Sociedade

É uma boa notícia no dia das crianças o casal de Gémeos que a mãe vendeu foi encontrado no Gabão

A parceria entre a Polícia de Investigação Criminal de São Tomé e Príncipe, com a sua congénere do Gabão e a Interpol, permitiu a descoberta do destino de um casal de gémeos que a mãe negociou para uma mulher que viajou para o Gabão no dia 7 de Maio.

Fonte da Polícia de Investigação Criminal, fez questão de dar a notícia ao Téla Nón. O casal de gémeos que desapareceu em São Tomé e Príncipe no dia 7 de Maio último, está são e salvo. Foram descobertos pela Polícia gabonesa e a Interpol, numa parceria com a PIC.

O casal de gémeos de 4 meses, terá sido negociado pela mãe Milita Duarte. A compradora uma mulher são-tomense, viajou para o Gabão no dia 7 de Maio, via marítima. Os serviços portuários e aeroportuários do país, não têm nenhum registo da saída das crianças do país.

Mas, agora fica provado que a compradora conseguiu ludibriar os serviços de fronteiras de São Tomé e Príncipe, uma vez que os gémeos foram resgatados pela Interpol e a Polícia Gabonesa em Libreville.

Segundo a PIC, a mãe negociou as crianças pelo valor de 5 milhões de dobras e um saco de roupas. A investigação prossegue. O regresso dos gémeos para o colo do seu pai, residente na roça Monte Café, e que denunciou o negócio feito pela mãe, deverá acontecer nos próximos dias.

Note-e que a senhora Milita Duarte, mãe dos gémeos foi constituída arguida no processo.

Abel Veiga

    24 comentários

24 comentários

  1. Lede di alame ça ua

    1 de Junho de 2013 as 6:14

    Parabens, mas temos que tomar em conta tambem muitos crimes que hoje, faz parte do dia a dia da populacao, eu sinceramente nunca pensei que um dia a nossa rica e bela terra, chagasse onde chegou, tudo isso e o resoltado de currupcao dos dirigentes e o sistema de governacao que o pais adoptou, sistema esse que sustenta pobreza extrema e obriga a populacao a optar pela criminalidade para subreviver, o pais e o povo precisa agir agora, antes que seja tarde, DROGA, GOVERNOS LADROES, PROSTITUICAO, ASSALTO A MAO ARMADA, TRAFICO DE HUMANOS, todo isso a culpa e do sistema que adoptamos apartir dos anos 90………ja nao ha respeito para com os proximos, e triste, A PIC e ainda pior que os ladroes, porque sao eles que sustenta e proteje os criminosos a troco de alguns tostao, essa instituyicao deveria desaparecer, e a verdade, muito coisa em sao tome que nao funciona..

    • Ze

      1 de Junho de 2013 as 16:39

      Cadeia para a mãe dos gémeos, para a traficante e penalizações dos agentes da polícia fiscal que estão no porto a fazer cobranças ilegais e ” vabuando” com as receitas e criando barrigas. Essa unidade devia ser reciclada. Penalizaçoes para membros da tripulação, pois é impossível não detectar a presença dos bébés durante a viagem que por se só é cansativa até para quem está habituado a navegar. Tribunal, por favor castigo exemplar e penas pesadas se não ” non môlê”.

      • Cidadão Nacinal

        4 de Junho de 2013 as 5:21

        Concordo com o vosso comentário e quero dizer o seguinte, o país não está preparado para a Democracia tão alargada que está a transformar numa anarquia.

        De um modo geral tanto mulheres como homens santomenses que viajam constantemente é para duvidar, tornaram um bando de criminosos secretos e querem ter fama em portugal de que são importante e resultado está a vista é um perigo convidar um São-Tomense a sua casa é a imagem que estão a deixar ao mundo,por culpa dos políticos Corruptos que roubam discriminadamente e colocam o povo na miséria.Há que pensar na politica séria para travar esta criminalidade, consequência do Turismo , deve haver rigor na emissão dos vistos, caso contrário estamos em documentário.

  2. Barão de Água Izé

    1 de Junho de 2013 as 8:31

    Este caso é decorrente da pobreza económica que leva á miséria moral, que está presente e bem à vista de todos.
    E contudo praticamente todos os políticos brincam à politica como se STP fosse um país rico. Falam de tudo, brincam ao jogo da “politica”, propõem de tudo, mas realizações concretas e sustentáveis para enfrentar com realismo a pobreza que leva a casos semelhantes a este e outros de humilhação humana, nada! E o tempo vai passando…..

  3. Coisa Séria

    1 de Junho de 2013 as 8:32

    Muito bem uma boa noticia.
    Parabens PIC e a sua actual Directora.

    A justiça para esse caso tem que ser exemplar e os policias implicados não podem fugir a regra. A senhora ludibriou policias ou subornou.

    Bom trabalho

  4. Helder Leitao

    1 de Junho de 2013 as 9:04

    Custa-me acreditar, como é possivel que em S.tome não registou a saida e nem foi detectada que os gemios sairam do nosso porto. Hoje temos sistemas de segurança electronica que muito ajuda na investigação, vejo no aeroporto,no porto camaras de vigilancia, será que funcionam?

    Meus senhores sou tecnico especializado nesta area, caso quiserem alguns conselhos estou despunivel.

    • Jorge Mendes

      1 de Junho de 2013 as 15:49

      meu caro isso e corrupcao. alguem recebeu dinheiro para deixar passar os bebes sem ficar registado. E temos segundo o que dizem um governo empenhado a combater a corrupcao.

  5. Non Molê

    1 de Junho de 2013 as 10:06

    Parabéns a PIC,aproveito o ensejo para dirigir aesta mensagem a todos os políticos de todos os quadrantes partidários,exc.as “vós estais plantando banana torcendo para colher morangos,,ao meu sentido povo,confrange-me muito, a título de exemplo observar que aquando das Eleições Presidenciais indivíduos como Delfim Neves candidatam-se e têm cortejos a sua espera no Aeroporto,passado um ano pende sobre o mesmo ou sobre suas Empresas mais um indicio de corrupção ,ao meu concidadão denominado E.Santos,

  6. som

    1 de Junho de 2013 as 10:09

    Acho bom como a situação resolveu positivamente, mas acho q.a pic tem muito e muito trabalho pela frente,dando esta e muito mais situações ocorrente no país!se a sr.fez isso com tanta facilidade,acho q.ela tem estado nisso com mais frequência!Ñ só,as entidade areportuaria terá q.ser punido e investigado!

  7. Non Molê

    1 de Junho de 2013 as 10:22

    Eis uma questão que de todo põe em causa as traves da Democracia,comparativamente ao adiar das eleições que tanta indignação lhe causou,coloque-se na posição de um pai ou mãe,independentemente de qualquer juízo de valor de natureza ético-jurídica,que se sentiu por carencia económica na necessidade de a troco de dinheiro,subtrair da convivência com fruto da sua propria carne,entende agora,porque é que questiono as suas prioridades,na defesa do estado de Direito,depreendo, nao obstante algumas incongruencias de raciocínio, que vós sóis uma pessoa com alguma habilitação,por isso confronto-lhe a ponderar algumas das suas ideias.

  8. Desgraçado

    1 de Junho de 2013 as 11:10

    Parabéns pela investigação conjunta e ao pai da criança, só espero que as pessoas envolvidas direta ou indiretamente neste acto criminoso não sai impune, já é hora de fazer programas de sensibilização de forma preparar familias mais carrenciadas pela pratica destes tipos de crimes.

  9. morcego

    1 de Junho de 2013 as 12:17

    Deus é pai.

  10. mé pó feladu

    1 de Junho de 2013 as 12:37

    1-felicitar as autoridades que consiguiram este feito
    2-levar ate as ultimas consequencias para q a rede seja desmantelada
    3-o estado santomense ja devia ter uma politica de protecção de menores de forma que actos como este não volte a repetir-se
    4-parabens aos pais

    • Simão Tebús

      1 de Junho de 2013 as 16:33

      aos pais não; ao pai

  11. filho da terra

    1 de Junho de 2013 as 13:20

    Obrigado PIC pelo vosso desempenho que fassão a justiça como manda a lei, o país pode estar na pobreza mas não da o direito de mãe vender os seus próprios filhos

  12. ERC

    1 de Junho de 2013 as 14:16

    De louvar a atuação da PIC. Porém, o que me intriga é como a senhora conseguiu viajar com os gémeos sem deixar qualquer registro portuàrio. Investiguem os responsàveis do navio em questão por favor, acho que a dita traficante tem muitos cumplices.

  13. edy

    1 de Junho de 2013 as 16:00

    E quem comprou foi preso?

  14. Assuncao

    1 de Junho de 2013 as 19:06

    Credo!,trafico internacional de crianca,esta senhora tem muito que contar,quantos anjos de deus ela ja levou?
    Bom trabalho as policias.
    Com cumprimentos.

  15. minus

    1 de Junho de 2013 as 20:20

    divinal…parece mesmo um caso ao estilo sherlock holmes, tudo saiu perfeito, pena que o nosso mundinho e bastante cabeludo,fedorento e imperfeito! olha que pra coincidir com os coracoes maternos super emotivos, os pinpolhos fazem uma entrada em grande exatamente no primeiro dia de Junho o dia mundial das travessuras… simplesmente elementar meus caros amantes de STP…

  16. boa

    1 de Junho de 2013 as 22:37

    parabenx tela no e a pic

  17. Vane

    2 de Junho de 2013 as 1:23

    Nada justifica…mais essa família necessita de cuidados materiais e espirituais!

  18. Falar verdade

    2 de Junho de 2013 as 11:02

    Eu pessoalmente não compreendo como vai este País que me viu nascer.Isto até parece coisa de outro mundo.A culpa é dos nossos governantes que até hoje, não conseguiram dar continuidade ou forma uma sociedade digna para todos Santomenses. Vejamos como é possível uma mãe poder pensas em vender duas crianças tão lindas. Para onde foi parar aqueles valores,e o código de conduta que nós herdamos do colono, e não só tambem as boas maneiras e o respeito que os Santomenses tinham. É de lamentar este triste episódio.

  19. nazare ceita

    2 de Junho de 2013 as 22:46

    Boa noite!queremos boa susticia•parabens pic

  20. Escuridão de Castelo Branco

    3 de Junho de 2013 as 11:39

    confesso que esta é uma situação muito complicado de analisar…
    Não sou juiz mas se fosse daria uma prisão de 50 anos para apenas uma criança e por duas crianças como aqui esta citado uma prisão perpétua a mãe…
    Razão e Porquê?
    Porque em qualquer lado do mundo não se deve vender uma vida e ainda mais por 5 milhões de dobras “que coisa feia”…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo