Sociedade

Manutenção dos feixes e a introdução de uma peça de 26 euros estabilizaram as imagens da TVS

Terminaram as tremedeiras, que marcaram a emissão da TVS nos últimos dias. O Téla Nón apurou que bastou apenas a limpeza e manutenção dos emissores e a introdução de uma pequena peça que custou 26 euros, para mudar a qualidade das   imagens da TVS que chegam ao público são-tomense.

O sinal da TVS que chega aos receptores, é agora nítido e estável, pelo menos desde a última segunda-feira. O fim dos riscos e grãos, é resultado da manutenção dos emissores. No entanto  deverá ser seguido pelo melhor acompanhamento na edição das imagens,  processo de montagem das peças, para conferir qualidade ao principal bloco noticioso, o Telejornal.

TVS com imagem estável está a caminhar para a estabilidade e disciplina na sua gestão financeira. Isto após períodos tumultuosos na sua administração financeira, na anterior direcção, que provocaram a intervenção da justiça.

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. manuel soares

    12 de Março de 2014 as 7:38

    Obrigado TVs o governo que arranje financiamento para se investir na manutenção desta estação televisiva e os funcionários e técnicos que trabalhem para termos notícias e uma televisão de todos e para todos e não somente do poder da troica governamental e andar a reboque de tudo que diz respeito somente ao sr presidente da república. O povo está atento a tudo isto, cuidadinho meus senhores, na democracia todos temos direitos a ter voz e sermos ouvidos.

  2. Lobata

    12 de Março de 2014 as 10:19

    Cuidem da TVS por favor! Porque se a TVS acabar muitos jornalistas incompetentes como José Bouças e Manuel Barros já não vão poder ser mais jornalistas.
    A TVS foi, é e será sempre a televisão de quem está no poder!

    Viva STP

  3. António Silva

    12 de Março de 2014 as 12:23

    Este é um dos principais problemas que existe neste país: a manutenção. Ainda bem que só foram 26 euros. A mentalidade dos responsáveis inclinam-se mais para “espremer” até a última gota e depois dá nisto: problemas e mais problemas.

  4. Artigo lei 71 da constituição RDSTP

    12 de Março de 2014 as 12:56

    O Juvenal tem euros para mais avarias insignificantes.

  5. Bill

    12 de Março de 2014 as 14:15

    Acho que queriam dizer 26 mil euros. Porque não acredito que o que se passou na TVS nos últimos dias dependia apenas de limpeza e 26 euros. É inadimissível e vergonhoso.
    Me exclareçam por favor.

  6. Juvencio Amado Vaz

    12 de Março de 2014 as 17:53

    Todos os sectores da administração publica de STP têm dificuldades em garantir manutenção dos seus equipamebntos devido aos constrangimentos burocraticos.
    Não gostaria apenas de criticar mas sim de felicitar os esforços consentidos que permitiram a melhoria da imagem e do som da nossa televisão. Se houve avaria e o problema foi resolvido devemos felicitar e não criticar. Felicito também o jovem Secretario de Estado da Comunicação Social Adelino Lucas que tem vindo a demostrar um grande dinanismo na sua função e sentido de estado. Aqui em Cabo Verde, onde me encontro, ele é muito admirado a juklgar pelas notícias que nºão veiculadas pela rdp-africa.

  7. Cu do peru

    12 de Março de 2014 as 22:07

    Está é a missão dele enquanto membro do governo,portanto ñ é favor nenhum.

  8. luisó

    12 de Março de 2014 as 22:54

    Tristeza…
    Não havia TVS por falta de limpeza ou manutenção e por causa de uma peça que custa 26 euros…
    Incrível no mínimo!!!!!!
    Só nesse País, desculpem, nessas ilhas, porque de País tem pouco…

  9. pascoal de carvalho

    12 de Março de 2014 as 23:25

    enquanto não se tratar de arranjar mecanismos sustentáveis para aquela que ainda é a única estação televisiva são-tomense, esta tornará sem dúvidas em mais uns escombros da nossa praça. que pena sr governantes e direções variadas da tvs.

  10. Zé Vinga

    13 de Março de 2014 as 10:42

    Enquanto funcionário das finanças, soube que a proposta da Secretaria de Estado anexada a uma factura de uma firma portuguesa para a solução do problema de imagem e do som da TVS, é no valor de mais de 40 mil euros. Tratou-se de uma proposta avalizada pelo ministro das finanças que depois veio a ser chumbada aqui nas finanças pelo sector do orçamento. Em momento nenhum ouvi falar de 26 euros. Isso deve ser propaganda barrata da qual o Tela-Nom não deveria se manchar. Devo confessar que essa proposta, depois de chumbada não conheceu ainda qualquer andamento. Ao que consta, ter-se-ia recorrido à um apoio da Voz da América para provisoriamente se resolver o problema enquanto não se procede a compra.

  11. FEXA PATA

    13 de Março de 2014 as 11:34

    Deveriam por mais TV no país já que TVS esta sempre com problemas e com falta de programação mais os Senhores que fizeram a fazem SÃO TOMÉ não fazem nada.

  12. incrédulo

    13 de Março de 2014 as 11:51

    TVS agora parece um lar de velhos.

    Não tem a mínima qualidade.
    Já tinha ganhado alguma qualidade ultimamente.
    Mas o Juvenal Rodrigues derrubou tudo de novo.
    Quase ninguém vê a TVS.
    Até preferem ver os canais estrangeiros gratuitos devido a falta de qualidade da nossa única televisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo