00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Bioenergia em São Tomé vai ser apresentado na COP22

Os projetos “Bioenergia em São Tomé – Aproveitamento Energético de Biogás” e “Roadmap dos Resíduos em Cabo Verde” irão ser apresentados na 22ª.Conferência das Partes no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP22), que decorrerá em Marrakech, de 7 a 18 de novembro de 2016.

A COP 22 dá continuidade aos progressos atingidos na COP21 realizada em Paris, sendo considerada a COP de Ação. Após a entrada em vigor do Acordo de Paris, assinado por 191 países e ratificado já por 84, surge a necessidade de desenvolver os mecanismos de suporte necessários para atingir as metas propostas, especialmente associadas à adaptação, transparência, transferência de tecnologia, mitigação, capacitação e perdas e danos, sendo que a Conferência de Marrakech irá assim assumir o papel de ação, no desenvolvimento destas ferramentas.

A Direção Geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe, a Agência Nacional de Águas e Saneamento de Cabo Verde e a Euronatura, em conjunto com a Ecovisão, como entidade executante (no projeto Bioenergia) e líder do consórcio executante Ecovisão/AdPI/TESE (no projeto Roadmap), irão apresentar os projetos em curso em dois side-events distintos abordando diferentes perspetivas dos mesmos.

Assim, sob o tema “Gestão de Resíduos em Regiões Insulares”, ocorrerá, no dia 16 de novembro, às 11H30, um sideevent oficial, facilitado pelo Secretariado da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC) na sala Pacífico da “Blue Zone” da conferência.

No dia 17, pelas 16H30, sob o tema “As Alterações Climáticas, a Gestão de Resíduos e a Comunicação no seio das comunidades: Dificuldades e Conquistas” será promovido um segundo side-event, a decorrer na sala Bratislava do Pavilhão da União Europeia, o qual irá focar a vertente específica do enquadramento das comunidades e da sua importância na concretização de resultados.

Em curso desde dezembro de 2014, os projetos estão a ser desenvolvidos com o apoio da Cooperação Portuguesa, através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e da Agência Portuguesa de Ambiente, e financiados pelo Fundo Português de Carbono.

Maria João Martins

Administradora

geral.ecovisao@ecovisao.pt

+351 220 433 300

 

 

 

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*