São Tomé e Príncipe em Crisis Consequências Previstas e Imprevistas da acção Humana

Publicado em 24 Set 2008
Comentários; fechado

Nós os sociócrocodilo.jpglogos establecemos uma distinção importante entre os propósitos da nossa conducta(o que pretendemos fazer) e as consecuências imprevistas que esta produz.Os propósitos com que fazemos as coisas podem ser diferente das consecuências producidas. Esto nos permite entender muitas coisas acerca da sociedade Saotomense.

É muito provavel que a maioria das transformaçoes principais na historia não se pretendia. Antes da Revolução Russa de 1917 varios grupos políticos tratarão de deixar cair o regime político existente no momento. Nenhum, com a excepcao do Partido Bolchevique que finalmente chegaria ao Poder anticipó ao proceso Revolucionario que ocurreu de verdade.

Algumas veses, a conducta emprendida com vista a um objetivo particular tem consecuência que impide a conseguirlo. A pergunta seria porquê nao asociamos todos, sem nenhuma excepção (os partidos políticos, sociedad civil ) e trabalharmos em beneficio do nosso País si é que sentimos ese orgulho de ser Saotomenses.

Nós, os humanos por nossa propia natureza, somos egoistas, queremos mais e mais, nunca pensamos em otras pessoas. Tudo isto faz parte da propia natureza humana. Más o que me suscita dúvida é como vivendo em esta terra que chamamos Paraíso Tropical “miseravél” nunca pensamos.. Si me ataca uma febre anoite,  a onde vou? A Portugal.

Não estamos a pensar em formar médicos, não estamos a crear Hospitais (os que temos, estamos a deixar cair em ruinas), não estamos a formar profesionais para o Sistema Educativo. Que esperamos de Sao Tome e Príncipe?

Por falar disto, cuando chegamos a Cuba no ano 2003, lembro muito bem que o Señor Afonso havia perguntado aos 200 estudiantes conjuntamente com a sua delegação: Quem quer fazer a carreira de matemática, historia, geografía; só havia murmuros. Agora porquê: por as pésimas condiçoes em que vivem os profesores, por os pésimos salarios; por poca atenção que prestam a este sector base de um País.

Para um País crecer é necesario profesionais e pessoas capacitadas em toda as áreas principalmente no sistema educativo. Levar a educação a todo distrito de Saotomé e fazer ver as pessoas a sua importancia.

Para a sociología a manifestação da crisis se produz com o cuestiomento do paradigma estructural funcionalismo por a incapacidade do Governo de resolver e buscar solução aos problemas. A otra preocupação (medo), Que tem feito o Governo para nós os estudantes que estamos no exterior? Estamos a nossa sorte ou o Governo tem algum projeto na carteira.

Vivemos hoje no século XXI en un continente (Africano) enormemente preocupante, com pocas promesas para o futuro; marcado por profundos conflictos éticos, divisoes sociais, enfermedades (SIDA) etc…

Con tudo isto, temos a posibilidade de controlar nosso destino, de confrontar nossas vidas com coisas boas. Temos que parar e pensar. Que direção tomará Saotomé e Príncipe. Estas são as preocupaçoes que deve desempenhar um papel fundamental na  cultura moderna Saotomense e não estar pensando em saber si fulano ou mengano tem 3 mulheres.

Por aquí termino, espero continuar.

Observação: esto não tem nenhum carácter político mais bem fazer ver aquel que se sente saotomense, a sentir orgullo por seu país e a fazer algo para ajudar.

Autor: Abdulazis Manuel Soares Bandeira

Carreira: Sociología