Campanha “Plantar São Tomé e Principe”

A direção das florestas promoveu na roça São José no distrito de Mé-Zochi uma acção de campanha  sob o lema “Plantar São Tomé e Príncipe”. Presidente da República também foi plantar árvores.

A campanha teve o seu início em Março deste ano. No entanto no último fim de semana, a roça São José, localizada nas montanhas de Monte Café, recebeu novas árvores, algumas plantadas pelo  Presidente da república Manuel Pinto da Costa.

O abate indiscriminado das árvores em São Tomé e Príncipe tem provocado desequilíbrio no sistema ambiental do país, facto que tem merecido uma atenção redobrada da direcção das florestas.

No âmbito da campanha “Plantar São Tomé e Príncipe” lançada em Março deste ano os escuteiros da cidade da Trindade  se juntaram aos técnicos da direcção das florestas e plantaram mais de trezentas árvores  na roça São José no distrito de Mé-Zochi.

«Nós da direcçao das florestas temos um programa produção de plantinhas e de distribuição e seguimento  na plantação  e este ano nós tomamos como meta produzir cerca de vinte mil plantas e distribuir  e fazer o seu seguimento»  afirmou Adilson  da Mata Técnico da direcção das florestas.

O abate indiscriminado das árvores e a falta da cultura de plantio, motivam a campanha. «Em São Tomé  neste momento a uma onda de  abate ilegal e se nós não cultivarmos na sociedade o espírito de plantar vamos chegar ao ponto de ter um país sem árvore», explicou  Adilson da Mata  técnico da direcção das florestas.

O Presidente da Republica  Manuel Pinto da Costa, foi quem presidiu a cerimonia, através do plantio de   árvores de modo a promover  e encorajar a todos  na reconstituição da flora nacional. «Esta é uma actividade que deveria contaminar todo o cidadão santomense, se cada um santomense plantasse pelo menos uma arvore estou convencido que nós iríamos  evitar catástrofes futuros porque corta-se e não se planta, cortar e não plantar é por em perigo o futuro nosso» explicou Manuel Pinto da Costa Presidente da Republica.

O projeto prevê plantar em todo o país, milhares de árvores.

Sónia Lopes

  1. img
    Sabiá Responder

    Primeira vez que esse senhor fez algo por esse pais de verdade, plantou uma arvore em 20 anos de pura hibernação. Não consigo entender como nossos jovens podem ver em alguem que fica 20 anos sem fazer nada, alguma utilidade, bem tb com o país tendo sido entregue a Fradique e foi o q se viu, não me espanta que o desespero tenha feito-vos acreditar nesse individuo. Santa paciencia

  2. img
    lupuye Responder

    Isso de corte indiscriminado e tambem culpa do governo e dos tribunais. O que e que se tem feito aos ladroes que cortam as arvores que nem sequer sao suas? NADA! E preciso ter mao forte com esses larapios, puni-los como manda a lei.
    Por outro lado, muitos dos que “herdaram” as rocas so desfrutaram das plantas ai existentes deixando-as nuas. Realmente e necessario educar os santomenses nesse aspecto. E o problema e que ate os ditos educados do nosso pais agem como nescios, como gente que nao sabe a importancia das arvores no mundo.

  3. img
    tufão Responder

    Meus caros, se estou enganado corrigi-me.
    Mais tenho conhecimento, de que este terreno pertence ao Sr. P.R..
    Perguntem aos moradores de Monte Café. E se assim for, este gesto do P.R. não passa de um aproveitamento, condenavel a todos os titulos.

  4. img
    Petroleum Responder

    Esse senhor Pai Grande, Líder máximo(oculto???) da oposição local, já não vai a tempo de colher os frutos dessas árvores ecológicas cínicas que andou a fingir que plantou, e muito menos mudar constituição para fazer dois mandatos ou perpetuar-se no poder.
    O Casamento “polígamo” entre os Três partidos: (MLSTP,PCD, MDFM), poderá vir a ser vitima de um divorcio precocemente antecipado, caso o Pai Grande esteja na Jogada Politica a favor do Presendicialismo.
    O governo 15, criado pelo Pai Grande, é o ensaio oculto do PRESENDICIALISMO, que jogará para as favas o MLSTP,PCD e MDFM.
    Esta é uma profecia! acredite quem quiser!!!

  5. img
    jorge desalmado Responder

    Como voces estao certos. Depois de vinte anos… vem plantar uma arvore. Bem, vamos pelo lado positivo das coisas, ele fez bem. Mas so planta quando é presidente? Ah… acerca do PRESIDENCIALISMO… não, obrigado!!!

  6. img
    Santomé Plodôsu Responder

    Boa iniciativa. Se por cada árvore plantada é abatida uma ou duas, considerando o tempo que elas levam a atingir a maturidade, torna-se necessário fazer mais.
    Políticas visando diminuir o abate, reduzir a proliferação de moto-serras, importação de madeiras em bruto, etc, etc.

Deixe um comentario

*