Tenda de Bebedeira às portas do Liceu Nacional

Desde 2015  que os alunos da maior escola secundária do país, o Liceu Nacional, beneficiam de uma tenda de promoção da cerveja de marca “Sagres”, a menos de 15 metros da entrada principal do escola.

Antes de entrarem na escola, milhares de adolescentes se deparam com a publicidade de cerveja. A tenda montada sobre o passeio oferece acentos e guarda-sol. O clima quente de São Tomé e Príncipe, provoca secura.

A publicidade que a tenda ostenta, estimula o apetite para um gole de cerveja fresca antes das aulas, no intervalo, ou para depois das aulas.

O Téla Nón registou nos últimos meses, a presença descansada de dezenas de alunos do Liceu Nacional, sentados em torno da tenda.

roltote cervejaNuma altura em que o Governo publicou o estudo que revela o aumento do consumo pelas crianças de drogas ilícitas, com destaque para cervejas no recinto escolar, a tenda afincada na porta da maior escola do país é um exemplo incontornável de que a situação é grave.

O Téla Nón apurou que a Associação dos Estudantes do Liceu já contestou a situação. A Direcção da escola também criticou a instalação da “Tenda – Sagres”, na porta de entrada do Liceu. Mas, nada mudou.

A contestação da Associação dos Alunos partilhada pelos pais e encarregados de educação tem sustentação legal. É que São Tomé e Príncipe, criou uma lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para crianças menores de 18 anos. A mesma lei proíbe também publicidade de cigarro e álcool direccionada para menores. A maioria dos jovens do liceu que se enfileira diariamente em torno da “Tenda-Sagres”, são menores.

Pelo respeito a lei de protecção dos menores, e pela salvaguarda do futuro das crianças do Liceu Nacional, o poder local de Água Grande, já deveria ter transferido a “Tenda – Sagres”, para outro ponto da cidade, longe dos olhos das crianças indefesas.

Nada mudou até agora, o que leva muitos cidadãos a considerarem que o volume de negócio que a tenda movimenta junto ao seu público-alvo, pode ser tão grande, que tira poder de acção às autoridades competentes.

Téla Nón

Notícias relacionadas

  1. img
    Naide silva Responder

    Se o produto em causa é regulado pela instituição governamental e se está em um recinto público (15 metros na via publica) servindo público não vejo qual é o problema.
    O ministério da educação tem como o direito de educar os alunos qual os efeitos secundários do consumo das bebidas alcoólicas.

  2. img
    Lupuye Responder

    Caro Naide silva,
    A responsabilidade da educacao das nossas criancas nao esta so depositada no Ministerio da Educacao. E de todos nos. E por causa de gente como voce que o pais vai de mal a pior. So ve o lucro imediato.
    Por outro lado penso que o nosso parlamento esta cheio de gente burra, ignorante, que so ve para o que os negocios como este lhes pode dar. Eles nao tem as bolas no lugar para tirar de la essa pouca vergonha. Perto das escolas nao podemos aceitar que se instalem negocios desse tipo. E saca-lo de ai imediatamente. Gente sem consciencia! Isso e parlamento heim? Que coisa! E ha gente que defende coisas do tipo. Voce deve e ser dono daquilo ou deve estar a receber uma quota parte do negocio. Seu burro, pa. Inconsciente!

  3. img
    Háurio Ramos Responder

    Desculpe quem está contra, para o vosso conhecimento por detras do liceu também tem um restaurante, e dentro da Roulot tem um regulamento ” proibido vender bebidas alcóolicas aos alunos com ou sem uniforme / desde que seja reconhecido. Os alunos se recorem a Roulot é porque querem um hamburguer ou cachoro quente, sumo, etc
    E para saberem, aquela roulot dá emprego a 5 jovens
    ou preferem 5 delinquentes ou assaltantes

    • img
      Lupuyé Responder

      O quiosque pode lá ficar mas não pode vender bebidas alcoólicas A NINGUÉM. Quiosques onde se vendem bebidas alcóolicas não podem estar tão perto dos estabelecimentos de ensino. Quando tirei a carta de condução nem buzinar perto das escolas ou hospitais era autorizado isso pra não interromper o bom funcionamento dos dois estabelecimentos. Agora até bebidas alcoólicas podem ser vendidas cerca das escolas. Até aonde vamos chegar?

  4. img
    Abel Pimentel Responder

    Mas onde é que anda o Presidente da Camara Distrital de Agua Grande.
    Isto sim é um bom incentivo ao consumo. Não é ético um Rolot as portas do Liceu. nós já temos os problemas sociais que temos, a degradação de valores, que uma boa parte dos pais não dispõem para nem si, quanto mais para os seus filhos.

    Por isso, este Rolot deveria estar mais um poucochinho distante do Liceu Nacional

  5. img
    Vexado Responder

    Não vejo mal nenhum na roulotte. Se tem está medida de proibição de bebidas alcoólicas já é bom. Quantos alunos vão a roulotte do estadio nacional e diante da uccla?

    A educação vem de casa e a escola deve complementar. Acontece é que a sociedade em si anda doente. Tudo vai mal.

    TVs só passa jogos, nenhum programa educativo. Só politiquisse e arranjar culpados.

    Cidade anda suja, onde anda presidente da câmara? O governo anunciou emprego para jovens, cadê tudo isso?
    Cidade cheira a fezes e ninguém fala.
    O estado deve corrigir e não actuar fechando o quiosque.

  6. img
    haja paciência Responder

    A obrigação de educar é dos pais e não de qualquer ministério.
    Se os meninos quiserem beber podem fazê-lo em qualquer lado.
    na maioria das vezes até começam em casa.
    Se não for nesse espaço, podem andar mais uns metros para resolver o problema da sede.
    o problema de fundo tem haver, na maioria das vezes, nos valores morais que se transmitem em casa de cada um. Ou a falta deles.
    os pais não estam preocupados com os exemplos que dão aos filhos.

  7. img
    explicar sem complicar Responder

    É pela primeira vez durante 40 anos que:
    
1-O povo esta vivendo assim tanta pobreza e miséria
    
2-Que surge um Governo envolvido e corrupto assim até ao pescoço
    
3-Que a prostituição aumentou tanto ass no país
    
4-Que o consumo e negócio de drogas aumentou tanto no país
    
5-Que a delinquência aumentou e alastrou pelo país
    
6-Que o país e a sua população está vivendo este martírio da falta de água potavel e energia eléctrica
    
7-Que gente está matando gente para sobreviver
    
8-Que um 1º ministro gasta assim tanto dinheiro do Estado com viagens sem qualquer benefício para S.Tomé e Príncipe
    
9-Que TVS e Radio Nacional tornou sede de um partudo pilitico o ADI
    
10-Que aparece um 1º Ministro Patrice Trovoada tão corrupto,mentiroso, aldrabão, mafioso e com todos os tipos de vícios possíveis e imaginários.
    
Em resumo:
    
Tudo isto sim :

    “É pela primeira vez durante 40 anos”

  8. img
    aurelio silva Responder

    Não vejo mal nenhum em vender aí bebid alcoólicas.Eu pessoalmente passo aí sempre tomar uns copos.
    Agora o que é verdade é que os alunos também podem muito bem tomar uns copos-é normal.
    Mais ficarem totalmente embriagados ao ponto de entrarem na sala aos tombos e não conseguirem assimilar as matérias é que não.
    Ou então terão que deixar limpar a bebedeira e depois voltar para turma.
    Uns copos também faz parte e ajuda a relaxar um pouco e há quem diz que açelera a assimilação.Tive professores em Cuba que por vezes iam com uma garrafinha de Havana Club no casaco e no intervalo tomava os goles e voltava a turma e as aulas decorriam na normalidade.
    Portanto isto faz parte da vida.Dizer que vai retirar de repente a chupeta na boca dos nossos estudantes é que pode tornar mais complicado.
    Por isto sou da opinião: deixem os putos /as tomarem seus copos.
    São livres de o fazer.

    • img
      aurelio silva Responder

      Eu assumo como pessoa edonea que sou.É realidade que não posso esconder.
      Aurelio Silva
      / Kauíke /

  9. img
    António Silva Responder

    Não é possível!
    Como é possível existir pessoas que defendam a colocação desta tenda ali? Uma promoção/publicidade da cerveja ali? Não
    É triste ver o Liceu onde estudei e que tinha muito prestígio sujeito a estas influências. O liceu nacional onde tive o privilegio de trabalhar durante vários anos!
    Este país bateu no fundo. Este país não é um país civilizado!
    Não há regras,será que existem regras e ninguém as cumprem ou não haja quem as fiscalizem?
    Não se deveria admitir esta pouca vergonha ali, porque é um chamariz para os alunos que das janelas da escola estão constantemente a ver aquilo. E por se tratar de uma marca que comercializa bebidas alcoólicas, pior ainda.
    Tenham bom senso. Há outros locais e mais distantes.

  10. img
    Maguitta Responder

    Que escola nas principais localidades do país não tem um recinto que vende álcool perto de estabelecimentos escolares. Perto do liceu, existem roulotes, Miramar, Parque Popular, dentro do Liceu. A questão não é esta, é consciencializar os menores que não podem usar àlcool. Perto de Patricie Lumumba tem Sombras da Mangueira e do Caroceiro, Boca Louca, Bar Carvalho. Ainda ontem, 7/3/2016, em horário de aulas vi alunos no Bar a beber àlcool, quem são os culpados afinal? São os pais que não educam os seus filhos e acham que as escolas é que devem fazê-lo. Aliás também hoje os pais não têm tempo de olhar pelos seus filhos quanto mais educa-los.

  11. img
    Valdemar Santos Responder

    Esse país não passa mesmo de um país de bananas e cada vez com mais políticos bananas, pork são eles que mandam no país.
    Se fosse um zé quem é com este roulot ali instalado, já estaria escorraçado dali há muito tempo. Certamente, quem tem aquilo não é qualquer um, por isso que isto ainda está ali a “fazer moça”. Estes políticos que governam São Tomé e Príncipe, fazem esta república como querem e até isto mudar, não é hoje.
    Se vc não tem um casa para viver e consegue um espaço e com parcos recursos que tem, ao edificar uma pequena construção para esconder a cabeça, pelo facto de não ter as documentações legais todas em dia, a DOPU vai ali e pura e simplesmente demole este edifício, sem olharem para o lado humano. Dentre outros exemplos. Por isso, não é em vão que o bom boi é que deve puxar a carroça.

  12. img
    Mabutú Responder

    Ninguém faz mal à si próprio.
    Se calhar, a tende pertence ao representante distrital. Então pra quê contestar? À quem serão dados os ouvidos?!

Deixe um comentario

*