Greve no sistema de justiça agudiza-se

A partir desta quarta – feira, o sistema de justiça de São Tomé e Príncipe, conhece uma paralisação total e plena. Após os primeiros 5 dias de greve por tempo indeterminado, o sindicato dos funcionários dos tribunais e do ministério público, prometeu por fim a prestação dos serviços mínimos.

A partir de hoje a paralisação é total. «Não iremos garantir o serviço mínimo. Tínhamos dito que haveriam 5 dias para negociações e em que os serviços mínimos seriam garantidos. Expirado esse prazo os serviços mínimos não serão garantidos», assegurou, Leandro Gomes, porta voz do sindicato.

O porta-voz do sindicato reforçou que «a greve se manterá por tempo indeterminado, até que haja um acordo que satisfaça as nossas reivindicações».

Aberto as negociações o sindicato anunciou que tem havido negociações com o Conselho Superior da Justiça, mas até agora sem produzir resultados. «O que queremos é o bem-estar da justiça em São Tomé e Príncipe. Não estamos a procura de melhorias pessoais dos funcionários. Queremos é melhoria em termos da prestação do serviço de justiça. A nossa reivindicação é legítima».

preso detidoOs serviços dos Tribunais e do Ministério público não dispõem sequer de uma viatura para transportar os reclusos para a penitenciária. A fotografia mostra uma das operações de condução de um cidadão que o juiz mandou para a cadeia central. É a pé, e percorrendo uma distância significativa na cidade de São Tomé, que os oficiais de justiça conduzem os reclusos para a prisão.

O mesmo sistema de justiça que recentemente recebeu dezenas de viaturas topo de gama.

Os grevistas clamam por justiça dentro dos tribunais e do ministério público. «A greve só terminará quando as reivindicações forem satisfeitas. Sem isso nada feito», sentenciou o porta-voz do sindicato dos funcionários judiciais.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    Kwa nom so Responder

    Será que somos tão pobre assim que não temos um carro para transportar “presos”? Falta a capacidade de administração.

    • img
      Preto Responder

      Meu caro “Kwa nom so” o senhor acha que criminoso merece boleia? Eu acho que todos deveriam ir a pé para serem vistos pela multidão.

  2. img
    ANCA Responder

    A legitimidade para fazer greve é um direito, consagrado na constituição da República, tal como o sentido de dever cumprir.

    Todas as reenvidicações, são legítimas, mas nem todas, podem ser satisfeitas.

    Há que ter noção, da realidade do País(Território, População,Administração).

    O País é pequeno, depende de ajuda externa a quase cem por cento, produzimos pouco, muito pouco para sustentar a nossas necessidades, de melhor salários, as nossas necessidades sócias, culturais, ambientais, políticas, desportivas, economicas e financeiras.

    Logo é relevante que cada cidadão nacional, tenha consciência dessa realidade do País(Território, População, Administração).
    E de nada adianta partidos políticos, jornalistas, jornais, críticos, comentadores tirarem partido destas situações.

    O País(Território,População, Administração), é pobre, pouco produz, tem pouca diversificação econômica, um sistema financeiro pouco solidificado, pouca robustos financeira dada a renda/produtividade/produção, de cada cidadão, empresa, sector económico da Nação.

    A realidade é esta, temos que trabalhar mais produzir mais e melhor, se se quisermos ter melhores salários, bons hospitais, casas, créditos, se se quisermos ter melhorias sócias, culturais,ambientais, desportivas, políticas, economicas e financeiras.

    A ajuda externa é importante, para formatação estrutural, mas nenhum País( Território, População,Administração), vai nos pagar aumentos salariais.
    Todos temos de ajudar a construir e reforçar o crescimento desenvolvimento sustentável do País(Território,População,Administração), trabalhando, criando empresas, poupando, criar contas bancárias, existem enormes possibilidades de empreender negócios no país, há que aproveita-las, é preciso acreditar, aprimorar.

    Está a decorrer também greve dos administrativos da escola portuguesa, onde os mesmos exigiam valor salários mínimos, dentre outras reenvidicações.

    Os cidadãos devem tomar consciência, da realidade que nos rodeia, compreender, analisar onde estamos inseridos, quantos somos, quanto produzidos, para onde vamos, que dimensões recursos dispõe o nosso Território/População/Administração nacional.

    É de facto lamentável que se tenha e transportar um recluso á pé, a um estabelecimento prisional.
    Será que a Polícia Nacional, dispõe de transporte, para reclusos?

  3. img
    Peixe Responder

    Força, não ceda por nada.

  4. img
    derley pietro Responder

    Isto é das piores vergonhas em STP, o sistema de justiça não funciona, ninguém leva a justiça a serio, ladrão esta a solta enquanto inocentes são presos, os processos levam décadas a ser resolvidos se forem!!! E ainda querem aumento salarial? Esta gente quer é despedida. Como disse o PM pensem o que tem dado ao país!!! Nada e podem vir os ataques sou santomense mas de cego nada tenho a classe publica é a vergonha deste país principalmente no sector da justiça.

  5. img
    ANCA Responder

    Dando continuidade, ao que referia acima;

    Tivemos um Rei, como o próprio nome indica Amador, pois que jamais, governou, ou organizou estruturou a sociedade, que jamais tive subalternos, que jamais cobrava impostos, que jamais construiu escolas, hospitais, etc,etc… um Rei ainda por cima Amador que nunca incutiu ao Homem, São Tomense o Valor Trabalho, valor Produção, um Rei que jamais teve castelo, ou palácio, jamais deixou exemplo de governação de tanto amador que era.

    Pois que o exemplos que herdamos para o bem e para o mal, é aquele que conhecemos, os da administração colonial Portuguesa, ou baseado da legislação Portuguesa, importa agora que possamos perceber, conhecer bem, profundamente o nosso Território/População/Administração, as nossas fragilidades, as nossas vantagens, desvantagens, as nossas verdadeiras necessidades, pondo de partes as megalomanias.

    Podemos juntos transformar a nossa sociedade, comunidade, comprometendo-nos trabalhando arduamente, tomando medidas, aplicando as leis e conhecimentos, saber e saber estar e fazer.

    O aumento da massa salarial, melhores condições de vida no futuro, o crescimento/desenvolvimento está ligado, a formação, qualificação de excelência, organização,trabalho, produção, produtividade, no setor primaria, secundário, terciário, serviços nacionais.

    Há que saber ler o contexto internacional, o contexto interno, ver a real dimensão do País(Território/População/Administração), nossas capacidades, nossos recursos disponíveis,enquadrar no tempo sincrônica e cronologicamente, os diversos momentos sociais, culturais, ambientais, desportivos, políticos, econômicos e financeiros, do que somente pedir aumentos salariais de ano para ano.

    Quando lá no nosso local de trabalho, começamos a chegar a tempo e hora, ao gabinete, quando lá em cima da nossa secretária, começamos a mexer um pouco mais para resolver, os montes de processos em atrasos, sem cobrar ao cidadão mais do que está previsto na lei “luvas”, assim é em relação aos prazos dos processos que dão entradas nos tribunais, sua resolução, assim é ao tempo de espera por uma certidão, bilhete de identidade, uma consulta, um documento, uma doença, em relação a cuidados educação e alimentação dos nossos filhos/filhas, em relação ao respeito cuidar da nossa companheira, mulher, em relação ao gosto pelo trabalho árduo…etc, etc…

    Nos os cidadãos São Tomenses esperamos demasiado que o governo,anteriores, este, ou o que há de vir, resolva em um, dois anos todos os problemas, que foram arrastando no tempo desde a colonização portuguesa, independência, abertura democrática, até no nosso problema de alimentação, de falta de gosto para trabalhar, empreender, produzir, até há quem fica somente a espera que de quatro em quatro ano se se pudesse de dois em dois ano houvesse, eleições para tomar banho,” problema de mentalidade” pois que quando banho acaba vem a fome e miséria, alias nunca sai da miséria e pobreza, pois que ela é mental,…até há quem espere que os governos resolvam os problemas de amantes e filhos de amantes de vivênchas,…

    De uma vez por todas se se quisermos melhorar, progredir, façamos um esforço de analise de consciência e sejamos um pouco humildes, pois que a torneira de ajuda externa, vai fechando cada vez mais, no futuro, saibamos ler o que se passa no mundo, e pomos mãos ao trabalho é hora de arregaçar as mangas.

    Se se queres ver o País Território/População/Administração bem

    Acredita em ti

    Tu és capaz, juntos somos mais fortes, juntos conseguimos

    Tu que estás ai, vê a realidade do teu povo, do teu território, muda a tua atitude e complexo, para mudarmos o nosso País junto.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Principe

    • img
      ANCA Responder

      Abel, antes de mais bom dia, boa tarde, conforme hora e local, onde te encontras.

      Antes deste comentário, fiz um outro comentário acima.

      Gostaria de saber, a razão porque não deixaste passar…sofreu alguma sanção.

      Para que somente jamais falemos que é na Rádio nacional ou na TVS, que há impedimento de publicação, gostaria que me justificasses.

      Muito respeitosamente.

      ANCA

    • img
      MIGBAI Responder

      Meu caro ANCA.
      Tenho evitado escrever dando a minha opinião aos textos, já que estou farto de tanta hipocrisia de tantos desgovernos, de tanta imbecialidade desta gente de STP, começando nos políticos de algibeira e a terminar no próprio povo analfabetos e sem cultura alguma (salvo raras exceções), que acabam por ser as vitimas primárias dos políticos desde a independência que nunca deveria ter acontecido, e que um dia terá que acabar, para bem destas ilhas desgovernadas.
      Mas o que eu na realidade lhe queria dizer ANCA, é que o Rei Amador nunca existiu, nunca tal criatura existiu em STP nem em qualquer outra parte do Mundo.
      O rei Amador foi uma figura criada, inventada pela ditadura comunista, para desta forma o povo pensar que existia um herói unificador que se deveria seguir.
      Com a invenção desta figura a que se chamou Rei Amador, poderíamos convencer o povo que existia ou tínhamos uma origem comum com base na luta de um povo, quando todos abemos que nunca tivemos qualquer tipo de luta para a independência, a não ser a luta de alguns palhaços, que de barriga cheia no exterior e sedentes do poder, levantaram o dedo dizendo-se representantes do povo na altura em que os portugueses quiseram ver-se livre destas ilhas, que sabemos serem inviáveis economicamente, nem possuem capacidade de sobreviverem independentes.
      Assim meu caro ANCA, Rei Amador nunca existiu!
      O Rei Amador só foi inventado á medida dos interesses políticos e sociais, ou seja, é mais um falso ídolo inventado.

      Aquele abraço sincero.

      • img
        ANCA Responder

        Caro MIGBAI, antes de mais um grande abraço irmão SãoTomense.

        Conheço a lenda do Rei Amador, dai ter escrito com ironia, de tivemos um rei que nem sequer castelo teve, porque todas os acontecimentos Reais, sobretudo Europeus, os Reis construíam fortes, tentavam zelar pela ordem e progresso dos seus sub ditos, tentavam organizar a sociedade pela ordem, disciplina, trabalho, progresso, ainda que por vezes de forma injusta.
        Assim foi evoluindo, estruturando as sociedades de Reinados, a Monarquia, depois a República.

        Por outro lado jamais existem, no contexto atual Território/População, inviáveis, há sim, os mal administrados, os mal organizados, pois que com estimulo ao trabalho e organização, tudo se pode transformar…

        Porquanto um País(Território/População), pode ser pequeno na dimensão, mas grande na atração de investimento, ter boas Universidades, Hospitais de Renomes, Offshores, ser uma rota de turismo para Grandes Cruzeiros, ser grande centro de serviços prestação de serviços, …sobretudo para São Tomé e Príncipe que tem uma localização geo-político-econômica estratégica, fulcral.

        Caro MIGBAI, um grande abraço.

        Pratiquemos o bem

        Pois o bem

        Fica-nos bem

        Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  6. img
    kkkkk Responder

    A repotagem fala por si….credo transportar preso a pe…isto e uma justica de k seculo? Da os homens condicoes deixem se de trestas… Pelos visto esse tribunal tem funcionarios competente…uma greve bem organizada

  7. img
    bobo mt Responder

    Dizem k as salas de julgamento molha. Aquilo parece tribunal de mato. Aquilo e caos total. Sem condicoes nenhuma…. Aquilo parece tribunal de mato de gabao… Forca os funcionarios judicial e de ministerio publico, nos tb estamos a ir fazer nossa greve… Enquantos outros passam vida a viajar. Qual e a producao desse senhor k viaja mt? Zero! Sem moral para dar, esse homem tem uma lata

  8. img
    Famil ia Responder

    Toma cuidado os funcionarios …dizem k vai haver repressalias….os homens estao chateados… O gajo esta com medo de voces entao quer voz da chicote…ele e essa familia k comanda toda area da justica desde presidencialupa, ate ministrinha da justa ate chefe de primeira do triguna…elas transfomaram isto em caos

  9. img
    ????? Responder

    Uma vergoja…o governo nao consegue resolver nada sem fazem confusao….na presidencia resolveram uma ameaca de greve rapidamente….nos tribunais e no mp, querem linxam ou queimar pessoas….aquilo k eu percebe da reivindicacao da greve e legitimo

  10. img
    hohara veja bem Responder

    Finalmente abriram os olhos …. O povo esta connvosco….forca …queremos ter uma casa de justica digna

  11. img
    llei Responder

    Vamos ver se o governo …vai cumprir a lei e dar os homens aquilo k eles querem….nao aceita os homens venderem o pais…. Mt curagem pessoal do MP e tribunal

  12. img
    ANCA Responder

    Num País(Território,População Administração), pobre em dependemos de ajudas externas, pouco ou nada produzimos, permitir que setores públicos, privados façam greves, por tempo indeterminado, sem que haja penalização nos ordenados, é contra a natureza do dever dos cidadãos do Estado, Estado da qual todos fazemos parte integrante, todos pagamos impostos, todos contribuímos.

    As pessoas têm direito a greve a manifestação, tudo muito bem, mas devem se lembrar que temos deveras, fazer greve, cinco dias, um mês, pias prejudicar o Estado, que somos todos, esperar que no final do mês, recebam o seu ordenado limpo, é de extrema injusta para com aqueles que habitam, para a melhoria do País(Território,População,Administração).

    Podem convocar greve, mas daí inoperalizar um sector, uma empresa, uma escola, merece penalização, pois que jamais se vê nas sociedades mais evoluídas, desenvolvidas, quanto mais a nossa que depende da ajuda exterior, que pouco nada produzimos,….que sirva a penalização salarial, descontos, pelos dias de falta, por causa da greve, quem jamais gostar que os sindicatos, os partidos políticos que instigam a greve, os cidadãos cabecinhas, que instigam a greve que os pagam os salários.

    Há que transformar o País(Território População Administração), de modo a salvaguardar abusos, a inoperância, a incompetência, a anarquia, o desleixo, de modo a provir a cidadania.
    A greve deve servir para mostrar descontentamento, pelos números daqueles que fazem a greve, num determinado dia, garantindo os serviços mínimos aos cidadãos que pagam os seus impostos, que trabalham, que têm seus processos por resolver, no sector, na empresa, na escola, etc,…enquanto decorrem as negociações, reivindicações…

    Se se queres ver o teu país bem

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  13. img
    bela e a vida Responder

    Viajar so… Cuidar de pais …nao… Fala so….grita…grita so…. Finallmente a os funcionarios de justica tomaram coragem.esse individuo viaja mt e ele nao viu ou nao ver condicoes de funcionarios de justica de outros paises aonde a esconomia funciona… Passa a vida a gastar dinheiro do estado para bobo…o gajo nao ganha juizo. Parece uma miuda mimada

  14. img
    condicoes Responder

    Ave maria…transportar preso a pe….isto e uma vergonha…

  15. img
    dar dar Responder

    Da os homens condicoes de trabalho….nao percebo qual e o problema…custa assim dar os homens condicoes? Se o governo aumenta imposto, se o governo gosta de exigir mas para da condicoes e problema…ninguem no pais produz…so ele k viaja tds dia e k produz e preciso nao ter vergonha…

  16. img
    no coment Responder

    Essas gajas tb…so fazem bobo…so dao azar nada k elas fazem dar certo… Nem uma simples greve com reivindicacoes legitimas elas conseguem resolver…. Isto e uma vergonha…transporta preso a pe,nao tem algemas, nao tem condicoes…o mesmo acontece com hospital, policias, pic, credo….nem da para falar…essa familia ainda so vieram piorar essa situacao, credo os fla so…

  17. img
    toda boa Responder

    A greve e um direito constitucional, segundo o k percebe os funcionarios so estao a pedir uma retificacao de salario. Ninguem esta acima da lei. Mesmo o governo tem k cumprir as leis do pais. Qd e para cobrar imposto e exigir e facil….

  18. img
    viva Responder

    Forca os funcionarios de sao tome ,Guine Bissau tb esta connvosco…

  19. img
    nadia Responder

    Pai guinense…foi deu bobo…filho quer transformar stp em gguine sem sau…vai ficar pior k republlica das bananas…. Nao tenham medo dos gajos… Forca na greve… Cuidado k eles vao tentar comprar alguns funcionarios para passar informacoes… Mas nao preocupem com isso…seguem o vosso caminho…

  20. img
    Tela Responder

    Bandeira meu colega de profissão e primo é uma vergonha. Ele está ao serviço do ADI e do Patrice Trovoada. Bandeira vai arrepender. O tempo vai tomar conta dele.

  21. img
    VIOGO Responder

    E o atrasado do Patrice Trovoada e seus ministros falam de reforma da justiça. Que reforma? Nem têm noção do que é reforma da justiça. São só baratas é que põem como ministro da justiça. Não têm noção de Estado. Vão falando a toa para inglês ver, enquanto PT trata dos seus negócios.
    E isto não vai melhorar. Só bestas é que vão para ministro. Este “elenco governamental” só tem atrasados.
    Deus há de fazer justila sobre esses “politicos” que dão cabo desta terra.

Deixe um comentario

*