Sociedade

Diga não a Droga e Torce pela sua Vida!

Chegou ao fim na Praça da Independência, a Campanha Nacional de Prevenção e Combate a Droga, organizado pelo Ministério da Justiça nesta tarde de quinta-feira, depois de cerca de 200 jovens invadirem as ruas da capital santomense desde a Praça da Juventude, no Largo das Alfândegas.

Os jovens que acataram um apelo do Conselho Nacional da Juventude, manifestaram energicamente e condenaram ao mesmo tempo contra as todas as formas das Drogas que afetam a sociedade no arquipélago a saber: Liamba, o Cigarro, o Abuso Ilícito do Álcool, Cocaína entre outros tipos.

A vocalista principal na luta contra a Droga do Ministério da Justiça, Ivete Lima, durante durante o acto central, não teve papas na língua e apontou dedo a uns magotes de jovem na facha etária dos 16 a 35 anos que estão condenados ao fracasso, porque começaram o fim das suas vidas, correspondente a um por cento da juventude santomense têm apostado no Canábis e até uns já experimentam a cocaína.

A Diretora deste Instituto, Ivete Lima, também condenou o consumo excessivo do álcool que tem sido responsável pela destruição e degradação da família Santomense; que tem arrastado consigo a violência e transformando o lar em um autêntico campo de batalha.

Esta Campanha de 2013, organizou diversas formações com os líderes comunitários, confissões religiosas, alunos do Liceu Nacional, Cadeia Central e diversos bairros dos Distritos e a Região Autónoma do Príncipe.

Para a Ministra da Justiça, Assuntos Parlamentares e Administração Publica, Edite Tenjua, afirmou na heroica Praça da Independência que: a luta contra a Droga é a responsabilidade de todos os santomenses e cidadãos consciente que quer o bem do país. Esta Campanha deixou mensagem bem clara, de mãos dada com os Ministérios de Saúde e da Educação.

“ Não deixarem São Tomé e Príncipe para esta prática e temos a lei 11/2012 do código penal para tratar desta questão: quer na perpectiva do consumo; quer na perpectiva do tráfico, as Policias, Ministério Publico e os Tribunal têm um papel essencial a desempenhar, apelamos aos educadores as igrejas e a sociedade civil o Governo está a criar mecanismo ao combate eficaz aos estupefacientes em estringir acesso dos menores aos locais de venda e consumo de álcool conforme o enquadramento da lei 3/2012,” acrescentou a Ministra da Justiça, Edite Tenjua.

Visto que se trata dum problema individual, o Governo convoca a população para apostarem na criação de uma família saudável e um ambiente familiar harmonioso, porque os jovens precisam de bons exemplos e compreensão familiar e a disciplina para os jovens fazerem a escolha certa do futuro que querem ter, ao exercício pleno das suas capacidades e criatividade.

Inter Mamata

    2 comentários

2 comentários

  1. Combocone

    20 de Dezembro de 2013 as 17:06

    Inter Mamata, por favor a redigir um texto não te esqueças de utilizar o pai do burro (dicionário) para evitar erros e grave homem. Fui

  2. Le di Alami

    20 de Dezembro de 2013 as 17:30

    Tudo isso e fruto do sistema que a pais adptou, apartir dos anos 90, isso tudo e copia dos capitalistas..

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo