Destaques

Ministro do ambiente anuncia mistério no garimpo do gasóleo

O Ministro dos Recursos Naturais e Ambiente, Carlos Vila Nova garante que o gasóleo que está a destruir o ecossistema nos arredores da capital são-tomense, é de origem desconhecida.

Segundo o Ministro não existe qualquer vazamento de gasóleo na central térmica de Santo Amaro, vizinha da área que foi consumida pelo gasóleo e que está a ser extraída do subsolo e de um pequeno riacho pela população.

As declarações do Ministro dos Recursos Naturais e Ambiente, complica o caso. Tudo porque faz cair por terra as suspeitas dos populares do bairro Saton, segundo as quais o gasóleo que estão a extrair do subsolo e do riacho desde Agosto último, fosse resultado do vazamento da central térmica de Santo Amaro, localizada a poucos metros da área de garimpo.

garimpo 2As declarações do Ministro, reforçam o mistério a volta de um problema ambiental de consequências imprevisíveis, que se vive nos arredores da capital São Tomé. «É claro que o sistema de armazenamento de combustível seria a primeira suspeita, mas pelo que já conseguimos apurar e trabalhar até agora alivia-nos de alguma maneira, porque não se trata realmente do grande reservatório de armazenamento do posto de distribuição de combustíveis», declarou Carlos Vila Nova numa entrevista exclusiva a TVS.

Com o mistério instalado em torno da grande quantidade de gasóleo que inundou vasta área do bairro de Saton, o Téla Nón percorreu o local e registou mais um elemento misterioso.

garimpo certoÉ que toda a área que se transformou em espaço de garimpo, por causa do gasóleo que jorra do subsolo após pequena escavaçãofeita pelos populares, começa exactamente a partir do limite da Central Térmica de Santo Amaro.

Para melhor compreensão do leitor, a região é atravessada por um pequeno riacho. O riacho nasce provavelmente nas terras do distrito de Lobata ou de Mé-Zochi. Percorrendo o riacho a montante, ou seja, em direcção a Vila de Santo Amaro, não se verifica qualquer presença de gasóleo na água, e o solo circundante ao riacho não tem a cor negra como acontece a jusante, ou seja, a partir da proximidade da Central Térmica em direcção a baía da Praia Lagarto onde o riacho vai desaguar, já na capital São Tomé.

No entanto o gestor da Central Térmica de Santo Amaro, confirmou as declarações do Ministro Carlos Vila Nova, afastando qualquer hipótese do gasóleo que está a ser extraído na área, ter vazado da central térmica. «Temos inspeccionado as tubagens e não vemos nada. O nosso reservatório principal está sob uma estrutura de betão reforçado e não temos nenhum ponto de fuga de gasóleo», precisou o gestor de central térmica.

Um mistério que a população explora e comercializa desde Agosto último. Populares de diversas localidades dos arredores da capital concentram-se no bairro Saton para extrair gasóleo, tanto no subsolo como no pequeno riacho que atravessa a região.

Os populares dizem que já extraíram e venderam várias centenas de litros de gasóleo. E o processo de garimpo prossegue porque o gasóleo continua a jorrar do subsolo.

Para as autoridades governamentais trata-se de um enigma.

Abel Veiga

    18 comentários

18 comentários

  1. Original

    18 de Outubro de 2017 as 13:24

    Pergunto:
    Já que não existe vazamento no depósito principal,que tal se verificassem as ligações entre depósito e geradores?
    Os tubos de ligação estão à superfície ou no subsolo?
    Porquê que o líquido no riacho antes de chegar à zona de central não tem vestígio de gasóleo e só aparece após passar por aquela zona?
    Porquê não recrutam equipa independente para ver esta situação?
    Se fosse jazigo de petróleo não sairia bruto? Alguma vez algum jazigo jorra gasóleo já refinado?
    Existe uma refinaria de petróleo no subsolo daquela zona?

    Para terminar gostaria dizer que nem todos Santomenses têm pala nos olhos como burro de carga.

  2. Pedro Bento

    18 de Outubro de 2017 as 13:38

    Será que é uma fuga do reservatório estratégico, deixado ainda pelo colonos? E que existia nas proximidades do Quartel do Aeroporto?
    Confirme lá isto.

  3. Eu

    18 de Outubro de 2017 as 14:58

    Temos a Cosmos Energy, a Galp, Sonangol, engenheiros do petróleo, geologos, etc
    Porque nao pedir a intervenção destas empresas e ou técnicos?

  4. Toussaint L'Ouverture

    18 de Outubro de 2017 as 15:34

    O engenheiro Carlos Vila Nova é uma pessoa sensata e ponderada, no uso da palavra e do cérebro. Mas, desta vez, parece-me que escorregou nas palavras e nas ideias. Seja qual for a origem do gasóleo, a preocupação com as consequências para o meio ambiente deve ser enorme. O senhor ministro fica”um pouco aliviado” com o mistério? Isso é muito grave. Custa dizer, mas eu tinha a esperança de que a origem fosse a central de Santo Amaro. Seria muito mau, mas, pelo menos, significaria que a origem do problema tinha sido detectada e poderia ser resolvida. E agora? Sai gasóleo refinado do chão e continuamos sem saber de onde vem? Vai-se pedir ajuda para resolver rapidamente o problema ou não?

    • MIGBAI

      19 de Outubro de 2017 as 11:59

      Seu “Toussaint L’Ouverture”
      Ainda não descobriu que somos um pais independente????
      Se somos independentes, então não precisamos de chamar ninguém para resolver este assunto, pois temos estruturas oficiais mais que capacitadas para resolver este e outros problema.
      Não precisamos de chamar os antigos colonos nem ninguém, pois os atuais colonos resolvem tudo!!!
      NÃO VAMOS PEDIR AJUDA A NINGUÉM!!!

  5. Me Solo

    18 de Outubro de 2017 as 16:26

    Acredito nas instituições do meu país, nos Homens do meu pais mas me custa acreditar que exista outra fonte que não seja a Central de Santo Amaro a origem do derramamento do gasóleo.

  6. filho da terra

    18 de Outubro de 2017 as 16:32

    jornal tela non em descredito

    • Martelo da Justiça

      18 de Outubro de 2017 as 19:37

      Tela Non em discredito 0utra vez??????????????????

  7. Pumbú

    18 de Outubro de 2017 as 16:46

    Há situações e momentos em que as pessoas deviam manter-se caladas … porque assim me parece que esta pessoa K-A-G-O-U pela boca. Isto é uma falta de competencia ou de vergonha minima?

  8. Fugii Fala

    18 de Outubro de 2017 as 17:29

    Espero que não tirem conclusões precipitadas. Quimicamente não é possível existir gasóleo refinado no subsolo, sem a proveniência do petróleo bruto. Já é tempo dos nossos dirigentes envidarem esforços ao nível internacional, pedindo ajuda de um perito na área, de modo a obter um esclarecimento plausível, de modo que o povo fique esclarecido.

  9. Sa cada kua

    18 de Outubro de 2017 as 17:54

    Esse Ministro e o seu colaborador devem estar todos malucos. Agora querem fazer -nos acreditar que o gasoleo está a nascer, pelo amor de Deus, nós santomenses podemos parecer burros, mas não somos.
    Se EMAE não tem pessoas competentes para descobrir de onde vem o problema, que chamem alguém de fora para fazer, sejam humildes.
    Impossivel esse gasóleo não está a sair da Central…. É Impossivel gasóleo sair refinado do solo…..

  10. Martelo da Justiça

    18 de Outubro de 2017 as 19:45

    Querem nos convencer que a origem do gasóleo não é Central elétrica de Santo Amaro. Essa gente trata o povo de parvo. É demais!! Muita incompetência de topo a base. Lá estamos nós outra vez a solicitar a cooperação internacional para resolver um problema tecnicamente elementar. Atá quando meu Deus???

  11. explicar sem complicar

    18 de Outubro de 2017 as 22:46

    Vila Nova seja honrsto com voce proprio.
    Faça como ministra do interior de Portugal fez ontem com relação ao incencio.
    Pediu demissão. Isto é que é postura e não vir chamar de burro aos santomenses dizendo que a origem do gasoleo nao é a Central de Santo Amaro! ADI trouxe caos para este nosso país Santo, assim como prometeu Patrice Trovoada antes. caos caos e caos.
    Djábo levá nancê bá’nfeno cú nómi jêzú.
    Gasoleo em S.Tomé ja sai de subsolo refinado. kikikikikiki

  12. varela antonio

    19 de Outubro de 2017 as 10:01

    Este ministro é brincalhão. Ele devia estar é calado.

  13. José

    19 de Outubro de 2017 as 11:47

    Minha gente, ou chamamos os Taiwaneses para desmistificar esse problema! Isto é sério. Eles é que fizeram a central, certamente conhecem melhor a central que os nossos técnicos da EMAE. Porque a continuar assim até onde vamos chegar com o gasóleo a jorrar sempre e ninguém consegue saber a sua proveniência. Muita incompetência…
    Mas país sério muita gente estaria demitida… e o pior é que não se mexe uma palha para descobrir o problema. Mas cedo ou tarde, a verdade virá ao de cima.Santo Amaro fará justiça.

  14. Toussaint L'Ouverture

    19 de Outubro de 2017 as 21:19

    Filho da Terra e Martelo da Justiça disseram a mesma coisa, mais ou menos. Alguém pode explicar-me a razão que levou tanta gente a votar tanto UP num comentário e tanto DOWN no outro? Foram os pontos de interrogação no comentário de Martelo da Justiça? Tela Non é uma espécie de farol da comunicação social são-tomense. Se apagar ou se for apagado,não haverá lanterna ou fósforo ou vela que nos valha.

  15. Isidoro Porto

    20 de Outubro de 2017 as 5:58

    Aquela área transformou-se num autentico Barril de Pólvora e cada sub-área de garimpo num rastilho do Barril da Pólvora. Por razões de segurança e para evitarmos o pior, aconselhamos ás Autoridades competentes a evacuar totalmente toda área afetada e vedar o seu acesso ás pessoas não autorizadas, o mais rapidamente possível, pois qualquer faísca provocada pelos garimpeiros ou qualquer resto de cigarro não devidamente apagado inadvertidamente deixado pelos mesmos, pode resultar em gravíssimas consequências para o país.
    Tendo em conta a indisciplina generalizada instalada no pais, será muito difícil implementar esta medida, mas é preciso ter a coragem para a implementar, mesmo antes ou paralelamente a identificação da causa ou origem do problema.
    Haja coragem e recursos para implementar a evacuação e criação do cordão de segurança da área imediatamente.

    Isidoro Porto
    20/10/2017

  16. Daladier Coelho

    21 de Outubro de 2017 as 17:12

    Será que com tantos “doutores e engenheiros” em São Tomé, não há nenhum que análise uma amostra do tal gasóleo para conhecer a sua fórmula química? Qualquer um que andou na escola sabe que há uma fórmula química para o gasóleo, assim como há pela água e etc. Que eu saiba, o gasóleo é derivado do petróleo bruto. Nada, ou quase nada do género, aparece no solo já pronto para usar. Pelo amor de Deus, não quero chamar de “burro” a ninguém. É claro que este gasóleo já refinado e pronto a usar, mesmo nos automóveis, só pode ter origem de um depósito ou tubagem qualquer que passe arredores. É caso para dizer “dáaaaa!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo