00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Fundação Mo Ibrahim anuncia que não houve vencedor do Prémio Ibrahim para a Excelência na Liderança Africana de 2015 

A Fundação Mo Ibrahim anunciou hoje que não foi selecionado qualquer vencedor do Prémio Ibrahim para a Excelência na Liderança Africana de 2015.

O anúncio foi feito na sequência de uma reunião do Comité do Prémio independente, presidido pelo Dr. Salim Ahmed Salim.

Comentando a decisão do Comité do Prémio, Mo Ibrahim, Presidente da Fundação Mo Ibrahim, declarou: “O Conselho de Administração respeita a decisão do Comité do Prémio independente. Quando lançámos o Prémio há dez anos, estabelecemos deliberadamente uma fasquia muito elevada. Pretendemos que o Prémio distinga capacidades de liderança excecionais que gerem figuras modelares para toda a sociedade e apoiem os laureados para que continuem a servir o continente, partilhando a sua sabedoria e experiência.”

Os candidatos ao Prémio Ibrahim são antigos Chefes de Estado ou de Governo africanos que cessaram funções durante os três últimos anos civis, tendo sido democraticamente eleitos e cumprido o seu mandato constitucionalmente atribuído. O Comité do Prémio reúne-se regularmente para analisar os candidatos elegíveis e começou a considerar candidatos ao Prémio Ibrahim de 2016.

Desde o seu lançamento em 2006, o Prémio Ibrahim foi atribuído em quatro ocasiões. Os anteriores vencedores foram o Presidente Hifikepunye Pohamba da Namíbia (2014), o Presidente Pedro Pires de Cabo Verde (2011), o Presidente Festus Mogae do Botsuana (2008) e o Presidente Joaquim Chissano de Moçambique (2007).  Nelson Mandela foi distinguido como Laureado Honorário inaugural em 2007.

####

Contactos:

Para solicitar uma entrevista ou vídeos para transmissão sobre a divulgação do Prémio Ibrahim de 2015, queira contactar:

•    Sophie Masipa, masipa.s@moibrahimfoundation.org+44 (0) 20 7535 5067
•    Morgane Legendre, morgane.legendre@portland-communications.com, +44 (0) 77 10917 222

•    Hashtag para participar no debate online  #MIFPrize
•    Pode acompanhar as atividades da Fundação Mo Ibrahim através dos seguintes meios:
•    Twitter: @Mo_IbrahimFdn
•    Facebook: http://www.facebook.com/MoIbrahimFoundation
•    Instagram: http://instagram.com/moibrahimfoundation
•    YouTube: http://www.youtube.com/user/moibrahimfoundation

Notas:

O Prémio Ibrahim:
•    Reconhece e celebra dirigentes africanos que, em circunstâncias difíceis, tenham desenvolvido os seus países, combatido com êxito a pobreza e aberto caminho para a prosperidade equitativa e sustentável;
•    Destaca figuras que constituam exemplos excecionais para o continente;
•    Assegura que o continente africano continue a beneficiar da experiência e sabedoria de líderes excecionais quando estes terminam os respetivos mandatos nacionais, permitindo que prossigam atividades noutros cargos públicos no continente;
•    Representa uma recompensa e uma norma de excelência na liderança em África e não um “primeiro prémio”, não havendo obrigatoriamente um vencedor todos os anos.

Critérios:
•    Antigo Chefe de Estado ou de Governo africano
•    Tenha cessado funções nos últimos três anos
•    Democraticamente eleito
•    Que tenha cumprido o mandato constitucionalmente atribuído
•    Demonstrado capacidades de liderança excecionais.

O Prémio Ibrahim é o maior prémio anual atribuído no mundo, consistindo em:

•    5 milhões de USD ao longo de dez anos;
•    200.000 USD anuais, atribuídos vitaliciamente após esse prazo.

Os vencedores do Prémio Ibrahim têm igualmente a possibilidade de se candidatarem a 200.000 USD adicionais por ano para atividades filantrópicas.

Comité do Prémio

O vencedor do Prémio Ibrahim é selecionado por um Comité do Prémio independente, nomeado pelo Conselho de Administração da Fundação, constituído por:

•    Salim Ahmed Salim (Presidente) | Ex-Secretário-Geral da Organização de Unidade Africana; Ex-Primeiro-Ministro da Tanzânia; Membro do Conselho de Administração da Fundação Mo Ibrahim;
•    Martti Ahtisaari | Ex-Presidente da Finlândia; vencedor do Prémio Nobel;
•    Aïcha Bah Diallo | Presidente da Rede para a Educação para Todos em África; ex-Ministra da Educação da Guiné;
•    Mohamed ElBaradei | Diretor-Geral Emérito da Agência Internacional da Energia Atómica; vencedor do Prémio Nobel;
•    Graça Machel | Presidente da Fundação para o Desenvolvimento Comunitário, ex-Ministra da Educação de Moçambique; membro do Conselho de Administração da Fundação Mo Ibrahim;
•    Festus Mogae | ex-Presidente do Botsuana; vencedor do Prémio Ibrahim em 2008;
•    Mary Robinson | Enviada Especial das Nações Unidas para El Nino e as Alterações Climáticas na Região dos Grandes Lagos de África; ex-Presidente da Irlanda; membro do Conselho de Administração da Fundação Mo Ibrahim.

Deixe um comentario

*