Mil chicotadas e 10 anos de prisão para blogueiro na Arábia Saudita

PARCERIA Téla Nón / Rádio ONU

A Secretário-geral disse apoiar a declaração do Alto Comissariado de Direitos Humanos contra a severidade de sentenças impostas a defensores de direitos humanos no país árabe por “expressarem sua opinião de maneira pacífica.”

Raif Badawi. Foto: Arquivo Pessoal

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas afirmaram que estão “profundamente preocupadas” com uma sentença de mil chibatadas em público e a 10 anos de prisão contra um escritor de um blog na Arábia Saudita.

O vice-porta-voz de Ban Ki-moon informou que o Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos está profundamente preocupado com a sentença dada ao blogueiro.

Ataques

Farhan Haq contou ainda que há relatos de que a sentença já estaria sendo executada a partir desta sexta-feira na Arábia Saudita.

De acordo com agências de notícias, o blogueiro Raif Badawi foi condenado por “insulto ao Islã” e “ataques cibernéticos”. Há relatos de que ele receberá 50 chibatadas por semana até completar as mil.

Badawi é o co-fundador de uma página, que foi proibida, chamada “Rede Saudita Liberal”. Segundo o Alto Comissariado, ele foi preso, julgado e condenado por se manifestar pacificamente a favor da liberdade de crença e expressão.

Mesquita

Além dos 10 anos na prisão e das mil chibatadas, o blogueiro também terá que pagar uma multa equivalente a US$ 266 mil.

O início da punição por chibatadas foi feito em frente a uma mesquita na cidade de Jedá, no Mar Vermelho, e após as rezas muçulmanas de sexta-feira.

O vice-porta-voz do secretário-geral lembrou, em Nova York, que a Arábia Saudita ratificou a Convenção contra a Tortura. Ele destacou que a Comissão contra a Tortura, na última revisão sobre a Arábia Saudita, em 2002, expressou sua preocupação com as punições do país que não estão de acordo com a Convenção como punição corporal e chibatadas.

Haq disse ainda que o Escritório de Direitos Humanos da ONU já demonstrou preocupação no passado com outras sentenças severas impostas pelas autoridades sauditas contra defensores de direitos humanos que expressam suas opiniões de forma pacífica.

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Jorge Trabulo Marques Responder

    Sou jornalista, e , como tal, não podia ficar indiferente ao bárbaro ataque os jornal satírico francês e também ao blogueiro da Arábia Saudita, principal aliado dos EUA– Sei o que isso custa, pois também os colonos me puseram uma forca na porta da minha casa e, por duas vezes, furaram os pneus do meu carro à navalha, além de várias agressões físicas – Não me mataram porque me refugiei no mato em casa de um santomense – e porquê? Por relatar a verdade, que, antes do 25 de Abril, não era possível – Mas, atualmente, a questão dos principais meios da comunicação social, assume aspetos deveras preocupantes .
    Quem controla os media é o poder dos grandes grupos económicos – É por isso mesmo que o liberalismo selvagem, controlando as consciências, se implantou por todo o mundo. – Tive consciência desse facto, pela primeira vez, quando trabalhava na extinta Rádio Comercial-RDP e Cavaco Silva, a privatizou: os que eram afetos ao regime, transitaram para a Antena I, safaram-se e muitos deles ainda hoje lá continuam, os mais independentes, foram na enxurrada do despedimento coletivo
    Indubitavelmente, muitos foram os abusos e as barbaridades cometidas pela igreja, ao longo dos tempos e à revelia da própria doutrina cristã: pelo menos daquela ensinada por Cristo, em perseguições aos muçulmanos, aos judeus, na inquisição, na escravatura dos africanos, por aí adiante – Satiriza-se o Papa, o clero, pelo seu comportamento – ao longo dos tempos ou na atualidade – Todavia, respeita-se e poupa-se a figura de Cristo.
    E, se acaso, algum José Saramago ousa arriscar, com um livro à revelia dos evangelhos, cai o Carmo e a Trindade: – é logo excomungado. Berlusconi proíbe livro de Saramago …Sousa Lara voltaria a vetar livro de Saramago Enquanto, tudo quanto é cometido pelos muçulmanos, em nome de Maomé, este é que é satirizado, o culpado – Porquê?… Pelo ódio e racismo ainda subjacente, incutido na cultura ocidental, nomeadamente pela perseguição aos mouros – Como se estes fossem hereges e inimigos da fé – Quando, afinal, quem iniciou a intolerância e a conquista da submissão, foram os cruzados, além de que foi da cultura árabe que o ocidente recebeu muito dos contributos científicos e culturais – E, como é sabido, ódio gera ódio: é uma espiral incontornável – Em que os media ocidentais têm sido o seu principal difusor têm sido o seu principal difusor e os devastadores ataques da Nato o maior fomentador.
    Como já tive oportunidade de expressar noutro espaço, é perfeitamente legítimo que os franceses se sintam indignados com as ações de violência que nos últimos dias ensombraram Paris. E manifestem publicamente o seu repúdio . Na França democrática também já houve manifestações contra a guerra do Iraque, antes de ser desencadeada – E, porventura, se esta guerra não tivesse ocorrido, talvez estes lamentáveis atos de terrorismo, não sucedessem.
    Provou-se ao longo dos tempos que a violência só conduz ao ódio e à destruição – A manifestação que hoje decorre em Paris, talvez não acontecesse se a história do extremismo liberal não tivesse protagonizado estes factos – Tudo começou em 2003, quando o trio Bush, Blair e Aznar, e o seu mordomo Durão, se reuniram na cimeira dos Açores declarando guerra ao Iraque, a pretexto de que o regime de Sadam possuía armas químicas e de destruição massiva – Decorridos 12 anos, e sem que algumas destas armas fossem encontradas, com o Iraque irreconhecível, com quase nenhum edifício que não fosse atingido por roquetes e bombas e um saldo de mais de meio milhão de mortos ( fora os que não foram contados) mais de cerca de dez mil soldados americanos, e outros milhares da coligação, esta é cruzada da morte e destruição perpetrada pelos cruzados dos novos tempos, alguns dos quais se farão representar hoje na capital francesa

  2. img
    Lede di Alami Responder

    Aonde esta os Americanos, que dizem ser campeoes de direitos humanos, “MEU ALIADO;…. PODE MATAR, TORTURAR, ETC;” nao faz diferanca

  3. img
    Maria de Fatima Santos Responder

    Para estes o TPI nao existe!

  4. img
    MCL Responder

    Barbárie!

Deixe um comentario

*