Destaques

Manifestação – FIASCO

Os jovens, cerca de 7, que organizaram na quinta – feira, a manifestação anti-Patrice marcharam pelas ruas da cidade de São Tomé, cercados e acompanhados por cerca de 200 polícias. Mikes Bonfim responsável pela organização da manifestação disse, que convidou todas as forças vivas, sobretudo as organizações juvenis para se juntarem ao protesto democrático, mas não compareceram.

Sozinho, os 7 mentores realizaram o sonho de protesto público contra o desemprego, a fome, e outras anomalias que dizem estarem a ser perpetradas por Patrice Trovoada e o seu Governo.

A maioria do público e da juventude são-tomense, mostrou claramente que não se revê nas causas que motivaram o protesto do grupo de 7 jovens. Afinal, ao contrário do que os 7 dizem ou sentem na pele, o país está a “avançar”.

Os organizadores da manifestação deixaram bem claro que nunca tiveram qualquer apoio de partidos políticos, contradizendo assim as acusações do governo que tanta pressão fez sobre a organização do protesto, e que indicou os partidos da oposição como sendo os organizadores da manifestação.

Tudo indica que se a manifestação fosse organizada pela oposição política teria nas ruas pelo menos o dobro do número dos jovens que se manifestaram na tarde de quinta – feira, ou seja, 14 manifestantes pelo menos.

Abel Veiga

 

    21 comentários

21 comentários

  1. Estranhando o povo Santomense

    10 de Fevereiro de 2017 as 9:41

    Todos reclamam em todos os cantos , tanto dentro como fora do país , mas na hora de dar a cara todos fogem e escondem-se , a conclusão que tiramos é que a maioria dos Santomenses que reclamam estão bem de vida e , só querem saber o que sai da boca do outro para depois denuciar ao chefe…estamos perdidos.

    • Bandeira Carvalho Trovoada de Varela

      13 de Fevereiro de 2017 as 8:35

      Houve sim 200 polícias na manifestação…

      Os arrancaram todos os polícias, até mesmo aqueles polícias que estavam destacados em determinadas instituições públicas a fazerem serviço de segurança dos respectivos dirigentes do Estado, foram chamados para enfileirarem-se na manifestação deixando as referidas instituições de Estado à Deus dará sem qualquer segurança e abandonado a sua sorte. Enfim…Isto quer dizer que aqueles dirigentes do Estado que eles estavam a guardar podiam mesmo serem mortos caso houvesse qualquer ataque a integridade física ou assalto no referido serviço.

      Para o Governo é mesmo que dizer: “ah, quer lá saber se morreu ou não, o que quero é que ninguém pia, ninguém faz manifestação em São Tomé e Príncipe a ADI estiver no poder”…

      Em condições normal, o senhor Comandante Nacional da Polícia devia ser demitido, porque ele foi longe demais ao confundir as coisas e deixar as instituições sem segurança, violando assim as leis da República uma vez que, nos termos dos estatutos dessas instituições exige que seja destacado nestas mesmas instituições polícia de segurança pública.

      Ao fazerem isso e violando grosseiramente a lei, o senhor Comandante Nacional da Polícia devia ser demitido do cargo e ser responsabilizado criminalmente.

  2. a verdade das verdades

    10 de Fevereiro de 2017 as 9:47

    As pessoas só não participaram na manifestação POR MEDO da represália, devido à quantidade de POLÍCIAS que cercaram a praça da independência.

  3. EX

    10 de Fevereiro de 2017 as 9:50

    Então se não foram capaz de sair as ruas para Manifestarem, quer dizer que esta tudo bem.

    É do Povo São-Tomense reclamar em segredo, quando chega a hora de dar a cara nada fazem. Se esta tudo bem porquê a cada dia se aumenta o numero de mosqueteiros nas ruas, aumento indiscriminado de assaltos, onda de violências, escasses de Produtos de primeira necessidade e o aumento generalizado dos preços dos mesmos.
    O Monopólio dos Orgãos de Comunicação social, e demais coisa.

    Povo falta de coragem mesmo.

  4. lede di alami

    10 de Fevereiro de 2017 as 9:53

    O povo de stp, precisa de mais 200 anos, pra depois sentirem na pele, vem do paraiso’ z não sabem, são enganados mas ta td bem, estrangeiros vendem frango podre, mudaram abito alimentar, arroz zero nivel de Japão, venderam p mar, Príncipe ta a ser vendido, o Presidente e heroi etc…………
    .. Chaga ta na terra ministro não quer nem pra os doentes serem visitados pelos deputados, Viva minha querida terra, pequena mas está a ser saqueada.

  5. rapaz de Riboque

    10 de Fevereiro de 2017 as 10:13

    não participaram mais porque não era para comer e beber ou receberem alguma coisa em troca senão aparecia milhares de pessoas

    • Cão de cinza

      10 de Fevereiro de 2017 as 14:55

      Só reclamam e não apresentam solução.

  6. manuel

    10 de Fevereiro de 2017 as 10:28

    è do nosso S. tomé e das pessoas que não gostam dar cara.
    Onde estão o partido da oposição que tanto reclamam e deviam ajuntar a esses jovens para dar mais força?
    Como a manifestação não aderência mantiveram a escondidas telefonando.
    Deixa governo trabalhar e cumprir o seu mandato e vão trabalhar

  7. Pedro Costa

    10 de Fevereiro de 2017 as 13:01

    Somente 7 pessoas!
    Sinceramente, é mesmo um fracasso. As pessoas não se manifestam, porque muitos se conformam com o muito pouco. Por outro lado é falta da cultura política e democrática. Não se manifestam por acharem que se o fizerem estão a fazer politiquice.
    Não é possível, num país que tem tanta miséria existir só 7 revoltados com a situação.

  8. VM

    10 de Fevereiro de 2017 as 13:50

    Cada povo tem os dirigentes que merece. Quem vê e diz que as coisas estão mal no país (degradação total da sociedade, desde a economia, passando pela educação, sem esquecer a segurança) são os que não vivem em S.Tomé e Príncipe. Os que aí estão gostam do que vivem, adoram dos seus dirigentes, apreciam serem aldrabados. De resto, são coerentes com as escolhas que fizeram. Maioria absoluta ao ADI, presidente ao ADI, pelo que tudo o que for feito pelo ADI (infelizmente sempre para o pior) está bem, porque “povo gosta”. Olá mwála meçê homé, ê ká boboê kú món çê pánú… Por isso, aos miseráveis, bwê pô máta bwê, campú çá d’Alê. Aguentem-se e continuem a apanhar sem gritar.

  9. "Sozinho no Mundo"

    10 de Fevereiro de 2017 as 13:59

    Já deu para perceber k nós Santomense, no momento certo para falarmos, moatrar as nossas indignações, não o fazemos.
    Preferimos estar num cantinho murmurar, dar queixa aos outros k não tem nada a ver connosco…..
    Falar atoa, afirmar algo k não vimos e nem sabemos, falamos de algo k desconhecemos, só isso!!!!!!
    Pk é triste!!!!!
    tenho a certeza absoluta k maioria da população está descontente com o reinado do PM e companhia Lda de ADI

  10. Ganancia do Poder

    10 de Fevereiro de 2017 as 15:18

    Claro que só podia dar nisto, foi projectada para ser assim. São estratégias do ADI.
    E depois quiseram encontrar bode expiatórios.
    Achas que mesmo o UDD não poria no mínimo 100 pessoas na rua?

    Vai-te catar Arlindo Ramos.

  11. luisó

    10 de Fevereiro de 2017 as 15:35

    200 policias ?
    STP não tem tantos policias assim disponíveis, devem ter vindo de toda a ilha…..

  12. MIGBAI

    10 de Fevereiro de 2017 as 16:27

    Minha gente.
    Mas quem é que tinha a leviandade de esperar mais contestatários do que os 7 que apareceram?
    Só os inocentes esperavam mais pessoas na manifestação.
    Mas sabem uma coisa, isto é normal aqui em São Tomé.
    Não foram também pouco mais de 7 negros que levantaram o braço para dizerem ao governo de Portugal que queriam a independência.
    Claro que Portugal queria ver-se livre destas ilhas, e como tal aproveitou a oportunidade para entregar as mesmas, tendo-se iniciado a colonização negra.
    Estava na altura era de começar e exigir um referendo ao Governo, para sabermos se os São-tomenses querem ou não integrar-se na europa com Portugal, ou seja sermos portugueses de origem são-tomense.
    Está na altura de começarmos a discutir isso nos locais de trabalho, nos locais públicos, em casa junto dos amigos.
    Isso sim, seria motivo para uma manifestação de encher ruas, pois a maioria dos São-tomenses não foram achados nem ouvidos nesta vergonhosa independência, que só nos envergonha junto da comunidade internacional, como povo de pedintes, mas com excelentes políticos corruptos.
    Miséria, corrupção, fome, desprezo pelos mais elementares direitos do povo, pedofilia, violações, roubos, doenças de origem desconhecida ou com origem na imundice deste país, foi o que a independência nos deu e está a dar.
    REFERENDO ao povo!!!

    • Ha ha

      23 de Fevereiro de 2017 as 12:25

      Houve um indivíduo que tinha uma prima bonita e achou que ela devia casar com um indivíduo bem-posto. Reuniu todos os familiares que concordaram com ele. Foram levá-la ao pretendido e este perguntou: Vocês já tinham tentado saber se eu estava interessado ou se na minha posição eu podia ficar com a vossa familiar?
      Envergonhados, todos tentaram saber de quem foi a ideia e porquê que ela teria sido lançada com tanta impreparação.

  13. joão Manuel

    10 de Fevereiro de 2017 as 19:59

    O país já esteve muito pior até que um dos ministros do Governo da UDD/MLSTP/PCD, escreveu a carta a um país vizinho pedindo arroz podre com argumento de que o povo santomense estava faminto. Onde estavam estes jovens? Comeram o arroz podre todo, comeram toda a manteiga e comida podre comprada com o dinheiro do Brasil por STP Trading e não levantaram uma só voz.
    Estes jovens não querem trabalhar. Existe muita gente a procura de trabalhadores para a agricultura mas não se encontra ninguém
    Caros manifestantes.
    Estes mesmos manifestantes estiveram no fim da tarde do dia da manifestação a chuparem cervejas na zona com a verba recebida pelos financiadores da manifestação..
    Vão catar a água
    Bem haja STP
    J.M.

  14. Mau Sinal!!

    10 de Fevereiro de 2017 as 20:51

    Fracasso? Acho que não.Isto é um primeiro passo de uma longa caminhada. Ainda assim, o poder ficou assustado e meteu na rua todo esse aparato policial sem precedente e com toda a intimidação e disinformação que assistimos. Esse Governo precisa ser incomodado porque está a levar o pais ao abismo. A oposição tem feito alguma coisa mas ainda muito insuficiente. A luta continua!

  15. Clemilson Brasileiro

    11 de Fevereiro de 2017 as 12:26

    Pode esperar esses 7 serão os milhares que sairão nas ruas para se manifestar !

  16. Força

    11 de Fevereiro de 2017 as 17:14

    Povo tem medo desse governo, das represalias que pode sofrer. Acredito que muita gente queria ter a coragem daquelas jovens e dar a cara naquela manifestaçao, mas o medo falou mais alto. Parabéns para aqueles jovens corajosos.

  17. Humberto Lopes filho

    13 de Fevereiro de 2017 as 8:45

    Não se Preocupem. Quem Orquestrou esta manifestação, é mesmo o ADI. Foi programada para dar como deu.
    É a artimanha do Patrice. Não viram que depois disto ele foi já fazer visistas de terreno e lançar bocas?

    Foi a Central de Guêguê, Mal negociada pelo ADI( Júlio Lopes e enrão ministro do ADI Arlindo Carvalho-actual DG de Ambiente), foi a Ribeira Afonso ver projecto de Agua concebido e lançado por outro governo e que é muito normal dar-se continuidade, mas ele está a gabar-se que está a fazer.

  18. Até Quando?

    14 de Fevereiro de 2017 as 12:05

    Até quando que este país vai tomar jeito?
    Falar de fracasso da manifestação do passado dia 09 não seria uma boa palavra mas sim foi um sucesso isto porque mesmo com medo dos santomense houve a manifestação. É verdade que todos sabemos que este povo é muito medroso, só sabem mandar bocas, mais eu pergunto, até quando vamos continuar com este medo? Não somos um povo democrático? Não existe liberdade neste país? O que esta a acontecer afinal? Porquê estamos a sofrer calados? Se o Governo é do povo pequeno como diz, porquê que aperta o povo? credo….

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo