Finalmente populações de Porto Alegre e da Vila Malanza deixam a escuridão e o atraso

Para já as populações da roça Porto Alegre e da Vila Malanza no extremo sul da ilha de São Tomé, têm acesso a energia eléctrica durante 6 horas por dia, das 17 horas até as 23 horas.

Parecem poucas horas de luz eléctrica para cidadãos que vivem no século XXI, mas significam muito para os agricultores e pescadores das duas comunidades, que nunca antes tinham luz eléctrica no seu convívio diário.

Uma acção do décimo sexto governo constitucional, liderado pelo doutor Patrice Trovoada. O Governo cumpriu com o seu dever constitucional, mas as reportagens dos órgãos Estatais de Comunicação Social, mostraram louvores e acções de graças de endeusamento do Primeiro-ministro por parte de alguns populares, como se tratasse de um favor feito as duas comunidades.

António Monteiro deputado do MLSTP/PSD pelo distrito de Caué, por sinal elemento influente do partido na região sul da ilha de São Tomé, juntou-se ao Primeiro-ministro Patrice Trovoada e ao Governo da ADI, na celebração da conquista de energia para uma das populações considerada mais pobre do país.

Segundo as palavras do deputado do MLSTP, o Governo da ADI, mostra diferença de actuação na resolução dos problemas básicos da população do sul. «Essa população há anos que pedia energia. Este governo deu o ponta pé de saída que é importante. Como deputado sinto-me feliz, e agradeço de coração a este governo por esta iniciativa. Já participei em várias campanhas eleitorais em que as pessoas falavam de energia mas nunca foi concretizado, e este governo já na primeira hora fez isso», pontuou o deputado.

António Monteiro disse que foi convidado pelo Primeiro-ministro para participar na inauguração de energia eléctrica em Porto Alegre e Vila Malanza. No entanto o Téla Nón apurou que o Presidente de Câmara Distrital de Caué, poder local gerido pelo MLSTP, não marcou presença no acto, por alegadamente não ter sido convidado.

MALANZAPor outro lado segundo dados divulgados pela direcção da Empresa Estatal de Electricidade (EMAE), na Vila Malanza apenas 40 casas têm acesso a energia eléctrica e mais de 100 em Porto Alegre. Números insignificantes em termos de rentabilidade do investimento feito.

A região sul da ilha de São Tomé e Príncipe, que compreende o distrito de Caué, é a maior do país em termos de dimensão territorial, no entanto é a menor em termos de densidade populacional.

Patrice Trovoada, anunciou que apenas 10% de capacidade do grupo gerador instalado para alimentar as duas comunidades, está a ser utilizado nesta altura. Daí que o Governo vai alargar a rede de distribuição, para Monte Mário, outro ponto isolado de Caué que nunca teve energia eléctrica. «Estamos a estudar irmos até Monte Mário, vamos utilizar mais a potencialidade do grupo gerador», assegurou.

Segundo o Chefe do Governo, a região sul da ilha de São Tomé tem enormes potencialidades para o desenvolvimento do turismo. Por isso, no futuro pretende instalar energias limpas na região verdejante da ilha de São Tomé.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Batepá Responder

    Finalmente…!
    A energia é, na minha perspectiva, uma das necessidades básicas da população.
    Deveríamos ficar envergonhados com o facto de, em pleno Século XXI, não estarmos em condições de fornecer água e luz às nossas populações.
    É dever/obrigação de cada deputado velar pelos interesses dos seus “eleitores”, então isso significa que não foram dignos do voto que vos foram confiados.
    Devo reconhecer que o XVI Governo Constitucional tem sabido fazer pré-campanha para as Presidenciais, é legitimo que o façam. Contudo, é triste a postura de toda a comunicação social, não sei
    onde iremos parar, com tanta desinformação. Atenção Senhores Jornalistas, tudo que tem início tem fim.
    Tenho (provavelmente o mais correcto é tinha) muito respeito pelos irmãos Monteiros mas, as perguntas que agora se me ocorre são:
    1 – Por onde andaram todo esse tempo?
    2 – Há quantas legislaturas têm sido eleitos deputados efectivos pelo Distrito de Cauê?
    3 – Estar sentado numa bancada parlamentar e fazer esse papel tão desonesto é a melhor forma de dizer que pretende mudar de barco?
    4 – Essa é a garantia que deveria ser dada para que as dívidas do imposto sobre consumo não fossem pagas?
    5 – Será que é a forma de garantir que a manifestação da semana passada sobre a passagem da Fábrica Rosema para o Grupo Melo Xavier não fosse adiante?

    Tenham dó, que pretendam sair do armário, é aceitável, mas respeitem aqueles que depositaram confiança nos Senhores.

    O actual Presidente da Camara de Cauê que muito tem feito pelo Distrito não merecia essa postura vossa. Sabiam que hoje são deputados também por causa dele?

    Francamente, a culpa não é vossa, os culpados são todos aqueles que foram recebendo o vosso (que também é de todos nós, porque também sou contribuinte) dinheiro da Rosema nas campanhas eleitorais.

    Viva a Luz Eléctrica
    Viva Cauê
    Viva São Tomé e Príncipe
    Batepá

    • img
      inveja Responder

      Sinceramente o Sr, está com muita dor,deixe os irmãos Monteiro em paz.

  2. img
    são-tomense Responder

    Onde que está esses comentadores que só sabem vir a esse jornal criticar Patrício e ADI? Bibai não precisa ser igual,esses pobres pescadores já poderão sentir-se no Bibai assistindo um TV.

  3. img
    mlstp digital Responder

    É claro que tem haver com o caso rosema a aparição dos ninos junto do governo, pensam que so o governo lhes pode valer mas quem tem que resolver esta pouca vergonha são as autoridades Angolanas, venderam a alma ao diabo, até o c… dão para não devolverem a rosema, grande batata quente no supremo tribunal de s.tomé, tao embutidos da cor….da cerveja

  4. img
    NOVA-DITADURA-ADI Responder

    Acham q fornecer energia electrica 6 horas por dia é uma descoberta em pleno seculo xxi? Não tenham memoria curta!Porto Alegre já teve energia electrica fornecida pelos geradores electricos em varios períodos! Esta é a 5ª vez q ADI esta a testa do poder sem contar com mais de 10 anos de Presidencia de Miguel Trovoada! Portanto, se levou a energia a população, não pode ser considerado q fez um favor a população, pois é a sua obrigação! Parabéns para população de Malanza e porto Alegre!

    • img
      Isaías cravid Responder

      Quero dizer que sou de Porto alegre pelo que eu saiba Porto Alegre já havia energia eléctrica Muito antes do 16 governo pelo que eu recordo há 24 anos que conheci a energia eléctrica em Porto alegre, agora quando diz nunca houve energia em Porto alegre Até o governo de ADI é tudo mentira, mesmo assim temos dificuldade de energia pk à má gerência.

  5. img
    Precisamos de Pessoas Serias Responder

    Eu julgo isso uma publicidade abusiva.

    RESPOSTA:Infelizmente, não é nova nem desconhecida a violação sistemática aos direitos fundamentais das pessoas em S.Tomé olha que digo S.Tomé não Príncipe, de suas famílias, das comunidades entre mais. Água e Energia são necidades basicas de uma população e a obrigação dos governantes em dar, o que eu, acho Inadmissível em pleno século XXI, estar a dar Água e Energia as pessoas, e aproveitando da situação fazendo publicidades abusivas. O que ainda deixa-me tão triste é quando as pessoas veêm a comunicação social dizendo “EU FIQUEI GOSTADO MUITO”

  6. img
    mlstp digital Responder

    É uma vergonha, pintam manta num partido e quando acham que já destruíram que chega saltam para outro, pessoas sem carater, ADI nem seu líder não são grades coisas e a associar esse bandidos de quinta a quadrilha será maior, os militantes do ADI devem escorraçar essa gentalha que nem falar sabem. destruíram a rosema tao a destruir a federação de futebol e de seguida será o ADI.

  7. img
    Tomé cu Tóni Responder

    Francamente;como é possivel atirarmos tanta areia para os olhos dos nossos concidadãos, sobre tudo quando ja vemos pouco.

    Alguem que me corrija, se estiver enganado:
    Porto Alegre ja tem luz electrica ha varios anos. A rede foi montada pelo falecido Sr. MACAU, grande técnico, trabalhador incansavel da EMAE, por ocasião da celebração da festa de 12 de Julho em Caué, durante o mandato do PR. fradique de Menezes.

    O que se fez, foi substituir o grupo que la estava por outro de maior capacidade e esticar a rede cerca de 500m para Malanza.

    Isto é grande milagre?

    Esticam redes electricos em mais de 2km para iluminação das quintas privadas, e 500m de porto Alegre a malanza é milagre?

    No dia dos professors, o Ministro foi jogar bisca 61 com os mesmos em solidariedade aos problemas que os mesmos enfrentam.

    Estou farto….

  8. img
    T. A. Responder

    Muito boa iniciativa do governo. Para as populações, vai fazer uma enorme diferença. Luz eléctrica para todo o povo.

Deixe um comentario

*