00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

AJS denuncia acções de ameaça aos jornalistas pelo poder político

O Presidente da Associação dos Jornalistas de São Tomé e Príncipe, Juvenal Rodrigues(na foto), insurgiu-se contra uma série de actos do Governo de Patrice Trovoada, que para a Associação dos Jornalistas, representam ameaça e tentativa de intimidação dos jornalistas independentes do país. «Como é do conhecimento de toda gente, o jornalista Abel Veiga foi proibido de entrar na prematura em representação da RTP-África para cobertura de uma conferência de imprensa convocada pelo senhor Primeiro Ministro. Achamos que qualquer pessoa que seja democrata e que seja íntegra não pode ter medo das perguntas de um profissional da comunicação social. E se o profissional tiver levantado alguma questão estranha ou difamação há os meios legais para repor a verdade», afirmou Juvenal Rodrigues.

A AJS condenou também outra acção do Governo. «Outra coisa que nos estranhou são os termos de um comunicado que saiu do Gabinete do Primeiro Ministro e sem assinatura que contestava a cobertura feita pela RTP-África em relação a manifestação que contestava o resultado das eleições presidenciais. Os termos utilizados no comunicado do Governo pareceram intimidatórios e são condenáveis no Estado de direito», frisou Juvenal Rodrigues.

O Presidente da AJS, denunciou o facto de alguns profissionais da comunicação social do Estado terem sido despedidos ou afastados das suas funções, por terem apoiado outras candidaturas que não do partido no poder, nas recentes eleições presidenciais. O locutor da Rádio Nacional Wilson Dendê, foi um exemplo dado pelo Presidente da AJS.

O eco dado pela Televisão Pública São-tomense, ao artigo de um jornal satírico com o título “ A Queda do Poder dos Colonos Negros”, mereceu análise da Associação dos Jornalistas de São Tomé e Príncipe. «Não é normal que os responsáveis da Televisão não conheçam o mínimo sobre a história de São Tomé e Príncipe e façam eco deste tipo de artigo», sublinhou..

Para a AJS, a TVS não tem justificações para tal eco dado. «A Televisão pode dizer que fez uma resenha de imprensa. Mas a Televisão não fez resenha do artigo do Téla Nón, que deu a conhecer a assinatura de um acordo de empréstimo de 30 milhões de dólares pelo Governo, sem o conhecimento da Assembleia Nacional. Se é resenha de imprensa porque não?», interrogou.

Juvenal Rodrigues enquanto Presidente da AJS, teceu comentários acerca dos “Colonos” que o país estará a conhecer. «Se formos para esta lógica de colonos negros, eu pergunto que tipo de colonização é que está a entrar no país agora? Será uma colonização parda? Podem perguntar porquê uma colonização parda? Basta ver o ambiente económico, sobretudo no comércio para se ver quem é que está a dominar o sector cá em São Tomé e Príncipe», pontuou.

A direcção da AJS, discordou também do título da notícia dada pelo Jornal Téla Nón, “Patrice equivocou-se?” a respeito das declarações feitas pelo Chefe do Governo sobre arma de guerra que um jornalista recebeu na presidência da república. «Não houve equívoco do Primeiro-ministro. Porque na política não há nada que seja inocente. Há um propósito que é de condicionar a actividade dos profissionais que querem fazer o seu trabalho de forma independente», destacou Juvenal Rodrigues.

Para o Presidente da Associação dos Jornalistas de São Tomé e Príncipe, a declaração de Patrice Trovoada foi uma ameaça velada. «E já agora aconselho determinados profissionais a estarem em alerta porque isso pode criar algumas situações, em que determinados profissionais podem ser agredidos, com o argumento de terem uma arma de guerra, pode ser uma forma de justificar agressões físicas. Mas também pode ser uma forma de distrair as pessoas de questões essenciais. Estamos a saber que até agora há sectores públicos que não receberam o salário do mês passado», concluiu.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Realidade Responder

    Sao Tome e Principe….. rumo a sub-desenvolvimento pk andam a eleger pessoas fracas em todos os sentidos para nos governar.

  2. img
    INHONO Responder

    É de louvar esta atitude do SJS que dá sinal de que os santomenses não vão deixar a toalha para o chaão como fizeram os partidos da oposição. O Sindicato dos Jornalistas estgá a dar sinal de que alguém tem alguma coragem em confrontar esse PT que anda a enganar o “Povo Pequeno dele que está a servir o país quando é o contrário. Ele quer é enriquecer-te dando os trocos aqueles que o seguem sabendo que ele é bandido. Os Varelas, Levys e os comparsas e companhias que “lolon dedo! com o PT.
    Por favor gente! Como é possível um PM que só dá entrevista a jornalista que ele seleccionou desde que ganhou eleições legislativas que também foram fraudulentas como as do “Pau Mandado”? Há no mundo casos desses! Não acredito nem nas pseudo-democracias africanas que nem convém citar os nomes. São conhecidos.

    O tipo escolhe uns desenvergonhados “jornalistas” (O. MEDEIROS, que supervisiona a TVS, uma menina de que nem sei o nome e o Blassana que é diretor da Radio Nacional.

    C r e d o!

    Diabo que leve a oposição, sobretudo de MLSTP e PCD que parecem ter “rabo na estrada”. Outros bandidos!
    Os partidecos só estão a procura de uns rebuçados e como não lhes dão deixaram de falar ou reagir….CODO bô! PTS, UDD, e outros instrumentos de salva-vida dos lideres onde é que estão.

    Patrice está a mandar-vos no c…! Desgraçados e interesseiros dos partidos de oposição.

    PT vai desgraçar esse país. Cuidado que venha a haver revolta do Povo!

  3. img
    Maria Ricardo Responder

    É bem feito. O importante é k S. Tomé é mesmo poderoso. Nao vai durar muito tempo. Mesmo o PR Evaristo de Carvalho vai dizer basta Patrice Trovoada!… Lembre-se k os santomenses nunca aceitaram escravatura.

  4. img
    explicar sem complicar Responder

    Minha gente,
    A TVS e Radio Nácional nao estão a informar a população sobre o TUMULTO na CADEIA CENTRAL porquê????

  5. img
    realista Responder

    Onde k esta Maria neves k keria ser president da Republica para falar agir levantar a vos em defeza do povo cade Elsa Pinto,Alcino Pinto Gabriel Costa, o senhor XAVIER VCES so mandam bocas apenas nas campanha pois la na assembleia so ficam manso e caladinhos a espera do bolo k Pt vos dao essa geração De velhas deputados deveriam ser todos corridor do parlamento vergonha, vergonha ka pra mim com vces ai no parlamento esse pais nem Deveria existir democracia.

  6. img
    vicente Responder

    Caros guerreiros, peguem nas vossas armas para abrirem as portas que Patrice Trovoada e o ADI nos estão fechando. Não a famosa arma de guerra que Patrice quer distribuir provocando a desconfiança no vosso seio, mas sim estas que vocês sempre usaram para abrirem os olhos ao povo, especialmente o povo pequeno que ele esta atirando o pó ao olho semeando o ódio e o rancor no nosso seio . Se não o fizeram, pode ser que o amanhã será muito tarde. Agora ou nunca. Tirem as vossas conclusões.

  7. img
    Jovem sem futuro Responder

    A DTT ( direcção dos transportes terrestes ) ja ha mais de um ano esta todos os trabalhos parados. So estão a extorquir os cidadãos com guia e mais guia pra conduzir. Uma pergunta que faço é para quando vamos ter a carta de condução? É normal um cidadão passar no exame de condução desde agosto de 2015 e em outubro de 2016 ele ainda estar a espera de sua carta pra conduzir? Esse director esta la a fazer o quê?

  8. img
    José Afonso Responder

    Senhor Juvenal
    Senhor recorda quando o Grupo Nós por cá criticou o teu patrão Delfim Neves devido ao arroz podre comprado com o dinheiro do Estado, o que é que o senhor fez. O senhor não expulsou os mesmos da TVS e proibiu aos mesmos de continuarem a apresentar programa? Para ti, isto é que é democracia?
    Quando o deputado Neto vianteiro disse que o Governo devia por os jornalistas na cela com pão e água durante uma semana para terem o juizo, onde é que o senhor tinha os ouvidos e a boca? O rato tinha lhe comido a lingua.
    Vai te catar meu amigo
    Cresça e apareça
    José

  9. img
    edger martins conde Responder

    Agora é nossa x!
    Aqui se faz aqui se paga.

Deixe um comentario

*