Liderança do MLSTP/ PSD participou na cerimónia fúnebre de Carlos Graça em Portugal

Jorge Amado, Presidente do MLSTP/PSD, marcou presença no funeral no último sábado de Carlos Graça em Portugal. Por outro lado em Cabo Verde, o Congresso do PAICV ficou marcado por 1 minuto de silêncio em honra a Carlos Graça. MLSTP/PSD fez-se representar pelo vice-presidente, Osvaldo Vaz.

Aqui em São Tomé, a sede do MLSTP/PSD tem sido palco de visitas de várias individualidades que homenageiam o falecido político, médico e intelectual são-tomense. No último fim de semana a sede do partido MLSTP, foi palco de uma cerimónia especial, em honra a Carlos Graça. Ana Rita, Vice-Presidente do partido usou da palavra.

Excelentissimo  Sr. Primeiro Ministro

Excelentissimos Senhores Membros do Governo

Excelentissimos Representantes dos Partidos Politicos

Camaradas Vice Presidentes do MLSTP/PSD, membros da Comissao Politica e Conselho Nacional, camaradas representantes das Organizaçoes de massa do MLSTP/PSD,  Liga  de Veterano, OMSTEP/MSD, JSD

Ilustrissimos familiares e amigos do Camarada  Carlos Alberto Monteiro Dias da Graça

Caros e Caras Camaradas

Meus Senhores e mias Senhoras

Hoje reunimo-nos nesta sala para prestar uma singela homenagem póstuma àquele que foi um homem absolutamente extraordinário. Um político  notavel com grande sentido de Estado, combatente da liberdade, que cedo destacou-se na luta anti-facista, anti-colonial e pela independencia nacional .

O nosso saudoso e camarada Carlos  Graça, foi um homem afrente do seu tempo pela profundidade do seu pensamento político, pela sua cultura globalizante, pela sua errudição, honestidade intelectual, pelo respeito aos seus adversários, pela sua moderação, capacidade de dialogar, pela sua integridade moral, pela sua entrega a causa desse povo que tanto amou, o que lhe grangeou respeito e admiração não só dos seus pares ,como também dos seus adversários.

O seu passamento físico para a morada celestial, deixou um grande vazio nas fileiras dos Sociais Democratas e o panorama político e intelectual do país ficou  mais pobre.

O camarada Carlos Graça como sempre lhe chamamos, foi um político sui generis, um social democrata convicto. Referia-se a política como a reflexão e acção relativas aos fenómenos cívicos, económicos e sociais, que a vida comum dos homens em sociedade exige, sem as quais a sociedade tornar-se-ia caótica.

Seguindo os ditames de sua inescrutável sapiencia, deixou-nos em legado quatro livros e várias reflexões de valor inestimável, algumas das quais, são testemunhos e subsídios importantes para a história recente do País.

À família enlutada queremos expressar o nosso mais profundo sentimento de pesar e anunciar que partilhamos a mesma dor.

Aos representantes dos órgãos de soberania, e os Partidos Políticos  aqui presentes e os que se apressaram a partilhar connosco a dor desta perda irreparável, testemunhado no nossos livro de condulencia;

À todos quantos se diginaram a honra-nos com suas presenças neste acto ,ficam o nosso profundo reconhecimento, os nossos sinceros agradecimentos e a nossa mais veemente manifestação de apreço

Ao nosso saudoso CARLOS GRAÇA a melhor forma de lhe rendermos homenagem é comprometemo-nos ainda mais com o seu exemplo de vida e com os valores pelos quais lutou.

Em tua memória camarada e amigo,

Juramos ser fiel aos valores da Social Democracia

Juramos.

Juramos mudar o país para melhor

Juramos.

Juramos manter a nossa intransigência em relação a corrupção e combater a pobreza que assola o nosso País.

Juramos

Juramos comprometermo-nos com os valores da Paz, Liberdade e Justiça.

Juramos

Que Deus te tenha e que a tua alma descanse em paz.

Bem haja a todos e muito obrigada pela vossa atenção.

  1. img
    Horácio Will Responder

    Uma das coisas mais espantosas é a volubilidade da consciência humana.
    Muitas vezes erramos e continuamos no erro sentindo bem com prazeres imediatos e persistindo no erro. Quando somos descobertos nas práticas mais hediondas, conseguimos sentir algum arrependimento que muitas vezes é sincero. Algumas pessoas poderão sentir pena dos lesados, outras sentirão pena de si próprias, não por arrependimento em relação ao acto, mas, pelo peso das consequências entre elas a marginalização social.
    Um dos factores que influencia grandemente a consciência é a MORTE ou a ameaça da mesma. Diante da própria morte, muitos indivíduos se confessam; pedem perdão; fazem acordos de paz; arrependem-se dos erros cometidos e suspendem as más acções que tinham projectado.
    Diante da morte dos outros há também uma grande consciencialização no sentido de que a vida devia ser vivida com mais bondade, com mais moderação porque morremos e tudo deixamos, com mais valores morais porque a consciência tranquila é o melhor que se pode ter…
    A diferença entre a tomada de consciência diante da própria morte e da morte de outrem é a seguinte: o que pensamos e juramos quando confrontado com a morte do outro, é esquecido no dia seguinte.
    Esperemos que os nossos políticos nos provem o contrário depois dessa merecida homenagem ao nosso Dr. CARLOS GRAÇA

  2. img
    Maguita Nglangi Responder

    Carlos Graças!
    Grande homem e Politico, Como ele, poucos políticos de STP equiparam-se!
    Um dos pioneiros da Democracia que hj todos nós usufruímos.
    um consagrado homem de Estado!
    Pena que o Governos São-tomense, permitiu ou pouco fez para que o grande homem de Estado fosse enterrado no solo da terra que ele tanto defendeu.
    Descanse em Paz, Sr. Doutor Carlos Graça!
    O povo santomense lembrará para sempre os teus feitos pelo desenvolvimento desse país!

  3. img
    Bingo Responder

    Odiaria esse país se não o amasse tanto. Pelas pessoas que tem.
    Cambada de hipócritas e Judas.
    Carlos Graça foi o maior inimigo jurado dos seus camaradas que hoje o idolatram.
    E politicamente foi um homem muito controverso.
    Grande intelectual, pensador, amante da filosofia e da literatura. O mais brilhante intelectual da geração da luta de libertação.
    Depois de mortos somos todos santos!
    Carlos Graça, como todos os homens com alguma estatura, não foi unidimensional.

    Passar bem, muito obrigado.

  4. img
    Atanasio Gomes Responder

    Saotomé e Principe acabou de perder ,uns dos seus filhos bém amado por todos ,ao mesmo tempo é uma grande bibliotéca que acabou de queimar Doutor Carlos Graça ,filhos de STP nao vao te esquecer que a terra lhe sejà ligeira

  5. img
    Obama Responder

    Cambada de hipócritas, falsos testemunhos, ladrões, sanguessugas, cínicos, etc, etc. Enquanto puderam, sugaram o homem como nunca, abandonaram-no e deixaram-no na miséria total. Agora com a sua morte, ja vêm lamentar, tudo fingido!
    Anunciaram a morte do Dr. Carlos Graça na 3fª e logo na 4ªf, dois historicos partidos politicos, pediram audiencia com a Administração da CST para verem quem ocupará o seu lugar como o Presidente da Assembleia daquela instituíção.
    Quando ouvi isso, n quis acrditar!! Credo gente!
    Os verdadeiros lutadores para a nossa independencia (Alda do E. Santo, Dr. Guadalupe de Ceita, Dr Carlos Graça, etc, etc), encontram-se na maior pobreza. Foram pessoas sérias, honestas, lutaram e defenderam os interesses nacionais e foram e são esquecidos pelos nossos governantes.
    O Sr. Pinto da Costa, que tb lutou com eles nesta causa nobre, só quis ser Presidente da República e enquanto isso, nunca lhes deu o devido valor. Só intrigas pessoais, conflitos de interesse, enfim, os valores morais e de entre-ajuda que sempre nos caracterizou, estes já perdemos.
    Ainda hoje enquanto chovia de manhã, vi o Dr. Guadalupe de Ceita a andar a pé e debaixo dela. Quanto dos nossos dirigentes que têm n viaturas de estado, casas do estado e continuam a roubar e a viver a grande e a francesa a custa do povo?
    Cuidem e olhem ao menos para aqueles que contribuíram para que hoje fossemos um País livre e independente, enquanto forem vivos para que amanhã os mais novos possam também seguir o exemplo.
    Um bem haja ao maravilhoso Povo de São Tomé e Príncipe!

    • img
      Toni Responder

      Grande comentário, parabéns . Só espero que o líder do MLSTP não venha para Portugal acusar todos de traficantes de droga, rezo para que nenhum Jornalista Português fale com ele…

      • img
        CAÇÔ SÁN ZUWANA Responder

        enfim

  6. img
    Mina Zequentxi Responder

    Carlos Graça não poderia senão ser o inimigo nr 1 dos seis parceiros políticos pela inveja que tinham do mesmo, já que era um homem de letras, política e entendia do que falava. Os outros porem eram nada mais nada menos do que uns inúteis, a começar pelos cabecilhas do partido e dos que hoje conduzem o pais ao abismo. Já não haverá eleições, ê o que se diz… A ver vamos!

  7. img
    ze Responder

    Meus sentimentos de pesame a familia enlutada.

  8. img
    jose mourinho de stp Responder

    Juramos… juramos… juramos. Mas estão a jurar o quê?.. “Juramos manter a nossa intransigência em relação a corrupção e combater a pobreza que assola o nosso País.” Mas isto pra rir ou pra chorar? Falsos como o biabo. Bandos hipócritas. Vosso lugar no inferno já eatá reservado. Cuidem-se…

    • img
      CAÇÔ SÁN ZUWANA Responder

      enfim,que pena meu amigo,já vi que tens mesmo raiva ti….
      Outra coisa querias dizer”FALÇOS COMO DIABO”ou”FALÇOS COMO BIABO”
      KKKKKKKKK!!!
      CONCETRA-TE ANTES DE FAZER UM COMENTARIO IRMÃO SANTOLA….

    • img
      CAÇÔ SÁN ZUWANA Responder

      O SR.CARLOS GRAÇA, e muitos outros que ainda estão vivos, e outros que também já faleceram foram os nossos heróis na luta de libertação pra sermos aquilo que somos hoje, portanto meus sentimentos de pêsame a família do malogrado…

Deixe um comentario

*