Destaques

Ébola : ONU diz que faz mais vítimas entre mulheres que homens

Segundo OMS, enfermeiras representam maioria das vítimas entre pessoal médico; na Libéria, 75% das mortes por ebola são de mulheres, já em Serra Leoa são 59%.

Edgard Júnior, da Radio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, informou que as mulheres são as maiores vítimas do surto de ebola na África Ocidental.

Na Libéria, as mulheres representam 75% das mortes registradas no país. Já em Serra Leoa, 59%.

Enfermeiras

Segundo a OMS, as enfermeiras são as maiores vítimas entre o pessoal médico.

A ONU Mulheres afirmou que apesar dos indícios de que as mulheres correm maior risco, não houve até agora nenhuma comunicação ou serviço específico para o grupo.

A agência declarou que qualquer resposta para combater o vírus do ebola deve abordar as necessidades das mulheres e seu papel de liderança nos cuidados de pacientes. 

Informações

A porta-voz da OMS na Libéria, Maricel Seeger, disse que é vital que as mulheres tenham as informações necessárias para conter a propagação do vírus.

Segundo a agência da ONU, a comunidade internacional, os governos e os parceiros devem colocar a mulher como um agente-chave de mudança e de mobilização social no combate à doença.

A ONU Mulheres está trabalhando de perto com os países infectados pela doença, principalmente para informar e ensinar as mulheres como evitar a disseminação do vírus na região e em particular, em áreas rurais.

Parceria : Téla Nón – Rádio das Nações Unidas

    1 comentário

1 comentário

  1. nonoo

    8 de Setembro de 2014 as 8:30

    poderia espulsa a TAP de voa em nosso teritorio, em Quine Bissaul TAP ñ foi obrigatodo a leva mesmo porque ñ poderia ameaça, como fiseram la em quine

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo