Polícia nacional promete mão dura contra vândalos

É a reacção contundente do Comando Geral da Polícia Nacional, em relação aos acontecimentos que tiveram lugar na estrada que dá acesso a zona norte, que foi cortada por populares da Roça Diogo Vaz.

Em protesto pela falta de água potável e energia, alguns populares de Roça Diogo Vaz, decidiram na madrugada do dia 19 de Agosto, cortar a circulação de pessoas e automóvel para o extremo norte da ilha de São Tomé, através de barricadas que foram erguidas na estrada principal número 1.

Uma acção que poderia deixar a Vila de Santa Catarina e toda a região circundante, isolada do resto da ilha de São Tomé.

Num comunicado o Comando Geral da Polícia Nacional informa que face ao corte da estrada, o comando da Polícia do Distrito de Lembá, interveio no local. «Uma vez ali, os agentes apelaram os manifestantes no sentido de entenderem que a acção era ilegal e que a melhor forma de resolver seria por via do diálogo, facto que os mesmo não aceitaram e atiraram pedras contra os agentes do comando de Lembá», refere o comunicado do comando geral da polícia nacional.

Segundo o comunicadoface a situação, o Comando da Polícia de Lembá, pediu reforço ao comando central, que enviou a polícia de intervenção rápida para lidar com o desacato que começou na madrugada do dia 19.  «Uma vez ali os mencionados agentes do GIS – Grupo de Intervenção e Segurança-, aconselharam os autores dos desacatos a tirarem barricada libertando desta forma à via de acesso e os mesmos recusaram dizendo que a barricada é nossa e que ninguém pode tira-la», explica o comando da polícia nacional.

A ordem tinha que ser reposta «quando os agentes atrás mencionados decidiram tirar a barricada foram correspondidos com remeças de pedras, paus e outros objectos assim como palavras insultuosas profundamente ofensivas a moral pública, motivo pela qual o dispositivo policial presente foi obrigado a intervir de modo a repor a ordem resultando depois na detenção de 20 pessoas pelo crime de desobediência», acrescenta o comunicado.

Diz também que  alguns agentes da policia e dos bombeiros foram atingidos, a pedrada e outros objectos tendo provocado lesões.

A confrontação não terminou na estrada da Roça Diogo Vaz. Segundo a Polícia após a intervençãao do GIS que removeu as barricadas, um grupo de moradores dirigiu-se ao posto policial da cidade de Neves, onde «tentou assaltar o referido posto policial, o que não foi possível dada a rápida intervenção dos agentes do serviço», frisa o comando geral da polícia nacional

Diante de situações consideradas como vândalas e de ameaça a ordem e segurança públicas, o Comando Geral da Polícia Nacional, adverte que vai reforçar mão dura sobre os vândalos. «Aqueles que teimosa e ostensivamente optar pela colocação de barricadas em via pública, pondo em causa a paz social e a tranquilidade dos cidadãos, doravante as autoridades policias vão adoptar medidas rígidas para pôr cobro as  situações semelhantes», precisa a polícia nacional.

O comunicado do Comando Geral da Polícia termina com uma frase contundente. « Pela ordem e pela paz ao serviço da Nação».

Bendzison Lima

  1. img
    Xico Dendê Responder

    Se “vândalos” é o nome que se utiliza para definir alguém que durante 37 anos é privado daquilo que é considerado de mais elementar (água, electricidade, etc…) e que reage legitimamente, que nome será mais adequando para caracterizar os que impuseram estas restrições ao nosso povo (políticos)?
    Eu não chamaria de “vândalos” ao nosso povo, mas sim de cúmplices por só reagirem agora e por serem responsáveis pela ascensão destes mesmos governantes ao poder.
    Chega de Banho, porque o preço posteriormente é de 37 anos de falta de dignidade!!!

    • img
      Afinal Responder

      Irmão Xico Dendê , teria mais coisas para dizer… Mas resumiste o meu pensamento… Infelizmente chegamos a este ponto e os ditos nossos jornalistas para serem críticos ao informarem, pelo contrário, metem-se ao serviço do REGIME! Abel, Abel… (espero que publique isto). Com humildade!

    • img
      Mafili Responder

      Não podia estar mais de acordo.
      É uma desilusão total e completa.

  2. img
    Arlindo Ferrado Responder

    Presos por crime de desobediencia…mto bem, , so nesta terra as pessoas nao poder manifestar-se livremente, isto e mau, mto mau.

  3. img
    luisó Responder

    Se assim foi a actuação da Policia foi adequada e legal.
    Quanto á falta de água ou outros problemas locais ou nacionais cabe ao governo resolver e rápido e não é com cortes de estradas ou outros actos que serão estes problemas resolvidos.

  4. img
    .A. Gomes Responder

    Apoio a decisão da polícia
    Temos que saber reivindicar. O corte de estradas só irá criar mais problemas aos outros que também sofrem da mesma paralisia do país, como é o caso da população de Santa Catarina.
    Mas proponho também as autoridades que querem por ordens, que investiguem o tal Ministro que viajou de férias, com amante e filhos, com as passagens pagas pela EMAE.
    A ordem deve ser para todos e não apenas para alguns. Recordo que o Dr. Agostinho Rita, foi demitido como Ministro por ter ordenado a EMAE o pagamento das propinas de alguns funcionários desta empresa. Acho que foi um erro. Neste sentido, o pagamento de passagens para o Ministro e amantes e filhos, não só é um erro mas sim a corrupção. Por isso gostaria que o TELA NOM ajudasse a investigar esta questão, como tem sido feito nos outros casos.
    Bem Haja
    A. Gomes

    • img
      luisó Responder

      Caro Gomes, fala tudo diz quem é esse ministro.
      A verdade não mata.

      • img
        Joao carlos dos Santos Responder

        O compatriota, o ministro que pagou a passagem para Portugal com dinheiro da EMAE segundo uma denuncia do ADI chama-se Osvaldo Abreu.
        Tela non publique por favor

  5. img
    Jose Silva Responder

    Ate’ que enfim ja comecamos a ter policia no pais que se chama Sao tome e Principe. A ordem publica tem que ser garantida seja num regime democratico, comunista, feudalista, liberal ou etc.. As pessoas chegam a Portugal ou Uk ou Franca e nao se atrevem a urinar na rua nem fazer desordens. Mas em Sao Tome defecam na praca de independencia porque esta na democracia. Por favor meus senhores, ja que o povo nao quer aprender, entao ensina-os com mao dura ate que aprendam a ser civilizada e honesta. A dignidade se expressa na urna. Nao e’ com barricadas mas sim com os votos da urna. Viva policia Nacional, Ate que enfim estamos a ter policia de verdade.

    • img
      abedel Responder

      que um dia a sua familia seja atingido por essas boas acções da policia. o mundo é de Deus

    • img
      joão pedro Responder

      O sr. joão silva é civilizado? Pelo menos não é o que deixa transparecer com as incoerencias que escreveu.Ja viajou? A cidade de bruxelas mas concretamente na rua que circunda a Gare de Midi cheira demasiado chichi,é por causa da democracia?O sr. é livre de dizer o que quer mas eu também tenho o direito de o pedir para ficar calado ao invés de estar a escrever barbaridades,o tempo dessas mentalidades ja evaporaram,acorda meu amigo. Em qualquer parte do mundo o povo tem direito a indignação amenos que os matem. O sr vive num mundo que não é seu.
      Eu assumo q o sr é mt antigo e extremista.

      • img
        Jose Silva Responder

        Sr. Joao Pedro
        Deixa de ser demagogo e ignorante por prazer. O senhor quer comparar Bruxelas com STP? deixa de ser demagogo. Tente urinar la na praca de Bruxelas para ver se nao lhe prendem. Tente urinar ou defecar na praca de Lisboa para ver se nao lhe prendem. Seja honesto e deixa de enganar o povo. Se o senhor teve a sorte de estar la na Europa, pelo menos tira bons exemplos de la e aprenda a ser civilizado, seu porco.

        • img
          joão pedro Responder

          A bem da Dicção e do Eufemismo,meu silva de poucos conhecimentos,não se deve dizer,Defecar,mas sim fazer cócó,como também é mais civilizado dizer fazer chichi,do que dizer urinar. Compreende?

          • img
            Jose Silva

            Com isso tudo eu ja entendi o seu seu proposito ca na net.Eu tambem gosto de divertir e fazer amizades. Estou plenamente de acordo que a gente discuta tudo sem insultos. Desculpa-me se a minha naracao pareceu insulto. Mas o povo de STP esta muito a toa. Na capa da democracia o povo virou selvagem, corrupto em busca de dinheiro facil e campanha como forma de sobreviver sem trabalhar. O povo tem que aprender a trabalhar e ser educado. Isso em todos os regimes, a ordem e’ imposta, doa a quem doer.
            O senhor ja imaginou um povo barrar o caminha, atirar pedra contra policia, insultar a policia na Inglaterra, na RUssia, em Portugal, ou mesmo nos Estados Unidos? Seria batido e preso imediatamente. E porque que na democracia de STP e’ que iriamos deixar andar tanta disordem? Vamos todos dizer ao povo as coisas que estao bem ou as coisas que estao mal para que ele entenda de uma vez por todas.

            Eu nem me meto nas barbaridades deste lindo povo inocente de STP. Ha coisas que passam ca em STP que ate dao nojo. O senhor deveria vir ca ver como o povo se comporta ca. So com cristo! PAZ, PAZ

  6. img
    desta terra Responder

    Pois é.
    Enquanto os coitados reclamam o básico de sobrevivência que é água e luz elétrica, a polícia carrega cacetada sobre eles e prende-os, chamando-os de vândalo.

    O ministro responsável pelo sector de água e energia, ao invés de se preocupar com os reais problemas dessa humilde população, o que faz é mandar a empresa de água e eletricidade pagar-lhe quatro bilhetes de passagens de classe executiva, sendo um para ele dois para filhos e um para a sua amante, para irem descansar à Portugal.

    O ministro está cansado sem ter feito nada, ou melhor, por mergulhar o país nos constantes apagões, e mesmo sem ter ainda pelo menos onze meses de trabalho.

    Que jovem é esse que cansa por não fazer nada?

    Esse corrupto e incompetente ministro deve ser demitido imediatamente!

    É pena que o seu chefe Gabriel não tem pulso para demitir um ministro sequer do seu governo, por mais corrupto que seja.

    Oh Gabriel, quem te viu quem te vê:

    Falar ou mandar bocas enquanto o bastonário da ordem dos advogados foi fácil.

    Fazer trapalhadas e aceitar asneiras e corrupção, é só isso que vemos.

  7. img
    Barão de Água Izé Responder

    A policia age com mão dura, mas a autoridade do Estado é afirmada em primeiro lugar por que entidade ou poder?
    Se a policia age assim, como já deveriam ter agido os tribunais e os srs. juízes?
    Antes da policia não está a Justiça?
    O que se passou foi um assomo de Estado autoritário, que como no passado tenta silenciar a indignação, quando a policia deveria ter entrado primeiro nas salas dos tribunais para exigir que todas as justiças sejam executadas.
    A pobreza não se combate com repressão. Combate-se pela aplicação de medidas de politica económica adequadas.

  8. img
    Mé pó feladu Responder

    onde esta ordem, policia no mercado a beber cacharamba e ussua, outros assaltantes, outros na rua a receberem trocos nas mãos dos que praticam serviços remunerados taxistas e motoqueiros por não estarem habilitados para tal, ordem devia começar arrumar a casa e depois sair a rua, bater nas pessoas que querem viver com alguma dignidade agua luz em pleno século XXl, a bandeira de 25/4/74 + tarde 12/7/75, esta beneficiar meia dúzia de sacanas, + tarde ou cedo a justiça vira la de cima, porque no mundo tudo tem um principio e fim nada vai só, senhores”nhon nom”

  9. img
    nilton carvalho Responder

    o povo esta bem tramado,nunca se vai entender quando o povo tem razao.havera sempre alguem mesmo nos comentarios a defender o estado,a sempre um palhaco para um lambe bota para criticar a favour doo que causam mal aos nossos irmaos,so nao quando um dia as coisas vierem a dar mal com familias destes ingratos.

  10. img
    Moradores de Diogo Vaz Responder

    Nós os moradores de Diogo Vaz consideramos que as declarações proferidas pela polícia nacional no passado dia 21 do corrente mês no espaço do telejornal no seu comunicado de imprensa, é parcialmente falsa e caluniosa.

    Na passada segunda-feira dia 19, os moradores de Diogo Vaz insatisfeitos com as precária condições de vida da população local, fruto da falência da empresa SODEAP, resolvemos levantar mais uma manifestação como forma de fazer o Governo ouvir e reagir o mais urgente possível aos inquietantes e já conhecidos problemas que aflige a referida comunidade, reacção esta que não se tem surgido de forma urgente, objectiva e pragmática por parte do Governo. Embora consideramos que esta manifestação poderá ter falhado em alguns trâmites legais, pelo que pedimos as nossas sinceras desculpas, mas consideramos que nestas circunstâncias de aflição dos moradores “o máximo que a lei consegue ser ainda é um limite inferior quando se trata da felicidade e o bem-estar dos povos”.

    Ao se chegar ao local a equipa da polícia nacional, não se preocuparam em inteirar dos factos exercendo a sua devida autoridade, mas sim por via da força da arma de fogo entraram imediatamente em espancamento dos moradores locais como as imagens registadas pela TVS falam por si. Em momento algum foram os moradores que reagiram contra a polícia, embora mesmo depois te ter chagado ao local a polícia continuamos a contestar as nossas legítimas necessidades.

    Apelamos ao Ministério Público em abrir um inquérito no sentido de se apurar a veracidade dos factos e atribuir as devidas responsabilidades. Igualmente exortamos a todas as altas entidades do País no sentido de dar uma maior atenção as legítimas e urgentes necessidades dos moradores de Diogo Vaz.

    Informamos também de que alguns dos detidos ficaram na sela da esquadra distrital de Lembá, mesmo passados 48 horas.
    São Tomé, 22 de Agosto de 2013

    JUNTOS PELO BEM-ESTAR E MELHORIA DE CONDIÇÕES DE VIDA!

  11. img
    Moradores de Diogo Vaz Responder

    Ressalva: Gostariamos tambem de agradecer ao senhor Bala que nos financiou para fazermos face as despesas da manifestação.
    JUNTOS PELO BEM-ESTAR E MELHORIA DE CONDIÇÕES DE VIDA!

    • img
      Besta Responder

      Mais eu pergunto, O sr Bala mesmo fora ,com tanta coisa que o sr Oscar e outros fizeram este homem, mesmo assim o rapaz é mesmo forte

  12. img
    nacionalista Responder

    Mais que terra é essa?, onde as pessoais não podem reivindicar os seus direito?
    Essa manifestação, é uma das forma ou caminho que essa população viu para selecionar seu problemas que o afligem, então eles saíram a rua e boicotaram a estrada de forma que seja algo impactante.
    Fechar estrada, atirar fogo no pneus, e mais… isso sim, é manifestação, de forma que os nossos governante pudessem ouvir o grito de socorro da população, porque se não for assim, esses nosso dirigente e governo não vão nós escutar. Eu tenho que parabenizar essa comunidade por essa atitude corajosa, não há sacrifício sem vitória, vão a luta, vcs podem conta com o meu apoio! Nós os santomense vivemos numa situação desumana, há que fazer alguma coisa de maneira a poder melhorar a vida das populações que vivem nesse sofrimento.
    Como todo os santomense sabem, nós somos muito bons de conversa, fazemos promessas e não cumprimos, mas vcs sabem porquê que nós não cumprimos o que prometemos? é por falta de competência, falta de comprometimento com os cargos que ocupamos, falta de criatividade, falta de amor, falta ter orgulho do pais. Todo mundo só quer tirar proveito do cargo que ocupa enquanto tiver a exercer a profissão que ocupa, exaurindo o recurso desse setor, porque ele sabe que um dia ele deixarão de ocupar esse cargo, e ai não terão punição,esse é o nosso pensamento pequeno. Isso vai mudar um dia,esse ciclo vicioso não pode continuar, esses nosso governo não podem continuar a dizer que se lixe população, eu acredito que um dia terá justiça nessa terra. Seu bandos de corruptos.

    Já testemunhei vários empresario da nossa praça, que prometem emprego e não só.., e ai, quando vc os procuram no sentido de receber aquilo que foi prometido, eles pedem aos seus empregado para mentirem, dando vc varias desculpas, que o patrão não se encontra, vc tem que volta daqui a um dia ou uma semana, ai vai…. ,esse é o nosso jeito santomente, somos muito mentirosos ou seja muito bons em arranjar desculpas.
    Quando ocupamos um cargo temos que procurar ser mais sérios, mais claro e transparente e tbém mais honesto, de maneira que as pessoas possam ver ou enxergar o nosso caráter.
    Só pra terminar, tem muitas comunidades aqui em são Tomé vivendo em situação difícil , que gostariam ter essa coragem e organização para sair a rua e manifestarem o seus direito como cidadãos,direitos tais como, energia, emprego, educação, água, etc….
    viva a democracia…

    • img
      Jose Silva Responder

      Na democracia todos podemos sim manifestar os nossos direitos mas sem sabotagem nem incitacao de desordens. Bloquear a estrada publica nao e’ manifestacao de direitos mas sim a insitacao a desordem. A estrada nao pertence aos manifestantes. A roca onde estao tambem nao lhes pertence. Portanto devem fazer uma manifestacao ordeira com cartazes e palavras mas nunca com accoes de caracter militar nem violentas. Fazer baricadas, bloquear estradas publicas, atirar pedras contra policia sao accoes desordeiras. A policia de qualquer pais do mundo terias que reagir para impor a ordem. Ponto final.

  13. img
    Negro de STP Responder

    Só é pena a plicia é forte com os fracos e muito brando com os fortes.
    Por outro lado é bem feito . Devem começar a votar pela sua conciencia e não pelo banho.
    Recebem banho e depois continuam na porcaria.

  14. img
    rapaz de riboque Responder

    eu já vi com os meus olhos que aterra ade comer um policia a assaltar uma pedinte junto a loja do pereira Duarte, vi um subchefe da policia em serviço pedir dinheiro a um turista que até é natural de cá mas que se encontra em Portugal desde 1975 para carregar o telemóvel, também sei que em outubro passado seguia num jeep duas turistas portuguesas dos açores em direção a são João dos Angolares foi parado por um policia que abriu a porta se dizer nada e disse deixa-me na Ribeira Afonso, também sei que a cerca de dois anos um turista português seguia em direção ao aeroporto e foi abordado por dois policias que disseram o senhor passou o sinal de stop tem que pagar 50 euros mal sabiam que o turista era subcomissário da Policia Portuguesa e comandava uma esquadra de transito em Portugal que respondeu sim senhor se transgredi tenho que pagar mas agradecia que me explicassem onde esta o sinal, e como é que tenho que pagar a coima em euros sendo a vossa moeda a dobra , um dos nossos agentes respondeu o senhor paga senão vai preso o foram insistindo o homem quando disse olha estou no vosso pais não sei como funciona as coisas cá mas de transito no meu pais percebo comando uma esquadra com 50 elementos vou pagar a multa mas prendam pago no tribunal quando viram o cracha da policia portuguesa quase ajuelharam a pedir desculpas ao homem que respondeu isso é muito mau e grave o que estão a fazer na minha esquadra um por tirar umas moedas do café foi expulso os policias ficaram todos acagaçados : pergunto que policia é que temos ? , como são formados? mas não tem culpa culpados são os políticos que são mal preparados para o cargo que exercem . Mas também temos que ver uma coisa a ordem publica é para ser respeitada mas os policias e os ministros também tem que dar o exemplo

  15. img
    graca Responder

    quem nao tem nao pode dar…
    durante 38 anos andamos a aprender com os nossos diregentes…
    por isso que temos evoluido desta maneira …
    eles foram sempre maus professores…
    aprendemos tudo de mau:
    …mentir ,roubar, pedir,corrupccao,a preguica,a inveja , o odio , em fim…
    por isso nao tenhem moral para far de boas maneiras …
    tudo isso tem um rosto e tem um nome…
    o povo tem aquilo que nerece…
    por isso nao devem reclamar…

  16. img
    graca Responder

    acabem com a imunidade parlamentar!…
    entregem-nos a uma justica seria!..
    voces vao ver …
    nem mais um para contar historia…
    …pagam justos, pelos pecadores…

Deixe um comentario

*