Criança de 8 meses morre no Hospital Ayres de Menezes por falta de assistência segundo os pais

Mário da Silva Capela e Alcimena da Vera Cruz, residem em Portugal. Estão em São Tomé desde finais de Dezembro, de férias para passar a festa de natal e do ano novo com os familiares. Trouxeram o único filho de 8 meses, o Tiago, que acabou por falecer no último domingo, por alegada negligência do hospital Ayres de Menezes.

Segundo a mãe Alcimena Dias da Vera Cruz, o filho Tiago de 8 meses, que veio junto com os pais, para conhecer a família em São Tomé e celebrar o natal e o ano novo com amor e alegria, nunca antes tinha tido qualquer problema de saúde em Portugal. «Em Portugal o Tiago fazia consultas de rotina todos os meses, e nunca foi diagnosticado qualquer problema de saúde. Ele tinha todas as vacinas em dia, e nunca internou no hospital», explicou a mãe.

Mas na passada sexta – feira a criança de 8 meses, começou a tossir de forma persistente sinais de uma gripe. Segundo a mãe, Tiago foi levado ao hospital Ayres de Menezes, «e a médica de serviço ordenou que ficasse enternado». Na tarde de sábado a situação do menino agravou-se. « No domingo de madrugada por volta das 3 da manhã, a situação foi-se complicando ele não conseguia respirar. Ele estava aflito, chamou-se a médica que estava no serviço de urgência, colocou-se oxigénio desde as 5 da manhã até as 13 horas, mas ele continuou a piorar», relata Alcimena Vera Cruz.

A mãe diz que não resistiu à aflição do filho e teve um desmaio. Pouco tempo depois a equipa médica informou ao pai, Mário da Silva Capela, que o Tiago tinha falecido. Só depois da morte da criança é que os serviços do hospital Ayres de Menezes, deram conta que a válvula da máquina de oxigénio estava entupida. « Depois vieram nos informar também que a válvula da máquina de oxigénio estava também intupida. Ele estava aflito porque não conseguia respeirar e a máquina de oxigénio também não bombeava porque a válvula estava entupida, coisa que só deram conta depois do falecimento. Praticamente ele morreu asfixiado», referiu a mãe.

Na aflição para socorrer a criança, outras situações anómalas destacaram-se. «Em busca de socorro na urgência, ligaram para a médica pediatra que não apareceu. Ligaram para a médica anestesista para anestesia-lo de forma a retirar a expectoração, porque ele não conseguia fazer isso, mas a médica anestesista também não apareceu», denunciou Alcimena Dias da Vera Cruz.

O casal regressa nos próximos dias à Portugal, sem o filho Tiago. Exigem justiça. « Quero que façam justiça. Viemos de férias só por um mês, viemos passar a festa de natal e ano novo na companhia dos nossos familiares, e essa desgraça nos bateu a porta por negligência médica, por negligência do hospital e dos enfermeiros. Esperamos que isso não volte a acontecer, uma vez que temos perspectivas de vir viver aqui na nossa terra, e não queremos pensar que no futuro se tivermos outro filho, essa história volte a acontecer», advertiu a mãe.

Para que a justiça actue como exemplo para prevenir outras situações, os pais do falecido Tiago, apresentaram ao Ministério Público uma queixa crime contra o Hospital Ayres de Menezes. Leia na íntegra o teor da queixa crime – Digitalizar0351

Abel veiga

  1. img
    Fitxím di Flôgô. Responder

    Lamentavelmente. Que Deus o tenha. As minhas Condulências para familiares. Lamentavelmente.

    Tratamento no HAM é para quem tem sorte.

    • img
      manuel Responder

      E, lamentável é o desejo de regresso dos estão na Diáspora, sem esquecer da consequência que esta HORRÍVEL passagem (que merece uma justiça feita) tem para o nosso turismo e sua propaganda (que a acredito por sua vez estar a dar frutos).

    • img
      Mi Santos Responder

      Meus sentidos pesames aos Pais nesta hora de dor e pesar. E reforco tambem o pedido da medica acima: Autoridades Sao-tomenses, Sejam profissionais e mais responsaveis nas vossas tarefas, a fim de evitar episodios tristes como a morte desse bebe.

    • img
      POVOFALA Responder

      Lamentável.o mais profundo sentimento pêsame aos pais e familiares da criança. Só nos dá a vontade de nunca mais voltar para este país onde tudo corre mal,nem o direito a saúde e vida se vincula no npaís.Muita força e coragem!

  2. img
    Lupuye Responder

    So fizeram muito bem. Isso e uma desgraca. Nao se admite erros desse tamanho no unico hospital que temos. E uma pena! Os meus mais profundos sentimentos de pesame aos pais dessa crianca e maos fortes dos tribunais ao hospital Ayres de Menezes.

  3. img
    Ermes Vera Cruz Responder

    Concordo com a esta iniciativa a fim de abrir um inquérito para apurar o verdadeiro culpado disto tudo e levar a justiça e para que sirva de exemplo para os outros…força!!!

  4. img
    Obama Responder

    A médica estava na festa da Ribeira Afonso enquanto deveria estar no Hospital e quando foi contactada, disse que n podia comparecer pois estava num ambiente…
    É este o país que temos e queremos.
    Parabéns Abel por passar a noticia embora deverias te-lo feito com mais brilho jornalistico.

  5. img
    Comentador Responder

    Meus pesames aos pais! Que tenham muita força nesta hora.

    Espero que a queixa introduzida no MP avance aos tribunais e os responsáveis pela tamanha negligência ganhem consciência que uma vida não tem preço! JUSTIÇA!

  6. img
    Santomé Plodôsu Responder

    Será que foi falta de “banho” aos médicos? Lamentavelmente, temos que admitir que as coisas em STP só funcionam na base de compadrios, gorjetas e BANHOS. Se tais comportamentos chegaram ao sector da saude, então quer dizer que descemos ao mais baixo que um ser humano pode atingir.
    Será que já nem médicos escapam? Aonde para o tão solene juramento de Hipocrátes?
    CREDO!

  7. img
    V.S s.t.p Responder

    Pois é colega sinto muito por isso, antes estavam a salvar a democracia, agora que mudaram de santo o que não aparece é o milagre, quanto ao caso da criança tive informações seguras que a pediatra de serviço estava na festa de ribeira no vivêrrrrr, e ai eu pergunto os pais do menino vão fazer uma queixa no M.P / Tribunais, a Justiça funciona em S.T.P?

    • img
      leucadio Responder

      Triste!! Muito Triste!!!
      Que o culpado seja exemplarmente punido,
      Porém, não concordo com aqueles que começam desde ja a crucifixar a dita médica pediatra que teria estado na festa de Ribeira Afonso. Primeiro precisa-se saber se a mesma fugiu ao piquete e foi divertir-se. Se for o caso, é imperdoavel. Porém, se ela estava “de folga” não vejo porquê de enquanto ser humano ela não tenha o direito de ir a dita festa de Ribeira. Se esteve de folga e foi contactada, e se não havia nenhum outro pediatra disponível mais perto do Hospital, ela deveria partir imediatamente em socorro do doente.
      Mas,uma pergunta se impõe? Quantos pediatras temos no país? Sera ela a única? Não temos mais nenhum. Se por ventura ela é a unica, ou se havera mais um ou dois, num pais independente a 37 anos, com mais de 180 mil habitantes, pergunto quem será o responsável? Todos aqueles que passaram pela governação deste país serão cada um deles indirectamente responsável pelo sucedido, pois é inademessível o descaso que se vê no país em termos de formação de especialistas.

  8. img
    Kua- li- tassondu Responder

    Meus pêsames aos pais e familiares ! Sou mãe e imagino oque vocês estão a sentir.
    Vão de ferias com filho e volta sem! Que DEUS vos dê força e mt coragem.
    Será que essa queixa crime vai funcionar ? Aparelho da justiça em stp funciona?
    Medicas e médicos sei lá oque em vez de estar no hospital estão em festa de ribeira Afonso .
    Eu torço para amenos desta vez haja ou seja feita a justiça.
    Um abraço a todos santomenses .

  9. img
    BALU KUADO Responder

    Tão atrazado está este país emmateria de respeito pelos direitos da pessoas, com um sistema judicial atrazado esses casos não tem solução na justiça. Só se houver um caso com os gordos e houver interesses partidários para perseguir cidadãos como fazia o R.Raposo quando servia os poderes para perseguir politicos. Temos casos de stptrading, bufalo e ultimamente bano.
    Ou melhor estamos a anos luz de justiça nesta materia. Já houve milharese milhares de casos e os médicos nem sequer sabem que isso é crime.
    Assim vai o país com os seus dirigentes envergando casacos e gravatas, num faz de conta que sou isto ou aquilo… vivendo a sua vida. Mas são muito incompetentes e burros. Só têm é dinheiro que até roubamn ao povo.

  10. img
    Paracetamol 500mg Responder

    Abel quem é a medica pediatra que ligaram? Isto tem que vir a baila. Quem é o responsável pela manutenção das bombas?
    Pedem uma boa massa para encerrarem esse hospital de vez.

    Isto é crime. Deve dar cadeia e tirar a carteira de medica e não só.

  11. img
    Jose Rufino Responder

    Enfim,mais um sinal de situacao gritante que se chegou este paiz.Miseravel…,e depois vem os politiqueiros falarem da nacao.que nacao?…uma nacao nao se faz com meia duzias de gente que vivem na burguesia e o coitado do pavo vai assistindo como que nada se passa,francamente paiz miseravel com politicos que nao querem saber de nada a nao ser os seus interesses lamentavel,..nao se compreende como os Saotomenses tornaram tao desonestos…triste noticia.Do meu lado fica os sentimentos de pesames a familia.Isto e que e o paiz real…pouca vergonha.Deus abencoe STP

  12. img
    sun bic Responder

    É lamentável.Deus feZ S.TOMÉ,NOS DEU TANTA RIQUEZA MAS,NOS DISSE:NAO SABÉIS QUALIDADE DE GOVERNATES QUE VOU PÔR NESTE PAÍS.Assim estamos por desgraça.Quém viu e quém vê S.TOMÉ.ALÉM DISTO,ESTE FOI UM DOS HOSPITAIS POR EXCELENCIA EM TEMPOS OUTROROS.
    tANTAS CONFERENCIAS EM CABO VERDE,PARA qué?O que deveriam era ir a estudar em paises qualificados.Merecem todos penas de prisao desde os directivos até aos enfermeiros.

  13. img
    MLSTPENSES Responder

    Esses médicos devem swer despedidos e deve-se retirá-los a autorização para exercerem a medicina em STP.

    Isso não pode voltar a acontecer!

    Isso é o cumulo do desrespeito pelos paciente que pagam salários de REIS ÁRABES à esses medicos que nada fazem.

    Só sdabem reclamar, mas o desempenho é quase nulo.

  14. img
    entre.nos.SANTOMENSES Responder

    Nossos Pêsames.

  15. img
    Gey Responder

    É chocante e doloroso, mas é a realidade. Existe muita negligência naquele hostipal. Uma vez, presenciei um caso, revoltei-me e por fim alguns funcionários ficaram contra mim e os que presenciaram ninguém disse nada. O pior é que ninguém faz mesmo nada. A vida humana não tem preço e esses pais irão ficar com traumas para o resto da vida.

    Conheci bem o menino e apenas com 7 meses já chamou-me pelo meu nome. Mais uma vida que se foi naquele hospital, por causa da negligência. Deixo o meu desagrado: tem que haver justiça por parte do Tribunal e o Director(a) Clínico deve que chamar responsabilidades para que os negligentes assumam as suas falhas.

    Basta

  16. img
    jercey sousa Responder

    uma situacao xocante ,dolorosa ,muito mais muito triste.um pais com um unico hospital ja e dramatico e uma situacao dessa e inaceitavel …uma falha gravissimo ,imperduavel .deveriam processar toda a equipa medica,sou mae ,sou amiga da familia e conheci o bebe,um bebe saudavel….espero que a justica seje feita .forca mario e mena.nao me canso de vos dizer muita corragem luta para que a justica seje feita .

  17. img
    bem ni wê mali ni tlachi Responder

    enfim… é isso que senhor director deve preocupar com ele…

  18. img
    N.C Responder

    As minhas sentidas e profundas condolencias a familia e em muito particular ao Mario nessa hora de grande dor e pesar.
    No que era previsto ser uma viagem de ferias,lazer e descanso,tornou se numa viagem triste,negra e horrivel.
    Ha sempre uma 1 vez na vida,e esperemos que esta sirva de exemplo a outras situacoes vindoras.Seja qual for o desfecho desse caso,uma coisa e certa,nada nem ninguem trara o Tiago de volta,por isso a justica tera de ser feita,principalmente se esses rumores dito pela mae corresponderem a realidade.Negligencia,erro humano sao crimes puniveis num estado de direito democratico, que esperemos venha ser punidos aos profissinais em causa,bem como a Direccao do Hospital, e em suma o Minesterio da Saude
    Gostaria de exortar aos Pais no sentido de aranjarem um advogado para os representar,uma vez que os mesmos por questoes profissionais terao de regressar a Portugal,de outra forma sera mas um caso que sera arquivado por faltas de provas,como e comum no nosso sistema judiciario

  19. img
    Faca foogn sè cabo Responder

    É triste e lamentável o que aconteceu ao vosso filho, desejo-vos coragem e muita força para ultrapassarem esta situação que entendo não ser a primeira vez que morrem aqui na Terra por negligência, junto as minhas palavras para dizer que chega, temos que processar os culpados e peço também a nossa justiça que seja célere para que o que aconteceu com o Tiago não aconteça com mais ninguém incluindo os filhos dos magistrados.
    Com muita indignação.

    • img
      elaine bailly Responder

      msmo trist jente que coisa tenho medo de levar os meus filhos ,sinto muito ,coragen

  20. img
    original Responder

    Tudo quanto tiver que ser feito não trás o menino de volta mas uma coisa deve ser feita é fazer um inquérito e processar criminalmente os responsáveis por esta tragédia para que situações de negligência desta natureza não volta a acontecer porque quer Hospital ou outra instituição que está vocacionado para lidar com actividade delicada deve assumir as suas responsabilidades.

  21. img
    HLN Responder

    Para os pais aqui deixo os meus sinceros sentimentos pela perda do vosso filho, e ao mesmo tempo felicito-vos pela coragem de dar a cara e denunciarem o caso, sei que o vosso não é o primeiro, já aconteceram muitos outros, pelo medo e facto de viverem no país, e saberem como funcionam cá as coisas tudo termina em água de bacalhau. Eu e a minha família fomos descriminado muitas vezes pelos profissionais deste hospital, vezes por causa de nossa filha, eu sei como é. Por isso congratulo convosco, que a justiça seja feita,mas uma vez muita coragem e força nessa hora que parece não ter fim.

  22. img
    jorge desalmado Responder

    Lamentável. Situação de grande pesar para os pais e familiars.
    Queixa-crime!!! Em que país? Este nosso? Qual tribunal? Quem em STP já foi preso e julgado por negligência, corrupção, tráfico de influência ou outros crimes de colarinho branco? Vai a CC e ve quem lá está. Coitados que pegou… galinha, … pinha de banana. Estes sim, estão preso porque o país é (des)governado por estes bandos de parasitas extraterrestes que se intitulam de politicos. Hão-de acabar todos no inferno. Quando será a próxima visita do sr PR Pinto da Costa, do Alcino Pinto e do PM ao hospital? Onde estão os partidos que sustentam o governo? Perderam a língua? Deus escreve direito em linhas tortas. Quis Deus que este infeliz episódio acontecesse com os “senhores”que vieram para melhorar a saúde da SAÚDE em STP. Um abraço e força aos familiares.

  23. img
    jorge desalmado Responder

    Porquê censurar os comentários que não vos agrada? Qual é o vosso critério?

  24. img
    nilton ferreira Responder

    “PCD exige esclarecimento urgente do caso KOSOVO”… e o casoda crianca de 8 anos que morre no Hospital Ayres de Menezes por falta de assistência segundo os pais.

    • img
      Nom scá pia Responder

      Isto não interessa ao PCD nem ao BIDÃO porque não traz contrapartidas financeiras. Partido desgraçado e sem coração. Desejo um descanso em paz para o menino e sobre tudo, muita coragem para os pais de modo a ultrapassarem esta imensa dor provocada por médicos sem escrupulos no nosso país. Meus profundos sentimentos.

  25. img
    E. Santos Responder

    Muito chocante …mas mesmo muito chocante. Não conheço a família mas sinto como se fosse meu filho, a sério. Se arrependimento matasse, esses pais estariam mortos de certeza. É muito doloroso ter que regressar sem o seu filho, vai lhes doer na alma.
    É o que este país faz com os seus filhos. Mata-nos a todos, mata a nossa esperança, mata a nossa pretenção de crescer e de desenvolver. Se eu fosse esses pais apresentava queixa crime contra o ESTADO SÃO-TOMENSE e a seguir renunciava a nacionalidade sãotomense e nunca mais punha cá os pés. Este país não tem nada para oferecer a ninguém. É completamente inadmissível. Mas como todos os São-tomenses acham que o país é um paraízo, que está tudo a mil maravilhas “afinal, viver que está a aqui”, então ninguém se preocupa de facto com melhoria das condições do país.
    Sinceramente, é muito triste.Transformou-se o país em CIRCO, com um bando de palhaços a governar, a sentar-se no parlamento para decidir a vida do país, cada um mais analfabeto que outro, enfim…dá nisso.
    Vai ver que nem a presidência e nem o Governo vão dar a cara e pedir desculpas e enviar apoio e condolências a família. Espero que os Partidos Políticos que estão muna onda de pedir esclarecimento sobre assuntos que acham que tem dinheiro para comer ou repartir entre eles, peçam esclarecimento deste caso também. Bando de sem vergonhas. Só com Cristo.

  26. img
    Féde ká Dóxi Responder

    Há que se pedir contas.
    Mas uma coisa é certa. Existe alguma negligência no que toca a atenção aos doentes no Hospital. Algumas há que chutam medicamentos para as mães, para darem as crianças, sem dar a atenção devida ao choro da criança.
    O que vos digo é: Zemé só.
    Não sei o que dizer.
    É lamentável esta situação.

  27. img
    Féde ká Dóxi Responder

    Mas uma coisa é verdade. Os médicos de serviço, salvo especialidades, deveriam permanecer no Hospital, falando das enfermarias, enquanto estão de piquete. O que não acontece na pediatria.

  28. img
    são tome Responder

    Minha gente, a negligência está em todos cantos: público e privado! O problema é que na saúde, a negligência causa mortes imediatas; Noutros sectores da nossa sociedade, causa-se mortes de outra forma. Mesmo alguns de nós que cá estamos a criticar, qual é o nosso comportamento no nosso setor de atividade? Fazemos tudo como deve ser? Pensemos nisso.

  29. img
    Geri Responder

    Sr. Jorge Desalmado, não paroveite desgraça desta familia para fazer politica!!! Pelo menos tenha mínimo de respeitor pela alma deste inocente que faleceu.

  30. img
    Geri Responder

    que dizer nãp aproveite

  31. img
    STP Responder

    Meu olá
    Só para dizer que nem sempre vemos as coisas pelo sentido corecto. jente, ninguem com carteira de médico ou enfermeiro é criança! Vamos ser serios. Existem problemas nesse país que até hoje, mesmo jente com conhecimento tem praser tão somente de indicar o dedo aos políticos. Não gosto deles, como não concordo com o Director do Centro HSTP, essa é a minha opnião, mas o país não é só meu. Sabemos todos que ele não pode nem sabe fazer mais do que tem feito. Por outro lado não podemos lhe atribuir a culpa de falta de proficionalismo dos Funcionarios do Hospital Central. O que se deve fazer, é usar correctamente os instrumentos de punir quem comete tais atrocidade numa area onde não se pode ser criança.
    obrigada

    • img
      eng Bernardino Monteiro Responder

      sr stp,ate para comentar uma negligencia sr nao se identifica es grande covarde, nao tira a culpa a ninguem, todos foram culpados pense um pouco, em todos os paises do mundo acontece negligencia medica; e do meu conhecimento que nao e a primeira,por isso ates de falar pense que vai falar,gerir um hospital e uma grande responsabilidade exigente e rigor,eu so culpo os medicos por simples razoes,eles sao profissionais,mais antes deviam estudar as carencias os problemas existente no hospital,depois exigir a administraçao as condiçoes necessarias para trabalhar,caso nao os coloca as condiçoes nao deviam trabalhar,o nosso hospital nao reune condiçoes favoraveis para atender as necessidades da populaçao,isto e grave, peço vos todos os emigrantes para unirmos a busca de soluçao a menos para minimizar os problemas da saude no arquipelago,nao esperar somente para o governo
      as associaçoes os parceiros internacionais

  32. img
    malebobo Responder

    Os comentarista deste espaço jornal tela non, ainda se lembram da jovem que foi dar luz, na maternidade, que chegou de falecer,por ter suscidado, com Bisturi, e que ningeum até agora não ficou inpune, naquele hospital, ninguem nunca responsabiliza por nada

  33. img
    TOny de MATO BRAVO Responder

    Como pai ke sou tb, endereço-vos os meus sentimentos de pesar, por perca do vosso filho. É com lágrimas, ke peço as autoridades competentes ke eslareçam este caso o mais breve, de forma a garantir a vida dos nossos pequeninos e a população em geral. NÃO SE COMPRA A VIDA, ELA DEVE SER PRESERVADA PARTICULARMENTE PELOS PROFISSIONAIS QUE DEVEM O FACTO:

  34. img
    Negro STP Responder

    Sentimentos de Pesames para os pais desta crianca neste momento triste;Eu tambem moro no estrangeiro e nunca concordei com as pessoas que vao para s.tome e dizem que s.tome esta fixe so porque desbundaram ,S.TOME NAO ESTA FIXE NUNCA FOI FIXE PARA MAIORIA DAS POPULACOES .

  35. img
    Anjo do Céu Responder

    Meus Senhores a culpa não pode morrer solterira.Antes da Justiça actuar o Ministro tem que demitir imediatamente toda Direçao do HOspital Ayres de Menezes( Director, Administrador e Drector Clinico ou próprio Ministro tem que por seu lugar a disposição.Isto é uma imcompetencia Total e sem perdão.Apartir daí é que Justiça faça o seu trabalho e investigação com todos os infratores( enfermeiros e médicos de serviço.Isto é demais para um País com 37 anos de independencia

  36. img
    manga Responder

    Aqueles gajos do ADI e do Patrice Trovoada que andam a confundir o caso de falecimento de uma criança e o caso KOSOVO deviam ter vergonha na cara. Eles que estão metido no caso Kosovo que se preparem para irem a cadeia ou ser mortos pelos KOSOVARES. Varela, Elisio, Patrice Trovoada vão pagar caro por tudo isto. Bandidos.

  37. img
    awa mato Responder

    Espero o Sr. Abel Veiga e os demais meios dos media em S. Tomé dêem seguimento e nos faça estar a par do desenvolvimento, deste terrível acontecimento.

    Que Deus Dê muita força a este jovem casa!

  38. img
    Flá Ceto Responder

    Os meus sentimentos de pêsame aos pais.Ao mesmo tempo gostaria de dizer, embora é um caso de morte,agora pergunto, o que é que antiga oposição( MLSTP/PCD) do governo do Patrice Trovoada irá dizer. Sempre andavam a criticar o governo de Patrice Trovoada, de nada fazer para o bem da saúde dos utentes no nosso Hospital Central. Agora será a culpa também deste governo actual ? ainda que fosse nunca seria criticado ? O mal dos nossos hospitais estão nas pessoas, no atendimento precário ali prevalecente, Os médicos sem especialização só dão de luxos e mais nada.Agora toma, fim de citação

  39. img
    Mario da Costa Responder

    Junto minha palavras aos demais, para expressar os meus profundos sentimentos de Pésames à familia enlutada. É mais um caso entre outros no nosso STP.
    Basta dizer que nossos dirigentes procuram Angola para tratamento médico, país que viveu anos de guerra e nós não tivemos.
    Deus é Pai.

  40. img
    Vaca gorda Responder

    Meus queridos Santomeses, já viram o Pais que estamos!…, praticamente 38 anos na mesma situação todos os dias pessoas morrem por negligencias, os nossos governantes não pensam em dar formações a medidos e Enfermeiros e da nessa, nem um paludismo sabem tratar como deve ser,acho que as familias lezadas deveriam fazer justiça com sua própia mão.

  41. img
    Budo cu té tema Responder

    Desta vez os Santomense já poderão ver a situação que está o nosso hospital. Por razão muito simples. Só estamos preocupados com a compra de viatura topo de gama para fazer paleios as garotas. Criticam os outros órgãos de soberania como Presidência, Assembleia Nacional e relativamente aos Tribunais este é pau de cortar febre. Mas que está mal o nosso sistema de saúde está. Devemos todos unir e resolver este problema de uma vez para sempre. Deixam de criticar os Tribunais passam a ver situação de saúde porque é muito grave. Atual código penal, pune todos os profissionais negligente ou propositados lesam os utentes ou paciente em caso do hopital. Existe tudo isto no Código Penal em vigor lei nº. 6/2012.

  42. img
    Ludmilo Aguiar Responder

    Quero aproveitar esse espaço para apresentar as minhas condolencias a minha colega Alcimena e o seu marido por esse momento complicado que vivem no momento. E que esta situação conheça realmnte uma justiça, porque se trata de vida e com isso não pode haver espaço para esse erro.

  43. img
    dj_valdy Responder

    fodace de stp pa

  44. img
    Mimi Responder

    Para começar todos os aparelhos hospitalares têm que ter um programa de manutençao rigorosamente supervisionado, com regras claras e com funcionários capazes de entender a responsabilidade do trabalho que têm em maos. é necessário rever estas práticas. Eu pessoalmente tive a chance, em meados do ano passado, de ver em que condiçoes estava um balao de oxigénio usado numa das enfermarias do hospital, todo enferrujado e se calhar também entupido (quem sabe?). Este caso é sério, entre muitos outros, e espero que os pais desta criança sejam devidamente respeitados pelo Estado Santomense, que a perda do seu filho nao tenha sido em vao e que nao se transforme este em mais um dos muitos casos de más práticas esquecidos nas prateleiras da justiça de S. Tomé e Príncipe.

  45. img
    jorge desalmado Responder

    Direito de resposta ao sr “Geri”: das duas…uma. Ou sr é atraso mental ou não sabe ler. Todos os comentários lamentam a situação assim como criticam os responsáveis (os governantes). Besta.

  46. img
    Mimi Responder

    Tem que se exigir mais profissionalismo aos profissionais e de todas as categorias

  47. img
    Vane Responder

    Condordo com o comentário de “São Tomé”

  48. img
    Herminia Responder

    ACHO QUE NOTICIAS DESSAS DEVE PASSAR PELA TVS. QUE SAIBA, TUDO ESTA EM SILENCIO

    • img
      Didi Responder

      falta de liberdade na comunicaçao social

    • img
      Adiltsa Responder

      Onde está os srs do governo? os srs que vieram fazer tudo de bom e melhor!!?? meus sentimentos.

  49. img
    Imoblex Responder

    Em Nome do Pai Filho Esperito Santo
    Credoooooooooooooooo
    impossivel acreditar um errrrrrrrrrrrro deste em 2013

  50. img
    helga Responder

    Em primeiro… os meus sentimentos aos pais.
    Infelizmente é a realidade do nosso pais, é uma tristeza ter um filho e morrer assim, nesta situaçao lamentavel. os nossos governantes nao querem saber da populaçao, apenas querem saber deles propios….. lamento o acontecido mas o nosso pais é o que é. so quem perde quem é tao querido é quem sabe ador que estais apassar, espero ponem todos os responsaveis, pela tal, e que sirva de exemplos p tds, força papas

  51. img
    Ludger Carvalho Responder

    Antes de mais meus pêsames para a família e muita força.
    Como possível num único hospital do país permitirem que aconteça um erro deste?
    Peço em nome de Deus que faça a justiça e que os responsáveis por deixarem esta família sem o seu fruto paguem por este maldito erro.

  52. img
    Aleixo Pina Responder

    puniçâo para os culpados

  53. img
    Ludger Carvalho Responder

    Os Governos e principalmente os responsáveis pela saúde de STP não querem que os filhos voltem a casa, se nos presenteiam com tristeza e nos tira nossos ente-queridos e não serem castigados. Ainda por cima , na maior cara de pau vêm a comunicação social apresentarem os bens materiais adquiridos com dinheiros dos contribuintes, enquanto o povo compadece no hospital, sem sequer água potável há.
    Será possível fazerem algo para o povo sem ajuda internacional? Têm capacidades para isso?
    É possível preocuparem um pouco com saúde desse país?
    É possível fazer os filhos sentirem em casa seguro e saudável quando vão de visitas?

  54. img
    Lote Responder

    Ok,minhas condolências; a verdade tem que ser feita a justiça como foi feita o caso da ultima crise toou falar de rapidez do bom funcionamento dos tribunais que legitimou a nova assembléia e mais,o sr A Veiga pf este artigo tem que passar ok

  55. img
    addy veiga Responder

    So quero dizer uma coisa como amigo e outra como são-tomense
    Como amigo Mario meus pesames
    Como santomense QUE VERGONHA!!!!!!

  56. img
    Vane Responder

    “Concordo”

  57. img
    santomense Responder

    Sou médica,santomense e mãe trabalho no hospital Ayres de Menezes e queria apenas dizer aos pais dessa criança o quanto lamento esta situação. Trabalhar no hospital Ayres de Menezes é uma verdadeira maratona e as pessoas não podem imaginar o quanto é difícil. Sei que a colegas meus que tenhem comportamentos reprováveis e não os quero defender. Mas quero aproveitar a oportunidade para pedir as autoridades competentes que nós dessem as condições básicas necessárias para poder servir a nossa população

  58. img
    lupuie Responder

    N ha dcp santomense, mesmo sem condicoes despista-se os sinais de axfixia. A medica em questao e dra feliana e td sabem.

  59. img
    eng Bernardino Monteiro Responder

    os meus sincero pesamos aos pais
    e com todo o respeito que mando as minhas condulencias, nao se adimite uma situaçao desta,a negligencia medica e um crime na qual deve ser processado os culpados,o tribunal tem que levar aserio e com responsabilidade esse processo tratando com rigor esse caso, o governo tem que tratar dos pais do muido com muito respeito e honra porque a dor dos pais e muito pesado e doloroso,dando todos os apoios possiveis, e que façam justica,

  60. img
    eng Bernardino Monteiro Responder

    em stp os previlegios nao sao para todos,se fosse o filho de um politico ou da familia nao acontecia a negligencia,alhas tratavam com muito cuidado e respeito, os culpados disso tudo e o governo a admistraçao e a equipa medica o povo devia fazer uma manifestaçao a porta do hospital e do palacio, a justiça deve processar os admistradoresdo hospital os medicos ate se possivel o ministro de saude porque sao todos culpados,e preciso coragem meus povos e rigor, todos os santomenses tem direito de saude, igual por igual os direitos iguais sem previlegios e arbritarios, nao se admite num pais democratico

  61. img
    H.S Responder

    Os meus sentimentos a família enlutada.
    Conhecemos a realidade do sistema de saúde do nosso país, uma vez que o único hospital de STP não tem condições de sanidade basicas para atender os seus utentes com dignidade.
    Na minha opnião os tecnico de serviço tiveram uma atitude grosseira por não avaliar o estado do equipamento antes da sua utilização.Não é compreencivel que o paciente fique ligado ao aparelho de oxigénio tantas horas seguidas sem sinais de melhoras, logo era de constatar que algo estava errado. tudo isso aconteceu por falta de visão profissional da equipa de saúde que estava de serviço.

    regards.
    H.A.

  62. img
    João Kibonda Responder

    Antes de mais, apresento as minhas condolências aos pais do pequeno Tiago.
    Pergunto: Em tempos idos estávamos contra muita coisa dita errada e hoje uma pobre criança a procura da vida, empurram -no para a morte. É assim que queremos

  63. img
    João Kibonda Responder

    Apresento as minhas condolências aos pais do pequeno Tiago. A vossa dor é grande e inesquecível. Imagino aflição desta pobre criança a procura de vida e presenteiam-no com a morte. Pergunto: Onde está o juramento que se faz, a fim de servir a sociedade? Outra pergunta: Agora pergunto a quem de direito: É assim que queremos construir o país, tendo como uma das fontes de receita o Turismos? Por favor, cada um de nós em conjunto,numa só voz temos que definir o que queremos para STP. Espero que a queixa crime apresentada pelos pais não vá para gaveta. Há um provérbio muito antigo que diz “A cama que fizeres, nela deitarás”

  64. img
    João Carlos Responder

    Governo não faz nada…

  65. img
    Adiltsa Responder

    Que dor! pais enterrar filhos. Que Deus console estes pais.um hospital k doentes têm k levar agua par se lavarem…em vez de sermos curados ficamos nmais doentes. miseria.

  66. img
    Turista Responder

    Eu duvido que nessa republica de bananas se faca justica, nao gostaria de estar na pele dos pais que sao amigos meus, tambem sou pai…que levem esse caso ate ao tribunal internacional se for necessario!!!

  67. img
    filhoterra Responder

    Isso é país que temos…
    Antes de mais meus sentimentos de pêsames para o casal filho da terra por perder um filho que é difícil voltar a ter o mesmo.
    Olha uma coisa que digo, esses políticos e montes de governos que existe numa pequena ilha que ta como ta, em vês de apostarem em coisas importantes para o país como, saúde, educação (formação profissional),agricultura, só apostam em não deixar outros governarem e trocarem sempre o ministério e encher os seus próprios bolsos e esquecer o que é mais importante para o país.
    se o país tivesse uma aposta séria em formar bons quadros para sector de saúde e investir nos hospitais principalmente o único em que temos, investem sim nos seus bolsos, vejo que deste jeito valia a pena privatizarem os hospitais todos quem sabe o povo teria melhor cuidados de saúde.
    Acrescento, se fosse um turista ou um estrangeiro qualquer que não seja um santomense rico o hospital dava toda atenção.
    Obg…muita força para os pais que perdeu o seu filho .
    justiça só se faz seguir a vida e ter muita força, porque em são tomé e principe esse termo não existe, caso existisse esses políticos ladrões ai não estariam ainda a encher os seus bolsos e rindo com cara do povo.

  68. img
    Põe boca não tira Responder

    Apresento meus cinceros sentimentos ao casal pelo trágico acontecimento, entretanto quero apelar as autoridade judiacial deste país, a Direcção do Hospital, que deixemos de impunidade, os culpados devem ser punidos, temos que deixar de tapar sol com pineira e deixar de defender aquele que no exercicio das suas funções são negligente…..

  69. img
    Anjo do Céu Responder

    Ainda não houve punição para os infratores mesmo ao nivel interno.Inquerito ainda não apurou a veracidade deste tragico acontecimento?Ou estão a boicotar o assunto.Queremos justiça ao nivel da Direção do Hospital e deixam de brincadeiras.

  70. img
    Princesa Responder

    Que tristeza,muita força p casal e espero que isso sirva de exemplo p nosso governo tomar vergonha e criar melhores condições de saúde e profissionais devidamente capacitados.Muito triste

  71. img
    Manuela de Ceita Responder

    Estamos num paìs onde Hospital transforma em residencia, Hospital de “Roça Agua IZe”. Basta isso para se tirar as conclusões mais óbvias. Quem não zela por manter infraestrutura hospitalar em todas roças, nao forma enfermeiros e agentes de saude, nem da importancia na especialização de medicos, sem falar nos instrumentos usados em medicina, com reforço de verba, está a pensar em quê Afinal?
    Estamos apenas a ver os resultados previstos com as politicas assumidas, de 75 a 2013.
    O posto médico desdeépoca colonial, não evolui para centro de saude. Afinal!!
    Quem formam os ministros de saude de STP?
    As politicas são estas, preconizadas afinal?

  72. img
    Eu também sou Pai Responder

    Antes de mais as minhas profundas condolências ao casal. Que alma do Tiago descanse em Paz. Ele não merecia isso. Veio pra o seu próprio País e acaba por falecer devido a negligência de pessoas da sua própria terra…
    Quero manifestar o meu gesto de solidariedade aos pais do menino por iniciativa que tomaram. Não cruzem os braços. Façam tudo que estiver ao V. alcance. Enquanto não houver justiça não parem. Assim os profissionais deste sector e não só, todo o País tomarão consciência de que é preciso ser responsável no nosso sector de trabalho. Tenham muita coragem e perseverança.

  73. img
    jose Responder

    se for essa justiça que nós temos??? a melhor forma é horar pra senhor, porque a nossa justiça só funciona para os donos desse país…
    Se não hover um governo com maioria absoluta nesse país, pra tirar todos desses juizes corruptos, que andam a defender as pessoas desses sectores do estado, por ser do mesmo partido deles, a nossa justiça nunca ira funcionar…
    Se o ADI tivesse no poder e com maioria absoluta, talves a nossa justiça poderia funcionar com seriedade, porque todos nos vimos a posição que Patrice Trovuada comesou a tomar nesse país, mas no caso do tribunal tinha que ser com maioria absoluta, porisso não o tomou.

  74. img
    AGAP Responder

    Desde ja meus pésames a todos lesados.
    Que o caso seja lamentável é uma verdade.

    Mas que cada um que vem relatar seus desabafos tenham respeito pelas pessoas ainda que o caso fosse por negligência.
    Os comentaristas deste caso ao menos ja procuraram saber qntos quadros de diversas áreas o Estado STP ja formou?
    Onde andam a prestar serviços sem ao menos terem prestado o mínimo a quem custiou suas formações? Na diáspora!

    Sabemos q a nossa terra é póbre e não muito tem pra nos dar. Então que todos ficassemos ca em STP para em conjunto darmos os nossos contributos. Esses comentaristas emigrantes não são diferentes dos nossos governos. Tbm estão preocupados com os bens pessoais.

    Não quero aqui defender os nossos governantes que são em maioria corruptos nem comentar sobre (Patricio suzu)como fez comentarista atraz, num caso tão delicado e triste.

    Ganhão mas é o juíso.

    • img
      zemé Responder

      Meu caro AGAP,o sucedido nada tem a ver com os que resolveram ficar na Diáspora.Seja qual fosse o médico,esteja ele em serviço ou no seu dia de descanso é ele obrigado a comparecer uma vez que o serviço precisar porque o que está em jogo não é interesse do País, mas sim, uma vida humana.E como profissional de Saúde sabem bem disso.O lugar de um Médico de Urgência ñ é estar em casa aguardando que apareça uma emergência para ser contactado e sim,estar no local de serviço em que foi destacado.Todos sabemos que o erro é humano mas neste caso,foi o desrespeito pela pessoa dos pais,dos enfermeiros em serviço,da equipa geral de Saúde e da criança em causa.Na qualidade de profissional e também de pertencer a família Saúde deixo aos pais as minhas condolências.

Deixe um comentario

*