Sociedade

Poluição petrolífera ameaça uma das mais lindas reservas naturais do Gabão

Uma empresa petrolífera de capital franco-britânico, a Parenco, num comunicado enviado a Agência France Press, reconheceu ter havido poluição off – shore, ou seja, nas suas actividades nas águas territoriais do Gabão, mas que foi rapidamente tratada. No comunicado a empresa nega ter havido qualquer derramamento de petróleo no lago Fernan Vaz, uma das mais lindas reservas naturais do país vizinho de São Tomé e Príncipe.

No entanto na última sexta – feira uma ONG de protecção do ambiente, designada H2O, anunciou que se regista poluição petrolífera no lago Fernan Vaz, numa dimensão de 5 km2, e acrescentou que a empresa petrolífera Parenco, mobilizou seu pessoal técnico para limpar a poluição naquela que é uma das mais lindas reservas naturais do Gabão.

Gabão é o quarto maior produtor de petróleo da África Subsaariana, com cerca de 240 mil barris por dia. É também o vizinho mais próximo do arquipélago são-tomense. A poluição petrolífera nas águas territoriais do Gabão, poderá também ter impacto sobre o ambiente do arquipélago que dista cerca de 300 quilómetros da costa gabonesa.

Abel Veiga

    13 comentários

13 comentários

  1. Os Leonenses

    18 de Dezembro de 2012 as 14:49

    Diz ao Patrice para ele ir pra la ajudar os seus comparsas.

    • Verdade dói

      19 de Dezembro de 2012 as 11:21

      Esquece Patrice Leonenses, não é por aí. Bem que sei que é apenas uma brincadeirinha, derramamento de petróleo é um problema sério.
      O NOSSO PAÍS CERTAMENTE VAI SER AFECTADO DIRECTA OU INDIRECTAMENTE POR ESSA POLUIÇÃO. APESAR DE ALGUMAS ONGS NACIONAIS DE RENOME COMO LIGA ECOLÓGICA, ENEN MIGO PLÉ JÁ NÃO SE ENCONTRAREM ACTIVAS O GOVERNO TEM NO SEU CEIO UM ANTIGO ACTIVISTA E SECRETÁRIO GERAL DA LIGA ECOLÓGICA. O GOVERNO DEVE TAMBÉM CHAMAR RESPONSABILIDADES A ESSA EMPRESA PETROLÍFERA E EXIGIR SOBRETUDO COMPENSAÇÕES E REPARAÇÃO DE DANOS. O outro que tutela a área dos recursos naturais, pela sua formação sabe muito bem a amplitude e propagação de um derramamento, é da área. Esperamos de vós atitude firme perante essa irresponsabilidade.

  2. Douglas Carneiro

    18 de Dezembro de 2012 as 15:18

    Quarto maior produtor de petróleo da África Subsariana com uma produção de 240 mil barris de petróleo por dia, com um milhão e tal de habitantes….e mesmo assim é um país pobre com muita gente a viver na miséria extrema….Mas o que se passa com os dirigentes africanos? É isso que o Patrice Trovoada quis introduzir em S.Tomé e Príncipe….

    • SERÁ?

      18 de Dezembro de 2012 as 17:22

      Voces andam doentes? CREDO!

  3. Kuabo

    19 de Dezembro de 2012 as 8:42

    Realmente é uma notícia que deve(ria) preocupar as autoridades nacionais! Mas,… estamos em STP.

  4. nora

    19 de Dezembro de 2012 as 9:02

    Certamente que a viagem repentina e apressada do Patrice Trovoada, tinha como o distino “LIBREVILLE – GABÃO” TERRA DA MÃE DELE. UMA DAS SUAS RESERVAS DO PETROLEO ESTÃO EM CHAMAS.

    OBS: QUE O DIABO TE LEVE PARA BEM LONGE. SACRIPANTA.

    • leucadio

      19 de Dezembro de 2012 as 16:09

      E depois nós ficamos surpreendidos com o atraso que o nosso país conhece!!!! Com pessoas recalcadas como este sr que escreveu esse comentário, como é que podemos avançar?? O Patrice ja saiu da cena e mesmo assim, em vez de tocarmos o país para frente insistimos sempre na mesma tecla de ódio pessoal.
      Como ja alguem disse aqui em comentário, esta é uma notícia séria que deve preocupar todo sãotomense e sobretudo aos dirigentes.
      Por falar nisso, não consigo entender que o novo Governo venha publicamente em alto e bom som deixar entender que não está interessado em estreitar os laços de amizade com o Gabão. Mas, será porque se diz por aqui que o Patrice tem grandes amizades com as autoridades gabonezas, é que o novo governo achou que deve ser antipático com o Gabão??? Qualquer sãotomense de bon senso saberá que STP precisa mais do Gabão do que o inverso. Basta dizer que todo sãotomense tem algum parente ou connhecido emigrante no Gabão. É verdade que la a vida desses emigrantes não tem sido um mar de rosas. Mas, alguem ja imaginou um regresso massivo desses sãotomenses para o país em caso de exopulsão? Poderemos acolher os nossos repatriados sem que disto resultem consequências na sociedade? Chegaram mesmo a citar o Congo Brazzavile como fazendo parte dos países com que se pretende uma aliança estratégica. Vamos mas é ter juizo e deixar de criancices.

  5. Awóêê

    19 de Dezembro de 2012 as 9:18

    O Governo de “salvação nacional”, único capaz de trazer estabilidade e progresso ao nosso querido São Tome e Príncipe, tem estado a tomar decisões fundamentais para o futuro neste momento de crise:
    A primeira decisão do Ministro do Comércio, Indústria e Turismo, Demóstenes Vasconcelos Pires dos Santos, que logo na manha do dia 13 de Dezembro se dirigiu ao armazém do arroz, no porto de Ana Chaves, foi voltar a colocar Pires Neto, conhecido como “deputado vianteiro”, que no parlamento declarou: “ eu e toda a minha família odiamos Patrice Trovoada e toda a sua família”, encarregue de novo de gerir o armazém de comercialização de arroz do Japão.
    Por outro lado, a primeira decisão do Ministro da Defesa e Ordem Interna, ex-futuro embaixador na estratégica Angola, cara nova, Tenente Coronel Óscar Sousa, e que insiste em ser considerado o Ministro do Presidente da República e não do MDFM, foi avisar as chefias militares e para militares, que em Janeiro haverá “mudança de cadeiras”, ou seja, vai mandar as pessoas para casa. A segunda medida do Ministro da Defesa e Ordem Interna foi retirar todo o elemento de segurança que estavam afectos a protecção do Ex-Primeiro Ministro Patrice Trovoada nesse período conturbado.
    Rumores postos a circular dão conta que o nosso Gabriel já não quer assinar e usar o titulo constitucional de “Primeiro Ministro e Chefe de Governo”, preferindo o titulo mais curto e simples e sobretudo pacífico com o Palácio cor de rosa nestes tempos novos, de “Primeiro Ministro”. Espera-se que outras medidas de tanta importância sejam tomadas porque o país está parado há várias semanas e os são-tomenses estão ávidos para saber quais outras medidas boas vão ser tomadas por Gabriel Costa e toda a sua equipa.

  6. Filho da Terra

    19 de Dezembro de 2012 as 12:25

    a haver vejamos

  7. Mina Zequentxi

    19 de Dezembro de 2012 as 13:05

    Respondendo ao “Douglas Carneiro” ele foi um dos que votou e porque sera que so agora ve que o homem quis introduzir isso no pais? Bobo!

  8. Bingo

    19 de Dezembro de 2012 as 15:23

    Tsstststs…e fui!

  9. Põe boca não tira

    20 de Dezembro de 2012 as 11:46

    Devemos estar atentos para proteger nosso teritório e exigeir responsabilidade de que de direito. S.Tomé poderoso nos proteja. fui…..

  10. Namoro Intelectual

    10 de Abril de 2017 as 4:10

    Poluição petrolífera ameaça uma das mais lindas reservas naturais do Gabão | Téla Nón Sou universitário e estou muito feliz porque achei uma pessoa maravilhosa que também está fazendo faculdade, se você estuda, faz faculdade ou é universitário e está solteiro ou solteira, cadastre-se no http://www.romanceuniversitario.com.br é muito legal! Fica a Dica Amigos!
    Namoro Intelectual http://www.romanceuniversitario.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo