BATOTA na DTT foi desmantelada

O Décimo Quinto Governo Constitucional, decidiu retirar a Direcção dos Transportes Terrestres (DTT), da alçada do ministério das infraestruturas, e a colocou sob a tutela do Ministério da Defesa e Ordem Interna.

Assim começa, a história de desmantelamento da rede fraudulenta por sinal antiga, e com muitos tentáculos. O Ministério de pendor militar e para-militar decidiu investigar a fundo as actividades da DTT, e o resultado está a vista.

CAM02400O Téla Nón teve acesso as provas que confirmam a existência de uma rede de falsificação de cartas de condução na DTT, e partilha tais provas com o público leitor. Estima-se que por cada carta de condução emitida fraudulentamente, a rede da DTT recebia valores que rondam 1500 à 2500 euros.

O primeiro exemplo, tem a ver com a carta de condução do cidadão nacional Telmo Trindade, por sinal jornalista da Rádio Nacional. O cidadão em causa é portador de uma carta de condução sob o número 26.245, emitida legalmente pela DTT e com registo do ano 2007.
No entanto a investigação do Ministério da Defesa e Ordem Interna descobriu, uma outra carta de condução com o mesmo número, ou seja, 26.245 emitida pela DTT no ano 2012, a favor do cidadão são-tomense Mauro Mendes Alcântara residente em Portugal. O leitor deve consultar os documentos de prova(PROVA).

Outro exemplo da fraude, tem a ver com o cidadão José Maria, portador da carta de condução número 28.277, emitida pela DTT no dia 7 de Junho do ano 2010. A investigação descobriu a mesma carta, ou seja, com o nome de José Maria, com o mesmo número, com a mesma data de nascimento do portador, mas que foi emitida pela DTT no dia 18 de Dezembro do ano 2013 a favor de um outro cidadão.

A diferença é notada na fotografia do documento. O José Maria de uma carta de condução é mais jovem e de pele mais clara, e na outra carta o José Maria é mais negro, mais forte e claramente mais velho do que o outro José Maria. O leitor é convidado a analisar as provas(Caso José Marias).

O terceiro elemento de prova da batota na DTT, é mais contundente. Trata-se de uma lista de 48 nomes. Todos tem cartas de condução com o mesmo número, no entanto emitidas em datas  diferentes. A maioria dos beneficiários de cartas fraudulentas, é cidadão residente no estrangeiro. Os 48 nomes estão distribuídos por duas listas de 24 nomes cada uma. Pode verificar(Lista dos nomes).

Um escândalo que obrigou o Ministério da Defesa e Ordem Interna enquanto tutelar da Direcção dos Transportes Terrestres, a tomar medidas punitivas, como mandam as normas do Estado de Direito Democrático.

Os Chefes de Departamentos, das secções e de outros sectores da Direcção dos Transportes Terrestres foram demitidos. Também alguns funcionários da DTT foram castigados administrativamente.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Alfredo Gentil Responder

    Acho que, esta medida do Governo foi boa. Pessoas inabilitadas a conduzirem é um perigo público. Parabéns. É pena que o ministro Bom Jesus da Educação conhecedor das fraudes nas certidões não fez NADA. Fez referência aos professores bêbados, que namoram e assediam alunas, adiou o ano lectivo apelando tolerância ZERO, quando está no fim do mandato. Mas pagar os professores do CURSO NOCTURNO, NADA. Os professores estudantes da EFOPE, agora Instituto Superior de Educação estão com os salários desde Janeiro, e os coitados dos alunos-mestres não fizeram as provas, porque o Ministro não está nem aí.

    • img
      Aleluia Responder

      Pois é. É pena que as medidas são tomadas só por aquelas que convém o governo. Realmente no Ministério de Educação e no sistema nacional do ensino, há muita fraude e injustiça. Há alunos com diplomas e certificados falsos.Os mesmos têm acesso ao curso superior nas instituições de ensino privado sem concluir o 12.º ano ou com o título falso. O Ministério não toma medidas. Conheci muitos casos de alunos que nem se quer tinham 9.º ano, mas fizeram curso superior e muitos até são Directores e Presidentes de algumas instituições do País. Quanto aos professores nocturnos que não recebem o seu salário, isto é uma fraude. Mas há um grupo de gentes consideradas importantes aí da praça que forjou um curso superior de Doutoramento e é o Orçamento Geral de Estado que paga as bolsas dessas gentes com direito ainda ao almoço num hotel conhecido aí da praça. O que isso significa? São pessoas até com posses e podiam pagar o seu curso com o seu próprio meio, mas recorrem ao estado porque são influentes. Outros até nem se quer têm mestrado concluido. O Ministério de Educação é conivente com tudo isso. Cínicos.

  2. img
    Iluminado Responder

    Só corruptos e aldrabões numa administração pública miserável e decadente! Falta de dignidade em tudo ou quase tudo, já não se busca o mérito e a excelẽncia, contenta-se com a mediocridade e o clientelismo. Homens tornaram-se pobres e miseráveis ao ponto de se venderem por tostões, há uma grande fome de dinheiro caracterizada por enriquecimento ilícito no seio desta sociedade infantil, atrasada, promiscua e grande ausẽncia de falta de liderança que é a sociedade santomense. Já altura de se criar um organismo que investigue todos os quadros santomenses, investigar junto das instituições de ensino superior onde elegadamente estudaram a veracidade dos seus respetivos certificados de formação. Porque não é normal com tantos quadros existentes no país e não se vê acções concretas que apontam neste sentido. Quem estuda de verdade tem de saber alguma coisa, tem de ser competente e infelizmente não é isso que os santomenses andam a ver. Chega de vaidades e narcismo por parte dos jovens pseudo-quadros, os santomenses querem ver trabalho, querem ter perspectivas, querem fazem sacrifícios por uma causa boa, já não se consegue mais viver numa miséria sem fim!

  3. img
    Acabar com a Corrupção. Responder

    Concordo plenamente com esta iniciativa do governo. Podem dizer mal ddo governo do Gabriel Costa mas neste aspeto tomou a iniciativa que deveria tomar. Isto era uma rede tentacular que ganhava rios de dinheiro com este negócio envolvendo pessoas dentro e fora do país. Agradeço a este governo a iniciativa que tomou. Temos que começar a acabar com esta rede de corrupção que rebenta com o bom nome do país. Muita gente estava a enriquecer a custa deste negócio. Acabou a brincadeira. É o próprio nome do país que fica mal na fotografia. Falta acabar com outras porcarias que continuam a manchar o nome do país como é o caso da linha telefónica do país que está son negócio da sex line internacional.

  4. img
    Jaca doxi Responder

    Ok, um bom resultado alcançado pelo antigo Bastonário da Ordem dos Advogados.

    Que seja feita também investigação profunda com relação à emissão de certidões de habilitação falsificadas, há também nas costelas do Ministério de Educação uma rede fraudulenta muito mais antiga que traz prejuízos imensuráveis ao País. E que seja logo desmantelada!!!

  5. img
    Homem Honesto Responder

    Estas medidas devem ser tomadas e castigar os infratores.
    Mas não deve demitir os funcionários porque estão a reivindicar os seus direitos de acordo com a lei.
    Bom Governo é este que cumpra a lei, mesmo que esteja interessado nalgum negócio.
    Este negócio obscuro com os Portugueses na DTT tem dias contados.

    • img
      luisó Responder

      Com os portugueses na DT?
      Quais portugueses?
      Se calhar o senhor queria dizer com os santomenses que por 2000 euros fazem cartas falsas e vendem a outros santomenses que estão em Portugal e assim, por causa da nova lei, podem trocar a carta de STP para Portugal, sem ler nem escrever como se costuma dizer e os tugas que aguentem com a condução dessa gente.
      Seja homem honesto.

  6. img
    ZEM Responder

    E’ de louver, tenho um carro em sao tome ha mais de um ano mas ainda nao tem livrete, alquem me disse que eu tenho que pagar cerveja para Paulino e ele me da os documentos, ve se podeeee?

  7. img
    Deoney Barbosa Responder

    Queridos patrícios, aqui no Brasil a coisa não esta diferente, somente com muita luta e decisões sábias nas eleições de nossos dirigentes que consolidaremos uma democracia com Justiça Social e Paz para a Sociedade. A Corrupção fará parte dos Países póbres e em desenvolvimentos por muito tempo, somente apos a separação “do joio do Trigo”conseguiremos chegar ao tão sonhado estado de Direito Democrático.

  8. img
    Dia Responder

    è triste ouvir falar de cartas falsas através dos nossos próprios compatriotas dando forças a esses pulas falar do nosso de S. Tomé e Príncipe.
    Quantas cartas falsas não são apanhado em Portugal? só para não falar de outros documentos, dinheiros falsos etc. É triste e lamentável crucificar o S. Tomé quando a realidade não reside apenas em nós, ainda mais quando houvesse pela segunda vez de um homem de estado.
    “roupa suja lava-se em casa”.

    • img
      luisó Responder

      Esses pulas, como lhes chamas, só falam mal porque têm assunto para falar mal ou não achas?
      Agora fala-se das cartas mas toda a gente sabe que não é só as cartas.
      Então e outros documentos tais como certidões de nascimento, certificados de habilitações de liceu, etc, porque toda a gente ouve falar disto á boca cheia ou não.

    • img
      marco Responder

      concordo consigo ele repaxa por pula e sao umiliado.pelo pula

    • img
      arelitex Responder

      senhor Dia . deixe lá os outros países em paz . a nós o que nos interessa é como vai o nosso país STP . se o senhor realmente é sâotomense e gosta de verdade do seu país e se gostava de ver STP a tomar um caminho de vitorias e a sair da miséria em que está mergulhado . nâo se ponha a defender o que está errado nem se ponha a defender a corrupção , esta gente nâo é compatriota sâo sim inimigos do nosso país . seja realista e transparente e ajude a limpar a porcaria que o nosso país têm . nem que seja a divulgar actos de corrupção visíveis por si .

  9. img
    Original Responder

    Se não fosse aldrabices desta natureza,não haveria tantos Doutores e Engenheiros no nosso país.Quando for possivel consultar o registo de escola onde cada um estudou,muitos ficarão de fora.

  10. img
    Dia Responder

    crucificar o nosso Tomé… quando se houve falar pela …… de estado. assim queria eu expor . obrigado

  11. img
    pena de galinha Responder

    Opinião dos Trabalhadores da DTT
    1º Agradecemos a informação postada, mas entendemos que o Jornalista devia investigar e informar-se melhor;
    2º Da mesma forma que recebeu a noticia, devia procurar enteiras-se melhor sobre os mentores que elaboram as cartas na DTT;
    3º No organograma da DTT nao existe Chefes de Departamentos;
    4º Estranha-nos que os verdadeiros elaboradores das cartas na DTT, nao participaram na greve e sao os mais acarinhados pelos Dirigentes……;
    5º Das 4 vezes que fomos recebidos pela Sua Excelencia o Senhor Primeiro Ministro, abardamos esse aspecto, mas nunca actuaou. porquê?……
    6º Agradeciamos que os mesmos que lhes falcutaram as informaçoes vinculadas por si, respondessem a questao do ponto 5 que também é a nossa grande duvida e preocupação, porque somos os grandes revoltosos com toda essa situação;
    7º O caricato de toda essa situação é que todos os demitidos, nunca e em tempo algum, poderiam ter feito cartas falsas porque não têm acesso a assinatura e nem selo branco;
    Conclusao: mas uma vez temos que dar razão a voz do povo ” a corda arrebenta do lado mais fraco”.
    E viva STP

  12. img
    Farina Responder

    É de louvar esta iniciativa, mas acho que as coisas não deveriam chegar a este ponto. Se os serviços funcionassem como deve ser, ter-se-ia feito uma auditoria e isto seria desmantelado a mais tempo e não quando os negocios de uns e de outros estão em causa.
    Concordo plenamente com o comentador que fala sobre as certidões falsas. não será possivel verificar todas, no entanto, determinar uma data de partida.
    A Educação em STP esta que nem cerpente, rastejando, a maior causa é a imcopetencia, embora os nossos estudantes n esforçam.
    Espero que essa medida não pare por aí, e que todas as instituições tomem medidas. Os serviços de notáriado também precisa muito de ser… pessoas registam em seu nome bens dos outros e muito mais

  13. img
    Face Off Responder

    Esta noticia faz fez-me lembrar num processo o qual deu entrada nos tribunais de STP, conjuntamente com uma investigacao corrente na SEFE de portugal, relacionada a rede de adulteracao da Certidao do registo de nascimento em STP a favor e pedido de uns interessados em adquirir nacionalidade portuguesa a custa de falcatrua se passando por filho/a de sr/sra…. o qual e portugues.
    Pois esta rede se opera ja a muitos nos registos de STP e tem ramificacoes com os directores e ministro do mesmo Ministerio, movidos pelas ambicoes e pondo em causa Identidades nacional ou de uma familia inteira, pois tenho prova do falo e posses de documentos o qual poderei provar, o fluxo de emigracao a paises da EU tem incentivando esta partica pois felizmente nem todas familia estao a dormir como e o caso da minha o qual tbem tenho pessoas dentro do registo centrais portugues e puderam despertar e identifica-los:
    1- Yorlandy Afonso… de Lobata-STP
    2- Nilton Quaresma… de Agra Grande -STP
    So para os alertar de que estes processos nao estao esquecidos demore o tempo demorar isto a de esclarecido em nome desta familia o qual adquiriram nacionalidade portuguesa.
    E por fim para chamar uma maior atencao a toda populacao santomense de modo a abrirem os olhos manterem despertodo com o que nacional bem como os funcionarios publicos pois e o nosso dinheiro que os pagam, e devem responder pelos seus actos.

    Ps/ignorem o error pelo que se deve ao uso de um teclado nao portugues.

  14. img
    arelitex Responder

    bom trabalho do ministério da defesa . mas ainda têm mais trabalho pela frente e muito mais novidades . começem por obrigar a todos os sâotomenses que têm carta de condução de automóveis e motas , para a apresentarem na polícia de investigação criminal . nâo deixem o vosso trabalho a meio ,levem-no até ás ultimas novidades e consequências .

  15. img
    marco Responder

    STP eramelhor quando tive no partida unico não havia curupição. quem robava ia preso pobre, rico, ministro,deputado,este é nossa democracia é triste melhor fosse partido unico

  16. img
    Dario Sousa Responder

    Finalmente acabaram com este Calvário.
    O tipo de acidentes havidos eram em maioria com pessoas de baixo nivel academico. Como o dinheiro falava mais alto era carta em troca do dinheiro.que a justiça seja feita. Quantas vidas inocentes não se perderam por causa desta forma fácil de ganhar o dinheiro?
    Passem todo o sistema em pente fino doa a quem doer.

  17. img
    escravidao Responder

    Todos nós sabemos a situação precária em quem vivemos.
    Acho que devíamos para de falar mal uns dos outros, por que todos os países têm as suas elites em que a corrupção é o seu ganha pão, e o nosso não foge a é tendência generalizada. Na tuga temos o Socrátes e a situação dos vistos gold, etc, e em STP temos a “cambada” dos Patrícios e muito mais.
    Temos de lutar para enfrentar o sistema que temos, temos de lutar e fazer frente a esse grupo elitista que comanda os nossos destinos e nada temem, pois, são os mesmos que fazem as leis e as ignoram. O povo ingénuo só fica a saber das desgraças quando elas as batem as portas. Temos uma população sem educação, imoral, que só pensam em enriquecer a custa dos outros, um pais que não sabe trabalhar para a colectividade, e uma população desinteressada na vida politica. Nós deixamos de ser escravos de brancos para torna-mo-nos escravos de pretos como nós. Viva a escravidão, pois, só essa será a nossa companheira eterna. O resto é conversa.

Deixe um comentario

*