Seminário Sobre Combate ao Branqueamento de Capitais e Financiamento ao Terrorismo.

Identificar as deficiências de mecanismos existentes no pais e os tipos de apoios necessários para melhorar as medidas de combate  ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo  foram os principais objetivos do seminário .

São Tomé e Príncipe prepara as instituições nacionais  que lidam com estas questões para a próxima avaliação do Grupo de Ação Financeira Internacional (GAFI) a qual São Tomé e Príncipe será submetido  de cinco a catorze de Dezembro. O seminário destina-se a todas as instituições públicas e Privadas.

« É um seminário em termos de preparar as instituições  de conformidade com os padrões  internacionais, de forma que as instituições estejam devidamente preparadas para receberem os avaliadores » afirmou  Idalino Rita Coordenador da Unidade de Informação Financeira

Apesar dos significativos progressos  do pais no combate ao branqueamento de capoitais e financiamentos de terrorismo os resultados da ultima avaliação da GAFI, Grupo de Ação Financeira Internacional  realizada no mês de junho deste ano  colocam São Tomé e Príncipe  com uma jurisdição carregada de falhas estratégicas

O seminário de dois dias contou com o apoio de  uma equipa de avaliadores do grupo intergovernamental  de combate ao branqueamento de capitais  em África.

Sónia Lopes

Deixe um comentario

*