Câmara de Caué põe emissões de televisão no distrito

Há mais de 2 anos, que os cerca de 5 mil habitantes do distrito de Caué, o maior do país, não tem acesso as emissões da televisão. O poder local decidiu comprar os equipamentos, que põem fim ao isolamento da região.

Os mais de 5 mil habitantes do distrito de Caué, representam uma das populações mais pobres de São Tomé e Príncipe. A reabilitação da estrada número 2 em betão betuminoso cortou o isolamento por terra, em relação ao resto da ilha. Mesmo assim as gentes do sul continuaram isoladas.

Não tinham acesso, às emissões da televisão. Consequentemente, pouco ou nada sabiam do que se passava no país e no mundo. Isso em pleno século XXI. O Presidente da Autarquia decidiu agir no sentido de cortar a exclusão da população do sul em relação ao acesso a informação e a recreação.  Do orçamento da Câmara, alocou 15 mil dólares para a compra de equipamentos que pudessem tirar a população do isolamento.

Foram importandos, retransmissores de 500 volts, que vão substituir os de 50 volts instalados em Macambrara, a mais alta elevação da zona de Monte Café, de onde são emitidos os sinais da televisão para a região sul de São Tomé e para a ilha do Príncipe.

A capacidade de retransmissão dos sinais aumenta em 100 vezes, a partir de Macambrara, e o mesmo acontece com os repetidores de sinais instalados na roça Soledade já em Caué. «O direito a informação é um direito, de todos os cidadãos e nós passamos muitos anos sem usufruir deste direito. Depois da entrega destes equipamentos, que já estão em nossas mãos há 15 dias, nós vamos acompanhar o processo de instalação em Monte Café e também aqui em Soledade. Queremos  fazer uma grande inauguração dessas duas antenas a funcionarem plenamente», desabafou Américo Pinto, Presidente da Autarquia de Caué.

Por sua vez Cristóvão Neto, engenheiro de telecomunicações que está a montar os equipamentos, prometeu menos de uma semana para a conclusão dos trabalhos. Através dos retransmissores adqueridos pela câmara de Caué, as imagens da TVS, e de outros canais de televisão como a TVS Monde e a RTP, chegarão a Caué em boas condições. Um aumento de potência de retransmissão de sinais, que segundo o engenheiro de telecomunicações, vai beneficiar também regiões dos distritos de Mé-Zochi e Água Grande.

Abel Veiga

  1. img
    Barão de Água Izé Responder

    Cada Câmara, cada região, cada local, deve pensar em si próprio e lançar projectos por mais pequenos que sejam, projectos que que sejam por mais pequena que seja a luz que deles brota, deem alguma esperança de inicio de saída da pobreza da população abandonada. Contar sempre com o Governo Central, com o Parlamento e partidos políticos que não ousam mudar o modelo económico estabelecido desde a independência, é manter por muitas mais gerações o povo na pobreza. Força à autarquias locais. Povo tenham força e coragem! Parabéns a Caué! Mas atenção, sem produção, não há música, filmes e informação suficiente que “encha barriga”.

  2. img
    CEITA Responder

    Selá ovo quêbla clossô pla Budo tê vlegonhã. uma Toyota fortuner custa 35 à 45 mil Euros enquanto equipamento custou 15mil euros, quando chega companha vão la com cara de sem vergonha a pedir voto.

  3. img
    Bobuwabo Responder

    Então qual é o Objetivo da camara? é fazer td de melhor ao seu Distrito afim de melhorar a vida da população, agora o que a camara devi e tem que fazer é ajudar a comunidade de R.Peixe q dai alguns meses vão ter as dificuldade de vida pk não pode deixar que o ministério de trabalho a dar os seus campos a Agripalma.

  4. img
    Disciplinador Responder

    Tudo bem que não se pode espeerar apenas pelo governo central, é sempre bom ver iniciativas destas partir do poder local. Mas também verdade que um país com a dimensão de S.Tomé e Príncipe as emissões da única televisão do país não consegue abranger todo o território nacional. Acho que isso deveria ser uma preocupação do governo….

  5. img
    Mé pó feladu Responder

    Américo Pinto soldado nº132/80, hoje Presidente de câmara de caue, caríssimo colega força, coragem e mostra quanto vale a praça 80 uma geração com homens capaz, subscrevo na integra o comentário do ceita, compra-se viatura de 45 euros e o sistema para recepção do sinal 15 mil vejam só.

  6. img
    ê sá focotó Responder

    subscrevo em completo o comentário do ceita e por azar é o pais que temos. um só gastava dinheiro a viajar e outros compram carro, a pouco algum ministério lançou concurso para compra de carrinha 4X4. uma carrinha custa o preço de duas antenas.
    Devemos refletir o pais que temos e os governantes que temos porque esse problema ja vem a mais de dois anos, que devemos chamar a responsábilidade. A situação dos equipamento da TVS, será que com dinheiro de uma Toyota Prado ou uma Fortune não rezorveria a situação da nossa televisão.

  7. img
    João Almeida Responder

    E Depois
    O que há de mal nisso
    É o seu dever
    Não foi eleito? Não encheu a população de promessas?
    Não deu o banho superior a 15 mil dólares aquando da campanha?
    As Câmaras todas devem fazer mais e melhor e não estarem sempre com justificações, pois no momento da campanha quando querem ser eleitos prometem mundos e fundos. Quando ganham, logo no dia seguinte começam a reclamar. Mas nunca reclamam das regalias que têm.
    Cumpram com o vosso dever perante o povo
    Força

    • img
      ferpenapandopo Responder

      Banho com 15 mil dólares,deve ser bom nunca tinha pensado nisso,pensava que isto só existisse nos livros de banda desenhada do Tio Patinhas,mas afinal mesmo com água em abundância em S.Tomé toma-se banho em notas de dólares.

    • img
      Zona Sul Responder

      Wê Chá!

  8. img
    paparazzi Responder

    bem haja presidente da camara de distrito de caue força coragem vai em frente

Deixe um comentario

*