Destaques

O País continua a arder

A fotografia deste artigo, recorda o incêndio de julho do ano 2013 no aeroporto internacional de São Tomé e Príncipe. Por pouco as chamas de origem até hoje duvidosa, atingiam o reservatório de combustível para as aeronaves. Poderia ser o fim de tudo.

A intervenção dos militares das forças armadas, dos bombeiros e pessoas de boa vontade, evitou o cenário apocalíptico que São Tomé poderia conhecer em julho de 2013.

De lá para cá o fogo continuou a fazer das suas. Na estação seca de 2014, a ilha de São Tomé conheceu dezenas de incêndios. Muitas famílias ficaram sem tecto. Crianças morreram carbonizadas em várias localidades, nomeadamente na cidade de Santana. A suspeita de “fogo posto” dominou as atenções.

Já em 2015, edifícios de riqueza arquitectónica como o ex-Café Baía e o Ministério da Saúde arderam. O histórico Café Baía, quase que totalmente. Já no Ministério da Saúde o fogo começou por devorar os recheios do departamento técnico, para depois esticar a língua para fora do edifício. Até hoje quem entra no Ministério da Saúde, sente que o local cheira a queimado.

Maria de Jesus Trovoada a Ministra da Saúde, ficou com o gabinete intacto. Pois foi da sala de reuniões anexo ao seu gabinete, que proferiu na semana passada um discurso sobre as coisas estranhas que segundo a ministra têm ocorrido no país. Uma das coisas estranhas, apontadas pela ministra foi o fogo que engoliu parte do seu ministério.

Questionado pelo Téla Nón, a dar mais pormenores sobre o incêndio no Ministério e as suspeitas aludidas na sua intervenção, a ministra, esquivou-se dizendo que não era esse o assunto central da sua conversa com a imprensa. No entanto tinha começado a sua oração com a imprensa pela denúncia do fogo que tinha devorado documentos estratégicos do seu ministério.

Mais uma vez  há suspeita de fogo posto. Suspeições dominam a vida na República com pouco mais de 180 mil pessoas, onde quase toda gente se conhece. No entanto nunca os casos estranhos, relacionados com o fogo, e de outra origem chegam a ser esclarecidos. Só suspeição.

Já nesta semana um valente fogo suspeito, engoliu várias casas na localidade de Bobô Fôrro. Uma das casas de dois pisos, se transformou em cinzas. O proprietário garantiu que foi fogo posto. Quem é o incendiário? É a pergunta que fica no ar, para vários outros casos de incêndio de residências privadas, que ocorreram de 2014 à 2015.

Certo é que as chamas continuam a devorar bens do Estado e do cidadão comum. Os bombeiros não têm meios para combater as chamas. O estado em que se encontra o carro bombeiro que esteve esta terça – feira em Bobô Fôrro, para lidar com o incêndio, faz recordar a era medieval.

O Governo na pessoa do seu Chefe Patrice Trovoada, foi ver na quarta – feira, as cinzas do incêndio de Bobô Fôrro. Mais uma vez anunciou que o seu executivo está a diligenciar no sentido de apetrechar a corporação de bombeiros com meios capazes de conter o fogo.

Abel Veiga

    10 comentários

10 comentários

  1. Teresa

    9 de Abril de 2015 as 4:06

    Praga está a tomar conta da terra. Brincam com o fogo, sempre nos feiticeiros e então é isso. Uma terra cristã com um muçulmano a chefiar. A brincar brincam.

  2. fsdfkçusdhflsdif

    9 de Abril de 2015 as 10:31

    porque que os comentários não são logo publicados?

    • SACRETARIA

      10 de Abril de 2015 as 7:59

      caro ou cara fsdfkçusdhflsdif os comentários só são publicados quando vc diz o q os do Telanom querem Ver escrito.

  3. Maria silva

    9 de Abril de 2015 as 10:50

    Eu continuo a pensar que o chefe do estado ” patrice trovoada ) não consegue ou se calhar a sua massa cinzenta não vai mais longe, em diferenciar vontade e prioridade !
    O dinheiro que deveria apetrechar os bombeiros ou outras instituições que realmente são prioridade , simplesmente apeteceu lhe comprar corros para os juízes ,e vem a público dizer que tem feito algo de bom !!
    Vai tomar banho no rio malanza senhor premeiro ministro.

  4. Manuel Pinto Morais de Sousa

    9 de Abril de 2015 as 11:09

    Senhora Maria Silva tem toda razão. Este primeiro ministro nem o seu governo não têm caracter. Como pretendiam comprar os Juízes eles apressaram-se e compraram caros novos para juízes. Juizes, alguns que nada fazem hoje andam com caros novos e estão submissos ao Sr. Patrice Trovoada e o governo. Não gostaria desejar mal ao infeliz meu amigo Nélson IÔ proprietário da casa que queimou mas considero ser uma coincidência feliz porquanto sei que ele é defensor deste Sr. Patrice Trovoada e do ADI. Agora gostaria de saber o que é que ele está dizendo do governo.

  5. Blaga Pena

    9 de Abril de 2015 as 12:11

    Bem dito senhora Maria Silva.
    Prioridade é de facto o apetrecho dos bombeiros à escala nacional e não viaturas carrissimas para os homens do tribunal e do Ministério Publico.
    Até é suspeito a pressa com que o governo teve em oferecer viaturas aos homens da lei. Será que se está a tentar encobrir alguma coisa,
    E no meio de tudo isto lá veio um dito chefe dos tribunais, o senhor José Bandeira, bajular para o governo como mina-kia. Aquilo foi uma vergonha, uma autentica humilhação para o chefe de um dos órgãos de soberania que sao os tribunais que devem manter independência até na linguagem. Agora o que se verificou foi bajulação. Vergonha grande.
    Quanto aos incêndios, meus senhores, que o nosso Deus não permita mais, mas temos todos que fazer atenção porque os bombeiros de Mé-Zochi que Nelson Carvalho criou e apetrechou está sendo distruido pela senhora de nariz de fanalichi, a tal que é presidente da câmara mezochiana e que é….(voces sabem não é preciso dizer).

  6. Adálio

    9 de Abril de 2015 as 12:39

    Este país parece uma autêntica brincadeira. Os ministros em vez de tentarem criar condições para resolver os problemas passam a vida a dizer que “coisas estranhas estão a acontecer”. Aparece um morcego no país é “coisa esrtranha”. Incêndios tomam conta do país é “coisa estranha”. Navios piratas invandem o país é “coisa estranha”. Alunos tomam santo nas escolas é “coisa estranha”. Nós estamos a viver num país de governo estranho. Que raio de coisa é esta? É para isso que ganharam as eleições? Isto já parece uma brincadeira. Se não sabem que andam a fazer no governo saem da frente e dão lugar aos outros ou pedem ajuda. Assim também não. Onde já se viu uma coisa desta!?

  7. Santomente

    9 de Abril de 2015 as 12:53

    A prioridade das prioridades é comprar carro para os juízes e para os procuradores do Ministério Público, que já tinham carro. Repito, todos o juízes e procuradores tinham carro, por isso não entendo o que se passa na cabeça deste governo. Será “banho” chique.

  8. Seabra

    10 de Abril de 2015 as 13:44

    Téla Non, “me excusa”, o que têm feito dos meus comentàrios?
    Nao têm sido publicados…e portanto, têm sentiod e nao sao agressivos.
    Hà censura, ou é por simples seleçao de preferências?!!!!
    De facto começo a questionar-me…why, pourquoi, porquê????

  9. Miss

    13 de Abril de 2015 as 10:34

    Começa apenas…o fim serà bem mais preocupante e fatal!
    Afinal, votaram e foi o povo quem pôs o pm PT no poder…agora pode ver e constatr o desastre desta escolha.
    Estao prevenidos para as presidênciais…
    Sabiam que o oposante n°1 do Ali BONGO, jà foi eliminado, pelo seu inimigo Ali, envenenando-o!? Estàmos à espera do que serà dos oposantes do PT!!!Devem ser vigilantes, porque o Ali BONGO e o PT, sao a peça da mesma moeda.
    Chamo a atençao a todos aqueles que opoêm-se contra a politica do PT, que “se cuidem”.
    Qual é a posiçao do Téla Non, neste mandato???é por ou contra?
    A atitude deste site, tem-me parecido ambiquo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo