Os gémeos já regressaram à São Tomé acompanhados pela negociante que foi conduzida a cadeia central

O Téla Nón testemunhou esta segunda – feira, no Ministério Público, o momento em que a senhora Gabi(na foto), que negociou o casal de gémeos, foi conduzida por agentes da PIC à Cadeia Central. Ela, e mais uma mulher são-tomense também envolvida no alegado trafico de crianças.

A senhora Gabi e a sua coadjuvante no negócio que levou o casal de gémeos para o Gabão, foram conduzidas à cadeia central após terem prestado declarações no ministério público. Agentes da PIC, garantiram a segurança das duas arguidas, que vão aguardar julgamento em regime de prisão preventiva.

Cadeia Central, onde, aliás, já se encontra também a mãe do casal de gémeos, a senhora Milita Duarte, que terá vendido os gémeos de 4 meses de idade a troco de 5 milhões de dobras e de um saco de roupas.

Os gémeos desapareceram de São Tomé no dia 7 de Março último, após negócio feito pela mãe com a senhora Gabi.

A parceria entre a Polícia de Investigação Criminal (PIC), com a sua congénere gabonesa e a Interpol, permitiu resgatar os gémeos. A compradora foi detida no Gabão, e agora extraditada para São Tomé.

O Estado são-tomense, através do ministério da justiça, assumiu a responsabilidade dos gémeos, que foram enviados para um centro de acolhimento. Um momento de grande satisfação segundo a Ministra da Justiça. «Elas irão para uma casa de acolhimento onde ficarão e terão todo o tratamento merecido», declarou a ministra Edite Ten Jua.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Ze Responder

    A primeira boa acção da justiça Sao Tomense. Parabens ao pai das crianças que denunciou o caso. Penas pesadas aos infratores. Temos que moralizar a nossa sociedade, senão nom môlê.

    • img
      Vai ou racha. Responder

      Falta prender quem deixou sair os bebés de forma ilegal. Telanóm vai investigar, isso não poderá passar em branco..

      • img
        edy Responder

        sim temos que chamar mais responsabilidade aos funcionarios da ENASA

        • img
          mimi Responder

          Enasa????

        • img
          catia Responder

          Edy nao foi via enasa.

        • img
          Hélcio Viegas Responder

          Caro ou Cara Edy.

          A criança foi de barco e não de avião. Sendo de barco trata-se de ENAPORT e nao ENASA. é uma questão de cultura geral.

          • img
            Ze

            Meu caro nem é ENAPORT. É a Polícia Fiscal e a Captania dos Portos. Reveja a tua cultura geral Helcio Viegas.

        • img
          Terra Responder

          o estado tem que começar a criar novos sistemas de dado para prever esse tipo de caso… porque a saída e entrada de pessoas no Porto de São Tomé “alfandega” , garanto “não é Seguro”.

  2. img
    Pen Drive Responder

    Vá lá!!!

  3. img
    bem ni wê mali ni tlachi Responder

    Obrigado interpol…

  4. img
    a verdade Responder

    A sra. Esteve na embaixada. Foi esta que lhe entregou ao agente da pilicia.
    Fio a embaixada a comunicar na orimeira mao autoridade competente o facto.
    E mais a sra regressou ao pais fruto de uma convencao regional que p pais nem se quer assinou nem ratificou

  5. img
    Kuá scá bi. Responder

    Essas senhoras acham, que São Tomé e Príncipe, pode ser local de venda das crianças (exportação infantil)? Misericórdia. Que tipo de miséria pode levar as pessoas chegarem a este ponto. Isto é Amor? Apelo as autoridades competentes para não colocar pontes à esses tipos de acções, mas sim, barreira para impedir os malfeitores desenvolverem as suas actividades. Apertem à Polícia Fiscal Aduaneira, pode ser que alguns elementos estejam implicados neste caso. Força o Ministério da Justiça, PIC e outros Sectores ligados a esta actividade.

  6. img
    Felisberto Bandeira Responder

    Isto e a prova evidente que a coperacao internacional a nível da Interpol esta a funciona parabéns para os Pais da criança e STP. Não existe nada que possamos fazer que fica oculto para sempre.,quando pensamos em fazer algo mal devemos em primeiro lugar olhar para Céu e falar com a nossa consciência se isto que pretendo fazer e correto e licito, porque a todo momento estamos sendo observado por Deus ,1 DEUS tolera 2 Deus perdoa 3 DEUS educa .

  7. img
    HT Responder

    Essas senhoras poderão trazer outras crianças desaparecidas apertaaaaaaaaaaaa…………
    Obrigado.

  8. img
    Sacode puera Responder

    A mãe dos gemios devia estar detida ela também e culpada

    • img
      Leia antes de escrever Comentário Responder

      Que mau hábito…antes de comentar devia ler e entender o que está lento. Pois a mãe dos gemeos também está presa.

    • img
      Lupuye Responder

      Leste bem o artigo? Se leste nao entendeste porque diz ai que a mae tambem se encontra detida.”Cadeia Central, onde, aliás, já se encontra também a mãe do casal de gémeos, a senhora Milita Duarte…”

  9. img
    Põe boca não tira Responder

    Tudo isto disperta-me atenção para uma coisa:O estado actual da PIC, caindo aos pedaços e nínguém faz nada para travar a degração moral dos agentes da PIC, degradação das condições detrabalho e das instalações. Está a surgir crimes inemaginávei em STP, isso pbrigamos a ter uma pic A altura. Espero que com essa ação da PIC e principalmente da INTER POL o Esta toma geito e apetrecha a PIC com condições necessárias…..Bem Haja…

  10. img
    trindadense Responder

    parabéns a pic parabéns tela non parabéns a ministra da justiça eu ainda tenho esperança em stp.

  11. img
    stp-misericórdia Responder

    A compradora nem tem o estilo da “Lívia” – Salve Jorge!

  12. img
    som Responder

    Espero q.a justiça faça bem o seu papel,sob-tudo de ñ penalizar a pessoa menos social!Isto é muito grave,como foram retirada com tanta facilidade!Terra q.ter mais envolvidos!

  13. img
    trindadense Responder

    aperta ela tem mais pessoas envolvida no crime policia de imigração e fonteira de stp

  14. img
    trindadense Responder

    luta contra corrupção é isso vamos stp falta policia de imigração e fonteira que ela pagou para deixar sair com as crianças.

  15. img
    vida de surpresa Responder

    Meus parabéns aos Pais das crianças e aos agentes da Pic, é o sinal que que as coisas irão tomar outro rumo… somente nos como filho da terra,tipos destes episódio não se pode acontecer na nossa Nação.
    Portanto,estejamos alerta,existem M coisas negativas que observamos e ouvimos através da RTP África…relacionado com os nossos Lideres políticos nas entrevistas sem cabimentos, falo como jovem e motor de revolução, mas o que tiver ao meu alcance , para desenvolvimento do nosso São Tomé e Príncipe irei fazer e mostrar que também, que nos temos P

  16. img
    vida de surpresa Responder

    potencial queria eu dizer
    aquele abraço a tds

  17. img
    minus Responder

    pergunta… nao estariamos a nos esquecer de absolutamente nada? momentos de grande emocao e comocao, sera que este e o predito final feliz? I really do not think so! ha muitos parafusos desparafusados, porem ja estamos a soltar os fogos de artificio a abrir o vinho espumante…qualquer coisa ( muitissimas coisas ) nao estao la a deixar transparecer o sol ( acontece-me sempre que o caso parece ter chegado ao inevitavel FIM FELIZ ), eu tambem devia dar brados de alegria, porque sera que ainda nao estou? dou os meus parabens a todos os que deram sangue na recuperacao dos garotos,porem, ( tem de existir sempre alguns porem )eles ainda nao viveram felizes para sempre, afinal como poderiam com uma mae (supostamente)delinquente na prisa e largados num lar que nao e o doce lar!!!

  18. img
    Brigadeiro Responder

    Parabéns o nossos agentes policiais da PIC, INTERPOL, pelo excelente papel desempenhado neste processo, pois isto de facto vem demonstrando que a justiça são-tomense tem perna para andar, que seguem com esta acção, mais também que investiguem da mesma forma os líderes governamentais, políticos de STP que andam a roubar os bens públicos, desde empreendimentos,dinheiros,Terrenos etc…que a justiça seja feita da mesma forma. forçaaaaa

  19. img
    ARNALDO Responder

    well done PIC, uma boa ação de justiça em STP. Essa mãe não merece ter o filho que gerou.
    obrigado.

  20. img
    rs10 Responder

    As crianças voltaram ao país? Isto é bom. Mas, agora tão numa condição pior do que antes. Antes tinham uma mãe miserável(e que talvez amava-as pouco) e um pai que não lhes assistia e q também amava pouco(por isso a mãe não via como criá-los e decidiu vendê-los)…..Agora, têm a mãe na cadeia. O pai deve fazer valer a reclamação de seus filhos por dar-lhes agora a devida assistência.

  21. img
    Tlipa cu bega Responder

    Viva as acrianças voltaram, as infratoras serão punidas, ok!!!
    Mas isso só expõe a fragilidade dos nossos serviços de emigração e fronteira, próprio e característico de uma República das Bananas!!!

  22. img
    morcego Responder

    Meu Deus. Onde já se viu ?

  23. img
    De Melo Responder

    Fiquei sastifeito por ter lido esta noticia; eu me lembro ha alguns anos atraz kd eu estava em STP , uma senhora
    havia dado luz a um casal de gemeos , e ficamos a saber k um ela sufocou ate falecer , e outro ela vendeu para alguem k iria viajar precisamente para Gabao, por isso , meus parabens

  24. img
    De Melo Responder

    parabens para as autoridades de STP , e por favor , tenham uma mao pesada com estas pessoas , para k isso n torne habito num pais tao bom como STP

Deixe um comentario

*