00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

COP22 – Viaturas 100% eléctricas para travar a poluição do ambiente

No quadro da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre o Clima (COP22), que decorre aqui em Marraquexe, o país anfitrião(Marrocos), exibe novas viaturas 100% eléctricas. Silenciosas e amigas do ambiente as viaturas transportam jornalistas e outras individualidades convidadas para o evento que pretende unir o mundo na “Acção” determinada e concertada para travar o aquecimento do planeta terra.

Os carros eléctricos, que circulam pela cidade de Marraquexe, são um exemplo da “ACÇAO”, para despoluir a atmosfera. Não tem tubo de escape e nem precisa, porque não produz fumo, e muito menos gases resultantes da combustão dos combustíveis.

carro-electrico-3O Jornal Téla Nón que teve oportunidade de passear num dos carros 100% eléctricos constatou que apenas tem um travão e um acelerador. O motorista pode definir a velocidade máxima que a viatura deve atingir. Se o motorista define 60 quilómetros por hora, ultrapassa tal velocidade.

Sem poluição sonora, a viatura é reabastecida após percorrer 130 quilómetros. Reabastecida com energia limpa.

Viaturas 100% eléctricas agem na COP22, como prova de que o homem pode sim, com diversas acções despoluir o ar e equilibrar o clima mundial.

Abel Veiga – Marraquexe

Notícias relacionadas

  1. img
    luisó Responder

    Estes carros num País sem energia é complicado.

  2. img
    Lupuye Responder

    Ter carros identicos e essencial. Mas temos que comecar a pensar em formar pessoas capazes de reparar tais maquinas e mante-las em boa ordem. Em STP nao temos gente capaz de lidar com determinadas tecnologias. Mas a ideia me agrada.

  3. img
    Tony Responder

    Realmente é bonito de se ver, e também estar presente nesta conferencia…

    STP, tem energia produzida por gasóleo, ainda há pouco o maior investimento foi em geradores, altamente poluente e em desuso, e com elevada dependência externa, quando tem condições para evoluir noutro tipo de energia.

    Viaturas, entra qualquer uma em STP, basta ir á ENAPORT e ver o que chega, o lixo da Europa, viaturas que já não podem circular nos seus Países de origem. Enfim não há lei para limitar este tipo de importação como existe noutros Países Africanos.

    Qualidade dos “transportes públicos” vulgo taxis, completamente perigosos tanto para a segurança dos utilizadores, como para a poluição. Tudo deita fumos de queima de óleos e combustíveis, sem qualquer controle.

    Depois temos uma Cidade cheia de pó no ar, fruto de todos os gases provocados pelo que referi anteriormente e ninguem faz nada!! Dá muita chatice fazer zanga com primo, acho Eu.

    Tambem, depois ainda dizemos as Ilhas maravilhosas (que são mesmo), e que se deve desenvolver o Turismo, com este quadro acho que os Turista não gostam, ou quando regressam ás suas origens devem dizer STP é só lixo em todo o lado, desde Praias até ao envolvente da Cidade.

    Obrigado

  4. img
    Ralph Responder

    Esta é uma ótima ideia. O único problema será estabelecer uma rede de fornecedores de eletricidade que poderá permitir os carros a reabastecerem-se quando se esgotarem a sua carga. A ironia é que, pelo menos nos EUA, costumava existir tal rede de postos de abastecimento eletricos porque havia por tantos anos muita competição entre carros eletricos e os abastecidos por gasôleo e gasolina. Porém, aqueles postos foram tornados em postos de abasteciminto de gasôleo e gasolina depois de o uso de motores combustíveis se tornarem cada vez mais popular à custa de carros eletricos.

Deixe um comentario

*