Sociedade

A CST entrega mochilas aos alunos da Escola Pública

Os alunos da 5ª classe da escola Preparatória Patrice Lumumba  foram beneficiados com cerca de 1050 mochilas  distribuídas  pela Companhia Santomense de Telecomunicações – CST.

Um gesto  que vem minimizar os  custos dos encarregados de educação na compra de materiais escolares para os  seus educandos. O Administrador Delegado da CST, Eng. José Jardim, afirmou que estas mochilas são elementos essenciais  para transportar livros e cadernos e garantiu que a CST continuará a apoiar ativamente o setor de educação.

No quadro de iniciativas de responsabilidade social, a operadora de telecomunicações  responsabilizou-se  pela pintura da escola Preparatória Patrice Lumumba, bem como a oferta  de computadores  no âmbito do projeto Net Escolas.

Brevemente serão lançados outros programas através de uma parceria estratégica  com o Ministério de Educação, Cultura e Formação, de modo a contribuir para melhorar as condições do ensino e as perspetivas de futuro dos alunos.

Esta é mais uma das ações já realizadas em varias áreas como desporto, saúde  e cultura em todos os distritos do País. A campanha estender-se-á também à Região Autónoma do Príncipe.

Para além do Administrador da CST, também estiveram presentes ao ato membros da sua equipa de gestão e representantes do Ministério de Educação, Cultura e Formação.

Téla Nón

    6 comentários

6 comentários

  1. terra a mão

    9 de Outubro de 2013 as 8:58

    Até que em fim …… Viva concorencia!!!!!!!! mais tarde do que nunca!!!! espero que n parem por ai,pois um pais é feito com contribuição de todos.pois temos muitas gentes a sofrerem neste pais….

  2. Antunes

    9 de Outubro de 2013 as 9:51

    Excelente iniciativa, so que deveria ser selectiva em termos de necessidades, pois ha alunoas que têm ja uma muchila e nao é na cidade capital onde os alunos têm mais nececidades.

  3. 3 macucu

    10 de Outubro de 2013 as 7:28

    Porqué todas as muchilas sao azul é uma oferta de UN

  4. Anjo do Céu

    10 de Outubro de 2013 as 8:34

    Tudo só favorece distrito de Agua grande. Tambem noutros distritos os residentes tambem compram recargas na CST.Não criar essas separações porque CST fica muito mal nestes filmes.Dividir para toda aldeia

  5. gritodosolhos

    10 de Outubro de 2013 as 10:49

    é uma vergonha, a publicidade nas escolas deve ser banida. Caridade tem limites.A CST, nos vendem as comunicaçãoes mas caras do mundo com a complicidade do estado Saotomense acionista que nunca plublica suas contas e realisa lucros nas costas do pobre povo. Viva a internet ilimitado para todas escolas, os equipamentos electronicos disponiveis para os alunos do pais para prepara a nova força viva do futuro. Haja Bem STP

  6. falatudo

    14 de Outubro de 2013 as 21:51

    nao axo k seja publicidade.algumas pessoas sao pessimistas por natureza,e se tiverem k fazer alguma critica,k seja com fundamento.os puros n ajudam e n gostam de ver ajudar…ke ha verdade seja seja dita meu povo.se a CST fez pra água grande hoje,amanha fará para trindade,mezoche e coisa assim.vale a pena ser solidario e olha k a necessidade n tem carra!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo