Festa da independência Nacional em Angola

A comunidade são-tomense do bairro Mouro Bento – Gamek, em Luanda, numa parceria com a embaixada em Angola, organizou a festa dos 40 anos da independência nacional no salão de festa da rua 21 de Janeiro em Luanda.

festa angolaFilipe Bernardo, promotor da associação dos são-tomenses ainda em forja, disse ao Téla Nón que os jovens são-tomenses reunidos no grupo “Staff da Fezada – Mé-Zochi” sendo a maioria taxistas na zona do Mouro Bento – Gamek, foram os principais promotores da festa da independência na região de Luanda.

Téla Nón

 

 

  1. img
    paparazzi Responder

    sinceramente em angola nao ha uniao entre os saotomenses o que e de lamentar.houve realmente muitas festas o que fez mais devidir os saotomenses em vez de unir e muitos aproveitamentos.agora surprende com mais um grupo bem haja.
    meu desejo e apelo e para uniao
    tenho dito

  2. img
    REFLEXÃO IMEDIATA Responder

    Paparazzi, gostei da ideia.Também não compreendo porquê que os santomenses em Angola não são unidos.Temos que fazer muito para inverter este quadro!!É TRISTE!!!

  3. img
    Zumbakuê Responder

    Não acho que sejam desunidos.
    Têm complexo de inferioridade e querem passar por Angolanos.
    Alguns escondem-se,imitando terminologias e gestos, para se parecerem com angolanos.
    Cheguei a Angola,acerca de 2 anos,descomplexado e com um espírito de patriotismo e quando me perguntavam de onde sou, respondia com prontidão “Sãotomense”.
    Alguns me diziam, para não dizer qual a minha origem. Achei estranho e fui apercebendo que são capas que usam para não serem identificados.
    Questiono, porquê??? Tem vergonha da sua nacionalidade?
    Ou Angola é que está dar?
    Enfim……………até quando.
    Há um trabalho muito grande a fazer, para que o Sãotomense não tenha vergonha da sua pátria.

    Sou “SANTOLA” com muito orgulho.

Deixe um comentario

*