Sociedade

A região Autónoma do Príncipe tem um Centro de Formação Profissional

A infra-estrutura construída com financiamento do BAD, Banco Africano de Desenvolvimento, foi  inaugurada pelo Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, que, na cidade de Santo António, participou também nas festas de São Lourenço.

O objectivo do novo centro, baptizado com o nome Protásio de Pina, em homenagem ao pintor natural da ilha do Príncipe, é uma aposta do BAD, através do Projecto de Apoio ao Desenvolvimento dos Recursos Humanos, visando, neste caso particular, a melhoria da formação técnica e profissional dos jovens.

A coordenadora do projecto, Fernanda Pontífice,  disse que se trata de um centro onde se pode aprender através do trabalho, do saber, do saber fazer e do saber ser.

«Focalizar numa formação integrada no sentido em que se estabelece as sinergias entre o sector primário, secundário e terciário, todos contribuindo para o seu desenvolvimento integral, tratando-se dos factos com os quais se aprende e se vivencia, pode ser transposto para a vida quotidiana. Um espaço onde se pode aprender que através do trabalho, do saber, do saber fazer e do saber ser, se pode vencer o pobreza. Estamos convictos de que temos nas nossas mãos um verdadeiro instrumento de luta contra a pobreza».

De pouco, mesmo nada valerá este investimento, se estivermos a formar pessoas para o desemprego, disse Manuel Pinto da Costa no seu discurso, durante a cerimónia de inauguração.

«Não podia deixar de realçar que de pouco ou mesmo nada valerá este vultuoso estabelecimento se estivermos a formar as pessoas para o desemprego, não criando as condições para que ao terminarem as respectivas formações, possam a ser enquadradas profissionalmente. É absolutamente necessário, para que tal não aconteça, que a economia em geral nas empresas do sector privado em especial, estejam em condições de criar empregos necessários para que este investimento na qualificação não se perca».

Ao acto inaugural estiveram presentes, para além do Presidente da República, o Presidente da Assembleia Regional, João Paulo Cassandra e o representante do BAD, Helder Neto, além de  membros do governo regional e personalidades da região.

Bendzaison Lima

    11 comentários

11 comentários

  1. Barão de Água Izé

    18 de Agosto de 2013 as 19:31

    Parabéns! Votos que os cursos ministrados nesse Centro estejam totalmente virados para a realidade e necessidades reais da Economia do Príncipe e também São Tomé.
    É importante ter presente que sem Economia a funcionar e a criar riqueza, não há Politica digna desse nome.

  2. Eu também sou filho da terra

    19 de Agosto de 2013 as 8:24

    Se a notícia reporta-se à construção de um Centro de Formação Profissional na ilha do Príncipe, por que razão não nos mostrar a fotografia deste centro para termos a mínima noção do seu aspecto? E embora tenha sido construído com o financiamento do BAD, por que razão não nos informar sobre o seu custo total?

  3. Pen Drive

    19 de Agosto de 2013 as 8:29

    «…mesmo nada valerá este vultuoso estabelecimento se estivermos a formar as pessoas para o desemprego…»
    Pois bem, deveria ser um recado para o Ministro da Educação com respeito às formações profissionais que se praticam na ilha de S. Tomé e Príncipe!Formam jovens durante 3 anos para depois fazerem não sabe bem o quê? E o pior, nem têm possibilidades de continuarem a estudar por via universitária porque o Ministério da Educação não lhes dá a equivalencia ao 11ºano.Uma tamanha barbaridade. Três anos, ao sol e chuva, das 07horas ás 17h30m para o caixote de lixo.Acontece no nosso S. Tomé aos olhos de todos!

  4. em nome da lei

    19 de Agosto de 2013 as 9:12

    concordo plenamente consigo senhor filho da terra

  5. Jornalista Amador

    19 de Agosto de 2013 as 9:31

    De facto é uma excelente noticia, meus parabens para habitantes do Principe e todos que tornaram esse sonho numa realidade. Mais uma vez o Jornal Telanon, cometeu um erro. Aonde esta Foto do Centro? È um Centro virtual? se existe, porque não coloca sua foto? O Pinto da Costa não autorizou? Porquê foto do Presidente, pelo menos se fosse a cortar fitas, ainda aimso perceber, ja é altura de evitarem esse erro…… Abel, presta atenção nisso por favor

  6. graca

    19 de Agosto de 2013 as 13:22

    Sera que foto do Pinto da Costa representa o centro de formacao profissional construido na ilha do Principe?….

    • graca

      19 de Agosto de 2013 as 19:00

      Sera que os Angolano depois de comerem o bom peixe de saotome e nao so… ja se esquecerao da producao do sal na ilha do principe¿……
      Temos memoria de elefante….
      Eles so falam falam…
      Temos boas recordacoes …
      Do nosso Nautico transformado em lixo …
      Maldito sao aqueles santomenses que ainda acredita neles….
      O pior sego ,diz o ditado aquele que nao quer ver… ver…

  7. Jornal Amador

    19 de Agosto de 2013 as 19:08

    Será tão difícil mostrar uma fotografia do referido centro? Se presidente foi a inauguração, a equipa de TV não foi? Não existe um telemóvel simples com camara e cartão de memória? Esta é uma grande lacuna do Jornal Télamon….

  8. graca

    19 de Agosto de 2013 as 19:44

    sego /” cego”
    …por ironia do destino o centro de formacao da ilha do Principe por ser muito grande nem se consegue saber aonde comeca nem acaba…
    como a ilha e tao pequena parece-me que o centro profissional oucupa todo espaco da ilha …
    deve ser o maior da Africa…

    • Pão de Açucar

      20 de Agosto de 2013 as 23:12

      Você escreve muito mal senhora Graca. Fogô… Até faz doer a alma os seus erros, meu Deus,

  9. frantz cassandra will

    22 de Agosto de 2013 as 12:14

    queiram me disculpar meus caros compatriotas,mesmo estando no estrangeiro me entereço por e pelas coisas da terra bom so gostaria que que me tirassem uma duvida é que li toda a coluna mas nao me ficou bem explicita de que centro de formaçao profissional se trata ou se formaçao profissional sao tantas entao a infraestrutura construida na terra da minha mae abarcara que formaçoes especificas?e do outro lado gostaria de felicitar os influentes da iniciativa é verdade que melhor tarde do que nunca mas que ela seje duradora e para tal acho que tiveram em conta varios patamares que obras deste tipo devem passar so para dizer que por exemplo amanha quando uma maquina avariar espero que sera um formado daquele centro que podera o reparar ja assim nao sera necessario desbloquiar verbas para a viagem, estadia e mais de um branco que como sempre vira de um ponto qualquer e como ja tinha realsado o centro surjiu na hora tardia para mim mas espero que servira pelo menos para os meus ou nossos filhos viva a Regiao Autonoma do Principe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo