Opinião

Afinal…! Quem é Pinto da Costa?

Cidadão Santomense, maior, Economista, 1º Presidente da proclamada RDSTP e o mais novo, 37 anos, dos Presidentes dos recém Estados Independentes, do Império Português. Com Agostinho Neto (Angola), Aristides Pereira (Cabo Verde), Luís Cabral (Guiné Bissau) e Samora Machel (Moçambique), lideraram a independência das antigas colónias portuguesas. Para a época, 1975, a ideologia socialista, era quase o único caminho, a seguir pelos Estados Independentes da África. Desde Ghana de Kwame Nkrumah em finais dos anos cinquenta do século passado aos demais países independentes do Reino Britânico passando pelos Franceses, não havia grandes pretensões que não passasse pelo Socialismo, já que para a independência da África do jugo colonial contou o forte e o determinante apoio da ideologia socialista que até armou militarmente muito dos afro-libertadores.

Crimes

– Regime ditatorial

Sendo o imperialismo, obviamente acasalado do Capitalismo que não vislumbrava qualquer política de igualdade social, pior os direitos dos negros, pelos pensadores africanos da época, o Socialismo era o que ia de encontro com os ideais sociais do sonho de uma África livre, independente e igual para os seus filhos.

Só que o Socialismo ou um regime democrático de tendência socialista como o MLSTP decifrou a linha política das ilhas a partir de 1975, comportava-se de um defeito que a própria História universal veio a denotar como um dos males dessa ideologia e da humilhação humana, ou seja, a ausência de liberdade de pensamento.

Por mais que um pensador africano e líder de tendência socialista que assumiu a independência da África possa pretender despir-se dos pecados do regime ditatorial, ele não se vê livre do pesadelo que os factos lhes impõem pelas mãos de ferro assumidas para levantar uma Nação e acordar a África secularmente saqueada e empobrecida de cérebros que não só mantiveram os negros, até século XIX, na condição de escravos como também nasceram e morreram a margem dos conhecimentos.

Unidade – Disciplina – Trabalho

Adoptada no brasão de uma Nação assim como o papagaio para a ilha do Príncipe e falcão para S. Tomé, não nos podemos isolar do mérito da convergência de um país que conseguiu uniu as suas populações, independentemente das divisões que o poder colonial sempre manteve com o dividir para reinar, levando o forro, o tradicional dono das ilhas em confronto com os brancos a impor-se sobre todos os outros grupos populacionais até do próprio colonizador, ao ponto de identificar este de «».

No concernente a disciplina, o que demais pode ser balanceado em qualquer sistema social, é considerada a fase do poder. A força do poder a impor as suas decisões, mesmo a ferro e fogo, muitas das vezes colide com os auspícios populares na real observância da própria independência vista por si só de liberdade, se é que o país já vinha de um regime colonial com todas as suas discriminações, injustiças sociais e limitações as populações. A liberdade de pensamento é a primeira barreira imposta a qualquer cidadão para não se descarrilhar da estratégia do Estado-Nação-Partido que se confundiam numa mesma figura doutrinária. A linha programática, independente da sua contestação, não deve ser demonstrada em círculos comuns, impensável no circuito do poder delineado e ditado pelo líder. Daí que a disciplina serviu de mote para atingir os fins confundindo-se com a justiça social.

Na vertente mais exigida para qualquer país que se propõem a renascer das cinzas, o trabalho é a única saída que dispõe um povo rumo ao desenvolvimento económico. Entretanto, é aí, muitas das vezes onde coloca-se o dilema. Será que os são-tomenses gostam de trabalhar? Se a negação ao trabalho nas roças coloniais serviu de uma forma de contestação ao poder imperial, com a independência, esta visão devia ter os seus dias contados.

Não podemos dizer que não houve um esforço do regime em retirar o menosprezo do forro ao trabalho da terra. Os trabalhos cívicos e voluntários institucionalizados e impostos pelo regime que obrigavam os funcionários públicos a despirem-se do fato e da gravata para rumarem as roças agrícolas num casamento com a realidade dos trabalhadores do cacau e do café, nunca foram vistas de bom grado. Aliás, confiar a um burocrata o botin, o gancho e o saco as costas, só podia ser coisa da fúria revolucionária. A juventude através da organização juvenil do partido único que abraçou essa doutrina do casamento da escola e do campo, não se poupou em ocupar os estudantes nos períodos de féria grande lectiva com os famosos campos de férias que permitiram a troca de experiências e o intercâmbio cultural no encontro da cidade e da roça agrícola. A monocultura dos derivados da terra na dimensão territorial de mil quilómetros quadrados, não vislumbrou qualquer alternativa de desenvolvimento do país que sempre falou na aposta do turismo, mas onde ainda carece as melhorias de infra-estruturas.

Divergências

Defendiam alguns a altura da independência que o lugar de 1º Presidente da República Democrática de São Tomé e Príncipe estava há muito reservado ao Miguel Trovoada, o qual ouviam e acompanhavam nas antenas de rádio do vizinho Gabão, longe dos olhos da PIDE, Polícia de defesa e segurança do Estado Português.

Pinto da Costa, ao seu tempo, já recusou esta conotação de ter assaltado o lugar ao seu amigo Trovoada, defendendo-se de que teriam sido os outros nacionalistas a lhe proporem e elegerem ao lugar de Secretário Geral do MLSTP, ainda estudante de Economia na antiga Alemanha Democrática, em 1972, e indigitado 1º Presidente das ilhas, em 1975, em virtude de Trovoada não recolher simpatias e consenso dos concidadãos, fundadores da Nação pela razão que teimosamente os nacionalistas ainda não escrevem.

Em 1979, o famoso Censo da População, que não é nada mais que o registo normalmente feito de dez em dez anos para que os Governos possam conhecer demograficamente a realidade do país e traçar as linhas de desenvolvimento, foi posto em causa, manipulado pelas vozes que transportaram o Censo a prática do poder colonial de contratar a população forra para os trabalhos das roças e aproveitando-se da ausência de Pinto da Costa no estrangeiro de que estaria a proceder a venda dos são-tomenses.

O regime não teve outra medida que mãos pesadas aos identificados com a desordem e a recusa ao Recenseamento Geral da População. Miguel Trovoada em sequência de contradições que os boatos diziam existir entre os dois antigos amigos não tardou a conhecer o sabor amargo da cadeia política durante um período de 21 meses sem acusação formal e sem julgamento. Trovoada, entretanto por pouco seria vítima do próprio feitiço já que foi das suas mãos, a assinatura em 1979 do polémico decreto-lei de pena de morte aos contra-revolucionários e aos acusados de sabotagem económica.

Formação

O país que tinha uns dedos de mãos contados de quadros formados viu os jovens partirem para os conhecimentos universitários nos diversos países socialistas na sua maioria e alguns aos ocidentais. Não havia qualquer estratégia de formação, senão aproveitar todas as ofertas das quais hoje STP dá-se ao luxo de excedência de quadros superiores, embora nalgumas áreas o país ainda vive o défice.

A democracia

Abalado pela pressão interna e externa, o agravamento da situação de vida das populações que se viram agudizadas com a seca e a crise internacional de 1983 e as mudanças no mundo, o regime do MLSTP em 1985, através do seu líder, Pinto da Costa, começou a dar sinais de abertura e mudança que se arrastou até 22 de Agosto de 1990 com o Referendo Popular da Constituição da República (debatido publicamente de distrito a distrito). Este acto ainda coloca São Tomé e Príncipe no Concerto das Nações como um exemplo num bom sentido na África e no Mundo.

A Mudança

No dia 20 de Janeiro de 1991, efectiva-se a Mudança nas ilhas com a eleição do PCD de quadros intelectuais ao Governo do país com o contributo de Miguel Trovoada que não tardou a ver recompensado no dia 3 de Março de 1991 ao ser eleito 1º Presidente de São Tomé e Príncipe democrático, lugar em que foi reconduzido pelo voto popular em 1996, derrotando o seu antigo amigo Pinto da Costa.

Aspirações

Ao nosso ver uma das paixões dos políticos antes mesmo da defesa dos mais supremos interesses das populações, é ser o poder, sem o qual não conseguem realizar os sonhos pelos quais resolveram apostar e em certos momentos jurar em sacrificarem a própria vida.

A democracia reside no direito do povo a decidir. Em São Tomé e Príncipe, há muito que essa decisão vem sendo acusada de manipulada pelo dinheiro que compra de forma barata a consciência popular em troca dos votos nas urnas, o já conhecido, banho. Com uma população que nos finais dos anos noventa já perfilhava nas mais alfabetizadas da África houve um recuo de conhecimentos. Ao avaliarmos pelas intervenções neste painel, a nossa degradação não reside apenas nos analfabetos, mas sobretudo na pobreza mental dos alfabetizados que facilmente perante a situação difícil da economia do país não lhe resta, por vezes, a opção de escolha para decidir a direcção do seu voto.

A Constituição da República, de conflito em conflito, desde Miguel Trovoada até Fradique Menezes com os sucessivos Governos que já contam com quase vinte Primeiro Ministros em 20 anos de democracia, retirou parte do poder do Referendo Constitucional de 1990 ao Presidente da República. Tendo em conta aos distúrbios destes vinte anos, hoje é quase consensual, o país merecer um sistema presidencial que dê mais poder ao Presidente da República.

Neste debate de ideais e a preste das presidenciais de 2011, surge um cidadão santomense, de 75 anos, cabelos brancos, afastado de qualquer decisão da República de democracia e criticado e injuriado de nada fazer pelo país nos 20 anos de democracia conduzido por si perante as dúvidas da altura dos seus camaradas do MLSTP, senão o ressurgir em momentos eleitorais como pretendente ao trono. Neste ano entende mais uma vez auscultar a Nação para concorrer sozinho sem o seu MLSTP/PSD ao lugar de Presidente da República para voltar a dar o rumo ao país, que em 1996 e 2001, foi-lhe negado pelo voto popular dos são-tomenses.

Nos corredores da política e da actualidade, alguns analistas avançam com o compromisso de Patrice Trovoada com Angola em apoiar Pinto da Costa que publicamente após a vitória eleitoral do ADI em Agosto do ano passado deu a sua voz a estabilidade política para o Governo do filho do seu amigo Trovoada. Por sua vez, das hostes do ADI pede-se a cabeça de Patrice para cumprir o mandato de Primeiro-Ministro a que foi confiado pelos jovens são-tomenses que também juram Pinto da Costa jamais.

Todavia, não é menos verdade e assim já fez provas as eleições anteriores, nos momentos eleitorais e particularmente as nossas presidenciais, a Mudança vir a tona. O silêncio prolongado dos partidos conotados com o seu direito da democracia e da mudança dos 20 anos, o PCD, o ADI e MDFM demonstra que, há dois meses de 17 de Julho, tudo pode vir a renascer num novo casamento das forças de mudança em unir os seus esforços na eleição de um candidato a bater Pinto da Costa com ou sem o seu MLSTP/PSD na demonstração da estabilidade política de governação do ADI e de condenação do partido histórico, também por culpa própria ao apresentar-se aos são-tomenses com inúmeros pré-candidatos.

Resta-nos conhecer o candidato da Mudança. Filinto Costa Alegre, o jurista e revolucionário do PCD que sempre preferiu não ocupar o lugar de governação nos 20 anos do desastre do país, já chamou à si o mais bem conceituado para o lugar e não faltam as vozes de apoio mesmo nos intelectuais internos e na diáspora.

Os 75 anos de idade de Pinto da Costa, bêtodo di gen grande, os cúmulos dos 15 anos de ditadura, a condução pacífica do país ao multipartidarismo, aplaudida internacionalmente e a não intervenção socioeconómica durante os 20 anos de democracia, pesarão ao seu favor ou em seu detrimento no próximo dia 17 de Julho?

«O mundo recompensa mais vezes as aparências do mérito do que o mérito verdadeiro». Do francês, La Rochefoucauld (1613-1680)

05.05.11

José Maria Cardoso

    89 comentários

89 comentários

  1. chocolate preta

    10 de Maio de 2011 as 10:41

    nao vou ler tudo isso, de todos modos, já se sabe quem é o senhor em termosp oliticos sociais.

    • Filho Da Terra

      10 de Maio de 2011 as 18:14

      Quem escreveu este artigo é nda mais nada menos que um lacaio do Sr. Pinto.
      Sem ofenças Sr.José Maria Cardoso eu não posso entender as suas razões…!

    • Pedro Moura

      11 de Maio de 2011 as 8:52

      Meu caro, tu como a maioria dos que me parecem estar de plantão a proliferar uma campanha difamatória relativamente ao visado, pois depois de ver o que se esta a passar, e ler alguns comentário só posso dizer avança PINTO podes ter a certeza de que estas a mobilizar muita gente, de bom senso e com brio.
      PS. Comentários como esses ñ deveriam ser publicado só nos fazem perder tempo a ler coisas banais.

      • Moçu Cata

        11 de Maio de 2011 as 12:14

        … como é o caso do seu comentário.
        Uma enorme banalidade!

      • Lagaia

        11 de Maio de 2011 as 21:36

        Afinal…! Quem é Pinto da Costa?

        O primeiro e GRANDE CULPADO pelo estado caótico em que nos encontramos.
        Foram 15 anos a DESTRUIR a terra, perseguir e assassinar os seus “amigos”

      • que seja um bom lider

        11 de Junho de 2011 as 14:38

        Senhor Pedro Moura, independentemente de o senhor estar do lado de Pinto da Costa, o senhor terá de ver que os comentaristas também têm suas razoes para opinar seja de que forma for, eu acho que o senhor deveria respeitar as opiniões dos outros. assim como o senhor esta do lado de pinto da costa, deve ter as suas razoes para o fazer. se o senhor averiguar o comentário que fez é pelo facto de o país ter pessoas assim como o senhor implica que não haja progresso, nem para o país e nem para o povo e isto faz que que os mais pobres se afundem, eu sou da opinião que quando há um líder e há problemas para resolver é resolver-lo e com a maior coerência possível. não é colmatar os factos ilícitos e achar que só o senhor tem razão, que só a sua opinião é que esta certa. vamos abrir a nossa mente, aceitar as opiniões dos outros, analisar a situação ouvir as opiniões e resolver o problema, para que haja desenvolvimento.

        não é colmatar a verdade, achar que só o senhor tem razão porque sabe que não o tem .
        o que falta no nosso pais é líder ou pessoas concenciosas. e isso o senhor não é

    • jaka doxi

      11 de Maio de 2011 as 20:08

      Quis dizer:Não está envolvido neste enorme teia de corrupção.
      abraços.

      • jaka doxi

        11 de Maio de 2011 as 20:09

        Não está envolvido nesta enorme teia de corrupção.
        correcto.

    • jaka doxi

      11 de Maio de 2011 as 20:11

      Vamos reflectir.
      Fradique é do MLSTP,criou o MDFM-PL e deu no que deu.
      Miguel Trovoada foi do MLSTP e PCD criou o ADI e deu no que deu.
      Pinto da Costa é do MLSTP,esteve 15 anos no poder,saiu e nada fez de bom para o país.
      Quem deve agora ser o futuro presidente do nosso país?
      Resposta:
      Um independente que não tém rabo na estrada,dinamico,que quer o bem para o seu povo,e que não esta envolvido nesta enorme teia de corrupção.
      Advinhem quem é.
      Fui

  2. kwatela

    10 de Maio de 2011 as 11:19

    meu caro amigo grato estou mais uma vez pela tua aospiciosa reflexao. fizeste-me lembrar os momentos de combate unicos tidos nos loginquos anos 90. lembras-te do comicio no parque da trindade que pinto ficou nervoso com teus questionarios? eu me lembro muito bem meu caro. mesmo assim nunca te puseste no outro lado da barricada. es dos daqueles que nao se vendem nem se compram. “antes morrer de pe que viver toda vida de joelho” sabes meu caro; eu acho que PINTO quer limpar a sua imagem de DITADOR por isso ele ira pela terceira vez concorrer as presidenciais. isto nao tem nada a ver com querer ajudar STP ou nao. é uam ambicao pessoal porque ele é visto como DITADOR e agora ele quer mostrar que tambem pode ser presidente na democracia. BEM HAJA A TODOS

  3. kwatela

    10 de Maio de 2011 as 11:20

    quis dizer: auspiciosa.
    (desculpem-me)

  4. Pen Drive

    10 de Maio de 2011 as 11:51

    Vejo que em S. Tomé e Príncipe existe muita gente que num país sério estava na cadeia. São delinquentes! Em vez de andar por aí e acolá a escrever manto de lixos deveriam com tanta força que demonstram ter plantar bananeiras matabaleiras e fruteiras para ajudar o país a crescer. Julgo que seria melhor do que armar-se em autenticos palhaços.

    • De Longe

      10 de Maio de 2011 as 13:32

      O que terás plantado antes de dizer isso?

  5. Próprio

    10 de Maio de 2011 as 11:59

    Pinto da Costa é essecilamente, um grande nacionalista, um Homem de Estado, um Político de grande dimensão Nacional, Regional, um cidadão do Mundo moderno, Um Homem de visão. Um cidadão de conhecimento e Informação. Pai da Nação. UM HOMEM TOLerante, humilde, paciencioso, sabe esperar. Um homem de virtudes. Obrigado São Tomé e Príncipe, Obrigado Agostinho Neto, Obrigado Alda Espírito Santo, Obrigado Amilcar e Luiz Cabral, Obrigado José Edardo,… Avança Pinto da Costa.

    • Vugu vugu

      10 de Maio de 2011 as 13:08

      Como diria o Jaka Doxi: “o próprio é um lambe-botas”!!!

    • praxiteles L

      10 de Maio de 2011 as 13:32

      só mesmo num país como STP é que o Sr Pinto da Costa ganha votos…
      Pinto da Costa como presidente só pode ser piada

      • Chimina

        12 de Maio de 2011 as 7:57

        Praxiteles!

        Nem tanto assim. Porque depois que ele deixou a governação, os que por la passaram nao foram lá mto melhores que ele! Não sou nem a favor nem ontra. Porque nas condições que o Pinto governou, não sabemos o que os outros poderiam fazer.

      • linda

        22 de Junho de 2011 as 0:03

        oh estúpido/a, piada pk?
        até parece que entendes disso.
        kkkkkk

    • M.C ANONIMO

      10 de Maio de 2011 as 16:06

      obrigado pinto da costa por ter escravizado os meus avõs mentalmente logo depois de terem sido escravizado fisicamente pelos colonos portugueses..

    • katia

      10 de Maio de 2011 as 16:29

      Concordo e assino em baixo

    • katia

      10 de Maio de 2011 as 16:31

      Viva o Sr. Dr. Pinto da Costa,estou e muitos estão ctg,não se preocupe.

      • mé zochi

        14 de Maio de 2011 as 9:26

        pinto da costa, outra vez não!!!!os 15 anos de escravidão basta.
        quer quê?????????????????

    • STP # STP

      10 de Maio de 2011 as 17:43

      O Proprio não sabe o que significa virtude, de facto deve ser uma caracteristica fyndamental num politico, penso que isso é que falta aos nossos ditos politicos e dirigentes…

    • pinto

      12 de Maio de 2011 as 7:40

      Por favor meu caro.o sr.Pinto da Costa e um cidadao de STP comum como outro qualquer e nao tem assim tantas virtudes como o meu amigo menciona.nao e um ser de uma outra galaxia, por muito respeito que tenho por ele.

  6. Vugu vugu

    10 de Maio de 2011 as 13:05

    Nada de novo, tudo velho. Talvez valha como resumo histórico.

    Não se percebe bem qual o objectivo do artigo.

  7. Ené

    10 de Maio de 2011 as 13:06

    Bravo, amigo e compatriota !
    Este é um artigo com carácter pedagógico, onde o articulista dá resposta àqueles comentadores de ocasião que por detrás de inverdades, passam uma imagem deturpada a volta do cidadão Manuel Pinto da Costa. Convido os meus amigos e compatriotas a fazerem uma leitura sem máculas e depois passarem a mensagem a quem dela precisar.
    Um artigo cinco estrelas

    • Moçu Cata

      10 de Maio de 2011 as 13:12

      Oh pá, aparte questões de cronologia, esse texto bem que podia ser do jornal “Revolução” de 10/05/1981!

      Tresanda a naftalina.

    • Carambola

      10 de Maio de 2011 as 14:13

      Não percebo a razão de Pinto da Costa perturbar ou incomodar tanta gente assim.
      Eu que nunca privei com o referido senhor, não o conheço, nem gordo nem magro, começo a pensar que o homen é mesmo “forte” como se diz por ai. Só um homem “forte” causa tantos “arrepios” e, simultaneamente, “mobiliza” tanta gente.
      Parece-me, por isso, errado, tanta artilharia em direcção ao homem, ainda antes deste se apresentar como potencial candidato. Minha gente, olhá que isto lhe dá força e, sobretudo, mobiliza ainda mais a sua tropa. Se aqueles que têm muitos anticorpos em relação ao senhor e, como tal, esperam uma eventual derrota sua nas eleições, não perceberam isto ainda, é melhor lerem um bocado mais sobre a essência da política. E, sobretudo, não esquecerem um handicap da nossa cultura política: o personalismo. O resto é conversa fiada.
      O Pinto sabe isto muito bem e só por isso dá-se ao luxo de correr este risco depois de outras tentativas. Ele não é maluco. Malucos são, provavelmente, aqueles que não percebem o ambiente ou cultura política do contexto que condiciona, ou melhor, proporciona esta tomada de decisões.
      Querem apostar que o Pinto ganha estas eleições se a oposição (entendida como aqueles que se opõem ao Pinto) não arrepiar caminhos?
      É por isso que eu nunca concordei com a tirada de aqueles que, sem qualquer conteúdo simbólico ou material, de natureza política relevante, começaram a gracejar, depois do congresso do MLSTP, com uma eventual derrota do Pinto, no referido congresso, em detrimento de uma outra corrente do Branco e Aurélio Martins. Pura ilusão! Afinal quem ganhou o referido congresso? Minha gente, foi o Pinto. Conseguiu dividir o MLSTP que,tal um grupinho de jotas sem qualquer projecto político ou credibilidade, apresenta-se momentaneamente às eleições presidencias com uma quantidade anormal de candidatos sendo, entretanto, ele o simbolo político e denominador comum desta representação que vai direitinha ao precípicio sem pedir socorro a ninguém. Quando se espalharem ou esborracharem todos contra a rocha dura ele reencarnará a nobreza de todas aquelas almas e do seu projecto inicial de independência do país. Estará feita a paz com os homens e com a terra.
      E, provavelmente, o Patrice Trovoada, tão distraído que anda, ou por querer isto mesmo, vai dar um empurrão aos defuntos para que a alma de todos se salve, depois do choque brutal, contra a rocha, em condições de poder reencarnar em estado de alguma pureza.
      É assim o meu país!!!! Quem viver verá!!
      Fui

      • António Veiga Costa

        10 de Maio de 2011 as 16:10

        AH! Que bela reflexão. Exprimiu minha visão do momento político, aliás, últimos 2 a 3 anos, em São Tomé.
        Pouco, pouquíssimos conseguem realmente perceber o intrínseco de nossa política e se debatem todo o tempo mergulhados nas idolatrias partidárias.

      • M.C ANONIMO

        10 de Maio de 2011 as 16:12

        já foste tarde….. não entendo porque tanta defesa deves ser um daqueles que o ajudou no senso….. mas pronto se na epoca do colonialismo tinhamos o zé mulato depois do colonialismo pessoas como ele ñ desaparesem…..

        • Moçu Cata

          10 de Maio de 2011 as 19:12

          Deve ser um “karatê” falhado que julgava-se muito importante no tempo do Pinto ditador.

          Ou então era um “bufo” e intriguista.

          • Mohamed Takora

            11 de Maio de 2011 as 8:49

            Caro leitor “Carambola”, dizer o senhor que não conheceu o Pinto da Costa, não é merecedor tecer seja que comentário for a seu respeito.

            Pois,como pode o senhor comentar sobre alguém que não conhece. Seja honesto consigo e sensato.

          • Carambola

            11 de Maio de 2011 as 9:56

            Senhor Takora

            Eu não comentei sobre o senhor Pinto da Costa. Eu fiz uma pequena reflexão sobre o contexto político momentâneo que se vive no meu país onde o senhor Pinto da Costa é uma personagem inevitável e incontornável. Isto não tem nada a ver com “fulanização” da reflexão em torno do referido personagem, coisa, aliás, que muita gente, incluindo o senhor, passa a vida a fazer neste fórum.
            Basta, para tal, comparar a minha reflexão com a dos outros participantes. O senhor encontra nalguma passagem da minha reflexão aspectos pessoais relacionados com a vida do senhor Pinto da Costa?
            Fui
            Carambola

        • truquim deçu

          14 de Junho de 2011 as 11:36

          Quem sabe vc é sobrinho de Zé Mulato o Armando Correia que na dita democracia fez se de cherife com armas na mão atacando a população os mesmos policiais que persseguiram o povo no seno são os mesmos que mataram um cidadão e o poco levou o corpo para assembleia dos democraticos é isso que senhor quer quem foi mais cruel ainda há mais

    • kwatela

      11 de Maio de 2011 as 12:46

      ENE tas feito um pintista a valer!!!!!dispa a capa de pintista e veja a realidade nua e crua sem “clubismo”

      • Voçê entendeu!!!

        11 de Maio de 2011 as 12:59

        A verdade doi só n entendo porque tdo isso se achas que ele n é teu favorito tens opção de escolha tens outros que tbm pode contar com seu voto faça isso e deixa outros passar uma boa uma imagem daqueles que querem o bem do NOSSO PAÍS STP… Porque nisso já esta mal ainda se meter outra pessoa que quer tbm “ganar” da sua parte ai que n vai ter mais “NAIÔ” porque o barco Afundará de vez…

  8. Assuncao

    10 de Maio de 2011 as 14:05

    At’e tenho uma simpatia pelo Dr.MPCosta,mas a memoria nao me lembra de grandes feitos desde a sua saida do poder,…por exe: o que faz os nomes sonantes das outras pracas quando deixam de ser presidente?! A dinamica de participacao na vida politica nao ‘e a mesma, mas noutras vertentes, quer ao nivel interno/internacional se ocupam de realizar obras, em instituicoes, governamentais ou nao, disponiveis e preocupados com questoes de relevo na vida nacional, chamam atencao das diversas instancias como forma de congregar vontades na concertacao, aparecem e dao a cara, em momentos bastante previo, enfim, talvez me destra’i nos acontecimentos!! Agora, k se notou ausencia deste Sr. nas grandes questoes do pa’is, a isso foi! e nao ‘e uma pessoa qualquer, tem conhecimento, influencia, tem experiencia, mas parece k so se interessa pelo mais alto gargo da nacao, penso eu de que…!!
    Desculpa Pinto da Costa, gostava mais do tempo em k como “pioneiros” na grande data do dia 1 do Junho, colocav’amos o lencito vermelho no seu pescoco e er’amos apesar de tudo mais felizes e com alguma inocencia. Hoje a inocencia de uma crianca nem sequer ‘e respeitada, pois elas so pensam em estar nas ruas da nossa praca a vender coisinhas, nem querem mais estar na escola, umas pk nao podem, outras pk as familias desestruturadas nao conseguem sequer k elas fiquem nas oficinas para aprenderem oficio.
    Nao tem ADI,nem MLSTP, nem nada, gostaria ‘e k alguns nomes k se disponibilizaram, que fossem de forcas isentas, neutras aos partidos, isto de partidarizacao ‘e uma “xatice”, depois misturam tudo e quando la chegam, perdem a essencia da coisa e “acham-se”; ‘e preciso ter o espirito decisivo desde agora da missao k tem um Presidente da Republica, ele nao est’a vedado da sua militancia, mas o interesse do pa’is sobreeleva qualquer outro interesse, em tomadas de posicoes, isto ‘e fundamental, desligados de caprichos pessoais, de juntar as maos e ser aberto, as criticas, as ideias e dizer as coisas, informar, para k a opiniao publica consiga acompanhar e ser mais participativa. Ha at’e nomes para nao ferir qualquer sensibilidade, que nem vou frisar, k para mim, ‘e um desastre total em quererem ser eleitos, at’e propostos pelo partido que se quer fazer respeitar, por amor de deus, ja nao somos razo’aveis!!isto nao ‘e nenhuma brincadeira!!!
    Inclinava-me para apoiarem uma Sra, pena ‘e, la est’a, MLSTP,k nem se entendem, porque acho k seria uma boa alternativa para a viragem desta senda.. e o Dr. Filinto, porque nao!?
    Mas votem em consciencia, informem-se, exprimam as vossas opinioes,mas nao deixem de votar, ‘e o pa’is de todos n’os e que todos queremos melhoriasssss.

    Com cumprimentos.

  9. Observador

    10 de Maio de 2011 as 14:28

    Unidade, disciplina e trabalho em democracia é a chave do sucesso para São Tomé e Príncipe. Pinto da Costa é a pessoa indicada para fazer essa síntese.

    • Mimi

      10 de Maio de 2011 as 14:53

      Sim! Unidade, Disciplina e Trabalho (Muito Trabalho)!

      • boca calada

        10 de Maio de 2011 as 20:09

        Trabalho quê ? se o Pinto da Costa é um
        GRANDE PREGUIÇOSO !!!

        • Observador

          10 de Maio de 2011 as 21:01

          Perdeu uma bela ocasião para fazer jus ao seu nickname…

        • Voçê entendeu!!!

          11 de Maio de 2011 as 12:53

          Tu sim es grande preguiçoso nem voz tens… vai ajudar o país aumentar PIB…

        • maria chorona

          12 de Maio de 2011 as 9:42

          tu com a idade que tens nunca fizestes nada para S.tome, aliais da forma como tu
          falas releva que para ti a gente de deve demonstrar te o que vai fazendo na sua vida para que tu possas ter a possibilidade de criticar. enfim, o santomense a se revrelar. Que pena.

    • kwatela

      11 de Maio de 2011 as 13:05

      meus compatriotas estas eleicoes presidenciais devem ser a mais importante de todas as que tivemos ate agora,por isso devemos todos votar em consciencia. o que me preocupa é que alguns comentaristas pensam em STP de hoje como se fosse STP no monopartidarismo. compatriotas o presidente de hoje nao é o mesmo que no mono. nos precisamos de um presidente que;
      -Garanta a estabilidade politica
      -Visionario
      – Que exerca uma magistratura de influencia.
      que influencia pinto da costa tem na comunidade internacional para ajudar o governo a sair da crise?
      quase todos os presidentes quando deixam o poder sao chamados por organismos internacionais para trabalharem afim de exercerem a sua influencia junto de varios governos e organizacoes, proferirem palestras coloquios seminarios, etc. alguem pode me dizer quando e onde o sr pinto da costa tera feito uma coisa destas?
      pinto da costa tem o seu lugar na prateleira da nossa historia. este lugar é vitalicio,ninguem o ha-de tirar, mas meus senhores quando queremos trabalho a serio para tirarmos o pais da letargia escolher um preguicoso para presidente nao sera a melhor opcao.reflitamos agora antes de nao chorarmos depois. BEM HAJA A TODOS

  10. cumade

    10 de Maio de 2011 as 14:57

    Sr. Observador concordo consigo pois,se algum candidato a presidente conseguir fazer vincar este “slogun” Unidade, disciplina e trabalho na fase actual, entao conseguira a tao esperada MUDANCA para o desenvolvimento sustentado.
    Cumade

  11. GOMES GOMES

    10 de Maio de 2011 as 15:33

    O POVO QUER MUDANÇA. UM PRESIDENTE DA REPÚBLICA NOVO.O PAÍS É DE TODOS. SEMPRE A MESMA CARA NÃO É POSSÍVEL.

  12. Lévé-Léngue

    10 de Maio de 2011 as 15:46

    Congratulo-me com o perfil deste nobre cidadão nacional… Apenas lamento o facto de as suas virtudes não cobrirem cabalmente os seus defeitos, ao ponto de torná-lo um potencial candidato às próximas eleições. Mas veremos nas urnas a ditadura do povo ditar, pois apesar de más recordações, este homem não foi o único e, se calhar, nem o principal culpado.

  13. Madalena

    10 de Maio de 2011 as 16:29

    Uma vida toda sem profissão, com 37 anos era funcionario de quê?
    Nenhum colega do Pinto, se atreve a candidatar, nem no inferno ou gloria, caso de Samora, Agostinho Neto e Luis Cabral.
    De que carisma estão a falar?

  14. Filho Da Terra

    10 de Maio de 2011 as 18:10

    Não Pode ser brincadeira, um primeiro-ministro, um chefe do Governo que renuncia o cargo para se candidatar a presidência. Isso não é Brincar com o povo, isso não é gozar com a confiança do povo. E como não bastasse temos que levar em cima com a pessoa cínicas como o Sr. Pinto que só quer levar uma verba do Presidente da EUA, sim ele vai financiar os candidatos a presidência de ST… São todos uns cínicos! Quem não vos conhece que vos comprem… têm mesmo discurso, mesma ladainha sempre.

    Ps:Filho da terra

  15. Fausto

    10 de Maio de 2011 as 19:43

    Enfim….

  16. Bisca Livre

    10 de Maio de 2011 as 19:52

    Gostaria de saber o k esse senhor fez durante 15 anos como presidente e durante 20 depois de ser presidente. Ele tem muitos amigos presidentes e outros busineiros espalhados pelo mundo. Nunca vi este na televisão a ñ ser nas festas de 12 de Julho. Uma pessoa k teve faca e keijo na mão deruante 15 anos e não fez nada vai precisar de mais 5 p’ra kê? Quantas catástrofes sucederam em STP em muitos ajudarm, e ele? Só andar de galloper pra cima e pra baixo.Eu ñ votaria nele mas eleições são liveres e cada um faz o k achar certo. Que Deus nos dê um presidente com amor ao povo e a terra. Viva STP

  17. boca calada

    10 de Maio de 2011 as 20:13

    pinto quidaléÔÔÔÔÔ …quê côlô témaêêê ?

  18. BARÃO DE ÁGUA IZÉ

    10 de Maio de 2011 as 22:49

    O texto sobre o sr. Pinto da Costa é uma proclamação de apoio à sua candidatura. Quando foi Presidente era muito jovem (37 anos) e com certeza com muitas lacunas na formação politica e económica democráticas. Basta lembramo-nos dos ventos ideológicos da altura e da sua prática como Presidente.
    Mais útil que este texto, seria o próprio fazer a auto-critica da sua Presidência e propor caminhos, até pela sua experiência do que correu mal, para o modelo politico imprescindivel para STP: Presidencialismo (democrático). De outra forma, com o modelo politio actual, o povo Sãotomense continuará na pobrza.

  19. carlos ceitta

    10 de Maio de 2011 as 23:33

    homem s vergonha
    vai trabalhar

  20. lino

    10 de Maio de 2011 as 23:38

    este senhor pinto da costa já viveu a grande e a francesa enquanto governou e trucidou fisica e psicológicamente os meus nossos pais e avôs.
    Ja chega de pinto da costa.
    Tem juizo sr. Pinto da Costa.
    O sr não sabe fazer outra coisa sem ser presidente da república?!!!!
    Pelo menos é o que nos deu a entender durante esses últimos tempos.
    Cá para mim,….não deve saber mesmo.
    Já agora …deixa-se estar na reforma.
    já tem idade para isso.
    Vai a praia…faz desporto e curte a vida.
    senão vai jogar as cartas …sabe jogar bisca?

  21. H. A. Azimute

    11 de Maio de 2011 as 1:53

    Meus caros
    Esta fixação patológica do Sr. M. Pinto da Costa pela presidência, e somente para este cargo, dá que pensar, pois não agoiro nada de bom para o país, se no entanto esta candidatura se concretizar. Hora vejamos, este indivíduo porque não trabalha, ou porque nunca trabalhou (não é do meu conhecimento que tivesse alguma ocupação proveitosa, que preenchesse o seu imenso tempo livre, depois de ter abandonado o poder), ainda achar que é o escolhido, o predestinado (o que nasceu únicamente para ser presidênte de S.T.P.), caso não seja, como já foi gorada das outras vezes, continuará a não fazer nada na vida, para o seu belo prazer, e agora com o peso da idade, se calhar, cuidará dos filhos mais novos ou netos (como faria um bom avô).
    Por favor, não me ressuscitem este fantasma do passado, com às vossas reflexões também elas do passado que muitos não viveram como é óbvio. Sejamos claros, não se faz mudanças com pessoas caducas, e com um passado tenebroso. Dependendo da nossa escolha, haverá um futuro auspicioso ou miserável neste caso, se no entanto optarmos pelo regresso ao passado.

  22. ti ti ti

    11 de Maio de 2011 as 5:00

    Ele nao vai levar nadinhaaa, o que queremos é mudaças, cara novas , nos nao queremos nada de primitividade mas em sao tome.
    o que queremos é ter um Presidente da Republica jovem .

  23. zeca diabo

    11 de Maio de 2011 as 8:11

    No meu ver se Sr Pinto da Costa quisesse mesmo candidatar a Presidente da Republica, esta consulta publica que ele pretende fazer agora ja o deveria ter feito a mais tempo, para ganhar confianca dos eleitores…Nao se faz um candidato a Presidente da Republica com consultas Publicas…o Sr Pinto da Costa nao precisa deste eventos, ele e mais que conhecido em STP do que qualquer dos outros candidatos…se ele caiu no esquecimento e pura culpa dele proprio, que nao soube tirar proveito da sua personalidade politica e intelectual!!!
    Ora vejamos apos o seu afastamento do cargo da Presidente da Republica, mudou-se muita coisa em STP, agora somos um Pais Democratico, passamos momentos bons e tambem em grande parte com sucessivos apuros em todos dominios!!! O que fez o Sr Pinto da costa, a quem lhe chama de Dr Pinto da Costa, eu nao o chamo porque sei que se ele pussui formacao superior no dominio da econimia onde STP carece de imensa ajuda deindividous com este gabarito para dar o seu contributo de forma singular, mesmo que seja so com conselhos e orientacoes de forma a aqueles que governam poderiam seguir ou levar em conta…nada disto foi feito!!!
    O Sr Pinto da Costa deveria ser um Pai para jovens STP, procura lecionar ou de vez enquanto criar palestras com jovens insentivando os jovens com conhecimentos que ele possui…nada disto foi feito!!!Deveria criar tambem um fundacao, de forma a estar em contacto constante com a Populacao…nada disto foi feito!!! Dai conclui que o SR PINTO DA COSTA so sabe ser Presidente da Republica, e bom que nao se esqueca que estamos na democracia e o poder do Presidente e Limitado, pois cabe ao Governo dirigir o pais nao o Presidente da Republica!!!!

    FORCA POVO STP!!!

  24. Mako

    11 de Maio de 2011 as 9:12

    Viva AURELIO MARTINS. Nao tem desgaste. Cara nova e jovem que atraves da sua influencia consiguira atrair riqueza para o pais. Que assim seja

  25. Tio Castro

    11 de Maio de 2011 as 10:29

    Seja Esse: Cada um tem seu passado, negro, branco ou cinzento. Só esperamos aquele que venha à poder dar um ar de alento à esse povo sofredor.
    Se for contigo sr. Pinto, seja benvindo!!!!

  26. Osama bin Laden

    11 de Maio de 2011 as 11:06

    Quem é Pinto?
    Resposta: È um grande Ditador…

  27. mulembú

    11 de Maio de 2011 as 11:07

    De todos os candidatos ou pré-candidatos, o único que depois de uma explanação ou discurso é aplaudido com sentimento é o Pinto da Costa, não obstante muitos traidores, não obstante as coisas que falam dele, não obstante não seja santo, não obstante muitos não saberem separar os contextos históricos… é o Pinto da Costa. O Povo de São Tomé e Príncipe necessita de resgatar a sua alma o seu sentido de ser santomense, o seu orgulho, o seu sentimento de amor a terra e ao trabalho. Eu sinto que Pinto sim pode fazer isso melhor que qualquer dos outros candidatos aventureiros que andam por ai. São Tomé e Príncipe não pode seguir sendo terra de bôbô.
    Quando o tempo nos da prova e tivemos um falso arranque, podemos voltar ao tonto de partida, consciente que as coisas ja não são como antes, para testarmos a nossa capacidade, para provarmos a mesmo e ao mundo que somos um povo que pode fazer mais e melhor. Eu creio que com o Pinto da Costa sim poderemos. E o resto virá com o tempo. Seremos um povo vencedor. Viva Pinto.

  28. Politico da Elite Corrupta de STP

    11 de Maio de 2011 as 11:09

    A pergunta de ser! Quem o Ditador Pinto da Costa?

  29. Politico da Elite Corrupta de STP

    11 de Maio de 2011 as 11:10

    Pinto Bila bi? Pinto tê Tema passa…

  30. Nelita de Titina

    11 de Maio de 2011 as 11:41

    Pinto é aquele que criou Emdiprol, Emave, EMAE, EMNAMED, e as outras empresas fantasmas para transferencia de fundos de estado. Centro leiteiro de Agua IZE, estes gestores de meia tijela, têm saudades do Homem.
    As lojas Dirigentes, onde ja se viu isso.
    Socialismo com diferenças de classes sociais.
    Açucar era uma bicha, só na loja do povo. Na loja do dirigente tinha de sobra.
    Pouca vergonha.
    Estudar em França!!
    Só gente afecto ao Palacio e amigos do dirigentes.
    O resto era ferro e saco. Nós criolos eramos estrangeiros!!!
    De que carisma se fala , quando se fala do Pinto!!!

  31. Nelita de Titina

    11 de Maio de 2011 as 11:47

    Pinto sabe o que desempenhou antes e ser presidente.
    Foi a tropa?
    Não?
    Estudou no liceu?
    Não?
    Apenas se sabe que é economista.
    Economista de quê?
    Domina qual area?
    Não brinca com economia!
    Se calhar estou introdução à Economia politica, com a tradução de alemão para português deu em Economia.
    Porque de economia , nada deu provas de saber.

  32. Voçê entendeu!!!

    11 de Maio de 2011 as 12:48

    Avança Pinto da Costa… Tens meu voto e de minha família Força!!!! porque n vejo outro(a) ao teu nível… Tens Postura tens ultima palavra muda S.Tomé que parece ser uma Chaga porque tudo esta na mesma nda d Novo o povo precisa de ti.

  33. visão de domingo

    11 de Maio de 2011 as 13:50

    É claramente um artigo de intenção e contra a pessoa do Senhor Pinto da Costa. Não deveria ser!!! A presença deste homem é uma ameaça para muitos ladrões e imcopetentes deste país… Viva Da Costa tenho apenas, 21 anos e caso ele venham a candidatar-se já tem o meu voto…prefiriu ele do que essa geração de intrusa de GGA,Arroz de Brasil, Ritasss, Cantor, e uns que aparecem só para roubar coisas de estado..Oh Patrice Põe – te a pau!! não vai!!!!

  34. GOMES GOMES

    11 de Maio de 2011 as 14:39

    CREDO CREDO CREDO PINTO DA COSTA. PENSA NOUTRA VIDA. ABRA UMA EMPRESA.QUEM TUDO QUER TUDO PERDE. APRENDA A FAZER OUTRAS COISAS QUE POSSAM AJUDAR STP. CREDO CREDO CREDO. É DEMAIS. CREDO SR PINTO DA COSTA. CREDO CREDO CREDO.TUDO ISSO POR CAUSA DO PETRÓLEO? CREDO CREDO. É DEMAIS. CREDO PINTO DA COSTA. CREDO

    • Observador

      11 de Maio de 2011 as 17:16

      Entristece-me que muitos confundam liberdade de expressão com liberdade para insultar. O respeito é fundamental numa democracia saudável. São Tomé e Príncipe precisa de debater ideias e não ataques pessoais. É por esse caminho que passa o progresso deste país que, desde a sua independência, já deu passos importantes, tantas vezes esquecidos e omitidos, rumo ao futuro. Passos que não podem deixar de alimentar, apesar das dificuldades actuais, o orgulho de ser Santomense. Um bem haja a todos!!

    • jaka doxi

      12 de Maio de 2011 as 20:29

      Dizem que o pinto vai oferecer sapatos na campanha.
      BôBô.

  35. Tema Passa...

    11 de Maio de 2011 as 15:32

    Pinto tê tema….

  36. MÉ SOLO

    11 de Maio de 2011 as 15:50

    Caros,

    Caros,escutam só o que vos digo

    O Drº Pinto da Costa tem maturidade suficiente para saber o q pretende. De todos os Pré Candidatos estou certo que o Pinto da Costa reuni melhores condições para vencer as eleições de 12 de Julho.

    Queremos um Presidente que em conjunto com os outros orgãos de soberania ponham ordem em casa, é difícil mas não é impossível.

    Todos os outros candidatos nos últimos anos tiveram uma vida partidária mto ativa nos seus distintos partidos e quase todos tiveram conflitos/clivagens com o actual Primeiro Ministro o que poderá condicionar a boa relação Presidente e o Governo pq por norma não somos tolerantes.

    Neste aspecto valerá o fato do Pinto ter estado “distante” das questões politicas.

    DIFICILMENTE ALGUÉM NASCE BURRO E MORRE BURRO È COMO NINGUÉM NASCE DITADOR E MORRE DITADOR.

    Não tenhamos medo que a constituição nos protege.

  37. Milagrosa

    11 de Maio de 2011 as 17:06

    Não vou argumentar muito,mas penso que Dr.Manuel Pinto da Costa é o candidato ideal para as próximas eleições.

  38. dos santos

    11 de Maio de 2011 as 22:16

    Nós os santomenses temos que mudar esquecer o passado e mudar a mentalidade com essas conversas farapadas não vamos a lado nenho

  39. H. A. Azimute

    11 de Maio de 2011 as 23:20

    (O dinheiro não cai do céu “de mão beijada”) onde tem arranjado dinheiro para sua vida folgada que leva, se não lhe conhecemos nenhuma ocupação laboral?

  40. Filipe Samba

    12 de Maio de 2011 as 5:51

    Se eu sou criticado, por alguém, isto quer dizer que existo
    Se existo, eu vivo e tenho uma história que todos narram.
    Os meus inimigos são todos aqueles que se mantêm em silencio.
    O mundo é uma paróquia dificil

  41. MÉ SOLO

    12 de Maio de 2011 as 8:13

    Digo 17 de Julho e não 12 de Julho.

  42. macabeu

    12 de Maio de 2011 as 9:56

    Fracamente…que pergunta mais barbara que já vi.
    Quem é pinto da costa? Sinceramente senhor autor do texto.
    Um homem que presidiu e governou STP durante 15 anos, achas que
    Os São – Tomense não desconhece a sua identidade. Faça-me favor e, escreve outra
    O Pinto da costa (PC), é livre, democrático e maior de idade, não precisa de um porta voz
    Para o defender das suas maldades e malvadez cometidas.
    Porque nunca o fez publicamente? Pedindo desculpas pelos erros cometidos conscientemente.
    Um homem de 37 anos não é miúdo, é antes responsável pelos seus actos, alias uma idade privilegiada para mostra a competência e fazer diferença.
    Qual a colaboração dada pelo PC, depois de perder as eleições? Não…
    Meus caros, a melhor forma de reconhecer os erros, é fazer diferente e melhor.

  43. Conde de Monte Cristo

    12 de Maio de 2011 as 10:44

    Era uma vez o Pinto foi auscultar a populacao de Mezochi na cidade da Trindade.

    Era ainda na decada dos anos oitenta que Pinto da Costa, atendendo as crises politicas do momento resolveu ir auscultar a populacao. na Trindade mais precisamente no Parque o Secretario Distrital de entao o Sr Rita usou da palavra para pedir opiniao a popuplacoa. Como toda gente tinha tanto medo daquele Senhor que andava rodeado de guardas e com Jeeps pronto para levar para baixo, ninguem usou se pronunciar. Entao o senhor Secretario Rita nu, jeito de insentivar o Povo a falar expressou em lingua forro, que o Presidente, o mais velho, vinha pedir conselho a populacoa, e que as pessoas nao tivessem medo e que falassem a vontade e que nao ia haver problemas problemas.
    Sabem o que e que aconteceu?
    O Ditador automaticamente se pos de pe, tomou a palavra e num ton de extrema arrogancia, arrasou e humilhou publicamente o seu Secretario Distrital o senhor Rita Dizendo o seguinte:
    ” Eu nao sou nenhum mais velho…., e eu nao vim ca para pedir conselho, mais sim …, etc.
    O coitadinho do senhor Rita pareceu cair dentro de um balde de agua gelada e depois ficou estatico, envergonhado e em silencio!
    Mais vejam so o que vai acontecer! Naquele mesmo dia o seu irmao mais velho, o Jango, por motivos que nao conheco,e nao consegui entender, oferece publicamente ao ditador um grande leitao (porco) que foi atravessando aos gritos as ruelass da Trindade carregado por uns dos seus guarda costas e colocado no Jeep para ser consumido no palacio.
    Eu ainda era crianca, mas nunca me esquece deste episodio que considero uns dos mais triste da minha vida!
    Eu lamento muito que haja pessoas como o sr Jango! E por causa dessas pessoas que o pais vai caminhando assim! Essas pessoas que premiam o Barrabraz por ter crucificado o seu proprio irmao!
    Porque o povo tem memoria curta!

    • Conde de Monte Cristo

      12 de Maio de 2011 as 11:56

      Me desculpem tenho problemas com o teclado.

  44. Concidadão

    12 de Maio de 2011 as 13:06

    De facto não consigo perceber qual o objectivo do artigo “Afinal…! Quem é Pinto da Costa?” Expliquem-me que pode ser ignorância minha!!!

  45. Rute Vaz

    12 de Maio de 2011 as 14:21

    todos merecem uma segunda chance…ou que isto melhora ou que afunda de uma vez por todas…força PINTO

  46. sacramento

    12 de Maio de 2011 as 17:39

    todo esse tamanho de reportagem demonstra que é mais um que sabe escrever mais não sabe por suas ideais na pratica …

  47. Bodon Culu

    12 de Maio de 2011 as 19:55

    Meus senhores, não crucifiquemos apenas o Pinto da Costa. Não podemos esquecer aquele grupo de pessoas em torno dele que garantia o funcionamento da máquina. Sem o apoio dessas pessoas, ele não teria conseguido manter o regime durante 15 anos.
    Essas pessoas já mudaram de camisola e andam por ai armados em democratas.

  48. jaka doxi

    12 de Maio de 2011 as 20:39

    Pinto devia mazé cuidar de sí ao invez de querer vingar os outros.

  49. boca calada

    12 de Maio de 2011 as 20:49

    Afinal..! quem é o Pinto da Costa ? R:Preguiçoso !!!

  50. Flolicanidu

    12 de Maio de 2011 as 22:35

    Amanhã (13/05/2011) o quadro de candidatos a PR deverá ficar melhor definido com o mais que provável anúncio da candidatura de EVARISTO CARVALHO, com o incondicional apoio do ADI.

    Entretanto o NOSSO primeiro-ministro viajou esta noite (na companhia de um ministro que mexe com dinheiro) com destino a Nigéria a fim de angariar apoios para a campanha do seu partido.

    Como já vem sendo habitual neste governo, a justificação oficial para mais esta viagem às custas do nome dos santomenses é que se trata de contactos para obter financiamentos para o OGE. Cambada de aldrabões!!!

    Assim, na corrida a PR, iremos ter o trio da velharada formado por Pinto da Costa, Evaristo Carvalho e (não deixa de ser um velho) Filinto Costa Alegre. Serão os Três Tristes Tigres (TTT) desta campanha. Serão os dignos representantes do atraso de vida. NÃO SÃO HOMENS DA MUDANÇA, mas sim o mais do mesmo.

    Há que depositar esperança e confiança na juventude, em GENTE GIRA…na VERDADEIRA MUDANÇA.

  51. Filipe Samba

    13 de Maio de 2011 as 4:55

    O pior mal é a indiferença.
    Os meus inimigos são todos aqueles que se mantêm em silencio.
    Se eu sou criticado por alguém, isso quer dizer que existo.
    Se existo, tenho uma história que pode ser narrada e talvez haja
    alguém que a queira ouvir.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo