PIC entra em greve por tempo indeterminado e sem serviços mínimos

A Polícia de Investigação Criminal(PIC), fecha todo atendimento ao público a partir desta terça – feira, numa greve sem fim a vista, e que sem querer acaba por dar margem de manobra a muitos assaltantes, nomeadamente a liderança do bando armado, que assaltou mais de mil milhão de dobras da CECAB.

Os trabalhadores da Polícia de Investigação Criminal exigem o aumento do subsídio de risco e o pagamento pela primeira vez do subsídio de piquete. Ambos os subsídios estão previstos na lei orgânica da instituição.

Em Outubro último a PIC tinha anunciado um pré-aviso de greve que acabou por ser suspenso, para dar margem de diálogo com o Ministério da Justiça. A falta de consenso provocou o segundo pré-aviso de greve, que é materializado esta terça – feira, com o encerramento da instituição, por tempo indeterminado.

Não haverá serviços mínimos precisou para o Téla Nón uma fonte da comissão de greve. Desta forma, ficam suspensas as acções dos agentes da PIC no sentido de capturar alguns assaltantes, nomeadamente os líderes do assalto à carrinha da CECAB.

A PIC é um dos parentes mais pobres do fragilizado sistema de justiça são-tomense. Uma polícia que deveria ser científica, mas que não tem um laboratório forense. Na última semana, quando a PIC chamou a imprena para mostrar os assaltantes da CECAB,  o Téla Nón testemunhou que na sala não havia cadeiras, ou seja, havia duas totalmente quebradas.

São muitas as carências numa polícia que lida diáriamente com ladrões e bandidos armados, e não dispõe se quer de coletes anti – bala.

Recentemente uma das operações dos seus agentes para travar as actividades de um delinquente que agia com arma de guerra, ameaçando a tranquilidade pública e o lar de muitas famílias, acabou por colocar a polícia na mira das críticas. O delinquente alvo da busca da PIC, acabou por falecer após alguns dias de internamento no hospital central Ayres de Menezes. E sobre a PIC recaiu também toda a acusação de violação dos direitos humanos, etc , etc, etc.

Uma profissão difícil e ingrata segundo os agentes, que não se compadece com as carências actuais, e que se arrastam no tempo.

O salário de um agente da PIC chega a ser inferior a de uma empregada de limpeza de algumas empresas públicas do país. Comparativamente ao salário praticado no sistema judicial, se verifica que um oficial de deligência do ministério público tem um ordenado mensal superior a de um inspector da PIC.

No entanto são homens e mulheres que dia e noite procuram esclarecer roubos que envolvem vários mil milhões de dobras.

A degradação das condições de trabalho na PIC evoluiu de ano em ano. A partir desta terça – feira São Tomé e Príncipe, deixa de ter investigação criminal, até que o consenso permita a actualização do subsídio de risco dos agentes da PIC e o pagamento do subsídio de piquete.

Abel Veiga

  1. img
    armando Responder

    Que esta greve seja pra valer. Ha interesses politicos para que esta Policia esteja como esta e os sucessivos ministros de justica e Diretores da PIC nao tem vergonha. Um Pais que se preze nao pode ter uma policia neste estado e dizer que tem investigacao criminal. Aumentam salarios as Forcas Armadas, e outros sectores da Justica tem bons salarios e meios para trabalhar; mas a PIC e um farapo do estado santomense. Os tecnicos da PIC perderam valor e prestigio que deveriam ter. Foram propositadamente deixados a sua sorte. Sem dono e sem governo. Haja vergonha nos politicos. Deixem de falsidade, hipocrisia, e fraude e cuidem de STP. Cuidem do que e nosso. A PIC e nossa. O Pais precisa da PIC.

    • img
      arroz podre Responder

      Dizem que não têm dinheiro para vos satisfazer, mas o ministro das finanças mandou desbloquear verbas para pagamento de doutoramento dos Srs. Maria das Neves, Elsa Pinto, Rafael Branco, Alcino Pinto…etc. no ISP.
      Cadá coisa que desche neste País? Só visto.
      Apertem a ministra, há dinheiro para construir nova cadeia, então, estão à gozar convosco.

      • img
        poison Responder

        Com tantos mestres no país dispostos a fazerem doutoramento (foram impedidos, bloqueados), põem monte de licenciados sem mestrado (sem tempo para docência) a fazerem doutoramento e numa área que nada tem a ver com ensino a dizer que é para melhorar a qualidade de ensino e converter ISP em Universidade. Será? Tem outros licenciados que de facto pertencem a ISP, porém ninguém deveria saltar níveis, para depois vir a ganhar como doutorado sem ter que passar pelo mestrado, onde é que está exigência pela qualidade? O pior é que eles estão tendo curso num hotel (hotel praia) com tudo pago. Onde é que já se viu isso? Nem em países ricos, formação é na escola não em hotéis isso triplica os custos. Eles têm sorte que a oposição de Levy é relativamente fraca, isso mereceu ELES MESMOS NA OPOSIÇÃO. Enquanto estão tendo aulas não apanham faltas no ISP, com direito de vir a assinar o ponto quando bem entenderem, isso é ROUBO, deveriam no mínimo colocar um professor substituto para que os alunos não ficassem prejudicados, isso é CRIME, enganar o Estado e os alunos ao mesmo tempo. Sr. Peregrino onde é que estamos? Dá para o Sr. Pelo menos ter um pouco de receio do ADI, embora fragilizados? Esse dinheiro de doutoramento fantasma não daria para fazer um aumento à PIC? Eles têm razão concordo plenamente com eles…

  2. img
    zeme Almeida Responder

    Muito bem Pic siga em frente com as vossas greves reclamando os vossos direitos.Que o primeiro ministro e os que fazem a maioria da troika, resolvam isto mais rapido possivel.Eu espero que nao venham dizer que o partido da oposicao esteje por detras destas greves.Viva RDSTP Viva PIC

  3. img
    socolomesso Responder

    Muito bem vamos ver se o hospital tambem para por falta de medicamentos, isto esta a ir muito bem!!!

  4. img
    malebobo Responder

    muito bem exigem o vosso direito, força

  5. img
    Cala Boca Responder

    VOCÊ MERECEM , POR DIREITO E DEVER .FORÇA OS AGENTES DA PIC.

  6. img
    malebobo Responder

    pic, como parte integrante do ministério da justiça e assunto parlamentar, porquê que eles é que ficam marginalizado sem nenhuma condição de trabalho, e nem um ordenado condigno

  7. img
    wê bê wê na bê clóçón fa Responder

    Há mais…como se admite, que na senda de dificuldades e carências com que a PIC se depara, um elemento máximo da instituição fez diligências para no âmbito de cooperação com um representante de um país amigo europeu para aquisição de meios vários para melhorias na instituição, o que foi prontamente acedido, mas a entidade patronal recusa-se em aceitar estas diligencias para o benefício da instituição…veja só em que país estamos…Isto não se compreende…depois para querer convencer que o país é pobre.

    • img
      wê bê wê na bê clóçón fa Responder

      nosso dirigente trabalham com má fé para com o povo, só pensam neles, se tivesse alguma parte para cair nas suas contas eles aceitariam de certeza.

  8. img
    Jose Povo Responder

    Antes pelo, contrario. Acho que a PIC é um antro de malfeitores. Os que aqui estão apoiando esta greve não têm espirito de patriotismo. Estamos no final do ano e todos sabem que a PIC – seus agentes- não são flores que se cheira. Se não for por motivos politicos, as sociedades organizadas e instituições organizadas não organizam greves no final do ano.
    Por detrás desta ameaça de greve estão certamente motivos inconfesaveis. Ou não será que por detrás disso também estão motivações politicas?
    Na minha nobre opinião devia-se é acabar com a PIC e criar-se uma policia judiciária com credibilidade e livre de uns tantos corrompidos que pululam por ai.

    • img
      S.Fernandes Responder

      SR. José POVO gostaria que os maiores ladrões de STP iria chegar ate cv e a tua família. Todos falam e quem veio ao publico denunciar os mal dos agentes para ser punido….ninguém então cala a sua boca e pensa antes de escrever palha porque vc parece que é familiar dos membros do governo e já tem a tua conta cheia para fim do ano por isso diz isso ….viva PIC viva STP

      • img
        bóca áwa-áwa Responder

        quem ñ gosta da PIC é ladrao como Jose povo

    • img
      poison Responder

      Jose povo, hoje em dia é muito fácil saber quem é que escreveu isso através do IP do seu computador ligado a rede, na internet. CUIDADO COM BORRACHA, greve é um direito normal, embora alguns agentes da pic, de facto deixam muito a desejar, mas seja lá quem o Sr. Pensa que é pode crê esse pessoal tem como lhe dar Borracha e já podem até saber quem é. E o pior, ninguém fará nada porque ha de convir que está a provocar. Claro que quase ninguém vai sentir falta deles porque eles já trabalham praticamente a metade de meio gás. Mas sem eles os bandidos vão estar mais a vontade, e isso não me parece bom.

  9. img
    jay barros Responder

    a esta desisao colectiva dignada pelo sedicato da pic ja deveria ser tomada a tempo, despertaram muito tarde espero uma boa comparticipacao do governo para apoiar esta instituicao que ja encarece dos meio a muito tempo

  10. img
    S.Tomé Poderoso Responder

    força PIC, esta previsto na Lei tem que ser pagos.

  11. img
    paparazzi Responder

    pic deveria passar para ministerio da defesa e ordem interna

  12. img
    Falar Direito Responder

    Nao sei qual é o papel desta instituiçao criminal em sao Tomé e Principe, para que serve? É lamentavel que voces existem só para investigar pessoas frageis mas a culpa nao é vossa mas sim daqueles politicos imbecis que nao querem ser tocados. Façam mesmo a greve porque é um direito vosso.

  13. img
    zumba Responder

    Enfim.Este país assim não tem futuro.É preciso alterar o mais urgente possível o modus vivendi no país.

  14. img
    zeme Almeida Responder

    Estes profissionais da PIC correm muito perigo de vida, do que qualquer forca militar ou para-militar porque investigam crimes melindrosos que poem em jogo as suas vidas e dos seus familiares mais proximos.Sei que muitos gostam desta policia,pelos vistos tem dado provas de competencias de desmantelar qualquer crime de que natureza for.Da Cesar o que é do Cesar sem rodeios, esta instituicao merece.Viva PIC

  15. img
    kerciley Responder

    Por favor vamos ser cautelosos na medida em que precisamos da PIC e que a muito casos para serem resolvidos, deichemos de politiquices e vamos dar uma mão para que tudo seje resolvido da melhor forma possivel

  16. img
    Juocerlee Lima Responder

    O direito à greve dos trabalhados de instituições públicas está consagrado na alínea f) do art.º 43 da Constituição de São Tomé e Príncipe (SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE, 2003). Entretanto, os serviços mínimos devem ser prestados.
    Quanto a falta de coletes antibalas, e outras situações precárias da Polícia Judiciária são-tomense, a situação se torna vergonhosa para um país que gasta centenas de milhares de euros para comprar carros de luxos para membros do governo. No Brasil, um colete a prova de balas, custa em média 600,00 Euros, valor esse equivalente a um smartphone (telemóvel) de nova geração. Não é necessário que todos os agentes da instituição andem equipados 24 horas por dia com um colete antibalas, mas pelo menos deveriam o usar em forças-tarefa de altos riscos, como por exemplo busca e apreensão, mandados de captura, resgate et. Um país como São Tomé e Príncipe (pequeno em termos geográficos e demográficos), que casos de violência, nem se quer chegam perto de casos de outros países irmãos, que não precisam ser mencionados, O Ministério de Justiça deveria proporcionar o mínimo de condições de trabalho à esses agentes, condições essas como treinamentos especializados, equipamentos de segurança e outros. Além disso, deveriam ter melhores remunerações, pois são agentes de investigação criminal, ou seja, a sua atuação é reativa, atuam com intuito de apurar as infrações penais e sua autoria por meio da investigação policial. Fase essa que poderá ser fracassada por meio de pagamento de subornos e por insegurança dos agentes envolvidos, portanto, os mesmos devem ter remunerações adequadas, treinamentos especializados e equipamentos de segurança e intervenção adequados.

    • img
      bóca áwa-áwa Responder

      ok. Juorcelee Lima.
      Disseste muito e muito bem.
      Só queria fazer um reparo: Se tu puderes consultar a Lei 4/92 no seu artigo 10º, vais constatar que alí não cita que a PIC deva garantir o serviço mínimo aquando da sua entrada em Greve. Caso o fizer,estará sendo condescendente.
      Portanto a luta continuará em prol de uma justiça para todos e com melhores prestações de serviço para população santomense.

  17. img
    Wilson Dias Responder

    Esta greve deveria ser por tempo indeterminado, vocês também não façam nada que olho vê

  18. img
    Bacano Responder

    A existência da PIC no País é indispensavel,sendo um elemento primordial para realização da Justiça. Não podemos adiar esta acção.
    Por favor, a quem de direito que faça algo urgente, e seje mais coerente e transparente.
    Tenho dito.

  19. img
    madalena Responder

    não há verbas!

  20. img
    Bacano Responder

    Cara Compatriota,
    não é aceitavel,num País soberano não ter verbas para custear os serviços publicos.
    Por isso é que existe o planeamento do Estado,Orçamento estatal e outros etc…Tenho dito.

  21. img
    bago de arroz rijo Responder

    minha gente, esta greve pra mim tem pernas.
    com o ultimo assalto que teve em zona norte do país a pic entra em greve hummmm, bon cua éh na sa fa, hummm.

  22. img
    jose soares Responder

    na minha humilde opniao, penso que a maior parte dos politicos santomenses tem receio da existencia de uma verdadeira policia judiciaria no pa’is,dai a razao de pouco interesse no apostar na mesma.

  23. img
    jose soares Responder

    queria dizer, do apostar na mesma

  24. img
    Voador panha Responder

    A pic tem razao ,mas pra que aumentar salario ,se eles mensal ganham mas que um funcionario bancario ,so em colaborrar com burloes ,e delinquentes ,tem agentes que vende roubo pego ,e ainda da pista para roubar aos gatunos

  25. img
    Poilcia (PORTUGAL) Responder

    força colegas hoje também vamos sair a rua cá em Portugal para manifestarmos contra esses senhores que ao fim ao cabo são todos iguais tanto os de cá como os que vocês têm ai no poder força camaradas

  26. img
    FALA BEM Responder

    o governo tem que dar toda as diligencias para tratar desse assunto. PIC, tem grande impacto na sociedade. onde se viu um sistema judicial sem condições.depois de consente o governo deve exigir deles.um bom trabalho.

  27. img
    FALA BEM Responder

    com baixo salário, esta a causar muitos problema na sociedade. em vez dos agentes tratar dos bandidos, passam a entrar em negócios ” eu dou vocês dinheiro e me deixam escapar”. isto é a causa de baixo salários e estímulos e condições de trabalhos.

  28. img
    Edilson Madre Deus Responder

    Estes governante se calhar não tem noção de que se trata e o que faz a policia de investigação criminal, pois se soubessem deviam dar as condições necessária a um departamento como este. Meus senhores exigem vosso direito, porque são vocês que passam dia a dia lidando com delinquente, marginais…etc… e que em qualquer momento poderão perder a vossa vida.

Deixe um comentario

*