Estudantes são-tomenses em Cabo Verde gritam socorro

Tudo por causa do atraso no pagamento das bolsas de estudo.

NÓS OS ESTUDANTES SÃO TOMENSSE EM CABO VERDE, CONFRONTADOS COM O ATRASO DE PAGAMENTO DE SUBSÍDIOS DE BOLSA, COMO TAMBÉM A FALTA DE RESPONSABILIDADE POR PARTE DO NOSSO ESTADO UMA VEZ QUE ESTAMOS CÁ VIRADO A NOSSA SORTE VIMOS MAIS UMA VEZ APELAR O BOM SENSO DO  GOVERNO NO SENTIDO DE NOS DAR ATENÇÃO, UMA VEZ QUE TAMBÉM SOMOS HUMANOS E MERECEMOS SER TRATADOS CONDIGNAMENTE.

VÁRIOS CONTACTOS FORAM FEITO PESSOALMENTE JUNTOS AOS:

MINISTRO DA EDUCAÇÃO;

MINISTRO DA JUVENTUDE;

MINISTRA DA JUSTIÇA

QUE FELIZMENTE ESTIVERAM CÁ EM CABO VERDE,EM MISSÃO DE SERVIÇO NA QUAL TIVEMOS A OPORTUNIDADE DE EXPOR JUNTO ELES A REAL SITUAÇÃO QUE ESTAMOS A ENFRENTAR MAIS ATÉ O MOMENTO NÃO SURTIU NENHUM EFEITO.

POR ISSO MAIS UMA VEZ PEDIMOS O BOM SENSO DA Vª EXª NO SENTIDO DE DAR UMA ESPECIAL ATENÇÃO UMA VEZ QUE A NOSSA SITUAÇÃO ATINGIU UM PONTO BASTANTE DELICADO.

COM MELHORES CUMPRIMENTOS.

OS ESTUDANTES EM CABO VERDE

ALEKSE AFONSO FERNANDES;

ALEXSANDER FERREIRA;

DISNEY DA SILVA;

HERNANI DOS PRAZERES;

HILDILBERTO DIAS.

  1. img
    Le di Alami Responder

    Deveriam ter vergonha, porque nao estudar no IUCAI, ISP e outras, ha ja sei, nao gostam de valorizar oque e nosso, entao paga, e mais, sabiam que CABOVERDE arrumam em branco, imagino devem estar mesmo a passar mal….

    • img
      Santiago Responder

      Porquê que vocês não têm a mesma reacção quando se trata de estudantes a passarem mal em Portugal. Todos culpabilizam o Estado STP, mas quando refere a CV é a culpa de estudante que não teve boa escolha.
      O que de mal povo Cabo-verdeano vos fizeram?? Aliás desde a era Colonial que este povo tem estado a vos ajudar, sobretudo na agricultura, porque maior parte de vocês gostam de trabalho de mão fina e que nem sabem fazer, se soubesse país não estaria onde está.

      • img
        miclay Responder

        boa gostei de sua intervenção

        • img
          miclay Responder

          Também é de salientar que os estudante universitário em São-Tomé também grita socorro, porque estado a mais de um ano não nos dá a nossa bolsa. E isto é preocupante quando se diz que querem aposta na juventude.

    • img
      Ilda Fernandes Responder

      Deve ser inveja dos outros que estudam ou estudaram no esterior

  2. img
    António Silva Responder

    Espero que publiquem o meu comentário relacionado com os “ponta-pés” que dão na gramática ou de escrita.

    • img
      Santiago Responder

      Referente a gramática, o seu Primeiro-ministro, Gabriel Costa também estudou em Cabo Verde. Quantas vezes que não aparece textos no Téla Nón, STP-Press, entre outros com erros gramaticais. Com pouca coesão e sem nexo, por favor. Não tente vir desvalorizar o nível de ensino de Cabo Verde. Apesar de ter a sua deficiência,como em qualquer parte do mundo, mas deixou STP muito longe, em quase tudo.Falou Santomense que nem você.

      • img
        Seabra Responder

        Creio que você confunde os êrros gramáticais, referindo-se ao Gabriel da Costa, o PM, pois ele escreve muito bem, é brilhante tanto na expressão escrita, como oral, estudou em França com sucesso (contrariamente à que muitos invejosos dizem dele,). Mas, lanço um apelo ao sr. PM Da Costa , para dar diligência de modos à resolver à situação destes estudantes que encontram dificuldades. Ele conheceu tal situação !

  3. img
    Eterno Madiba Responder

    Qual a diferença entre estudar em cabo verde e estudar em S. Tomé.

    • img
      Santiago Responder

      Eu vivenciei as duas realidades. Portanto, dependendo de área.Todos têm direito de escolher onde estudar, não é pertinente essas comparações banais ou fúteis.
      Se um individuo optar por estudar em outro país não significa que está a desvalorizar o seu país.

  4. img
    Vargas Cardoso Responder

    Mandam os estudantes estudar para fora e depois abandonam-nos. Vão pedir na rua para poderem sobreviver.
    Mas o pais está sempre a chorar e a mendigar dinhero a terceiros, para que os nossos políticos passem a vida a passear no estrangeiro. Pensem se esta situação cabe na cabeça de alguém, só na deles. Se fosse os filhos dos senhores dotores tal situação de certeza que não acontecia.
    O que anda a fazer as faculdades que estão aí implantadas no país?
    Será que só as frequantam os filhinhos do papai?
    Eu pesnso que o nosso país deve sim aranjar condições para implementar univercidades credíveis aí, para que os nossos jovens possam estudar aí, e o país poupar algum dinheiro com eles. Em vez de estarmos a eviar dinheiro para fora do país para os estudantes, eles passam a estudar aí e o dinheiro passa a circular dentro do país.
    Com estas culturas infelizmente o nosso país nunca vai a lado nenhum, pedimos dinheiro emprestado, espatifamo-lo todo, muita das vezes não se sabe para onde foi canalizado as verbas,e ainda têm o descaramento de enviar os nossos jovens para fora e matá-los a fome, é uma vergonha.
    Obrigado.

  5. img
    nadaver Responder

    …tanto socorros pá-Angola; Marrocos, Cuba;Cabo Verde-porquê será? Mesmo assim terminam a mensgem com: “COM MELHORES CUMPRIMENTOS”! Isto é submissão…

  6. img
    realidade Responder

    passamos a vida a viver no mundo , das fantasias . se nem resta dinheiro para nós aqui dentro do país , quanto mais lá para fora . é o que nós merecemos . por nâo gostarmos de trabalhar . aliás nunca gostá-mos de trabalhar . mas sim de boa vida . desculpem se me enganei .

  7. img
    António Silva Responder

    Sr Santiago, faça observações com conhecimento de causa. Quando falo de erros, tinha a ver com situações que constatei assim que esta notícia foi publicada.
    No título tinham escrito “GRITÂO” em vez de “GRITAM” e “SENSSO” em vez de “SENSO”. Imediatamente depois do meu comentário, essas palavras foram corrigidas. São erros inadmissíveis. E ainda rematei no meu comentário:”Infelizmente, depois todos nós somos doutores”
    Como poderá constactar, a minha observação tem a ver com isto e nada mais.
    Estou e estarei solidário com todos os estudam que estudam fora do país e que passam por situações destas e lamentáveis.É uma vergonha para o nosso estado e nosso povo.

  8. img
    el mata Responder

    Ola
    nota se que nao e so os estudantes de Cuba
    que estao a passar por esse tipo de situacao
    mas o que nao entendo, e porque que nosa carta que enviamos ao diario nao publicaram?
    mas de toda forma e bom que bublicaram esa para que dirigentes sepam o que estamos passando as multipas dificuldades que enfrentamos, nao e so vcs, nos de Cuba estamso ou na meso situasao ou peor…

  9. img
    Braza Responder

    Os estudantes que encontram nesta situação, são favorecidos com bolsas do Governo de São Tomé e Príncipe, então culpem o vosso Governo não o De Cabo Verde…

    • img
      Feliz e triste Responder

      Senhor Braza, antes de dar ou emitir opinião é bom que o senhor lê bem o assunto e depois sim emiti a sua opinião, mais como senhor é um daqueles que não lê ou tem muita preguiça mental de ler algo esta emitir opiniões que não foram vinculadas nesta curtas missiva.
      Em nenhum momento esses estudantes citaram ou acusaram o estado Cabo Verdiano, até Porque o estado Cabo Verdiano não tem nada a ver com esta situação, porque os mesmos são bolseiro do estado Santomense e que não tem nenhum contacto com este Estado Cabo Verdiano, então deixa de falar besteira e para de ser pravo, ou seja deixa de emitir ou ter conversa banais sem nexos.
      Que é responsável desses estudantes é o estado Santomense que os mandou ir estudar para darem o seu contributo para a nação santomense que muito precisa dessas experiências.

  10. img
    Braza Responder

    Senhor feliz e triste eu me refere aos comentários das pessoas, senhor achou em muito inteligente pra falar o que não sabe.
    Acho única pessoa que tem preguiça de ler aqui é o senhor…

  11. img
    ana ferreira Responder

    partindo de princípios , eu chego a nâo compreender nada .porque nada bate certo . eu sendo chefe de família ,em primeiro lugar tenho que ter dinheiro para manter a minha família aqui no país .só depois mesmo com bolsas de estudo , só enviaria um filho meu estudar fora , se eu tivesse possibilidades económicas para isso . para estar sempre pronto a defender o meu filho de tudo o que podesse ou nâo acontecer .os governantes do país , nâo estâo minimamente preocupados ,com o ensino , nem dentro nem fora do país . esta é a minha opinião .

  12. img
    ana ferreira Responder

    se me conseguirem explicar qual é o estudante que vai estudar fora e vêm dar contributos a s tomé . eu até mudaria de ideias . mas nada vejo de melhor . nem uma atitude vejo .

Deixe um comentario

*