Primeiro-ministro visita a TVS

O  Primeiro-ministro e chefe do governo Gabriel Costa   visitou na manhã deste terça feira as instalações da única estação televisiva  nacional. É  a primeira visita de Gabriel Costa  a estação  da televisão depois da sua  tomada de posse como primeiro ministro do décimo quinto governo constitucional. 

A visita de trabalho cujo o objectivo é de se inteirar do clima  que se vive  nesta estação televisiva que é a única  ao nível nacional.« Foi uma visita de trabalho de forma que eu pudesse me inteirar sobre a situação na tvs um trabalho que ira prosseguir-se na medida em que nós estamos  numa fase de preparação do programa do governo, é preciso que este programa reflita os objetivos que nós nos propomos realizar durante o tempo que durar a governação é preciso que nós saibamos qual é o clima o moral das pessoas que estão neste órgão da comunicação social e sobre tudo o que nós poderemos fazer para que haja um melhor clima de entendimento » afirmou o Primeiro ministro, Gabriel Costa.

Antes de um breve encontro com os profissionais da TVS o chefe do executivo efectuou uma passagem em todos os sectores que compõem o funcionamento da estação televisiva.

Quanto ao envio de uma nova direção para a TVS Gabriel Costa  garantiu que será  para breve. « para muito breve estou ciente  da fratura e das dificuldades que existem neste sector, um sector extremamente importante para o país e estou empenhado na resolução dos problemas que existem o mais brevemente possível» garantiu Gabriel Costa

Visita surpresa do primeiro ministro Gabriel Costa a TVS.

Sónia Lopes

  1. img
    luisó Responder

    STP precisa de uma TV com Direcção forte, regras de trabalho, jornalismo com independência e liberdade de opinião e expressão.
    O País deve ouvir e ver na sua TV tudo sem cortes e daí tirar ilações e não devem ser as direcções ou os governos a ditar isso.

  2. img
    jovens Responder

    Senhor Gabriel Costa,queremos o regresso a nossa TV da vozes jovens que o ditador Oscar FEZ CALAR, NOMEADAMENTE CARLOS TINNY E BARROCA.

  3. img
    Carlosceita Responder

    É curioso que o primeiro lugar de visita seja a TVS. Todos os governos eleitos ou não padecem do mesmo sintoma o controlo absoluto dos meios de comunicação social.
    Mas não fique por aqui caro 1º Ministro indigitado visite ou faça uma governo aberto (sinonimo de presidência aberta) também nos hospitais e outros sectores da administração publica e já agora os serviços do registo civil onde para sacar um documento autenticado demoramos uma eternidade com enormes prejuízos para que trabalha. Recomenda ao seu ministro da Administração Publica para que esses serviços adoptem mecanismos de atendimento mediante senhas como faz empresas como CST e BISTP.
    Não é preciso usar as máquinas da CST ou BISTP que comportam supostamente custos elevados. Para organizar serviços de atendimento com as senhas basta um pouco de inteligência, até folhas de papel usado de um dos lados em formato A4 dividido em 32 partes pode ser utilizado como senhas.

  4. img
    Ex da Turma FE Responder

    Logo ai? aproveito para manifestar estranheza da forma como o nosso telejornal inicia. Sem título, sem lead. O Pivot vai directamente ao corpo da noticia de forma busca, será a nova forma de fazer jornal, refiro-me ao Jornal da Noite.
    Chefe do Gorveno deve tambem , depois das mini-ferias ir ao Liceu Nacional.
    Resultado do visita???
    Que consequencias nada!
    Bom Natal,

  5. img
    ADELINO DOS SANTOS Responder

    Queremos uma televisão independente para servir o povo e não servir o estado ou seja o governo

  6. img
    Ex da Turma FE Responder

    Governo, fica melhor. errata.

  7. img
    VÓM VOM Responder

    inteirar de quê? já não se sabe que reina na tvs e antro de pordidão, vícios, marionetes partidarios, ficava bem ao primeiro ministro nomear alguem estranho a TvS e de preferencial já adulta sem nada a perder para endeiretar este maus servidores públicos digo eles abrangendo o outros como o de tela nom , parvo e gentinhas escumalhas dos partidos politicos..

  8. img
    opinião sincera Responder

    Penso que o novo governo do País deve urgentemente criar condiçoes para que possa surgir Tvs privadas. Tv publica deve singir mais no serviço de interrese publico. penso com isso contribuir para o desenvolvimento do país.

  9. img
    observador Responder

    O que é preciso, é que a TVS venha a ser um veículo de INFORMAÇÂO e MUITA FORMAÇÂO. Há muitos VALORES ÉTICOS perdidos, que a nossa TELEVISÃO deveria ter um departamento que se ocupasse por recuperar esses mesmos VALORES ÉTICOS. AS ESCOLAS, a todo nível ocupar-se-ia, por um lado nos pequeninos em diante e por outro lado, a TELEVISÂO, se ocuparia em completar para os mais adultos. Isto é, tendo conforme alguns exemplos: como é que cada elemento na sociedade deve se comportar em certos círculos da vida; ao ter que atravessar uma rua; o uso de expressões impróprias dirigidas contra os seus semelhantes e de forma desmedidas, com extensão muitas vezes a individualidades; respeito pela hierarquia; não urinar de qualquer maneira na rua; necessidade espontânea de fazer fileira na aquisição de qualquer produto ou para tratar de qualquer documento nas repartições; deitar lixo apenas nos contentores por forma a mantermos a nossa cidade limpa. Os bons hábitos são tantos, como referido atrás seria necessário um sector na televisão, com pessoas exemplares e idóneas com a incumbência de fazer esse papel, etc, etc.

  10. img
    Preto Responder

    Oi pessoal alguém pode dizer o que é feito do sr. Anacleto Rolim? Acontece que o gajo desapareceu do mapa.

  11. img
    MV Responder

    Esse miudo Levy, quando chegou a S.Tomé abriu uma empresa fantoche chamada “TECNOBASE” utilizou a Rádio e Televisão para publicitar e agora vem ai com esta de cencura… Vai mais é dormir na lama Levy.

  12. img
    maria tira ponha Responder

    aquele mendigo sicalhar ja morreu,vi adias um funerral a passar pelo gonga; deve ser dele,loooooooooooooooooooooooooogajo morreu mesmoooooooooooooooooooooooo,anacleto foiiiiiiiiiiiii

  13. img
    Horácio Responder

    Gabriel costa mo poder o mundo esta doente
    devido esta figura os santomense não podia conduzir em portugal não sóóóó……………

  14. img
    MV Responder

    Meus amigos os discursos do Levy perderam força…Mas falando concretamente da Rádio Nacional, é muito triste e falta de respeito para com todos aqueles que ainda, la trabalham. S.Tomé e Príncipe já conheceu vários governos mas até presente data a atenção dada a Rádio Nacional por esses governos é quase nula. Os mais atentos sabem que, a Rádio Nacional é o meio de comunicação social, mais penetrante e de fácil acesso a população. Sinceramente que não sei onde é que os nossos governantes andam com a cabeça. Em qualquer eleição a Rádio Nacional é o meio mais escutado, mantendo as pessoas informadas, sobre o desenrolar do voto nas urnas. Rádio Nacional o meio de comunicação social da independência. O Património vivo de todos os registos de sons da independência e que guarda até presente data importantes discursos, da nossa história. Mas infelizmente tem sido o órgão de comunicação de social, praticamente esquecido e abandonado por muitos filhos da terra. Reflitam por favor um pouco sobre a nossa Rádio.

  15. img
    Fulano Responder

    Queremos de volta os jornalistas cujo o cargo foi retirado, de acordo com o governo de Patrice Trovuada

Deixe um comentario

*