00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Ministério da Educação lançou “SIGE”

O Ministério da Educação Ciência e Cultura acaba de lançar o sistema integrado de gestão escolar”SIGE”,que visa aproveitar as vantagens das novas tecnologias para dinamizar o processo de ensino escolar.

Nesta primeira fase o sistema centra-se fundamentalmente na gestão escolar nas áreas da biblioteca, estatísticas, secretaria e guichés e partes do sistema financeiro numa mesma base de dados.

O actual sistema de ensino enfrenta alguns constrangimentos e Gelcínia Vera Cruz uma das responsáveis na implementação do SIGE referiu-se há alguns casos específicos. No sector das estatísticas onde frequentemente ocorrem demoras na recolha de dados dos alunos para sua posterior analise. Nas  secretarias e guichês das escolas ocorrem igualmente problemas como demora nos processos dos históricos escolares, na emissão das certidões e diplomas, filas enormes para as matrículas….».

embaixadorEsse sistema vai permitir otimizar a gestão de todas as áreas das instituições de ensino, o fluxo de informação e qualidade da mesma, acesso fácil e rápido aos conteúdos das classes e acelerar o processo de recolha de dados para análises estatísticas.

Dentre várias vantagens do SIGE, os alunos terão acesso as suas notas e conteúdos das classes por via digital, em qualquer lugar e em qualquer momento.

Da mesma forma os encarregados de educação poderão acompanhar o desempenho do aluno, por via Web.

O ministro da Educação Ciência e Cultura explicou as particularidades do sistema. «Quando se fala de matrícula única significa que o aluno não necessita todos os anos tirar fotografias gastar dinheiro em papeladas e efetuar novas matriculas todos os anos.Com o novo sistema, uma vez, o seu nome e número de matrícula inseridos na base de dados anualmente apenas precisa – se confirmar», explicou Olinto Daio..

O ministro da presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares Afonso Varela presidiu a cerimónia de lançamento deste novo sistema integrado de gestão escolar.

Para o número 2 do Governo, uma vez que o primeiro-ministro Patrice Trovoada está ausente do país, este sistema tem por finalidade garantir qualidade do nosso ensino, dos nossos educandos e dos nossos recursos humanos. «É um processo que se insere na perspetiva mais ampla do governo de informatização global e geral do país», sublinhou.

A cerimónia foi presenciada pelos delegados e diretores escolares, professores, membros do governo, embaixador do Brasil em São Tomé e Príncipe, e a representante da UNICEF no arquipélago.

Téla Nón

 

 

 

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Quilixe Furtado Responder

    Bem haja!
    Mesmo assim estás dentre os piores ministros desta pasta.

  2. img
    ANCA Responder

    Uma iniciativa de transformação no sentido do bem, de alterar a forma de pensar, ser, estar, fazer é sempre uma bem-vinda.

    “O actual sistema de ensino enfrenta alguns constrangimentos e Gelcínia Vera Cruz uma das responsáveis na implementação do SIGE referiu-se há alguns casos específicos. No sector das estatísticas onde frequentemente ocorrem demoras na recolha de dados dos alunos para sua posterior analise. Nas secretarias e guichês das escolas ocorrem igualmente problemas como demora nos processos dos históricos escolares, na emissão das certidões e diplomas, filas enormes para as matrículas….».”

    “O ministro da Educação Ciência e Cultura explicou as particularidades do sistema. «Quando se fala de matrícula única significa que o aluno não necessita todos os anos tirar fotografias gastar dinheiro em papeladas e efetuar novas matriculas todos os anos.Com o novo sistema, uma vez, o seu nome e número de matrícula inseridos na base de dados anualmente apenas precisa – se confirmar»”

    Mas nomear ao que me parece ser, pela descrição no trecho da notícia, uma modernização da gestão administrativa escolar, de “SIGE”, Sistema Integrado de Gestão Escolar, é tirar valor ao significado das palavras para aquilo que é conceito de sistema, sistema integrado e Gestão Escolar, ainda mais quando se sabe os problemas e desvantagens de sistema de ensino nacional enfrenta, questões de(Quantidade/Qualidade/Ensino de Excelência, Qualificação Profissional).

    A modernização administrativa deve-se inserir dentro daquilo que é o conceito de Gestão Escolar, que por sua vez deve ser um sistema integrado e de integração, coisas totalmente diferente a luz daquilo que se apresenta aqui como SIGE(Sistema Integrado de Gestão Escolar).

    Porque quando se fala de modernização administrativa escolar, logo insere-se dentro daquilo que deve ser a gestão escolar, assim como a qualidade de ensino prestado, a qualidade profissional dos professores que ministram aulas aos alunos na escolas, quanto a sua formação deontológica pedagógica, a quantidade alunos por turmas de aula, a qualidade da metodologias usada, qualidade escolhas dos conteúdos das disciplinas para a formação do aluno, lacuna na orientação na vocação prossecução formação superior, consoante a oferta nas áreas de que o País necessita no presente, lacuna na oferta de cursos Técnicos de saídas profissionais, a questão de gravidez precoce na adolescência que tem influência na desistência escolar nomeadamente na classe populacional estudantil feminina, acrescido de problemas sociais que acarreta,o imobiliário do parque escolar, a biblioteca escolar, os laboratórios escolar, informatização escolar etc, etc,…tudo isto se liga a Gestão Escolar, jamais somente a modernização administrativa escolar.

    Falar de Sistema, ou se se quiserem de Sistema Integrado, teríamos de fala das questões de sub-sistemas, infantários, ensino pré- escolar, ensino primário, ensino básico, ensino secundário, ensino Técnico, ensino Técnico Superior, cada um com sua própria Gestão Escolar(com os problemas de Quantidade/Qualidade/Ensino de Excelência, Metodologias/Pedagogia, questões de modernização administrativas, de informatização, novas tecnologias, bibliotecas,laboratórios,etc,etc… a Resolver).

    Hora todos estes sub-sistemas é que vão fazer um sistema, ou que assim devia ou deve funcionar, ou se quiserem um Sistema Integrado de Ensino Nacional.

    Voltando a questão de modernização administrativa, na gestão escolar, de realçar um problema crónico, a corrupção administrativa, a falta de cumprimento de Horário, pelos funcionários, o deixar andar, o desleixo, falta de profissionalismo, falta de procedimento ou falta de cumprimento pelo procedimento administrativo de atendimento ao público.

    Há funcionários que cobram aos alunos uma quantia extra, para além daquela que esta estipulada por lei, como a fila é muita, muitas vezes o alunos são obrigados a pagar para obtenção de uma certidão, pois que precisam dela a tempo de concorrer a poucas bolsas de estudos que existem, há questão de alteração de notas nas pautas pelos funcionários mediante a cobrança de uma quantia extra aos alunos, para que os alunos possam passar de classe, quando o mesmo foi reprovado, pela classe docente.

    Os guichés têm uma hora de abertura funcionamento e fecho na administração pública, mas raramente os funcionários se se cumprem horários de abertura dos Guichés.

    Nos livros que contêm informações ou histórico do aluno,muitas falta paginas, ou simplesmente ela desapareceu e ninguém sabe ninguém é responsável.

    São estas as questões de organização, critérios, regras e responsabilização, cumprimento pelo procedimento administrativo público, que temos que combater.

    Há falta de Organização, falta de fiscalização dos actos, falta de responsabilização, falta de ordem e sentido de funcionamento Estado, Estado este que todos fazemos parte.

    A questão de limpezas utilização de Sanitarios escolar, pelos alunos, professores e funcionarios.

    A questão de higiene

    A questões de abandono escolar

    Gravidez precoce na adolescência – Classe estudantil feminina no ensino básico e secundário.

    Maus tratos infantis- infantários ensino pré-escolar, no seio familiar.

    Alimentação refeição escolar

    Números de alunos por sala de aulas

    A qualidade do ensino, as metodologias, pedagogia, deontologia certificação profissional dos professores, certificação profissional dos cidadãos formados, quadros.

    Em conexão com ministério de educação, da solidariedade segurança social a questão do aleitamento materno infantil, desnutrição, alunos que fazem uma refeição/dia influência na aprendizagem.

    Etc, etc,…

    Gostaria de ver estas modernizações ser extensível a todos os Distritos Nacionais, bem como a região Administrativa do Príncipe.

    Acredita em ti tu és capaz

    Acredita juntos somos capaz São-tomenses

    Se se queremos ver o País(Território/População/ nossa Administração) bem.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  3. img
    FOCOTO Responder

    Dois dos mais bandidos/vanpiros comparsas do do PT, VARELA e AMERICO, este o campeão dos 30 mulihões. Mas estão tranquilos porque SAMBA não vai fazer nada. Deve ter comigo um pouco também.
    Esses dois gajos sabem que PT é campeao em bandidagem. Querem com ele vir a ser os balados da terra. Uns pequenos ricos de Africa.
    Olha o BANDEIRA o pior Presidente da história do STJ, o mqis corrupto do que ALICE e LEITE. Mas são quase mesmos coisa. No Processo de ROSEMA mamaram dinheiro e miserável do país estão impunes até hoje. Bandeira está a mamar dinheiro com edífíco do STJ que nunca fica pronto e que devia ser 800 e tal milhões e foram comprar por 2.500 milhões de USD. A partamento dele está em Lisboa paga com esse negocio. Quem sabe os 30 milhões também está nessa coisa. Mas uma coisa é certa esse dinheiro que não de conhece o paradeiro deve ter servido para pagar esses bandidos e muitos outros para fazerem o jogo do PT. Inspeção Judicial é exemplo em que ele pagou esses bandidos de CONSELHO SUPERIOR JUIDICIÁRIO. SAMBA A DE PAGAR DEUS POR ESSE FINGIMNTO COM A JUSTIÇA SOBRE PATRICE. Pessoas sem pudor. só dinheiro lhes interessa. Povo e Estado não faz parte do lexico deles. MAS DEUS FARÁ JUSTIÇA E HÃO DE PAGAR.

  4. img
    Filho do povo Responder

    Eu penso que esya é uma boa ideia se for bem implementada e com um bom sistema de segurança.
    Hoje vivemos no século 21, século de informatização e São Tomé não deve o rabo do mundo, não obstante as situações que se vive hoje dentro do país.
    Já é altura para que cada ministério tem um web site com informações actualisadas todos os dias de modo a qualquer cidadão dentro ou fora do país possa ser informada online sobre qualquer tipo de informação sobre o pais ou referido ministério.
    Vamso, passo a passo que tudo correra muito bem.

  5. img
    Ciosmy Mandinga Responder

    Acho Muito bem
    Meus parabéns aos promotores deste projecto

    Actualmente a globalização ganhou um novo conceito “Globalização Tecnológica” e não podemos negligenciar este fenómeno.

    A tecnologia trouxe e continua trazendo imensas vantagens no que consiste no desenvolvimento de tarefas de uma forma mais eficiente e eficaz. As pessoas é que não têm sabido usa-la de forma adequada.

    Aqui é que se nota a diferença entre aqueles que têm cabeça para pegar nos dados transforma-los em informação e tomar as devidas decisões e aqueles que tendo certos dados não sabem o que significam nem o que fazer com eles por isso não conseguem tomar qualquer decisão de uma forma racional mesmo que tenha a sua disposição a tecnologia da última geração.

Deixe um comentario

*