Destaques

“Eles não matarão a Liberdade”

PHO346058c0-9702-11e4-976f-9bed51d40224-640x230O Téla Nón junta-se a voz dos jornalistas franceses e de todo o mundo, em solidariedade para com as vítimas do ataque terrorista perpetrado na quarta – feira contra a redacção do Jornal satírico francês Charlie Hebdo no centro da capital Paris. Islamistas fanáticos armados com metralhadoras, invadiram a redacção do jornal francês, e mataram 12 pessoas incluindo 8 jornalistas e 1 polícia. Outras 11 pessoas ficaram feridas.

Uma barbárie cometida por fanáticos que odeiam a liberdade de imprensa e de expressão. A polícia francesa já divulgou fotografias dos suspeitos do ataque. A caça ao homem está em curso, França e a comunidade jornalística mundial estão de luto, face a barbárie perpetrada por homens encapuzados,  que na prática do crime diziam agir em nome de Alá e Maomé.

Abel Veiga

    1 comentário

1 comentário

  1. Miss

    8 de Janeiro de 2015 as 23:45

    ” Je suis Charlie”. Eis o slogan repetido para q a liberdade de expressão continue….sobretudo, nos medias. Foi a razão q me levou a responder há tempos ,aos Zeme Almeida e outros internautos, q nenhuma lição tinham a dar o site Tela Non, e o internauto Bintoudjallo , q um grupinho de militantes do ADI e do PT, atacavam por ter tido a liberdade de dar opinião sobre o lider dos integristas Zeme e companhia. Eis o q resulta da falta de tolerancia, de respeitar as opiniões alheias mesmo quando não vai no nosso sentido….é ditadura, é totalitarismo, é o fanatismo, é a morte ! Receio as ideologías islámicas, que têm tendencia para o liderismo de mártires, de victimas de toda a ordem (perseguição, calúnias, complots etc) .
    No país vizinho, Gabao, houve um caso similar, onde o muçulmano Ali Bongo, mandou prender e torturar todos aqueles q se revoltaram contra o governo, + exactamente, sobre a pessoa dele depois da publicação do livro “les nouvelles affaires africaines”, edição fayard, escrito pelo jornalista Pierre Pean.
    O Ali Bongo e muitos dirigentes políticos africanos, São como os irmãos Kouachi assassinos da liberdade de expressao.
    Matam e destroem a LIBERDADE . Os verdadeiros criminosos sao eles.
    Viva o jornal satirico Charlie Hebdo, aos caricaturistas e economista :
    Cabu, Lignous, Charb, Wolnski,Bernard Maris, os 2 policiais….vivos continuam.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo