Greve paralisa Embaixada do Gabão em STP

A embaixada do Gabão em São Tomé e Príncipe, foi encerrada na manhã de quinta – feira. Os funcionários que decidiram entrar em greve e por um período de 15 dias reclamam pelo cumprimento do acordo de entendimento assinado no ano 2011.

6 anos após a primeira paralisação geral da embaixada do Gabão os funcionários decidiram assim regressar a luta, para forçar a implementação do acordo.

Melhoria das condições de trabalho e dos salários, são as principais reivindicações, que desde 2011 aguardam pela implementação.

José Carlos porta-voz dos funcionários em greve, garantiu que não há serviços mínimos. Os cidadãos nacionais e estrangeiros que desejam viajar para Libreville-Gabão estão assim privados de obter o visto de entrada no Gabão.

Segundo os funcionários o ministério dos negócios estrangeiros de São Tomé e Príncipe, já se disponibilizou para albergar a primeira ronda negocial entre os funcionários e o primeiro secretário da embaixada do Gabão, como forma de forjar consenso e evitar o prolongamento da greve.

Abel Veiga

 

Notícias relacionadas

  1. img
    Gregorio Responder

    África esta comprometido

  2. img
    Gervasio . A . Neves Responder

    Da minha parte é mesmo assim . Se nâo for agora ca em cima dos barros sera que vamos encontrar la em baixo ? Quer dizer ola non molé-za so ça buado ?

  3. img
    Maria Mendonça Responder

    É tanta falta de respeito pelos trabalhadores que custa a crer que esta embaixada pertença a um governo. Que instituição é essa que chega ao ponto de escorraçar trabalhadores nacionais sem um mínimo de pendor ético, não pagar salários, passar a vida a fazer fumaças e rituais estranhos, sob suspeita diária de que estão a fazer feitiço para este, para aquele…para o outro. Como se estivessem na pocilga da ” mãe janina” ou lá no roça do Jean-Pierre ?
    Que diplomacia existe afinal em África. Como seremos respeitados um dia pelo europeu, americano ou sei lá quem, se a nossa vida é essa ultrajando os nossos próprios irmão e andarmos a volta do feitiço para aqui, feitiço para lá. Tanta burrice e imundice. oh gente bárbara,
    gente baixa do funcá-funcá, acordem !

Deixe um comentario

*