Sociedade

Facto histórico audiência do Téla Nón em São Tomé e Príncipe superou todos os outros países

Desde a criação do Jornal Téla Nón no ano 2000, nunca antes São Tomé e Príncipe tinha assumido o primeiro lugar na audiência do jornal. Aconteceu pela primeira vez no último mês de Maio. O acesso cada vez mais fácil à rede da internet a nível nacional, pode justificar esta subida histórica.

Pode ser uma consequência directa da chegada da fibra óptica no país e do serviço net móvel implementado pela CST. Pela primeira vez São Tomé e Príncipe destaca-se no primeiro lugar no relatório de audiência mensal do Jornal Digital Téla Nón, que a google produz e envia para a nossa redacção.

De 5 de maio à 4 de Junho, o site Téla Nón registou 24632 visitas de leitores em São Tomé e Príncipe. Superou Portugal, que sempre esteve no primeiro lugar. A audiência em Portugal foi de 24318 visitas em 30 dias.

Segundo o relatório mensal da google o Téla Nón é lido em mais de 80 países. No entanto o relatório destaca os 10 primeiros países mais lidos. Realce também para o crescimento de audiência do Téla Nón em Cabo Verde, que de mês em mês ocupa um lugar entre os 10 primeiros países d maior audiência. De 5 de maio à 4 de Junho a google diz que o Jornal Téla Nón registou 73965 visitas. Uma média de 2465 visitas por dia.

O artigo publicado pelo Jornal Digital sob o título “Proprietario de um dos navios detido pela guarda costeira já começou a por a boca no trombone”, foi o mais lido no último mês, com quase 2500 acessos.

A audência em São Tomé e Príncipe está a crescer, e o tempo vai permitir que aumente muito mais na corrente da fibra óptica.

O leitor pode confirmar tudo analisando o relatório mensal de audiência elaborado pela GOOGLE – Analytics www.telanon.info Relatorio Analytics Telanon 20130505-20130604

Abel Veiga

    33 comentários

33 comentários

  1. zeme Almeida

    7 de Junho de 2013 as 8:24

    O jORNAL TELA-NON NESTES ULTIMOS TEMPOS, SÓ VEM APROVEITANDO ESTE ESPACO PARA CAMPANHA.

    • Cidadão Nacinal

      8 de Junho de 2013 as 5:21

      O Jornal TELA NON tem sido eficaz e exemplar na informação e divulgação da imagens e notícias do país e a causa do motivo tem sido decisões de alguns protagonistas do momento na Diáspora que tem feito a sua política externa para obter direitos de igualdade e oportunidade para Raça Negra na politica europeia na Diáspora e as críticas feitas a determinadas mudança de cultura a impor a sociedade Africana o que motivou várias decisões e o conhecimento que o mundo teve da paisagem natura exuberante.

      E que irá continuar encontrar solução de problemas pelo rigor e transparência.

  2. alvaro lopes

    7 de Junho de 2013 as 8:42

    CLARO, O POVO NÃO TEM MAIS NADA PARA FAZER, A MISÉRIA E A CRISE É TÃO GRANDE QUE DIVERTE-SE COM FOFOQUICES, INTRIGA, DIFAMAÇÃO, INJÚRIA, ATROPELO A LEI E AO BOM NOME DOS CIDADÃOS. QUALQUER PESSOA QUE PENSE BEM VÊ E APERCEBE QUE TELA NON ESTÁ A FAZER GUERRA A PATRICE TROVOADA EM NOME DA TROIKA PINTO DA COSTA, GABRIEL COSTA, DELFIM NEVES, JORGE AMADO E FRADIQUE DE MENEZES.

    • minus

      9 de Junho de 2013 as 11:43

      concordo em absoluto com vosmecês, apesar que sinto um pingo de inveja alguém tao lucido ter a coragem que me falta pra atacar estes debochados e sabotadores da boa moral e ordem mpublica…

  3. zeme Almeida

    7 de Junho de 2013 as 9:20

    Está perseguicao vai acabar só tenho a pena do Abel Veiga que está perdendo credibilidade.Ele nao sabe que muitos tém usado o seu de jornal para lhe por a cabeca ao premio?Todos estes desabafos e cargas quem sofre é o Abel.Nao estou contra o Abel Veiga de maneira alguma.Quero lhe dizer que quando as desgraca nos bater a porta,todos afastam de nós e que só vai pagar pelos outros?S.Tomé é muito pequeno meu caro Abel Veiga

  4. explicar sem complicar

    7 de Junho de 2013 as 9:24

    PARABÉNS e VIVA TÉLA-NÓN.
    Queremos ser sempre informados.

  5. Barão de Água Izé

    7 de Junho de 2013 as 9:48

    País sem informação, que se deseja clara, objectiva e isenta, é dominado pelo compadrio e corrupção politica do eleitorado e do “colarinho branco”. Desejo ao TELA NON a continuação do trabalho que tem feito e que não se amedronte por algumas das “vacas sagradas” e personagens com tiques cosmopolitas que estão longe do povo e que continuam a prejudicar o nosso País.

  6. fado

    7 de Junho de 2013 as 11:52

    Quem não gosta de Publicidade virtual?lol

  7. Guetto

    7 de Junho de 2013 as 12:00

    Esta a aumentar porque o Abel perdeu a compustura e anda fazendo campanha ferenhamente, deves estar recebendo mto bem pra isso

  8. Adalio Mandela Ferreira

    7 de Junho de 2013 as 12:05

    Oh Abel deixa de publicidade barata. Faça tudo com transparência diaria, como faz o jornal Parvo. Todos os leitores vão constatando diariamente que Parvo realmente é um digital muito lido, artigo por artigo. Copei as boas maneiras de fazer as coisam que possam convencer os leitores. Fui

    • Frederico

      8 de Junho de 2013 as 16:25

      Jornal Parvo? Aquilo é jornal!? Sejamos sérios. Aquilo é um autêntico pasquim para não chamar um nome pior. Peço desculpas mas aquilo não é jornal não é nada.

  9. Chefe de Estado

    7 de Junho de 2013 as 12:15

    Viva Jornal Telanom rumo ao descrédito total!

  10. Toni

    7 de Junho de 2013 as 12:15

    Telanon, continuem o Vosso trabalho, mas lembrem se que o acto de informar deve ser isento, e neste ponto devem melhorar. Quando conseguirem a isenção , então terão um papel fundamental no desenvolvimento de STP e na credibilidade do Vosso Jornal. Contudo e sempre necessário que exista informação

  11. cadacoisa

    7 de Junho de 2013 as 12:47

    Caros leitores,
    Todos santomense sabem que o P. Trovoada é suspeito. Isso é uma tradição que vêem de muitos anos por parte dos Governantes. Repara, hoje estamos a falar do P. Trovoada, e os outros que já passarão pelo governo? Aonde é que estão os Magistrados e os responsáveis do Tribunal e Tribunal de conta? Agora em S.T.P. todo de mal tem a ver com antigo Governo, o povo depositou muita confiança e escolheu um chefe para governar esses país, no entanto sabemos que muitas governantes que já passaram no governo são todos corruptos. O pior é que o povo já analisou que o filho de peixe sai peixe e os amigos do peixe imita peixe. As coisas boas não aprendem. Os filhos dos sr. feudais têm estuda nas melhores Universidades no estrangeiro para concluir os estudos, que muitas vezes ficam ali anos e anos.
    Os nossos governantes devem preocupasse em resolver e não chantagear. Se bem que é típico dos Santomenses. Gentes rancorosos e maus para com outro. Se nos não formos humilde para com outros tivermos Espírito de entreajuda o pais ficará pior do que isto. Estou a viver aqui mais sofro muito com essas hipocrisias.
    É inadmissível um pais onde 30% da população têm formação de base no estrangeiro. Meus caros aplica pelo menos 30% de coisas boas que apreenderam.
    Essas noticias põe em causa a credibilidade do pais, põe em causa a situação de muitas família pobre.
    Vamos arranjar uma forma interna de lavar a roupa suja, por isso nos prejudica o país e o povo.

  12. Pv

    7 de Junho de 2013 as 14:04

    Já agora que tem mais leitor, que tal tentar ser um jornal imparcial?

  13. Raquistone

    7 de Junho de 2013 as 14:59

    Seja como for, quero felicitar por estar em bom caminho, que continue, façam vosso trabalho que é infomação..

  14. E. Santos

    7 de Junho de 2013 as 15:31

    Sinal de que a intenet nos está a tornar a todos pessoas mais interventivas, mais atentas, e com menos paciência para continuar a serem enganadas.
    Já nada passa em branco camaradas. Iniciaa-se asim a Gravana São-tomense, já que não temos Primavera.

    • minus

      9 de Junho de 2013 as 11:51

      meu caro Santos devemos ter em conta que a desdita (bendita) INTERNET é de facto uma espada de dois gumes, poi, quando deveríamos estar a fazer os deveres de casa, ou melhor, a ponderar no futuro ( de todo STP ) com seriedade E SERENIDADE, debruçámo-nos na tela disparando todo tipo de verberações e comiserações para com nos próprios e outros pobres coitados quando na realidade real , lá nos bastidores a saga continua e toma lugar… esse negocio e lucrativo, atrativo, instrutivo, elucidativo, porem , igualmente DESTRUTIVO, quando não equilibrado desaraiga-nos dos relacionamentos duradouros e vitais, por agora é suficiente haverá tempo de sobra pra soltar algumas dicas uteis e banais!!!

  15. Cafendeia

    7 de Junho de 2013 as 15:40

    Eu não acredito, muito.
    Dados de pessoas com computador, quantos utilizam?
    Nos distritos e luchans?
    Apenas os chefes têm Internet no serviço, muitas vezes os filhos do Chefe, ocupam net, mais do que o Funcionário.
    Mesmo assim a filha do chefe teve notas negativas!!
    Reveja os dados, embora a crise na EUROPA fosse pra valer!!!

  16. Tchuna Baby

    7 de Junho de 2013 as 16:06

    Realmente com a fibra óptica o acesso a net em STP aumentou e acelerou drasticamente, e como consequência o a audiência a esse jornal… Mas como Também é óbvio que tem faltado algum,as coisas para que esses jornal torne totalmente credível e aplaudido… mas como o ABEL é culto ele saberá melhorar com as críticas…
    Bem Haja ao Jornal tela Non

  17. Negro de STP

    7 de Junho de 2013 as 16:38

    O jornal tela nom é bom porque da voz a quem não tem voz.
    Mais deixou de ser um jornal transparente e isento.
    Espero que melhorem este aspecto.

  18. Xavier

    7 de Junho de 2013 as 17:45

    Os parabéns, Abel e equipa do Tela Non!! Estão fazer um bom trabalho jornalístico que vá a mais…, especialmente no próprio referente nacional. E quase 74.000 visitas num mês são muitas visitas, com certeza!!

  19. ressortissant

    7 de Junho de 2013 as 20:48

    EU SOU UM DOA QUE PERMITIU ESSE AVANCO JA ESTAVA NA MINHA CARTEIRA EU JA SABIA QUE ISSI IA DAR ASSIM ANTES

  20. minus

    7 de Junho de 2013 as 22:02

    bem, agora que a plebe acostumou-se com o mingau de batatas das gruta del rei, todo o mal que sentiam pelo prato vazio vai se repercutir naquele que tanto bem os fez… essa gente e mesmo ingrate! primeiro clamam por agua, o todo poderoso compadece-se com suas suplicas e lhes derrama um aguaceiro redundante e agora acusam-no de sabotador das lavouras, vai-se la entender o que vai no peito da gentalha!!!

  21. Pinto

    9 de Junho de 2013 as 7:43

    Qual a posição do jormal PARVO do ADI ?

    • Almeida

      9 de Junho de 2013 as 21:07

      Mas qual posição? É um pasquim e não passa disso. Quem lê aquilo?

  22. rui medeiros

    9 de Junho de 2013 as 18:36

    Continuacao ,e meu muito obrigado pela vossa insecao no que conserne a informacao e divulgacao de noticias, que muito nos ajuda na diaspora a formular opinioes e entender o meu nosso stp.

  23. Pânico do Banho

    10 de Junho de 2013 as 10:34

    Graças aos boatos e saudosismo politico das tuas noticias.

  24. Filho das Ilhas Maravilhosas

    11 de Junho de 2013 as 13:35

    Telá Non isso quer dizer responsabilidade! Nos últimos tempos, o tela tem tido uma linha editorial a favor da governação e dos partidos que estão no Poder. Recordo no programa carta na mesa o Abel Veiga foi um grande defensor da liberdade de imprensa, profissionalismo e isenção dos jornalista. Digo isso porque venho sempre ao Tela non ler as noticias e nos últimos tempos o jornal tem escolhido as noticias que publica. Ora vejamos houve uma grande polémica no País sobre o arroz e nada se viu aqui, mas hoje venho ao jornal e vejo a noticia da queixa crime contra o ex-PM. Porque será isso? Gostaria de aconselhar o jornal a se manterem isentos porque poderão cair no descrédito e perder muitos dos leituras que muito apreciam este jornal.. Obrigado

    • Téla Nón

      11 de Junho de 2013 as 14:11

      Bom conselho esse teu. Estranho é ão ter visto o artigo que o Téla Nón publicou sobre o caso arroz. O Téla Nón publicou a denúncia da ADI sobre o arroz assim como a reacção da empresa que está implicada nesta polémica. É estranho como você não viu. Mas pode ver os dois artigos em causa indo para o arquivo, na página da Política. Encontrará os dois artigos sobre o arroz. Agora pergunto que mal ou pecado há em publicar um artigo de investigação sobre a denúncia de lavagem de dinheiro feita várias vezes pelo actual primeiro ministro? Onde é que fica a parcialidade e a imparcialidade nisso? Ou será que há asos que não se deve tocar neles? Se se tocar pode-se morrer. É isso?

  25. Filho das Ilhas Maravilhosas

    11 de Junho de 2013 as 15:06

    Fui ao Vosso Arquivo e realmente, vi as noticias e faço meia culpa. Espero que entendam a minha critica como uma contribuição da melhoria continua do jornal e agradeço e Tela Non pela prontidão no esclarecimento. Tudo o que nós exigimos é que sejam imparciais e sérios no vosso trabalho que acredito ser difícil. Sou um apreciador do Tela Non. Acredito que a liberdade de imprensa, jornalismo isento e imparcial é um dos pilares da Democracia e pode contribuir muito para o desenvolvimento do nosso STP.

  26. W.SALOMAO

    11 de Junho de 2013 as 20:53

    Este jornal online ‘e uma oportunidade para quem se encontra na diaspora de poder estar sempre informado sobre o que se passa em S.T.P. Para mim ‘e uma mais valia porque sempre que quero saber algo sobre a politica, desporto, turismo e nao so, consulto o SITE de Telanon.
    Portanto, vamos fazer o uso correcto desta ferramenta.
    Do outro lado do oceano.
    Ate breve.

  27. Adolfo P. Ferrão

    12 de Junho de 2013 as 17:45

    Parabéns ao TÉLA NÓN – Digital…!

    Esperando que, a qualidade sequencial e
    a fluidez da escrita, a estruturação dos Textos, bem assim como a factualização Jornalistica, venha sempre a superar a especulativa, em prol da ajuda à Nação, na formação condigna da Opinião Pública Nacional, desejo-vos em nome do vosso chefe Abel Veiga, constantes subidas de nível, semelhantes aos de audiência.

    É sabido que, em qualquer parte do MUNDO, os ditos Jornais, isto é, os Panfletários, alimentadores dos Fuxicos e bem assim como os Populistas e Sensacionalistas, ROMPEM com todos os Records possíveis imaginários. (Os Nrs. das Tiragens, os Nrs. das Compras e Vendas, bem assim como os Nrs. das Leituras – segundo dados estatísticos comprovadas).

    Isto tudo, só é possível com bases sólidas no „Uso“ & no „Abuso“ do LEMA: – Entretamos „O Zé-Povinho“, porque ELE é o ÚLTIMO a saber; Partindo do velho ditado para um alimentar dos seus próprios anseios, pois que, „quem não sabe, é como quem nao vê“, e terá por isso que acreditar em todas e mais uma BABOSEIRA por nós produzida e editada.

    Por saber, e acreditar, que o Téla-Nón é capaz, e seguro de que tempos melhores virão – para um Jornalismo DIGNO – de mais e maiores PRÉMIOS do LEITORADO, deixo aqui, este meu comentário.

    Obrigado

    Adolfo Pires Ferrão

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo