Opinião

Eles são machistas e sádicos

Há tempos, venho recebendo no meu e-mail mensagens eletrônicas de um grupo denominado ´´Movimento Pinto Presidente´´. As mensagens, quase sempre cumprem os contornos de marketing eleitoral, carregando uma narrativa que busca convencer o eleitor a votar em Manuel Pinto da Costa. Até aqui nada mal. Nada contra. Afinal, na política, comunicação e marketing são instrumentos que devem ser explorados ao máximo.

No entanto, a última mensagem veiculada por este movimento, causou-me uma reação indecifrável, que juntou num mesmo sentimento indignação, repulsa e irrelevância. Creio que tal como eu, muitos de vocês, foram brindados com a mensagem em causa. O Teor reescrevo aqui, sem tirar nem acrescentar nenhuma vírgula: ´´A Presidência da República em STP é um cargo reservado aos Homens e não as  Mulheres, é um cargo que exige trabalho, inteligência e muita sabedoria, por isso Votem Dr. Manuel Pinto da Costa um Homem com carisma….Maria Neves já foi 1ª Ministra chega e basta, não tem sabedoria para mais…. Viva Dr. Manuel Pinto da Costa´´

Aqui está algo que precisamos condenar a todos os níveis. Esta mensagem, divulgada amplamente na internet, assinala nitidamente que a evolução das tensões do debate eleitoral, o ponto mais alto da democracia, está permeada de mazelas, fraquezas e debilidades expostas por um movimento ingênuo e inapto para o debate democrático. É uma pena. É um vexame. Por falta de delicadeza de pensamento crítico, atitudes baixas como estas, podem massacrar qualquer candidato nas urnas. E se esse movimento não se retratar publicamente, a fúria das mulheres só vai aumentar. E se isso acontecer, o candidato que este movimento carrega fanaticamente no coração e nos ombros, poderá levar a pior nas urnas.

Apoiar o candidato que quisermos é normal. Até aí nada mal. No entanto, deixar que o fanatismo político e a idolatria se apoderem do equilíbrio mental e do bom senso, atropelando os direitos e liberdades de outros candidatos, é inadmissível.  Nesta mensagem, os apoiantes de Pinto da Costa, ao invés de optarem pelo debate democrático e tolerante, preferiram a inversão para a baixaria rechaçada em acusações torpes, insinuações caluniosas e apelos insultuosos.

A mensagem diz ainda: ´´Maria Neves já foi 1ª Ministra chega e basta, não tem sabedoria para mais´´. Essa afirmação é caluniosa e insultuosa. Ninguém chega ao cargo de chefe do executivo de um país, sem ter alguma sabedoria.  Ao menos que para esse grupo, o único sábio que existe no país é o candidato que eles apóiam.

Maria das Neves é uma mulher pública, com vastos serviços prestados a Pátria.  Atacá-la desta forma, só mostra que este movimento não tem a compostura necessária para o convívio democrático. O ataque a Maria das Neves, é extensivo a todas mulheres, incluindo as mães, esposas e filhas dos patronos e integrantes deste dito ´´Movimento Pinto Presidente´´.

Ora vejamos, a mensagem diz que o cargo de presidente da república, é reservado para homens. Isso é pura blasfêmia. Grave delírio. A constituição do país, estabelece que não há distinção de gênero  entre os pretensos candidatos a presidência da república. Qualquer cidadão santomense, mulher ou homem, pode, se quiser, ser candidata ou candidato a presidente da república. Então, dizer que a presidência em STP é um cargo reservado só para homens, é um afrontamento ao estado democrático de direito.

A táctica do ´´Movimento Pinto Presidente´´ foi ousada, mas a estratégia péssima. Houve exagero de baixaria. Excesso de prepotência. Frieza e crueldade em desvalorizar a mulher santomense. Em nenhuma parte do mundo se ganha votos humilhando as mulheres, parcela relevante do eleitorado. Gostando-se ou não de Maria das Neves, devemos respeitá-la minimamente.

Personalizar a presidência na república, reservando-a só para homens, seria um resquício de uma forma velada de resgate da ditadura que visa desprezar e reduzir a importância da mulher na vida pública. Felizmente a constituição do país vai na contramão destes desejos demagogicamente tão opressores e sádicos.

As questões que coloco aos ícones deste movimento são as seguintes: As mulheres gostariam de saber que cargos são reservados para elas, ou para que servem elas? Partindo do pressuposto de que, na concepção machista deste movimento, as mulheres não têm sabedoria para estarem na vida pública, a sociedade gostaria de saber, caso o vosso candidato for eleito, o que será feito com as mulheres que ocupam cargos relevantes na presidência e no governo, como membros do conselho de estado, diretoras, conselheiras, assessoras, ministras, juízas etc? Uma resposta para essas perguntas é o mínimo que se espera desse movimento, para podermos compreender esta visão bastante ingênua e tão antiquada. A sociedade espera por respostas. Os eleitores, e, sobretudo as eleitoras cobram esclarecimentos.

Se o ´´Movimento Pinto Presidente´´ e o candidato que apóiam querem merecer a confiança da sociedade, devem conservar as boas normas de convivência. Sem moralismos, sem prejulgamentos, os eleitores notam e anotam tudo. Na luta pelo coração do poder, prepotência, arrogância e petulância podem ser fogo amigo. As mulheres que hoje são insultadas e chacoalhadas como incapazes, são as mesmas que concentram o número de votos suficientes para decidir as eleições presidenciais. Então, desrespeitar as mulheres pode ser o caminho mais curto para a derrota eleitoral.

Carllile Alegre

carllilealegre@gmail.com

    16 comentários

16 comentários

  1. GUGU

    20 de Junho de 2011 as 13:22

    é de lamentar o que se passou mas a Carllile anda em campanha a favor de… todos sabem!!

  2. Mimi

    20 de Junho de 2011 as 14:10

    Se o dito movimento nao tem “cara”, dar-lhe atencao parece legitimar a sua intencao…

    • Trindade

      20 de Junho de 2011 as 14:18

      A senhora Carllile tem razão.
      Já vejo sinais de xenofobia na candidatura de Pinto. É a repetição da História? Cuidado! O povo ainda não esqueceu…
      Trindade

  3. Vugu - vugu

    20 de Junho de 2011 as 14:21

    Carllile,

    Estou (muito) longe de ser um apoiante da candidatura do Pinto da Costa, mas custa-me acreditar que ele pactue com “campanha negativa” desse calibre.

    Parece-me antes uma campanha de “contra-informação” orquestratada precisamente por uma das candidatas.

    Mas, verdade seja dita, dos MLSTP’s espera-se tudo.

    É caso para dizer “buê mata buê campu sa d’Alê”.

    • Observador

      20 de Junho de 2011 as 16:22

      Sábias palavras Vugu. A Srª Carlile todos sabemos ao serviço de quem está. De qualquer modo devia ter mais pudor naquilo que escreve e não atribuir, sem provas, a autoria de tal mensagem à candidatura de Manuel Pinto da Costa. Qualquer pessoa pode escrever um mail e dizer que é da candidatura a, b ou c. A Srª Carlile sabe muito bem isso mas prefere mostrar até onde está disposta a ir para atingir os seus fins. Este tipo de ataques cujo calibre ético me dispenso de comentar só revelam o desespero de quem sabe que Pinto da Costa é o melhor para o futuro e de quem acha que em política tudo vale. É por causa dessa forma de fazer política que o país está na situação em que está.

  4. Zé Todo Bom

    20 de Junho de 2011 as 16:20

    Dra Carllile, posso agora criar uma conta email com o nome Filintro Costa Alegre e enviar um email para si, tratando-a de Esquizofrénica. Será que vai fazer um artigo com este tamanho a criticar a pessoa que enviou? Tenha santa paciência e deixe de tentar influenciar os cegos. Arranje outro tipo de argumentos.

  5. Digno de Respeito

    20 de Junho de 2011 as 16:22

    Cara Carllile Alegre,

    Não contrariando o que acabou de expôr públicamente e confirmar-se verdade nua e crua, tenho a dizer que é um mau pronuncio para o nosso STP.

    Entretanto, desconheço até hoje algum Executivo santomsne que tenha antas sabido o que é marketing, o que é imagem e o que é ética comunicacional. Basta fazermos uma radiografia dos aspectos cognitivos que se veem revelando nos últimos tempos. Só isso, é suficiente para desconhecer a farramenta chamada: marketing político. PArabéns e vai dando notícias….

  6. Zé Maria

    20 de Junho de 2011 as 18:20

    Eu Zé Maria também tenho muitas razoes de queixas não sei contra quem.
    Acabei o meu curso em Cuba, com muito sacrifício. Regressei para a minha terra puseram-me o nome de Jojo, fiquei quase um ano desempregado.
    Logo que encontrei trabalho juntamente com o meu sogro pedi um empréstimo no banco e compramos uma moto para por na praça.
    O condutor um dia teve um acidente e vai para o hospital, por falta de gesso cortam-lhe a perna e eu para alem de perder a mota vejo o meu amigo a ficar mutilado.
    O meu sogro nunca mais ficou bom. Meses depois teve uma trombose. Vai para ao hospital é medicado apenas com soro e a enfermeira me diz “agora é so deixar o organismo reagir”. Também não podia fazer mais nada. Resultado perdi o meu sogro, mas tenho a certeza que se houvesse condições ele ainda estaria aqui.
    E sobre estes problemas que eu gostaria de ouvir os candidatos debater e de ler artigos a incentivar estes debates. Não acham que com 13 candidatos o único que é alvo de críticas de toda espécie é o Pinto da Costa? Verdade é que não é o pior. Porque será?
    Abram os olhos. As coisas não estão bem na nossa terra, mas existe muita gente que tem interesse que continue assim.

  7. MAKITA

    20 de Junho de 2011 as 21:00

    Gostava de perguntar a todos eleitores que escrevem, e comentam artígos no jornal téla nón, quantos santomenses tem aceso a internet em STP? 2%,5%? Acham que esses comentarios vão ter alguma influência nas ileições que vêm ai?

  8. O ISOLADO

    20 de Junho de 2011 as 23:53

    Sr. grande e amado, quero fazer das suas palavras as minhas.Eu acho que muitos chamam de sabedoria o que sabem e a ignorância o saber dos outros.A Dra tem conhecimento e sabe porquê que ela escreveu sobre o caso!

  9. Helves Santola

    21 de Junho de 2011 as 15:31

    Com certeza esse foi um comentário desprezivel…entretanto, eu acredito que este grupo de apoio a Pinto da Costa não é nenhum orgão nacional ou coisa assim nem tem autonomia para falar por todos os apoiantes da candidatura de PDC….tratou-se aqui de um comentário de uma pessoa (desinformada, digamos assim) e que, sabiamente, a jornalista está a usar para ganhar vantagem contra o candidato que ela não apoia, pelos vistos o único que ela não apoia. Mas é isso mesmo, o mundo é dos espertos……rsrsrrsrs, abraços!

  10. Renato Correia

    21 de Junho de 2011 as 16:00

    Não a prova alguma de que foi o candidato Pinto da Costa faça parte desta politica anti-mulheres. Muito pelo contrário isso pode ser aproveitado por outros para atáca-la Dr.Carlille, por isso julgo imprudente da sua parte narrar este acontecimento que até prova enconrada não corresponde a verdade.Mas errar é humano e pode-se partir de principio que foi ingenuidade da sua parte.

  11. alegria

    21 de Junho de 2011 as 20:47

    meu Deus

  12. alegria

    21 de Junho de 2011 as 20:49

    queremos sangue novo no país

  13. Carga

    21 de Junho de 2011 as 22:36

    é tudo treta..eu não caiu nessa o meu voto é do pinto até então não há um outro candidato melhor

  14. Maria Teresa

    22 de Junho de 2011 as 12:09

    Srª Carlile, permita que a chame assim.
    Sou mulher e em momento algum senti-me ofendida com tal comentário. Como aborda vária vezes no seu texto, acredito que a Srª ou é muito ingénua ou sabe muito bem o que está a fazer e onde pretende chegar. Acredita que com todo respeito, com essa maneira de ver as coisas acaba por cair no ridículo. Assumo que sou apoiante do de um certo candidato, mas conheccendo um pouco o Pinto, e alguns elemento do tal movimento de apoio, nunca seria capazes de tal comentários. Mas cuidado com os seu comentários e não acuse sem provas.
    da próxima, mais cautela. Consê ná cá modê nguê bé gá fá.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo