Concurso de Jornalismo no dia de Santo Tomé

O Conselho Superior de Imprensa de São Tomé e Príncipe, organiza pela primeira vez, um concurso de jornalismo. Uma acção que visa premiar o profissionalismo na comunicação social são-tomense, e dignificar a classe dos jornalistas.

Esta segunda – feira será conhecido o vencedor do concurso numa cerimónia, que terá lugar no Palácio dos Congressos.

Silvestre Leite, Juiz do Supremo Tribunal de Justiça e membro da comissão de júri ao concurso de jornalismo, garantiu que tudo está preparado para a celebração da festa do jornalismo são-tomense.

Os membros da comissão de júri, já realizaram cerca de 4 reuniões, e neste fim-de-semana ultimam o processo de selecção e escolha do único vencedor do prémio de jornalismo do Conselho Superior de Imprensa. «Temos cerca de 12 a 14 candidaturas, num total de 17 trabalhos jornalísticos com muita qualidade. Efectivamente creio que vai haver algumas dificuldades em termos de encontrar um vencedor, como determina o regulamento. Mas tem que ser», declarou Silvestre Leite.

A jornalista da RTP-África Carla Adão, é um dos convidados do Conselho Superior de Imprensa, para tomar parte no evento de segunda – feira, dia feriado em São Tomé e Príncipe, consagrado pela igreja católica a celebração do Santo Tomé, e a nível político, é o dia em que em 1974, entrou em funções o Governo de Transição, que conduziu o país até a independência nacional a 12 de Julho de 1975. «O jornalismo da RTP nomeadamente da RTP-África é uma referência para um sector que ainda está em crescimento nos países africanos de expressão portuguesa. Por isso muito me honra este convite», afirmou Carla Adão.

Segundo a jornalista da RTP, o jornalismo é a base para a democracia. «Nós costumamos dizer que não há democracia se não houver liberdade de imprensa. Mas se não houver um jornalismo forte que ajude também o crescimento da democracia isso não acontece. E é este papel que se quer reforçar também aqui em São Tomé e Príncipe com este prémio e muito me honra poder colaborar neste factor», pontuou.

No dia de São Tomé, os jornalistas do país fazem festa. Todos os que concorreram ao concurso do Conselho Superior de Imprensa são vencedores, no desafio de promoção do jornalismo como factor que promove o desenvolvimento social, político e económico do país.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*