Destaques

Ministro da educação mostra sinal de STOP aos professores alcoolatras e de tendência pedófila

Numa comunicação aos professores do ensino secundário dos distritos de Lembá e Lobata, por ocasião da conclusão da formação a que foram submetidos durante 2 anos, no quadro da cooperação com o Brasil, o ministro da educação Jorge Bom Jesus, lançou um ultimato  todos os professores do país.

Segundo Jorge Bom Jesus, no novo ano lectivo que começa no dia 15 de Outubro, não será aceita a presente de professores embriagados nas escolas, nem tão pouco os que gostam de namorar as alunas e menores. «Este ano lectivo seremos implacáveis com os professores e professoras embriagados no recinto escolar. Tolerância zero para os professores que namoram alunas e menores» advertiu o ministro.

Jorge Bom Jesus, aproveitou para reforçar o propósito de separação que deve ser feita entre os alunos, que são a razão da existência dos professores e do próprio ministério da educação, da tendência nacional de se politizar tudo. «Obviamente que alguns questionam o adiamento das aulas no ensino público param 15 de outubro. Entendemos que a criança deve ser algo sagrado do sistema de ensino. Sem aluno não há professor, não interessa haver o ministro da educação. O aluno em primeiro lugar e acima de qualquer outro interesse», enfatizou.

O Ministro não quer que a causa da educação, e sobretudo a inocência dos alunos, razão de ser da existência dos professores, seja sejam levados pelas enxurradas das eleições de 12 de Outubro. «A educação da criança, o nosso futuro colectivo, não pode transformar-se numa bola política em que cada um chuta como quer, em função dos seus interesses eleitorais. Vamos deixar passar os excessos do vendaval da campanha política, para que a qualidade do nosso ensino não seja arrastada pela enxurrada», concluiu.

Abel Veiga

    14 comentários

14 comentários

  1. Guadá Qua cá bi

    22 de Setembro de 2014 as 8:36

    Se vamos ver a nossa conjuntura e a nossa realidade,os grandes e maiores pedófilos deste país não são os professores,pode ser que existam alguns,mais os maiores e grandes são os próprios dirigentes e governantes deste país,este Ministro tem que começar a arrumar o seu próprio Ministério,disciplinar e depois para sair com moralidade.Deveria sim preocupar com o inicio das aulas,que foi uma vergonha para este governo ter anunciado e feito a abertura do ano e no dia seguinte suspendem o inicio do ano,portanto está a tentar tapar o sol com a peneira,para se dizer que ele está preocupado com a Educação.Eis uma vergonha como Ministro,só num País das bananas.Enquanto suspendeste o ano lectivo alegando desculpas desfasadas,os vossos filhos estão a estudar no IDF,portanto este é um governo de fla só… fla só…

  2. Mé Zemé

    22 de Setembro de 2014 as 8:58

    Acho muito bem que se tome medidas contra os professores alcoolizados e os que namoram alunas e menores. Mas, essas medidas têm que ser sérias e postas mesmo em práticas, pois como já sabemos, maior parte dessas medidas não passa de falatório, pois na prática, nada. Outra coisa muito importante, é que, o exemplo tem que vir de cima, se próprio os nossos dirigentes anda com menores (as famosas catorzinhas), como terá ele a legitimidade para aplicar essas regras e julgar os outros?? Até os Juízes andam com catorzinhas… Quanto a suspensão das actividades lectiva para depois das eleições, o sr. ministro esteve mal nessa decisão, pois não vejo como diz defender as nossas crianças tornando-as mais limitadas. Agora também, vir a comunicação social se vitimar dizendo que se está o politizar essa questão, ficou muito mal da sua parte, pois o sr. ministro não deu nenhuma justificação palpável para essa questão, e o que se conclui é que, o governo toma decisões a pressa, sem pensar ou estão a pensar nos vossos problemas e não o da nação. Espero que um dia sejamos mesmos pessoas sérias e saber assumir as nossas responsabilidades e não estar a tentar culpabilizar os outros por decisões menos boa da nossa parte.

  3. servo de Déus

    22 de Setembro de 2014 as 9:48

    Também estaria com as palavras do Ministro da Educação, roteio escolar não uma casa de buate( casas de sexo e muito mais).

  4. londres genuino

    22 de Setembro de 2014 as 11:45

    Esse ministro demonstrou ser um incompetente com o adiamento do início das aulas.

    A justificação que ele dá não faz qualquer sentido.

    Desde 1990 que São Tomé e Príncipe vem tendo eleições, e nunca se adiou a abertura do ano lectivo por isso.

    Falta esse ministro sim a capacidade de encarar os problemas reivindicativo dos professores.

    Ministro não tem capacidade de resolver os problemas que os professores lhe colocam.

    E as crianças é que pagam pela sua incompetência.

  5. Ma Fala

    22 de Setembro de 2014 as 12:24

    Muito sinceramente esta questao de professores namorarem alunas e banal ate porque ambas as partes integrantes sao culpados, nao pretendo defender estes pedofilos antes pelo contrario, mas para vos dizer que tambem fui estudante e vi com os meus propios olhos colegas a “rejeitarem” colega porque preferem professores de , Matematica, Educacao Visual, Geografia,..etc, neste sentido cabe ao propio professor ganhar consciencia do seu estatuto social e evitar cair nestas tentacoes, porque uma coisa e certa estes meninas tentam e perseguem.
    Relativamente ao alcoolismo estou de pleno acordo porque isto constitui um desrespeito pela propia Instituicao Educacional um tutor ter que ir a sala de aula embriagado, trocando os pes,falar coisas com coisas, dar estudante com bafo de alccol na cara e muito mais.
    Ah! Continuo sem entender a razao para o adiamento do inicio do ano lectivo ,Jorge Jesus, com todo o respeito, os teus arqumentos para rematar esta questao sao todos refutaveis e desprovidos de logica- sejamos serios!

  6. arelitex

    22 de Setembro de 2014 as 12:44

    senhor ministro .comece a ser realista e aprenda a trabalhar no seu país .o senhor pertence aos 90% dos ministros que nâo sei o que andam a fazer nos seus ministérios .porque nâo conhecem as palavras trabalho ,dedicação ,empenho ,competência .o seu ministério está um desastre total de cima a baixo . o senhor é parado demais ,decisões acertadas da sua parte vêm tarde ou nunca . no nosso país têm que ser o próprio ministro ,a estar á frente das batalhas , e ter a certeza que as vai vencendo . comece a aparecer nas escolas de surpresa . sem avisar ninguém . comece você próprio a investigar tudo e todos . vai ver que muitas surpresas vão-lhe aparecer pela frente . vai ver que vai ser necessário medidas drásticas para arrumar a sua casa . o ensino publico já por si é mau ,os alunos com a perca de um mês de aulas ainda pior se torna . pense em compensar esse mês de atraso em terminar as aulas um mês á frente .

  7. Atrapalhação Total

    22 de Setembro de 2014 as 16:02

    Chamar professores de bêbedos em público!!!! Ministro de educação sem educação! Haveria outro quadro ou outro fórum para se tratar deste assunto! Francamente!

  8. Fuba Cu Bicho

    22 de Setembro de 2014 as 17:05

    As crianças são espelhos da casa. Tudo de mal que está acontecendo neste país não partiu de base. Ninguém ignora em S.Tomé a origem destes males. Quantas vezes este senhor já foi Ministro da Educação e só agora vem trazer este flagelo a comunicação social, é propaganda eleitoralista ou consciência pesada?

  9. seabra

    22 de Setembro de 2014 as 22:00

    É uma atitude legítima, normal. Aliás, nem devia ser necessário tal discurso de prevenção sobre a conduta dos adultos responsaveis, professores ….da parte de um ministro, seja em relação ao àlcool, como ao abuso de poder, por intermédio de sentimento, como chantagem, sexo etc…Realmente, deve ser assim para os dirigentes descarados e abusados

  10. seabra

    22 de Setembro de 2014 as 22:12

    …embora haja catorzinhas , já viciadinhas, muito ambiciosas, que estao prontas à arrancar os homens já comprometidos dos seus lares,(porque São levianos e sem juízo…), porque tiram lucro material, visto serem burrinhas, sem classe, estupidinhas….,que normalmente convém à estes ditos supostos homens de poder, que têm + meios materiais, que atraia as parasitas catorzinhas…o pm Gabriel da Costa casou-se com uma destas brutita. Hoje está à pagar caro…mas tem o que merece. “para quem é, bacalhau basta”.

  11. Wê Son Son

    23 de Setembro de 2014 as 11:54

    Seabra, pegaste pesado demais !!!
    rsrsrs

    • seabra

      23 de Setembro de 2014 as 22:18

      Ah sim…peguei pesado? O quer você dizer com isso? Desenvolva a sua idéia!
      Quanto ao que vai dito sobre a estupidona da Laurinha e a verdade, ela precisa de 1 boa formação, de cultura geral, de boas maneiras (diplomacia ou educação) para acompanhar o homem dela, pelo menos por causa do papel q ele desempenha . Repito uma vez mais, o sr. Gabriel Costa,tem aquilo q merece”cá se faz, cá se paga” , brincou e destruiu tantas moças…e só moças de boas familias (lá ele teve mta sorte ,pq ñ eram moças do pequeno nível social dele) . A última partida dele (fui testemunho) , foi de se casar com a catorzinha (na época), Laurinha, sem romper com a moça com quem ele tinha 10 anos de comprimisso , q felizmente foi informada da tal “partida “pelas Lavinia T. e Beca Lima. Quem diz melhor? Creio q todos os são-tomenses conhecem este caso, porque foi muito falado, ao todo o caso no meio lusófono. O pm não tem um passado brilhante com as mulheres, que ele fez sofrer bastante, dando cabo da vida sentimental, do futuro delas,…de fundarem um lar. Ele pagará caro, mesmo sendo Bom politico. Tenho confiança q vai ser uma mulher que vai encarregar-se de lhe destruir, como ele fez com as outras. Cá estaremos para assistir ao espectáculo!!!

  12. Sinto Triste

    23 de Setembro de 2014 as 13:04

    ja nao basta atrasar as aulas ou seja dar uma restaira aos professores, agora este Ministro vem os chamar de bebado e pedofilos. Que nome lhe falta chamar mais aos professores? Sei que um Minstro é um Pai numa casa, se os filhos saiem malcriados e indisciplinados é porque o Pais fez mal.
    É a hora deste Ministro Educar os seus professores fazer-lhe ver que é o Ministro de Educaçao e nao oministro com falta de Educaçao. USEMOS A CABEÇA.

  13. Licenciatura de 10 anos

    23 de Setembro de 2014 as 13:50

    O Ministro da Educação só bebe h20 nas horas livres e foge das catorzinhas. Ele é simplesmente um homem exemplar. Viva o XVI ministro do novo governo Constitucional.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo