Príncipe premiado internacionalmente por boas práticas ambientais

A ilha do Príncipe, foi premiada pelo seu compromisso na preservação da natureza. Foi galardoado nas grandes Canárias com o terceiro prémio internacional Aloe, pela primeira vez atribuído a um país estrangeiro.

José Cassandra, Presidente do Governo da Região do Príncipe que recebeu o prémio, considera que fica reforçado o compromisso da ilha na defesa e protecção do ambiente.

Príncipe é património mundial da Biosfera pela UNESCO, e há mais de 10 anos, que o Governo regional e a população, escolheram a protecção da natureza exuberante da ilha como caminho para conquistar um futuro sustentado e saudável.

Um compromisso com provas dadas e que mereceu o prémio internacional ALOE. «Temos vindo a trabalhar bastante nas boas práticas da conservação ambiental, protegendo a nossa biodiversidade, a nossa floresta e a nossa fauna», declarou.

Praia boi- Ilha do PríncipeA política definida pelo governo regional e abraçada pelas populações da ilha, consiste em proteger Príncipe de qualquer tipo de contaminação poluente ou que ponha em causa o ecossistema da ilha. «Trabalhando numa perspectiva do programa que temos no Príncipe, de plástico zero. E foi na base deste programa que o Príncipe ganhou este prémio. É difícil mais acho que é possível São Tomé e Príncipe enveredar-se por este caminho», frisou, José Cassandra.

O compromisso com a natureza, é geral. Até as crianças estão envolvidas. Elas são também actoras activas na preservação do ambiente. «Partilhar este prémio que não é só do Príncipe, mas sim de São Tomé e Príncipe, particularmente para as crianças do Príncipe que tiveram uma grande contribuição neste prémio», precisou. .

Ilha do Príncipe, que conserva plantas e animais em vias de extinção, está no centro das atenções do mundo.

Abel Veiga

Notícias relacionadas

  1. img
    rapaz de Riboque Responder

    parabéns irmãos do Principe estimam o que é vosso infelizmente nós cá não preservamos o que Deus nos deu,

  2. img
    Leopoldo Responder

    Muito bom. Meus parabens. Quando se trabalha os lucros aparecem. Continuem assim.

  3. img
    Amo STP Responder

    Meus sinceros parabens! Infelizmente em Sao Tome nao acontece o mesmo…

  4. img
    Padre Rocha Responder

    Há outras práticas por cá. Muita corrupção, no dia que isso rebentar, STP vai ficar de boca aberta.

  5. img
    ANCA Responder

    Boa Notícia

    Muito Bem

    Aqui está mais uma vez a prova, de nós SãoTomenses, quando empenhamos, quando unimos, somos mais fortes.

    Tu que estás chateado desanimo, acredita em ti irmão és capaz, porque és de São Tomé e Príncipe.

    Dá a tua mão, jamais fiques a espera, a vida e caminho é para frente, e somos capaz de muito mais …

    Está é uma grande aposta de futuro, o Homem, o Ambiente, o Planeta a nossa primeira casa.

    Existem vários projetos que podemos enquadrar o Homem São Tomense com o ambiente e a natureza,…

    Deixo aqui alguma sugestões, a nossa posição geo-estratégica política, estabilidade social ausência de conflitos guerra, hoje permiti-nos conhecimento das nossas plantas medicinais, das nossas flores, bem exploradas, com o nosso mar e sol, a economia do mar(desporto marítimo, cruzeiros, visitas ao fundo marinho e espécie únicas, etc, etc…) , juntamente com o turismo podemos obter rendas acrescidas, atração de indústrias/serviços que sejam amigos do ambiente e da natureza, se se juntarmos a consolidação hoje e agora de um bom polo de sistema financeiro consolidado, sólido, credível, boas universidades, instituições sólidas e fortes teremos o nosso paraíso, com rendas suficientes, para geração futura, mas necessário, coordenação, união, organização, trabalho, muito trabalho árduo, dinamismo, sentido de estado, contributo de todos para todos.

    Para isso temos que apostar na energias renováveis limpas amigas do ambiente, infraestruturas, bom ordenamento do (Território/População/Administração), a questão das doenças endêmicas tropicais, a questão do saneamento, da urbanização, a questão da água, da educação, formação de excelência, a questão da comunicação, terrestre, aérea, marítima, cibernet, massificação do uso das tecnologias de informação e comunicação no seu da nossa população, lembremos temos uma população jovem sedenta de formação, informação comunicação, com ênfase no extrato da população feminina, nas crianças ensino básico, aposta no futuro, liderança, empreendedorismo, solidariedade entre nós São Tomenses, ajudar os mais próximos, etc, etc,…tudo isto trará atração de investimentos, claro que jamais podemos ficar parados a espera, temos que trabalhar fazer mais e melhor, para o progresso sustentável que se quer hoje e agora a nível social, cultural, ambiental, desportivo, energético, saneamento do meio, a questão da água, política, economia e financeiramente.

    Uma ideia;

    Encontrando o nosso País(Território/População/Administração), numa posição geo-estratégica de excelência, com condições internas de que dispomos, de que estamos a espera, para juntar ao turismo, a criação de zonas parques de animais temáticos de África, Elefantes, Impalas, zebras, Babuínos, Leões, etc, etc,…colher experiencia do Continente ( do gênero, zoológicos, ao ar livre, para safáris, já pensaram quantos quereriam turistas nos visitar, juntando ao passeio cruzeiros marítimos, desporto marítimos? Com a nossa estabilidade social,… Claro teremos que ter um bom parque hotel qualificado com serviços de excelência. Estamos a espera de que, pois quem sai a ganhar neste momento é o continente, nenhum turista quer vir somente ver praia e mar, ou apanhar banho de sol.
    Temos que apostar na evolução da nossa cultura, divulgação da nossa gastronomia, das nossas praias e gentes,….

    Acredita nos somos capaz

    Acredita em ti, tu São Tomense

    Juntos somos capaz, juntos somos mais fortes

    Dá a tua mão, se sabes ajuda quem nada sabe, se tens ajuda quem nada tem,…

    Volta ao teu País(Território/População/Administração), tu que estas fora, vem ajudar,…acredita juntos somos capaz.

    Acredita em ti, és cidadão de São Tome e Príncipe

    Orgulha-te de ser São Tomense

    Sê um bom cidadão, sê um bom Filho, um bom Pai, sê um bom Marido, sê uma boa Filha, sê uma boa Mãe, sê uma boa Esposa

    Cuida da tu família, esforça-te por ela

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tome e Príncipe

    • img
      ANCA Responder

      Falando da Ideia de Parque Temático, a para o mesmo podemos ter médios aquários marinhos com espécies regional, laboratório de estudos da vida marinha, captando assim turistas, que se interessam pelo estudos da natureza, pelo ambiente flora e fauna captando desta maneira investimentos.

      Conjugado com mergulho marinho, pesca marinha, desporto marítimo, cruzeiro marítimos e observação das espécies marinhas, baleias, golfinhos, atum, etc, etc…

      Já agora;

      Pesquisem a organização festa das flores na Ilha da Madeira, vejam quantos turista movimenta vejam quantos investimentos.

      O chá dos Açores, o vinho, e vejam quanto podemos transformar fazer aqui em São Tome e Príncipe.

      Alto dos Floripes, dentre gastronomias regional nacional quanto podemos divulgar, melhorar saber e fazer melhor…

      Acredita juntos somos mais fortes

      Acredita em ti irmão

      Nem tudo se resolve com somente dinheiro, mas sim com ideias, pensamentos iniciativas organização da sociedade civil, instituições fortes, liderança, organização, saber e saber fazer, trabalho muito trabalho árduo.

      Acredita somos capaz

      Pratiquemos o bem

      Pois o bem

      Fica-nos bem

      Deus abençoe São Tome e Príncipe

  6. img
    Quidide Responder

    Sempre achei que a ilha do Príncipe, ao contrário de S.Tomé tem lider que tem amor à Pátria. Nós infelizmente temos em S.Tomé um estrangeiro que só se interessa pelas suas negociatas…

  7. img
    ANCA Responder

    No quadro do que descrito acima, apresenta-se como prioritário, urgente hoje e agora, em São Tomé e Principe a reflorestação, precisamos de repor nalguns Distritos, Zonas, Localidades, Arvores de Copas, de folhas largas originárias nativas, como se sabe ou se se devia saber, temos um solo frágil, ao contrário do que se possa pensar, devido a sua cor escura, mais a sua espessura pode rapidamente desaparecer, se se deixamos de ter arvores nativas de copa folhas largas, a decomposição das folhas e ramos secos pelos microrganismos, por causa da insolação(ausência dessas arvores) que possa chegar ao solo, como sabemos estamos situados na Zona Equatorial do planeta, logo dominada pela chuvas intensas e floresta equatorial, as arvores de copa são arvores de copa essenciais para a preservação do solo, bem como da toda a flora e fauna existente na nossa região florestal, pois desempenham um papel de construção de solo fundamental, através regulação da luz, chuvas que chegam ao solo, a decomposição das folhas e ramos que caem ajudam na formação do Húmus- parte do Solo, por microrganismos, as suas raízes evitam a escorrência erosão logo da lixiviação do solo, o que no futuro se nada for feito, com desaparecimento destas árvores levara a desertificação transformação em deserto, comprometendo desta forma na subsistência Humana, comprometendo a pratica agrícola, por exemplo o cultivo do cacaueiro, da bananeira, da jaqueira, a pratica viabilidade social, cultural, ambiental, política,econômica, financeira etc, etc,…o crescimento e desenvolvimento sustentável

    Pois que quando se fala de alteração climática há que enquadrar também esta questão da desflorestação, desaparecimento das espécies, a flora e fauna, terrestres marítimas, as suas causas e consequências,… à medida que as populações vão se aumentando, aumenta também a pressão sobre os recursos disponível, há que encontrar alternativas urgentes para esta problemática, hoje e agora, na produção alimentar(alimentação da população), a questão da empregabilidade, a questão da divisão do trabalho, a sustentabilidade econômica financeira, sobretudo para um País(Território/População/Administração), pobre que depende de ajuda externa.

    Outra questão, tem haver com o aumento do nível do mar, a erosão costeira, os sismos, como referia acima, à medida que as populações vão-se aumentando, aumenta também a pressão sobre os recursos disponível.

    O aumento do nível do mar detrimento do degelo nos polos norte e sul, têm feito aumentar já de si o nível do mar.

    Em São Tome e Príncipe, em consequência da extração anárquica de inertes e areias, tem levado a erosão costeira, com consequência para avanço do mar sobre povoações, pondo em causa as atividades pesca artesanal pelos pecadores, o que poderá levar a desaparecimento desta atividade econômica de sustento de algumas famílias, a montante a jusante-as palaiês, bem como atividades futura do Turismo, nalgumas zonas localidades Distritos do País(Território/População/Administração), logo exige-se que medidas sejam tomadas hoje e agora no sentido pôr cobro a extração de areias e inertes jamais somente punindo os infratores, mas enquadrando a medida na solução de alternativa de vida de perspectivas de sustento, reconvertendo, a atividade desse mesmo infrator, carpintaria, agricultura, a pecuária, floricultura, a aquacultura, gastronomia, a costura, moldura de barro, a ceramina, a metalomecanica, etc, etc,…

    Outra da questão, tem haver com as origens das Ilhas Ilhéus de São Tome e Príncipe, hoje agora País(Território/População/Administração), como se sabe as ilhas são de origem vulcânicas, através de uma falha tectônicas localizadas no golfo da guiné, no meio do oceano atlântico em profundidade no solo do mar existem vulcões ativos, atividades vulcanizas, Riff atlântico se assim se pode designar, logo as placas tectônicas estão em conste pressão destruição.

    Hora, sabendo que somos Ilhas e Ilhéus de origem vulcânicas, devemos ter em mente o vulcão poderá estar somente adormecido, de que equipamento monitorização de atividades sísmicas, plano, meios dispomos, em situação de catástrofes, de reacendimento do nosso vulcão como hipótese, de um dia eventual acontecimento?

    Hoje e agora, seria bom dispor de equipamentos, planos, meios de prevenção de algo que maior parte do cidadão São Tomenses ignora, pois que a preocupação é com a subsistência, mas a organização coordenação da administração exige ou vai exigir que assim seja, quem diz nesta área diz na proteção civil, emergência médica, etc, etc,…equipamentos, instituições fortes, capaz de respondem as eventuais situações de desgraças naturais,…exemplo o que aconteceu no Príncipe com as chuvas ocorrências, que levaram a escorrências, e destruíram casas, pois que a prevenção antecipação continua a ser melhor medida plano de organização.

    Tu que és São Tomense, se se queres ver o País(Território/População/Administração) bem

    Acredita em ti, tu és capaz

    Juntos somos mais fortes,

    Podemos fazer mais e melhor pelo nosso País(Território/População/Administração)

    Se tens, ajuda a quem nada tem, se sabes ajuda e contribui com teu saber ajuda a quem nada sabe.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tome e Príncipe

Deixe um comentario

*