Morte calou mais uma voz eloquente da Rádio Nacional

Diógenes Cravid, foi levado pela morte nas primeiras horas desta quarta- feira, após alguns dias de internamento no hospital Ayres de Menezes.

Foi um dos primeiros jornalistas são-tomenses, na Rádio Nacional, após a independência nacional. A geração de Diógenes Cravid substituiu os repórteres e locutores portugueses da antiga Rádio Club de São Tomé.

Voz inconfundível, que durante 39 anos deu clareza aos noticiários da rádio.

Diogénes Cravid, foi assessor de imprensa da ex-Primeira Ministra Maria das Neves, e nos últimos anos a par da assessoria de imprensa no Ministério da Defesa, continuou a dar sua voz viva e clara aos noticiários da rádio nacional.

Em Novembro de 2017, completaria 70 anos. A morte o levou. Calou a sua voz no mundo dos vivos, para a ecoar na eternidade junto com outras vozes sonantes da rádio nacional que lá se encontram. Nomeadamente Eliseu Fernandes e Armindo Tomba.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Silvério Amorim Responder

    Hoje despertei com a notícia mais difícil para mim. Em suma para todos nós da RNSTP,
    A notícia do desaparecimento físico do nosso colega, amigo e conselheiro.
    Especialmente para mim, que tive Diógenes Cravid como inspiração para ser locutor da Rádio Nacional.
    À terra vamos entregar apenas o seu corpo. Ele vivera eternamente nos nossos corações. A voz de cristal da RNSTP não pode calar. Esperamos que o ministério da Comunicação e a Radio Nacional, homenageiem e realizem as devidas exéquias à este brilhante jornalista e locutor!
    À família enlutada e colegas apresento as minhas mais sentidas e profundas condolências neste momento de dor, luto e de perca irreparável.
    Curvemos em memória de Diógenes Cravid e que o seu legado seja patente no dia-a-dia da Estação Primeira.

  2. img
    Xico Responder

    Os meus mais profundos sentimentos à família e amigos.

  3. img
    São de Deus Lima Responder

    Os que te conheceram, contigo privaram e contigo labutaram por uma comunicação social digna, não te esquecerão.
    Jamais nos esqueceremos do teu companheirismo. Da tua competência. Jamais nos esqueceremos da tua VOZ.
    Amigo e colega leal, companheiro honesto, descansa em paz.
    Até sempre!

  4. img
    Guida Gostosa Responder

    Paz eterna a alma do falecido!

  5. img
    adelino lucas Responder

    Que a sua alma descança em paz e que Deus acalme sua família nesta triste hora de dor e pesar. O passamento de Deogenes Cravid,constitui uma irreparavel perda para a comunicação social santomense, mas sobretudo para seus filhos, irmãos e demais familiares. Homem responsável e firme nas suas posições Deogenes é parte indissociavel da história da rádio nacional de stp. Bem se espera que sua experiência e seus ensinamentos possam servir de modelo a seguir pelos,mais jovens profissionais da imprensa santomense. Meus pesares a família enlutada.

  6. img
    zé maria cardoso Responder

    A voz única, vibrante, contagiante e ousada.
    Aos familiares do professor Diógenes Cravid as mais sentidas condolências.
    Descanse em PAZ!

  7. img
    Teotônio Menezes Responder

    Ficamos menos rico ou mais pobres? Não importa neste momento. A dor e a falta para os familiares, amigos e demais próximos são as mesmas. Partiu o colega, mas fica a imagem do homem e profissional forte e frontal. Mais um momento a vida da aos ficam para tirarem ilações . Decisão divina. Somos frágeis para contrariar. Descanso em paz. Pezar aos familiares e amigos!

  8. img
    Martinho Tavares Responder

    Amigo sereno a contrastar a com voz vibrante. É assim que recordo com saudades deste grande amigo. Recordo, enquanto Presidente da Comissão Administrativa da Rádio Nacional e como se fosse hoje em 91 em plena eleição do Primeiro Presidente da República por via do voto secreto, universal e direto, contra tudo e todos aceitou apelar através dos microfones da Rádio Nacional aos cidadãos são-tomenses para que fossem votar e que em democracia ganha-se eleições na urna, razão pela qual granjeou para sempre o meu respeito como um profissional sério, longe de claudicar a observância da imparcialidade e ética, pois era tanto o aliciamento e alta a pressão para que a Mudança para a Segunda República, então em curso, pudesse falhar redondamente. Fica esta pequena memória. Que descanse em paz.

  9. img
    Albertino Fernandes Responder

    Sabemos que neste momento difícil, as palavras pouco confortam, são etapas da vida que nos custam sempre aceitar, mas ficam as memórias e as infindáveis recordações SUAS e lembranças desta sonante voz da Rádio.
    Aos familiares, as minhas condolências (Actos 24:15)

  10. img
    ADEUS A ULTIMO SUBREVIVENTE Responder

    Adeus grande Locutor Adeus grande homem da comunicação social, atenção atenção atenção, faço um apelo a vocês da comunicação social, lutem para melhoria do vosso salário e melhores condições de vida, e deixem de politiquice, existe equipamento na Radio bastante obsoleto e pode ser causadores de doença, e mas vocês devem unir em torno de um objectivo… em vez de lamber botas dos políticos para subir a cargo de directo ou um outro cargo qualquer, assim nunca mais vão ter um salário digno. em vez de passar informações politicamente como nós ja sabemos. dou um exemplo onde esta Silvério Amorin, Adelino Lucas,São de Deus Lima, dentre muitos outros, estão de fora porque não apoiaram ADI, quem esta agora, são os que apoiaram ADI. vs, para me é um erro grosseiro dos Politico desonesto. não se pode afastar um quadro pelo facto de apoiar outro partido.assim acontece em vario sector do Estado. o salário praticado na Radio é uma calamidade…pensem bem neste assunto… vocês são usados politicamente…

  11. img
    Gervasio Agostinho Das Neves Responder

    sabemos que neste momento dificil este grande homen da comunicaçao social os meus mais profundos sentimentosà familiae amigos
    Descanso em paz Diogenes Cravid . Libreville 02/02/2017

  12. img
    M.One Responder

    Meus Sentimentos

  13. img
    sotavento Responder

    Meus pesames a familia e a instituicai Radio Nacional.

  14. img
    José Luís de Jesus Responder

    Meus sentimentos a familia enlutada, este deixou o seu legado muitos inspiraram nele para serem jornalista, espero que a nova geração faça o mesmo, mas com humildade, profissionalismo, imparcial acho que inspirarão outros para seguir a carreira.

Deixe um comentario

*