Sociedade

Presidente da Câmara de Água Grande mete água fora da lei

No passado fim-de-semana Ekneide Santos(na foto), juntou populares do “Bairro do Repouso” da zona de São Marçal, e instalou nova rede de água para o bairro. Uma acção realizada sem o conhecimento da EMAE, que provocou o corte de fornecimento de água à outros bairros de São Marçal.

A Empresa de Água e Electricidade, EMAE, é a única instituição do país competente em matéria de distribuição de água. Toda a rede de distribuição de água do país foi instalada ela EMAE. Mas segundo a direcção da EMAE, as acções de distribuição de água realizadas pelo Presidente da Câmara de Água Grande no último fim de semana na zona de São Marçal, não foram do seu conhecimento.

O Presidente Ekneide Santos em parceria com moradores do bairro do repouso, instalaram uma nova rede de distribuição de água para os habitantes do referido bairro. Uma engenharia considerada “pirata”, que acabou por destruir o sistema de distribuição de água em toda a zona de São Marçal. « Não houve concertação prévia, a intervenção que foi feita no domingo passado, permitiu a destruição dos ramais domiciliares de muitos clientes desta localidade. É uma preocupação para EMAE por causa da perda de água provocada pelos trabalhos de escavação que foram feitos no local», denunciou o responsável da EMAE ligado ao sector da água.

EMAE diz que não teve conhecimento da acção realizada pelo Presidente da Câmara de Água Grande em parceria com alguns moradores do barro do repouso, eo mais grave é que a maioria dos habitantes da zona de São Marçal, ficou sem acesso a água potável, por causa da intervenção considerada a margem das leis. «A EMAE apela a população e as instituições que querem contribuir para que possamos levar água e energia para as nossas populações, que ela seja feita em sintonia com a EMAE. Porque a EMAE é a única instituição do país, com credenciais, que tem quadros qualificados para levar a cabo essas acções», declarou do Director Geral da EMAE, José Maria que esteve esta terça – feira na zona de São Marçal, para testemunhar in loco as consequências da intervenção ao que tudo indica ilegal, do Presidente da Autarquia de Água Grande em parceria com alguns populares.

Abel Veiga

    51 comentários

51 comentários

  1. Falar Verdade

    19 de Março de 2014 as 16:39

    A EMAE está com a dor de cotovelos! Viva as Obras Públicas em prol do bem estar social das populações…Que outras câmaras sigam a pesada da Câmara Distrital de Água Grande. Continuação de boa semana laboral a todos! Fui…

    • mé-zochi

      20 de Março de 2014 as 8:44

      Os direitos da população do Bairro Repouso em ter água canalizada termina quando começa o s direitos de não destruição de outras canalizações já existentes. Então Meu caro acredito que essas obras devem ser feitas sim, mas qual é a vantagem de destruir uns para dar aos outros. Isso não é desenvolvimento, é regressão

      • Antonio

        21 de Março de 2014 as 16:15

        Caros santomenses
        Deixem de fazer política e preocupa mais com o povo. Eu sou residente em S.Marçal, Bairro de repouso por isso quero informar que primeira coisa que se fez foi enviar um pedido formal para Emae que como todos santomenses sabem nem respondeu. Emae sabe apenas cortar energia e nada mais.
        Como Emae não respondeu nós fizemos pedido a câmara que nos disponibilizou apenas tubo. Para vosso conhecimento fomos nós os moradores que escavamos e arrebentamos o tudo, mas valeu apena pq finalmente a problemática chamou atenção da Emae. Hoje estamos sem água mas acredito que a situação irá ser resolvido porque como estava também não estava bem se não nós os moradores não iriamos escavar

    • Ekeneide dos Santos

      20 de Março de 2014 as 10:47

      Brevemente iremos esclarecer ao país sobre os fatos que as instituições não querem assumir, tudo por causa das políticas de terra queimada e interesses pessoais de cada grupo.
      Iremos saber realmente quem está a faltar com a verdade.

      • Lucas Melo

        20 de Março de 2014 as 18:43

        Caro presidente de Câmara Distrital de Água Grande. De acordo com o protocolo assinado entre a Camara e a EMAE, a Cláusula terceira diz :
        Obrigação da EMAE, a)Fornecer Mão de Obra Qualificada.
        Na Cláusula Quinta diz: Responsabilidades
        1 – Ambas as partes se comprometem a criar uma comissão de seguimento e implementação do objecto do referido protocolo devendo emitir o respectivo relatório Mensal.
        2 – todas as actividades com vista prossecução dos objectivos do presente protocolo serão do conhecimento e aceitação de ambas as partes.

        Será que a câmara cumpriu o protocolo assinado ou buscou o protagonismo só para si ? se cumpriu, meus parabéns, se não cumpriu, lembre-se que a lei e acordos são para serem cumpridos. a necessidade da população não pode ser instrumento politico.

  2. pedro antonio

    19 de Março de 2014 as 16:48

    já faz tempo que vem metendo os pés entre as pernas. este é um abuso. não si faz politica desta forma menino keney. não ilusione o povo pequeno. a politica si faz com caracter e muita prudencia.cuide mais das sugidades que estão dentro do nosso mercado e aredores.

  3. manuel soares

    19 de Março de 2014 as 17:05

    Bonito Kiney dá trabalho aos ditas pessoas qualificadas, credenciadas e autorizadas que nada fazem, então respondem-me por favor, porque é que São Tomé não tem água potável canalizada? Temos imensos rios a correrem para o mar, captam as águas dos rios, tratem-nas e distribuem-nas para a população, como se faz em quase todos países do mundo, sejam inteligentes e práticos meus senhores engenheiros e técnicos da Emae. Se o problema está no dinheiro ou financiamento dos projectos então digam para se resolver junto aos nossos parceiros.

  4. Zé Vinga

    19 de Março de 2014 as 17:07

    Este presidente de câmara é um fora da lei mesmo. A Câmara Distrital de Agua Grande deve reger-se por estatutos e não agir por acções meramente populistas. É verdade que as populações precisam de tudo um pouco, mas existem instituições vocacionadas para cada caso que a deve materializar, sob pena de virmos a estar presente abras do presente sem acções consequentes.
    o Kiney quer é votos porque já se aproximam as eleições e ele como no passado foi um mauzão com o João Viegas traindo aquele que lhe havia dado emprego, agora quer tudo fazer querendo por populações de pequenos bairros contra instituições do Estado como a EMAE por exemplo.
    É por estas e por outras que este país não vai a lado nenhum. É a tal história do sapateiro que quer reparar a chaparia de uma viatura ou do lavrador que se arruma em grande contabilista.
    E parece que o Kney tem um problema em Portugal para resolver. Ou não?

  5. Manuel Vicente

    19 de Março de 2014 as 17:38

    Brevemente iremos saber se a EMAE soube ou não, porque sou morador deste bairro e todos os démarches foram dados juntamente com a equipa da EMAE, liderada pelo engenheiro Abel que forneceu a lista dos materiais e pediu-nos que junto a Câmara, poderíamos arranjar os materiais e fazer-nos escavações que eles iriam fazer as ligações. Tudo foi fornecido pela Câmara, mas a verdade é que EMAE não apareceu, alegando a presença do Presidente da Câmara no terreno e chegou a perguntar meu colega, porquê convidaram o presidente da Câmara, e se ele estiver lá, não fazemos a ligação. Só não entendo tudo isso pra quê, a presença de uns incomoda os outros e o povo aonde fica nessas situações?

  6. Maracuja

    19 de Março de 2014 as 17:39

    Dentro da lei ou fora da lei, queremos Água, estamos cansados de esperar pela emae, todos os dias amanhã, amanhã, amanhã,estamos fartos dessas bincadeira.

    • Jangada de Pedra

      20 de Março de 2014 as 13:27

      O senhor pode querer água mas não pode prejudicar os outros que já usufruem desta água deixando-os sem a mesma. O não é assim. A sua liberdade termina quando começa a minha. O que é que um país ganha se uns que já têm água deixam de ter esta água para que outros que não têm passem a tê-la? Isto é desenvolvimento?

  7. Pão com Chouriço

    19 de Março de 2014 as 17:40

    Este é um exemplo de um país onde cada um faz o que lhe apetece, sem consultar ninguém, com toda a impunidade. Nunca pensei que o país chegasse a este estado.
    Toda a gente quer mandar e fazer as coisas fora da lei, não respeitando os outros. Não existe Tribunais neste país? Este senhor presidente da Água Grande deveria automaticamente perder o seu mandato com este tipo de brincadeiras de mau gosto. Quem lhe mandou estar a desenvolver um trabalho que não é da sua competência? E se ele faz este tipo de trabalho como é que é feita posteriormente o controlo legal dos contratos das pessoas que passam a usufruir desta água com a respetiva empresa EMAE ? Isto é usurpação de funções de uma empresa que deveria estar a cumprir a sua função neste âmbito.
    Que raio de país é este?
    Se eu vivesse em São Marçal e fosse um dos prejudicados com a ação deste presidente de Câmara automaticamente apresentava uma queixa na procuradoria porque isto é um abuso. Este país não tem leis?

  8. Tito

    19 de Março de 2014 as 17:42

    È mesmo assim, se a EMAE fazia o seu trabalho, nada disso acontecia. A EMAE só está a espara que as ONG, Camaras colocam água para facturarem no fim do mês. E para quê serve este dinheiro? Para pagar grandes salários a dirigentes desta Empresa Publica falida.

    O que eu saiba, e que foi dito na TVS pelos populares, o presidente da Camara não colocou água para um bairo que ainda não tinha, só fizeram a renovação da rede de distribuição, colocando novos canos maiores e a uma profundidade que não pode ser danificada ou vandalizada. O Diretor de EMAE deveria dizer obrigado a Camara que tem feito muito dos trabalhos que compete a EMAE, permitindo essa de faturar no fim do mês e deixar de politiquice. Ainda bem que a eleição vai chegar para o povo “mandar na urna” e liberar STP, desses oportunistas, que só conseguiram ser Director por razões politicas, porque e por serem facilmente manipulados pelos políticos.

  9. Flori canidu

    19 de Março de 2014 as 17:43

    Quer dizer a aproximar a campanha, toda a agua que a Camara levar para os bairros, é fora da lei? E os outros abastecimento que foram feitos antes, como por exemplo: bairro da liberdade, ubua caju, Penha, mulundo, praias, boa morte e entre outras, também eram fora das leis? Haja paciência com a Emae. Arranja outra forma de fazer política.

  10. Jaca dochi

    19 de Março de 2014 as 20:06

    É muita falta de respeito e desordem por parte de Kiney.Assunto de ÁGUA tem a EMAE como gestora.
    Um MONTÃO de. LIXO está na cidade para apanhar e limpar.NADA!

  11. Original

    19 de Março de 2014 as 20:11

    Isto era de esperar porque disse no último comentário que este jogo era de gato e rato.EMAE não distribui água porque não quer ou o depósito não tem capacidade para manter o nível de água desejável?Se não distribui água porque não quer é mau mas se não distribui por falta do produto no local que é depósito a em meu entender a Câmara deveria em parceria com EMAE,criar condições para manter o depósito cheio e só assim poderia garantir água em vários locais e permitir novas canalizações.Vamos ao raciocínio que um burro faria:Tenho um depósito com capacidade para 50.000 litros de água e para satisfazer os clientes,teria que ter mais água a entrar no depósito do que a sair para manter o referido depósito sempre cheio:agora se Câmara ou outra instituição vai colocar tubos de canalização para moradores pergunto esta água vem de onde? Isto só pode ser algo de alguém que está com casaco e com camisa rota por baixo.Isto não funciona nem aqui nem em nenhum lado qualquer e deixem de enganar a população com essas façanhas porque estamos fartos.O querer fazer não é tudo o essencial é fazer bem de forma que as pessoas ficam servidos.Porquê que a Câmara não canaliza esta verba para em conjunto com EMAE melhorar a captação e conduta de água para depósitos e estão com esta propaganda barata e a gozar com população? Água deve ser um bem que um qualquer desgraçado miserável deve ter acesso e não aquilo que vejo por aí estar com bidons de cima para baixo a procura de um fontenário público para catar água.Parem com isso que já é demais.Pergunto: quantas inaugurações não houve e quantos locais têm água a correr?Só campanha mais campanha até quando?

  12. gente

    19 de Março de 2014 as 20:29

    Meu Deus…o que é isso? como o país pode funcionar assim? e mais, ação com origem em uma importante instituição, que é a Câmara Municipal….Diagnóstico: o problema do país reside na crença funcional das instituições e não em pessoas…mesmo admitindo que existam boas pessoas e boas intenções….

  13. santy

    19 de Março de 2014 as 20:52

    falar verdade!! deverias ir a escola para entenderes certas coisas. a EMAE nao e contra a melhoria das condicoes de vida da populacao, mas sim CONTRA ESSE TIVE DE INTERVENCAO, porque pode ter levado agua a aquela localidade, mas retirou de muitas outras. pelos vistos apoias esses tipos de intervencoes. destruir o bem estar das pessoas.

    • Falar Verdade

      20 de Março de 2014 as 10:15

      Caro Santy! Lamento o teu comportamento de baixo nível, porque este precioso espaço é reservado aos internautas, e não é para insultos e injúrias.
      Devemos criticar com elevação, e sobretudo respeitar ideias de outros.
      Salvo erro, conforme escreves relevas ao contrário do que dizes. Acho que deverias ler imenso, porque escreves muito mal.
      Assim vejamos:
      No início de uma frase deve-se escrever com letra grande, também ao invés de tive é tipo.
      Continuo afirmar categoricamente que o comportamento da EMAE tem a ver com o sentimento de ciúmes e inveja que tem da Câmara Distrital de Água Grande, porque toda a intervenção da Câmara é do conhecimento prévio da EMAE.
      Este mau estar entre ambas instituições deve-se à questão política.
      A EMAE é considerado como aqueles cães que não comem e nem deixam os outros comerem.
      Viva Desenvolvimento e abaixo inércia!

  14. santy

    19 de Março de 2014 as 21:04

    Flori canid! o EMAE nao esta a criticar o facto de ter havido abastecimento de agua potavel naquela localidade, mas sim o meio utilizado pra tal. esse meio, fez com k as outras localidades perdessem a agua potavel, entendeu?!

  15. Os Judas

    20 de Março de 2014 as 8:07

    Atenção, meus caros leitores deste jornal afinal o que é isso, vamos unir esforços para um S.Tomé melhor se a camara faz este tipo de acção é de louvar senhores a quanto tempo que aquele e muitos bairros da periferia gritam por este precioso liquido, qual é o papel da EMAE se quando o cidadão nacional faz um pedido de água a EMAE há sempre barreiras por parte da EMAE pq não há condições para por água

  16. Alfredo Gentil

    20 de Março de 2014 as 8:16

    O jovem Kney está fascinado com o poder e está a cometer atrocidades. Como é possível um homem com formação académica imiscui-se na seara alheia com vista a tirar dividendos políticos. Isto é um crime que lesou muitos consumidores. Me dá até pena, ver este jovem mergulhado na lama a dançar bulauê em vaji Sun Zon da Clussu, (in) feliz da vida para em seguida ir tomar uma série de banhos. Convenhamos. Já são muitos os erros acumulados. Retira viaturas estacionadas e as deixa vandalizar e fica impune. Assalta quiosques de nacionais para proveito próprio e não dá a cara quando confrontado, manda o seu boy o da pastelaria Quebom, para tentar salvar a sua pele. Vá com calma ao pote para não te fundares na lama.

  17. nón sé machí lélí

    20 de Março de 2014 as 8:22

    O Senhor Presidente da Câmara de Água-Grande já está a fazer a sua Campanha ,casa em casa …………..

    • Olhos bem abertos!

      20 de Março de 2014 as 11:22

      É a factura que os Santomenses terão que pagar devido a precariedade de políticos feitos a pressa. Muitos não conhecem S. Tomé e Príncipe. Não se compreende o estado dos dois mercados principais da capital. É uma sujeira por todos os lados. A Cidade está a cada dia que passa nauseabunda. A comida a ser vendida em todo lugar é canto, ninguém toma medida. O Sr. Kneidy Santos, devia é fazer uma parceria; com o Delegado da Saúde, Polícia Nacional, mais polícia Económica, no sentido de pôr termo a esse tipo de venda pública, de alimentos confeccionados, que é um grande atentado a Saúde Pública e como dá muito mau aspecto a nossa bela cidade, que é pequena, mas tinha asseio e bastante ordem. É que desde o Primeiro dia que toma o poder, passa toda a vida a fazer campanha e muita coisa essenciais vai ficando para trás.

  18. Reflexão

    20 de Março de 2014 as 9:26

    Meus irmãos, aconselho-vos a rever o comentario do sr. Manuel Vicente: A EMAE sabia de tudo mas não apareceu porque que tirar o protagonismo a Camara. Se o Presidente da Camara está a Fazer Política, a Emae não devería ter o presente comportamento, mas sim buscar realizar outras açoes que de igualmodo beneficie a população, para todos saímos a ganhar. Não é estar a armar politiquices que vai lezar mais ainda o nosso povo, virando o próprio povo contra os que querem fazer alguma coisa, mesmo que as intenções não são as melhores.

  19. Matabala

    20 de Março de 2014 as 9:27

    Quem esta falando mal do Noso grande Kiney nem parece santomense. Agindo fora ou dentro da lei mas tentando salval uma população da vergonha nacional que é ter mais de meia dúzia de rios e andar a beber agua do “vaji”. Penso que é uma atitude de quem quer fazer e não quer esperar a boa vontade da EMAE que leva anos para fazer uma simples ligação…Bem haja Kiney, não desanimes e bom trabalho.

  20. Matabala

    20 de Março de 2014 as 9:31

    Certamente com esta acção da camara municipal, vai haver intevensão da EMAE e resolver o problema para todos né? e todos terão agua…

  21. Bodón

    20 de Março de 2014 as 9:32

    Ciúmes e mais ciúmes! Deixa o jovem trabalhar!! Aquele que foi o melhor diretor dos Correios, que levou a Empresa dos Correio a ser a melhor Empresa do país , hoje director geral da EMAE é que se deslocou, ele próprio ao terreno. Grande Director da EMAE. VIVA CORRUPÇÂO!! Corrupto e invejoso! Sem vergonha! Só em STP!!

  22. FEXA PATA

    20 de Março de 2014 as 9:44

    Deixem de falar trabalhem o povo precisa de quem faz não de quem tem razão ou não se todos tivessem a fazer ilegal ou não para o povo TERRA estaria muito avançada ( O QUE SE VÊ É NÃO FEZ E NÃO DEIXA QUE OS OUTROS FAZEM MUDEM A MENTALIDADE QUEM GANHA É O POVINHO).

  23. Kanimambo

    20 de Março de 2014 as 10:13

    Carrega Kiney, O Zé Maria como gestor é um nabo e corrupto e o Abel Vila Nova, estão a ver, o ADI é que lhe colocou lá e agora está a pagar-vos com glamour. Deixem trabalhar quem realmente quer trabalhar o resto é cantiga.

  24. alvaro

    20 de Março de 2014 as 10:52

    Sao questoes meramente politica. porque se nao vejamos. Foi demetido das funcoes por falta de agilidade politica, creio eu,o Ministro das obras publicas em substituicao um homem de credibilidade politica no seio do seu partido. Agora vejamos, o Senhor Presidente da Camara de Agua grande nao e da mesma idiologia politica. Reparem: As eleicoes se avizinham de que^ que se esperam……

  25. Fédé ká Dóxi

    20 de Março de 2014 as 11:07

    Maus amigos. Não sei a quem dar razão. Mas gostaria de mencionar alguns factos:
    1. O Sr. Kiney, transformou o mercado de água arroz em posto médico e queria construir um outro mercado sobre o passeio e a beira de uma vedação privada, foi interdito pela DOPU;
    2. Tentou construir outro edifício em Oke d’Elrei, foi impedido pela DOPU; entre outras.
    Então ele não sabe que autorização para edificação de obras públicas é da responsabilidade da DOPU?
    É bom que ele como autoridade, deve respeitar outra.
    Por outro lado a EMAE só quer ver a papa feita. Porque se as canalizações não arrebentassem e os trabalhos fossem concluídos a EMAE depois ia obrigar a todos os beneficiários fazer contrato e aí a EMAE começa a cobrar.
    Pergunte a EMAE, se ela sabe quanto custou a canalização de água de BOM BOM/Cova Barro/Pema Pema. Mas é ela que faz todas as ligações domiciliárias e cobra o consumo (Esta informação foi-me passada por um morador de Cova Barro)é bem fidedigna. A EMAE que desminta.
    A EMAE diz sempre que a rede não tem água. Mas qdo concluído anarquicamente, vai lá cobrar.
    Então quem tem razão? EMAE que faça o seu trabalho e esteja em cima de acontecimento.
    O KIney tb que é uma autoridade deve fazer tudo para seguir a lei e deixar de fazer campanha com obras anárquinas como parque de motoqueiros de S. Marçal.Bem Haja

  26. herlander noronha

    20 de Março de 2014 as 11:20

    Todo isso é vontade de fazer sei que o presidente da camara não agiu de ma fé ele sim queria ajudar a camada maa desfavoressida a terem este bem precioso tendo em conta havendo uma instituição credenciada para execução dessas mesmas obras do meu ver as coisas ja estão feitas a que encontrar soluçao para a resolução do problema e parar de tar a criticar, se os mas velhos inteligentes que dizem ser cometem erros graves quanto mas ele que é jovem promissor ajudem o senhor presidente a reparar o erro . Tenho dito

  27. Hotage

    20 de Março de 2014 as 11:50

    A EMAE e uma instituicao afecta a camara de que Distrito for, isso para o Caso do mosso Pais. O formacimento de Agua a populacao e da comptencia da camara, enquanto que a energia esta sim, compete o empresa credenciada para o efito. Nesse ambito,o pedido de colaboracao da respectiva camara para o fornacinemto de energia a local que entender, esta (a Camara) assumira os custos e os respectivos pagamento das despesas feitas pelos beneficiarios.
    A EMAE nao tem o contrato exclusivo de fornecimento de Agua e Luz a Populacao; nao e assim e nunca foi assim.

  28. Militar

    20 de Março de 2014 as 12:32

    Ora muito bem, não estou contra o serviço do Senhor Presidente da Câmara de Agua Grande, são bem vindo esses trabalhos. A minha pergunta, é sendo a Câmara orgão do Estado porque motivo não são os funcionários da câmara à realizar está obra para bem de todos populares do “Bairro do Repouso”.

  29. H. Borges

    20 de Março de 2014 as 14:56

    Abel,se faz favor, publica o contrato que a Emae assinou com a Câmara, que prevê este tipo de acção. Sejamos honestos e pensemos primeiro no povo e depois nas politiquices.

  30. rancataco

    20 de Março de 2014 as 15:13

    viva Kiney …

  31. JOAO ALMEIDA

    20 de Março de 2014 as 16:05

    Isso é e sempre foi infelizmente uma republica das bananas. Pq so numa republica das bananas um presidente da camara faz uma barbaridade dessas e fica impune.É mesmo um pais sem leis. Q governantes sao esses que temos no pais q aceita semelhante abuso.
    Que DEUS nos acuda

  32. jaka

    20 de Março de 2014 as 16:20

    Meu caro Kanimambo,

    Vamos ter discurso com alguma elevação, chamar os outros de corrupto e nabo, não nos leva ao lado nenhum. Não estaremos a ajudar em nada. Acredito que o Senhor mal conhece o José Maria. Falo com propriedade porque conheço bem a pessoa em causa, e até então não ouvi que ele esteve ou esta envolvido em qualquer acto de corrupção e nem tão pouco levou alguma empresa em falencia. Por isso meu caro, este espaço não pode ser utilizado para denigrir os outros nem tão pouco por em causa a imagem de cada um de forma leviana como o senhor esta a fazer.

  33. kuaNon

    20 de Março de 2014 as 17:10

    Boa tarde meus conterranios .
    Li atentamente os comentários que vocês fizeram, e reparei que as pessoas não estão preocupados com oque se passou mas sim, quem tem razão. Oque não é muito importante para o bem do povo do nosso são Tome.
    Pelo oque eu entendi, o problema não está em bairro ter agua ou não, mas sim como tê-la. O processo de distribuição de água no bairro de Repouso, não foi oficialmente acompanhado pela EMAE (segundo eles). A EMAE queria que fossem eles a estar a frente como se fossem eles a canalizarem a água para bairro, já a contar com a campanha.
    O Santos, ate tem feito bom trabalho na Camara tem-se esforçado muito. Mas, porque o partido que sustenta o Governo não e o da opção partidária dele, tudo ou a maioria parte do trabalho que ele tenta realizar fica bloqueado. Os governantes não estão preocupados com o bem do povo mas sim, o medo para o partido (X ou Z) não fazer qualquer coisa boa e ter aceitação de povo nas Urnas.
    O nosso São Tome só terá algum desenvolvimento, quando abdicarmos dessa forma de pensar.
    Viva STP.

  34. Nada a ver

    20 de Março de 2014 as 18:06

    Olá, caros leitores. Pela primeira vez reajo a uma notícia veiculada nos nossos meios de comunicação. Faço isto porque esta notícia chocou-me particularmente. Sou um dos habitantes do referido bairro e posso vos garantir que esta notícia não corresponde a verdade.
    A verdade é esta: Os habitantes do bairro do Repouso têm vindo a sofrer de problemas de água: a rede de distribuição de água está obsoleta e origina muita perda de água ao longo do percurso. Assim, a população fez uma carta à EMAE pedindo ajuda para a renovação da canalização. Tendo tido informação que a EMAE não dispõe de materiais para o efeito, adquirimos os mesmos juntos a Câmara Distrital de Água Grande. A população organizou este trabalho cívico para domingo (16/3/14), dia em que toda gente pudesse dar uma mão na escavação e colocação dos tubos. E assim foi… Fizemos um longo e árduo trabalho de equipa. O Presidente da CDAG passou por lá, presenciou o nosso esforço e até mesmo entrou em contacto com um pessoal da EMAE para fazer a ligação da água, já que isso é da competência da EMAE. O mesmo recusou-se em comparecer, apesar da insistência do Presidente da CDAG, alegando que não tinha sido informado da nossa ação. De facto, a população só havia informado a EMAE oralmente. Na 2ª feira, 17/3/14, o Diretor-geral e o Diretor de água da EMAE foram para o local e disseram que o tubo de canalização não era o mais adequado. Era necessário usar um tudo de maior polegada, já que a comunidade tem muitas casas. Quando leio no TELANÓN que o Presidente da CDAG põe água ilegal, choca-me porque é justamente ele que ficou sensível ao nosso problema e deu uma mão. O pior é que quando se veicula estas desinformações só se prejudica a população. Agora pergunta-se: Quem vai fornecer os tubos? Quem vai refazer a escavação feita pela população?
    Só desejo força ao Presidente da CDAG e agradeço em nome da População pelo gesto simpático.

  35. santy

    20 de Março de 2014 as 21:41

    falar verdade! o nivel academico que possuo, tu nao possuis certamente. ou seja, acabei de dar inicio a um doutoramento, e os erros que ali ves, tem a ver com o pais onde me encontro, estou num pais de expressao inglesa e a usar um teclado diferente caso nao saibas. ou seja, nao e um teclado portugues, e como tal, existem palavras, que se tornam impossiveis se escrever de forma correcta. e critiquei a tua mentalidade e nao oo teu ponto de vista. tente entender isso.

    • Falar Verdade

      21 de Março de 2014 as 8:56

      Meu irmão Saty! Acho que andas muito stressado! Aconselho-te a medicar-se, caso contrário, terás problemas do índole mental.
      Tu nem aparentas ser titular de grau de mestrado, visto que maltratas imenso o nosso amigo Camões!
      A tua justificação é infundada, até pensei que já me deixaste em paz.
      Meu caro amigo, não preciso de exibir o meu diploma universitário para dar a entender à opinião pública que sou importante. Cresça e aparece…!
      Viva liberdade de expressão e abaixo preconceito de inferioridade!

      • santy

        21 de Março de 2014 as 10:42

        ja deu para entender que tens problemas de compreencao, ou nao sabes a diferenca entre um teclado portugues e um ingles. e compreensivel. agradeco ao senhor por se calhar seres o unico no pais com esse tipo de mentaliade “tirar a uns para dar aos outros”.. (” quero atingir um fim, nao obstante o meio utilizado”)

        • Falar Verdade

          21 de Março de 2014 as 15:18

          Ainda insistes…!
          Meu caro amigo Santy, por favor, faça a correção das palavras compreensão e mentalidade.
          Cada vez mais estás a cavar a sua própria sepultura! Bom fim de semana, meu caro irmão!

  36. santy

    20 de Março de 2014 as 21:45

    e existem palavras que so fores um pouco esperto notas que foram erros da rapidez da escrita, e nao por desconhecimento da mesma. vamos debater a noticia em si, e nao tentar procurar coisas como a lingua portuguesa pra discutir, porque por esse caminho, nao chegas longe

  37. H20 - anedota de Bocage

    21 de Março de 2014 as 8:10

    A Agua – Poema de Bocage
    “A Água”,
    de Manuel Maria Barbosa du Bocage.

    Um clássico da literatura portuguesa

    “A Água”

    Meus senhores eu sou a água
    que lava a cara, que lava os olhos
    que lava a rata e os entrefolhos
    que lava a nabiça e os agriões
    que lava a piça e os colhões
    que lava as damas e o que está vago
    pois lava as mamas e por onde cago.

    Meus senhores aqui está a água
    que rega a salsa e o rabanete
    que lava a língua a quem faz minete
    que lava o chibo mesmo da raspa
    tira o cheiro a bacalhau rasca
    que bebe o homem, que bebe o cão
    que lava a cona e o berbigão.

    Meus senhores aqui está a água
    que lava os olhos e os grelinhos
    que lava a cona e os paninhos
    que lava o sangue das grandes lutas
    que lava sérias e lava putas
    apaga o lume e o borralho
    e que lava as guelras ao caralho

    Meus senhores aqui está a água
    que rega rosas e manjericos
    que lava o bidé, que lava penicos
    tira mau cheiro das algibeiras
    dá de beber ás fressureiras
    lava a tromba a qualquer fantoche e
    lava a boca depois de um broche.

    “A Água”, de Manuel Maria Barbosa du Bocage.

  38. vunge vera cruz

    21 de Março de 2014 as 10:07

    A verdade é que nesta demanda toda houve vitimas e danos causados,sendo assim,penso que alguém deve responder por isso.

  39. bobwaboo

    21 de Março de 2014 as 10:17

    Meu caro Ekneide, o pais esta de cabeça pra baixo por causa da família Trovuada, sabe onde travuada passa todo destrói, pk vçs estam a platar o q nõa vai colher a pais tem a lei como outros pagão a EMAI pra ligar agua e outros não? a agua sem higiene faz mal tu devias cuidar das lixeiras nos mercados esgotos e organizar os chamados palaiês, pk o pais não vai ter o meios pra endemias q poderá acontecer. sabe q o povo esta abrir os olhos. foi

  40. arelitex

    23 de Março de 2014 as 11:51

    caros quando se chega ao ponto ,em que uma camara qualquer , vê-se forçada a tomar iniciativas ,em conjunto ou nâo com a população ,por vezes podem nâo ser as mais corretas ,mas a intênçâo de certeza ,que nâo éra para prejudicar ninguém .é porque alguma coisa nâo funciona bem na própria EMAE .para mim um dos grandes culpados é o próprio director da EMAE .que acaba por nâo saber o que se passa no terreno , ou se sabe ( deixa andar ) .eu pergunto que tipo de director geral operacional é este . ele têm que obrigatoriamente estar presente em todas as situações graves ou nâo graves ,e saber de tudo ,relacionado com a sua área. logo de inicio e dar soluções .é a este tipo de pessoa que se chama um director .

  41. Kaka

    25 de Março de 2014 as 21:48

    Os governantes SANTOMENSES sao doentes e o povo santomense sao anormais !!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo