempo houve desvio de dinheiro e não se falou nisso.
    Os livros de caixa desapareceram todos.

    • img
      Braz Gabriel Responder

      Que outras Cãmaras façam o mesmo tendo em conta que parcerias e germinações só trazem vantagens!!!

  2. img
    Parecetamol 1000mg Responder

    o senhor deve informar melhor antes de fazer esses tipos de acusações… mt obrigado,

  3. img
    Madalena Responder

    Pub ao parecetamol, está indo muito longe. Acho que a Câmara de Agua Grande não teria muita vantagem nesta cooperação com Câmara do Maio, A câmara de CantaGalo sim, podia aproveitar a experiência na produção de sal de cozinha, para evitar a falta de sal em São Tome, produção de queijo, daí ser uma Câmara mais rural. Os maienses são experts na produção de queijo, Devemos aproveitar boas iniciativas, força Cantagalo.

  4. img
    Cobra Responder

    Ha uns anos atrás nós pensavamos que éramos mais inteligentes que os caboverdianos e hoje vejo um Cabo Verde sempre a evoluir e nós continuamos enfiados na lama. Nós só temos é “garganta”.

  5. img
    Cidadania Responder

    Tenha dó-que espécie de cooperação poderá existir entre a câmara distrital de Água-Grande e câmara municipal do Maio de cabo verde!!!afinal Água Grande está na capital de STP e Maio, um município periférico de Cabo Verde e não só…

Deixe um comentario

*