Príncipe acolhe jornadas de “Matemática de Eddington e Einstein 94 anos depois”

Organizadas pela representação do projeto Escola+ na Região Autónoma do Príncipe, decorreram, na ilha do Príncipe, as jornadas “Matemática de Eddington e Einstein, 94 anos depois.”
Antes da sessão de abertura, no Cento Cultural do Príncipe, o professor Silvestre Umbelina proferiu uma conferência sobre a experiência, realizada na ilha do Príncipe por Eddington, que validou a Teoria da Relatividade Geral de Einstein. Em seguida, passou-se à mesa redonda subordinada ao tema “Ciência, escola e sociedade”.

Composta por professores da Escola Secundária do Príncipe e por um professor convidado do Liceu Nacional, a mesa suscitou o debate sobre as formas de interação entre a escola e a sociedade para a divulgação científica. Foi realizada a  abertura oficial do Matemática do Planeta Terra 2013 nesta ilha e deu-se lugar a uma troca de experiências e formação tendo como púbico alvo  os professores de Matemática, Física e Química na biblioteca da Escola de Santo António II, com o intuito de promover o ensino experimental das ciências no contexto do ensino.
No âmbito da disciplina de Português e no âmbito do projeto Escola+ foram desenvolvidas algumas atividades para comemorar o 87º aniversário do nascimento da poetisa Alda do Espírito Santo. No átrio do Liceu Nacional estão expostos textos da poetisa previamente pesquisados e selecionados pelos alunos. Foi construído um placar pelos alunos das diferentes classes e turmas sobre a vida e a obra da escritora. Este placar poderá ser visto na biblioteca do Liceu Nacional, Januário da Graça.
Uma homenagem à poetisa foi igualmente organizada para comemorar o aniversário da escritora. Em parceria com a ULAJE, esta atividade contou igualmente com a colaboração dos professores e alunos do Liceu Nacional. Está a decorrer um concurso do Matemática no Planeta Terra em parceria com o Escola + sendo que as inscrições até 29 de Junho. Para mais informações e respetivas inscrições poderão dirigir-se ao Centro Cultural Português ou ao centro de formação e recursos Ke Mese no Liceu Nacional.
Encontra-se em São Tomé e Príncipe uma equipa de avaliação que tem como objetivo de conhecer, no terreno, o processo de desenvolvimento e os resultados conseguidos pelo projeto Escola +  financiado pela Cooperação Portuguesa (Camões Instituto da Cooperação e da Língua) e executado pelo Instituto Marquês Valle Flôr em colaboração com o Ministério de Educação, Cultura e Formação de São Tomé e Príncipe.
A avaliação do Projeto Escola+ está a ser realizada por uma equipa de especialistas no âmbito da Universidade Aberta e do seu Centro de Estudos das Migrações e Relações Interculturais (CEMRI).
Escola +, sempre +

  1. img
    Florentino Menezes Responder

    Muito bem Príncipe. Assim mesmo. Continuem a trabalhar para que S.Tomé e Príncipe seja mais respeitado.
    Bem haja a todos
    Florentino Menezes

  2. img
    mendes Responder

    vamos lá príncipe vamos mostrar que a nossa ilha também tem capacidades para sermos alguém no futuro

  3. img
    Cátia Responder

    Viva a Ilha do Príncipe.
    Viva S.Tomé e Príncipe.
    Muitos parabéns para todos.
    Bem haja senhor Presidente do Príncipe

  4. img
    Vane Responder

    Amo a Ilha do Príncipe, porque foi desta bela ilha que veio o meu príncipe!

  5. img
    minus Responder

    eureka! que tal organizar tais jornadas a nivel dos PALOPES! isto sim seria mesmo DELICIOSO… nao sou completamente tolo, percebo que existem varios criterios e carteiras a cumprir, mas devem admitir que a ideia e ambiciosa, brilhante e inspiradora, se colocarmos um premio chorudo no meio, entao, ai sim a competicao fica mesmo na brasa e os gatos e pequenas terao seus cranios mais desenvolvidos…

Deixe um comentario

*