Carta aberta da professora universitária Inocência Mata endereçada a Pinto da Costa

“O Senhor, Sr. Pinto da Costa, é um perigo – não porque seja pior do que qualquer outro candidato ou porque fará pior presidência do que qualquer outro, mas porque não tem arrependimentos, não faz introspecção, não tem remorsos, não reconhece os erros”. 

para ler o conteúdo integral da carta CLIQUE – Breve carta aberta ao Sr. Pinto da Costa

  1. img
    Trindade Responder

    E assim se faz o debate sobre as presidencias. Isto não pode ser um passeio para os candidatos.
    Todos terão de dizer:
    1- como irão exercer o cargo?
    2- qual é o contributo para garantia de estabilidade institucional e política?
    3- o que é que já fizeram que justifique a candidatura?
    4- etc.

    Acabou o tempo de passeio das candidaturas em que o povo era parte menos interessada.

    O senhor Pinto da Costa tem de dizer e justificar os males que fez ao povo durante o seu regime e garantir que não voltará a repetir os erros. O povo espera o pedido de desculpas do senhor Pinto da Costa.
    Trindade

    • img
      gozado Responder

      quem nunca pecou atire a primeira pedra…

      • img
        Lagaia Responder

        Sr. gozado, presumo que seja pecador como todos nós. Por isso pergunto-lhe.
        É um assassino?
        Já matou alguém?
        Quais são os nossos limites?

        Só peca quem tem consciência do erro, e pede perdão para ser absolvido.

        O Pinto da Costa perdeu uma grande oportunidade em fazer as pazes com o passado.
        Antes de se candidatar, deveria pedir perdão pelos males causados a muita gente e ao próprio pais pela sua incompetência como governante.

        Mas optou por tentar branquear a nossa historia e o seu passado tenebroso.
        Por isso vai perder, porque quem sofreu não esquece.
        vão aparecer muitos mais depoimentos semelhastes a este para recordar aos mais esquecidos, e dar a conhecer aos mais novos quem na realidade é este MONSTRO que quer regressar do inferno.

    • img
      joao afonso Responder

      Na altura onde foi cometido esse alegado crime aonde estava o Avo Miguel, o tio Evaristo, o primo Rafael branco ate o próprio mano Fradique muitos e muitos outros? Todos faziam parte do sistema e nem sequer são citados. E já agora, com todo o respeito pela senhora que perdeu o seu ente querido, em tempos actuais temos gajos como Delfim que tenta envenenar toda uma população e não recebi carta aberta nenhuma.

      • img
        Lagaia Responder

        Caro João,
        segue o exemplo da Inocência e escreve sobre o que sabe sobre a restante cambada.
        Não vamos é desculpar o Pinto da Costa com os erros dos outros.
        Cada um dever responsabilizado pelo que fez.

        O Pinto da Costa está a ser acusado de assassinato. Ele que se defenda.
        Você consegue fazer isso por ele sem acusar os outros?

        • img
          truquim deçu Responder

          Lamento, a senhora Inocencia Mata esqueceu de nos explicar oquê que o seu pai fez, lamento muito, poequê que n fez uma queixa crime contra pinto quando ele deixou de poder? e só agora que quer refrescar a mimoria, sinceramente…Ele pinto não fez nada de bom durante os 15 anos? gente burra , lamento, se reparamos nos males vamos reparar o bem tambem, é só pinto que mandou matar? até não sei se ele mandou mesmo,é bom explicar o povo, que o loreiro organizou um grupo a qual ele era cabeça ao fim de dar o golpe do estado foi no prencipe . Eu ainda lembro me que na plena democracia tambem mataram um jovem e o povo percoreu com o corpo em toda cidade de Agua grande até o palacio dos congressos o pinto ja n estava la o que explicam sobre isso. A senhora Inocência n deve olhar só de um lado, ja explicou o povo sobre a gestão da antiga roça santi? enfim se for a culpa no cartorio não sei se a senhora escapa, deixa o pinto fazer o que tem que ser feito para o bem desta terra viva pinto da costa .

        • img
          Desiderio Paquete Responder

          Boa!

          Eles nao conseguem encontrar uma qualidade no Pinto, que fara uma razao para justificar as injustiças que ele cometeu no passado.

      • img
        Jose carlos Lages Responder

        es um miudo.

  2. img
    Macabeu FM Responder

    já antes havia dito…este homem não é humano…incapaz de reconhecer os erros…é realmente um perigo.

  3. img
    Carlos Ceita Responder

    Esse exercício de que fala e muito bem a notável professora saotomense deveria ter sido feito a bastante tempo pelo cidadão candidato Pinto da Costa desde a transição de regime monolítico para o multipartidarismo. Deveria ter havido uma comissão de verdade e reconciliação semelhante a que aconteceu na Africa do Sul. Mas vale tarde que nunca e estaremos a espera que o senhor Pinto da Costa o faça até porque em democracia a humildade é um dos valores que se deve preservar.
    Abraços

    • img
      Lagaia Responder

      Palavras sábias.
      subscrevo a 1000%

      Pode ser que se retrate no 2º livro, depois da derrota.
      lol

  4. img
    Mé-Zochi Responder

    A escritora deveria conhecer mais e melhor os asuntos de que escreve, não deveria deixar se levar pela emoção.

    • img
      MAKITA Responder

      Vc não sabe o que é sentimento.Até os animais sofrem quandoo seu companheiro,filho, morre ou é devorado por outra espéce.

    • img
      Lagaia Responder

      Moderador
      gostaria de saber porquê que não publicaram o meu comentário a esta mensagem.

  5. img
    Carlos Responder

    Deixa o homem com vida dele. Nesse momento para STP melhor é Pinto da Costa. Não esqueçam ele foi presidente no partido unico agora os tempos são outros e tenho a certeza que fará melhor. Portanto votam nele e o tempo encaregara do resto. Haver vamos

    • img
      Malé Responder

      Então o sr.Carlos não apercebe que o Manuel Pinto da Costa é “arcaico” no que concerne à política económica actual? Ele não conseguirá exercer uma magistratura activa por se encotrar retardado…parece-me que o sr.também o é, com estas ideias.

  6. img
    João Pedro Responder

    Este homem é terrível, teimoso e, de facto, “PERIGOSO”. Não percebo. Não percebo (porque é absurdamente aceitável e compreensível)o porquê de um homem remeter-se à preguiça, para além de ter negado a responsabilidade moral e ética de contribuir, mesmo indirectamente, para o desenvolvimento de STP, e vir, agora, com a desenvergonhada cara dizer que quer ser novamente PR. Confesso que não percebo, talvez por ser não ser dotado de suprema inteligência.

    Para mim, esta desmesurada e chata insistência (esta é a 3ª, salvo erro) cheira a ditatura…O sr Pinto da Costa pretende impingir as pessoas a votarem nele. Porque foi rejeitado pelo POVO, repito pelo POVO, duas vezes. E vem pela terceira? Só pode ser ditadura de preferência, leia-se obrigar as pessoas a votarem nele independentemente das suas livres e autónomas preferências. Se eu associar o passado deste homem a este meu raciocínio (de ditadura de preferência) então, tudo bate certo…Já começo a perceber, afinal.

    Eu não conheci a falecido (pai da autora da carta), não conheci outros perseguidos, torturados e mortos. Não sou amigo da autora (nem inimigo, esclareça-se), mas, por alguns minutos, me senti também como um outro filho (do falecido). É revoltante, e revolta é o que preenche, agora, o coração da sra. Professora.

    É como se diz em STP: “…matam as pessoas, e vêm perguntar, depois, pela saúde…”

    • img
      Paterson Responder

      Naquela epoca nao foi so o Pinto que governou. Porque e que so a ele etiram as pedradas?
      Ok ela tem toda sua razao porque o pai morreu num regime ditatorial. Mas porque e que a senhora ou familia depois da mudanca de regime nao meteu o Pinto no Tribunal internacional? Como se faz nos outros paises. Assim tirava-se as elacoes e as duvidas. Todos saberiamos as verdades. E em que circunstacia o senhor morreu.
      E como o caso de senso que todos maldizem do Pinto. Mas para quem nao sabe a historia do senso perguntem o TROVOADA. Quem andou a enganar as pessoas dizendo que o senso e contrato? Quem? O Pinto esteve em S.Tome????

    • img
      truquim deçu Responder

      Jão Pedro tens razão uma das vezes ele n perdeu mas sim foi adrabado e vcs querem fazer de novo? agora n o povo quer pinto da costa

  7. img
    João Pedro Responder

    CORRECÇÃO: onde se lê “absurdamente aceitável e compreensível” deve ler-se “absurdamente inaceitável e incompreensível”.

    Obrigado

  8. img
    Marta Responder

    Gostaria que todos os jovens lessem ou ouvissem esta carta.Já ouvi alguns jovens dizerem que votariam nele porque vai “Repor a Ordem”.

    Por princípio, sempre achei que o ditador NUNCA REPÕE A ORDEM, o ditador SUFOCA A SEU FAVOR.

    Que prevaleça a lucidez em STP.

    • img
      Minu yéé Responder

      Desculpa temos um ditador e violador de liberdade de expreção…o Sr. Patrice trovoada olha o que esta fazendo com comunicação social em STP..

  9. img
    João Pedro Responder

    CORRECÇÃO: onde se lê “talvez por se não ser” deve ler “talvez por não ser” e “a falecido” deve ser substituído por “o falecido”.

    • img
      lucas Responder

      Fico a espera de uma carta aberta dirigida a todos os outros candidatos!

      Espero sinceramente que este desabafo não tenha sido apenas a busca pelo protagonismo!

      • img
        De Londe Responder

        Lucas,
        Não sei se é verdade, mas ele diz que lhe mataram o pai. Falas do protagonismo?

        • img
          De Longe Responder

          “Ela, a Srª Drª” em vez de “ele”.

      • img
        MAKITA Responder

        Protagonismo?????Vc não sabe quem é Inocência da Mata.Informe-se!

        • img
          Paterson Responder

          E santomense, professora unioversitaria em Portugal, escritora, filha do sr Lereno da Mata, ex-funcionario da capitania dos portos que vivia no chale defronte a praia de San Pedro. Fui amigo e colega de um dos irmaos dela.

          • img
            Paterson

            Correccao: quero dizer “universitaria”

      • img
        Eugénio Responder

        Senhor Lucas

        Quem perde um pai numa suposta revolução, sob comando estratégico do senhor Pinto da Costa, como é o caso da professora Inocência Mata, não escreve por protagonismo. Quanto muito é pela dor, injustiça que ainda lhe vai na alma.
        O senhor não deve ter perdido ninguém nesta revolução, pois não?
        Fui
        Eugénio

    • img
      lucas Responder

      Fico a espera de uma carta aberta dirigida a todos os outros candidatos!
      Espero sinceramente que este desabafo não tenha sido apenas a busca pelo protagonismo!!

  10. img
    h silva Responder

    quanto e k ja recebeu do teu candidato para escreveres esta carta?lol msm assim na estatistica o homem esta a frente…o povo espera muito mais coisas dessas sobre pinto da costa.mas na verdade e que estamos na democracia e quem deveria pedir perdao ao povo e a Assembleia Nacional que nao tira imunidade aos deputados corruptos para responderem aos tribunais!perdao oq?quero e alguem capaz de fazer esse barco andar e mandar repor dinheiro do estado que foram desviados.a senhora professora que diga que apoias que assim digo te quem es…from london

  11. img
    Madalena Responder

    Eu ainda não li a carta aberta, mas ja estava a espera disso. O Pinto da Costa é teimoso, mas muito teimoso. O Dr Mario Soares, fez o mesmo, também ja aprendeu a lição e ficou no lugar dele.
    Este Pinto tem o titulo de Presidente, ou não sabe, que uma vez exercendo o cargo, fica assim com essa menção. Basta ser.
    Vai sofrer humilhação, vai ficar triste mais do que a malograda, que ele disse” Camarada Alda morreu triste.

  12. img
    Digno de Respeito Responder

    Haja coragem mental, social e cultural para se ver ao espelho após a introspecção. Acontece que nem todos sabem o que é a introspecção e muito menos quando tomar essa atidude ….

  13. img
    Jose Antonio Loureiro Responder

    Alguém que nunca foi capaz de dirigir correctamente os destinos duma nação quando tinha todas as condições para o fazer, seguramente que não será com os seus 75 anos de idade que o fará.

    Segunda a lei da natureza, após se atingir uma acerta idade, dificilmente se consegue corrigir todos os vícios adquiridos ao longo de toda uma vida.

    O Sr Pinto da Costa foi o maior ditador da história recente do Pais, cruel com as mãos banhadas em sangue, não reúne os requisitos mínimos para voltar a ocupar um cargo de tamanha responsabilidade.

    Será que alguém me pode esclarecer se este Sr já teve outra profissão para alem de ter sido PR. de STP.

    • img
      António Veiga Costa Responder

      Amigo, tb se banha as mãos em sangue quando se desvia dinheiro de hospitais, dos financiamentos para alimentos. Quando se desvia a água do hospital público.
      Atrás desses atos de corrupção vêm milhares de prejudicados e, consequentemente milhares de mortes.
      A esse tipo de “maõs sujas” a maioria não reclama, pelo contrário, preferiram eleger um candidato a “judas”. Desse morrerão exigindo pedido de desculpas e humildade. Ele foi um a cometer tais atos, depois dele têm sido vários a cometer atos tão repulsivos quanto.

    • img
      Paterson Responder

      Quando se fala mal da pessoa e porque ela esta no caminho certo. Por isso queira ou nao o Pinto da Costa sera o nosso Presidente no dia 17 de Julho.

  14. img
    João Santafé Responder

    Toda gente conhece a Dra Inocência Mata e as razões do ódio que nutre pelo Dr Pinto da Costa. Qualquer um no lugar dela não teria outro sentimento, independentemente das circunstâncias/razões, que originaram a prisão e a morte do seu pai. Pela forma como são relatados os factos parece que foi uma execução sumária, ordenada. Será esta a verdade? Ou será que se tratava de um preso que na altura tentou insurgir-se contra um guarda e na sequência da disputa foi baleado, segundo algumas versões da história?

    • img
      De Longe Responder

      A insurreição foi a versão oficial, também ouvi.
      Depois de livres, um dos ex-presidiários relatou que o guarda que o assassinou não trabalhava naquele local. Disse também que ele (o senhor Lereno da Mata) esteve de costas a ler a bíblia. E que o orientador do guarda ao ver que o mesmo guarda ficou horrorizado ao ver o tétrico espectáculo em que a figura do malogrado se transformou, gritou: – Tens de acabar o trabalho!
      O “trabalho” seria matar os outros presidiários. O executor não conseguiu. Perdeu a coragem. Mas foi promovido.
      O João não leu ou não acreditou?
      Só estou a informar. Li, mas não posso dizer que foi assim.

    • img
      Observador Responder

      Utilizar razões pessoais como arma de combate político e até eleitoral não me parece uma boa forma de honrar a memória de quem quer que seja…

      • img
        Eugénio Responder

        Isto não é razão pessoal. O senhor não deve saber o significado daquilo que escreveu. Compreendo que assim seja. Este é o maior mal da da nossa educação. Falhámos na educação das pessoas em S.T.P. O senhor, infelizmente, é um produto acabado deste falhanço.
        Uma pessoa que esccreve um texto deste está fazer algum combate político? Quem está a fazer combate político é o seu chefe Pinto da Costa.
        Eugénio

        • img
          Observador Responder

          Sr Eugénio.
          Alguém que escreve uma carta aberta em período eleitoral é evidente que está a entrar no combate político. Qual é a motivação para escrever esta carta agora? Podia tê-lo feito à seis meses ou à um ano. Só não vê quem não quer. Quanto à questão da educação não ofendi ninguém dei apenas a minha opinião

          • img
            Dúvidas

            Observador
            Se tiver razões pessoais que indiquem a falta de qualidade de alguém para um cargo de grande importância, evita apresentá-los no momento em que esse alguém estará, perigosamente, em vias de ser eleito?

      • img
        Marta Responder

        Que falta de moral este Observador!!!!!!

        Razões pessoais por um crime público? Se tivéssemos um sistema de justiça decente este candidato seria julgado por esta e talvez outras ordens criminais.

        Veja o que está a acontecer ao Ben Ali e família na Tunísia.

        Por favor, a imoralidade tem limites mesmo em campanha eleitoral!

      • img
        Anibal Espírito Santo Responder

        O senhor Observador é um dos três factos: 1) Jovem que não sabe o que Manuel Pinto da Costa fez entre 1961 a 1991 com particular incidência entre 1975 a 1991 periodo em que foi presidente da república e ditador. 2) Sabe o que se passou e foi um dos beneficiados do regime ditatorial de Manuel Pinto da Costa e quer que ele regresse ao poder. 3) É um dos estrangeiros, nomeadamente português, pois há angolanos também, que estão em São Tomé e Príncipe a apoiar e orientar a campanha de Manuel Pinto da Costa. Na verdade, já vimos um português branco juntamente com os homens da campanha de Manuel Pinto da Costa a andar por aqui, de um lado para outro. Não tarda muito, vamos divulgar tudo que sabemos de si. No nosso país tudo se sabe, tarde ou cedo, como, aliás, os seus companheiros de campanha de Manuel Pinto da Costa sabem bem disto. Eles mesmo quando tomam copos falam de mais e relatam tudo. Não é a primeira vez que portugueses vêm ao nosso país apoiar campanhas eleitorais, só que o candidato que apoiam perde sempre. E você está a ser bem pago para o serviço que está a prestar. Não somos contra os portugueses, mas cuidado com a língua, não se meta onde não sabe o que se passou neste país durante a ditadura de Manuel Pinto da Costa. Você sabe, por acaso, quem é a Drª Inocência Mata? Conhece o seu curriculum? Sabe que é uma destacada professora universitária na Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa? Sabe do seu contributo no ensino superior em Portugal e em São Tomé e Príncipe? Sabe que é uma das mais destacadas escritoras santomenses no país e a nível internacional? O senhor Observador, que tem tido outras intervenções no Téla Nón a favor e em defesa de Manuel Pinto da Costa, ganhe o seu dinheiro, pois está a ser muito bem pago com mordomias e tudo, mas não se meta nos nossos problemas políticos porque nós não metemos nos problemas políticos de Portugal.

  15. img
    nelson pontes Responder

    Li a carta e compreendi as razões desta senhora para a escrever…alguem com o minimo juizo constata logo que existe um problema pessoal na base dista carta. No principio da carta ela diz que não tem ódio e que seria incapaz de odiar alguem, mas ao lermos a carta constatamos que é exactamente ao contrário esta senhora odeia claramente Pinto da Costa, e por isso acho que esta carta merece o nosso desprezo, gajos como Delfim Neves e outros bandidos que tambem são candidatos é que deviam se retratar e ver que não valem nada como gente nem como politicos…esta senhora devia era estar calada.

    • img
      MAKITA Responder

      A ser verdade que essa senhora odeia o sr Pinto da costa,acredito que não será só ela, porque 2/3 dos santomenses odeiam esse sr.Esse SR estrangulou toda a sociedade santomense em 15 anos de governação e a hitória dirá um dia.

      • img
        Paterson Responder

        A senhora sabe o que e estrangular??? A senhora ainda esta viva?
        Se calhar a senhora foi uma das que comeu bem e bebeu bem com o Pinto da Costa e agora fala que ele estrangulou a sociedade.
        Que sociedade temos hoje? Meninos da rua por toda parte, roubos sem limite, assaltos, vandalismo, tudo mas tudo de mau temos nesta terra. Ate onde vamos com isso? A senhora quer continuar numa sociedade assim. Onde nao se respeita ninguem?
        Por amor de Deus. Vamos recuperar a nossa dignidade.

        • img
          MAKITA Responder

          Só posso dizer! Paterson=Pinto da Costa. Ditador,Diiiiiiiiiiiiitttttttttaaaaaadddddoooooooooooooooorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr ou então esta completamente cego. Abre os olhos.

    • img
      Dos Santos Responder

      nelson pontes tu deves ser da idade(18) do meu menino para defenderes o Pinto,se tu conhencer algum dos guardacostas do Pinto pergunte a eles o que foi sofrimento (batia nas pessoas)

      • img
        MAKITA Responder

        Pergunta ao Nelson se ele já ouviu falar em QUEBRA-OSSO,SAN PONHÁ Etccccccccccccc…..?

  16. img
    Digno de Respeito Responder

    Caro João Santafé,

    Também tenho dúvidas nessa história contada em vária versões. Melhor do que isso é niguém melhor do que Pinto da Costa para esclarecer-nos a todos dessas e de outras possíveis histórias que são contadas em versões diferentes.

    A nossa sanidade mental é funcional e lógica quando se questiona a existência da nossa mente. De contráriop será equipadado a uma mente anestisiada ou melhor de amnésia aplicada…

  17. img
    sacramento Responder

    pessoal essa mulher não é apenas unica que tb perdeu pessoas amadas naquela época…ela apenas fez entender os que querem saber quem realmente é o Pinto da costa sua forma de agir..basta cada um refletir em suas mentes ya..não esqueçam que a ditadura já acabou agora é hora de pensar com a razão e usar a liberdade de expressão pra alcançarmos um futuro prospero ” UM TEMPO NOVO PARA TODOS”..

    • img
      Virtual Responder

      Usar liberdade de expressão aonde? STP? Esclareça-me sff?

      • img
        sacramento Responder

        Mesmo por pouco que somos existe ainda formas de poder se expressar..uma delas é a tela non..e a carta que senhora Inocência da Mata escreveu..ya..se informe melhor…só o fato de vc estar cá escrevendo já é liberdade de expressão..entendeu???

        • img
          Virtual Responder

          Oh “sacramento” chamas a isso (comentar no Téla Nón) de liberdade de expressão? Francamente? Enganam-vos com tão pouco!
          Se é liberdade porque é que usas um pseudónimo ao comentar? Porquê é que não vais seja, aonde quiseres, fazer uma queixa pública pelos desmandos e trapalhices do nosso governo para todo mundo ver que estás a usar a tua “liberdade de expressão”?

        • img
          Virtual Responder

          Hã! Quase que esquecia de te perguntar, sabes onde vive hoje a Sr.ª Inocência da Mata?

    • img
      E.Santos Responder

      De facto, a Ditadura já terminou. E quem pôs fim a ela e de forma espontânea foi o próprio Pinto da Costa, o cahamado DITADOR.
      Que ditador quereria de ânimo leve perder o seu trono, o seu poderio? Olhem a história do mundo e respondam em viva voz e sã consciência. Quantos em toda a história, com espírito de ditador pôs o seu trono a disposição, e na paz?
      Dizer que Pinto da Costa não faz instrospecção, não reconhece erros, é uma mentira das grossas. A Dra. Inocência Mata se ainda não leu, e para não ser ultrapassada deveria ler o livro “Terra Firme” onde o Pinto da Costa reconhece e assume enquanto líder, os seus erros e os erros dos seus compatriotas subordinados, ainda que não tenha sido ele directamente a o determinar.
      Mas pedir desculpas é uma coisa, arrepender-se é outra bem diferente. O português neste aspecto não barralha.

      Arrependimento não é para Gestores, é para mentirosos. Quem Gere e toma uma decisão errada, reconhece-a e tenta mudar ou corrigir rapidamente o erro procurando deixar o mínimo de sequelas possíveis. Foi o que fez Pinto da Costa quando decidiu mudar de política.
      Mas não se arrepende, porque com as informações que detinha na altura das decisões anteriores que tomou, foi a melhor opção que se lhe afigurou (ainda que estas se viessem a revelar erradas mais tarde).
      Quem mente, este sim, pode se arrepender. Cometeu um erro sabendo que o estava a cometer e daí o arrependimento.
      Política faz-se com convicção, por isso não há lugar a arrependeimentos. Não conheço político algum que se tivesse arrependido das suas políticas.
      Que mais querem que o homem faça, se desculpas não vos chegam? Digam claramente. Baixar as calças e levar açoites como os nossos pais nos faziam no antigamente, para agradar a vizinha e ela não nos fazer mal?

      Ninguém se lembra que a Mãe do Pinto da Costa também morreu na altura da transicção. Há quem diga que a Sra. não resistiu quando encenaram o enforcamento do seu filho e criaram distúrbios a porta da sua casa. Ela que não tinha feito mal a ninguém, também pagou o preço.
      Pinto da Costa nunca falou sobre isso e nem reclamou de ninguém.
      Razões, dores, meus amigos, cada um tem a sua. Mas poeira nos olhos dos outros é sempre pera doce.
      Temos de ser capazes de perdoar de facto para seguirmos em frente. Mais ainda quando estamos a falar de factos conjunturais.
      A Dra Inocência Mata não parece estar preocupada com STP, aliás, porque haveria de estar? O que por aqui acontece não lhe afecta minimamente. Ninguém aqui lhe paga o salário e ser São-tomense na Europa só é bom para apelar a condição de minoria.
      Por isso contribui para desagregar um país que já está fragilizado e cheio de abutres a espera de sua oportunidade para destruir ainda mais o pouco que nos resta.
      Deixem-se disso…tenham compaixão dos São-tomenses menos instruídos.

      • img
        Celsio Junqueira Responder

        Meu Caro E. Santos e os outros comentadores deste espaço,

        Por favor tenham calma e tentem não ter “clubite” nesta questão.

        Qualquer um de nós se tivesse o pai e/ou a mãe barbaramente assassinada num prisão de um regime ditatorial, teria a mesma reacção as vezes que forem necessária, independentemente de o lider maximo deste regime não ter sido o autor material do crime, mas pelo menos o autor moral.

        Não vamos politizar o “crime” e o “sentimento” dos entes queridos.

        Se perdemos todos os valores e o limite da decência, não percamos por favor, o respeito pelos sentimentos dos familiares e condenemos veementemente qualquer tipo de crime sobretudo os que resultam em “pena capital”.

        Quem tem a obrigação de esclarecer tudo o que se passou e deveria ter levado a julgamento o autor do acto horrendo é o regime monopartidário e ditatorial que vigorou de 1975 a 1991.

        Confesso que choca-me a partidarização e a politização excessiva da nossa vida pública, com um pendor pessoalizado e personalizado ao extremo.

        Finalizando, a culpa das sucessivas feridas abertas e dolorosas é resultado de uma Justiça que tarda em emancipar das teias dos interesses, sobretudo, o politico, e fazer o papel a que esta destinado por lei e lhe compete de função. Um corpo Judicial que não corresponde aos anseios do povo, que finge existir e só agrada aos mais fortes, contribui imenso para o crescimento do sentimento de Injustiça e de Impunidade (muito actual nos Santomenses).

        Pergunto: Para quando é que a Justiça Santomense resolve esta e outras questões?

        Gostaria imenso de ver os candidatos concorrerem sem suspeitas de qualquer natureza e a opção de escolha resumir ao programa que cada um apresentasse. Pelos vistos, é um sonho, ou talvez o pesadelo, com muita intranquilidade, porque o próximo Presidente dificilmente será o de todos Santomenses.

        Saudações tristes!!!!

        PS – A mãe do cidadão MPC também foi vitima de um excesso e encenação de um conjunto de pessoas que cometeram uma injustiça. E uma injustição não deve ser compensada com outra. Ambas devem ser condenadas e repudiadas a todos os niveis. Este tipo de situações entristece e envergonha qualquer Santomense de bem!

        • img
          E.Santos Responder

          Caro Celcio
          Acredite que não é minha intenção tomar partido de ninguém, desrespeitar sentimento de ninguém ou coisa parecida. Eu tenho sempre o cuidado de fundamentar a minha forma de pensar e daí defender, até prova em contrário, as minhas ideias.
          O facto é que grande parte dos São-tomenses enchem a boca para falar de ditadura, de liberdade de expressão, liberdade de pensamento e por aí fora, mas são incapazes de aceitar que alguém tenha uma opinião divergente da sua. Mal isto acontece procuram encontrar um qualquer fundamento mesquinho que possa justificar a nossa forma de pensar , e então, ou é porque somos de um partido, ou porque somos familiares, capachos , fundamentalistas do regime, odiamos São Tomé ou qualquer outra coisa.
          Mas confesso que isto, a mim não me aquece e nem me arrefece. A democracia é um exercício que deve tocar a todos, mas compreensivelmente, ao seu tempo. É preciso um certo amadurecimento pessoal e não custa esperar.
          O que importa de facto reafirmar é o seguinte. Qualquer pessoa responsável não sai por aí a repetir o que ouviu dizer como se fosse um papagaio quando a informação que lhe forneceram não lhe parece suficientemente esclarecedora, concisa e cabal para explicar determinados factos.
          Quer a Dra. Inocência Mata quer a Sra. Edna Neto contaram que seus familiares foram perseguidos e em momento algum coloquei isto em causa, mas o certo é que esqueceram-se de nos explicar o porquê. E sem o porquê, mesmo acreditando nas suas versões da história sobre as consequências, vai perdurar sempre a dúvida sobre a causa. Isto é um facto.
          Eu nem vou falar da tempestividade da informação, porque para mim nem é isto que está em causa.
          No entanto, a Dra. Inocência Mata sabe-o de certeza melhor do que eu que muitas vezes o que conta não é o que se diz mas também a forma como se diz. Eu ficaria imensamente feliz se a Dra. Inocência Mata ou mesmo a Sra. Edna Neto, tivessem escrito um texto enaltecendo os seus pais, contando as suas histórias como alguém que morreu ou sofreu por um ideal e uma causa que serviu a todos os São-tomenses tendo-nos permitido hoje ter um país “mais ou menos livre”. Desta forma, dava-nos conta de como foi o regime ao mesmo tempo que despertava o nosso sentimento de gratidão, por alguém que mudou o rumo das nossas vidas. Somos gratos a quem nos libertou do colonialismo Português e fez a independência em 12 de Julho, também devemos ser gratos a todos quanto de uma forma ou de outra nos conduziram a suposta democracia em 1991. Isto sim seria um contrapeso a história contada e não contada por Pinto da Costa e ao mesmo tempo uma bofetada de luva branca, se pudesse ser.
          Eu não me lembro de se vitimizar pessoas como Rei Amador, Zé Cangolo, Amilcar Cabral, Ché Guevara, antes sim, são retratadas como pessoas valentes e que debateram, sofreram e morreram por um ideal. Que tenha causado dor, sem dúvida que sim. Mas o orgulho nos seus actos, ver que hoje a sociedade já não é o que era, minimiza esta dor e dá um grande alento para que outros continuem lutando pelos seus ideais.
          No entanto, a hipocrisia é tanta que falam em perdão mas de facto, não estão interessados em perdoar Pinto da Costa ou seja lá quem for por coisa alguma. Acredito que por muito que o homem fizesse, jamais haveria uma reconciliação, iam todos querer que ele morresse para que se pudesse vingar o passado. Eu respeito quem pense assim, ou acredite que tenha razão para pensar assim, mas que o diga claramente e nada de morder e andar a soprar.
          Por isso fiz referência ao caso de Miguel Trovoada que não obstante tudo continuou a perseguir os seus objectivos, do Patrice Trovoada que também deve ter passado pelo mesmo que a Edna Neto e está em STP como Primeiro Ministro e acrescento o Dr. Carlos Graça que vai, conforme anunciou o Tela Non fazer a apresentação do livro de Pinto da Costa. Sinal que vão-se despegando do passado que foi realmente circustancial.
          Mas para tu veres, a dificuldade dos São-tomenses em reconciliar é tanta que em vez de perguntarem ao Dr. Carlos Graça porque razão ele se reconciliou com Pinto da Costa, preferem adiantar que o Sr. está a fazê-lo por interesses pessoais.
          Assim, realmente, não há condições para progresso.

          • img
            Celsio Junqueira

            Carissimo,

            Acompanho-o em quase tudo mas não consigo por o ónus do porquê na vitima. Ou seja, porque não se encontra o autor material do crime contra o pai da prof. Inocência da Mata? Ele sim, terá as respostas as perguntas de todos, e julgo que o cidadão MPC deseja saber também!

            Desde de crimes de sangue até os de Corrupção se a Justiça não os resolver, não é só a Democracia que fica mais pobre, os politicos continuarão intranquilos e confundir-se-ão os bons com os maus.

            O problema da Justiça é e deve ser de meditação profunda, reflexiva e de emergência/urgência.

            Não é possivel uma sociedade conviver com tanta Injustiça, nem o faroeste Americano aguentaria uma situação destas.

            Se todas as suspeitas que recaem sobre os politicos fossem a julgamento, essa zona de penumbra e o nevoeiro que paira já estaria sido ultrapassado, com ganhos e a bem de todos.

            O nosso maior problema não é a Corrupção (porque esta se resolve com e na Justiça), mas sim a Justiça inoperante e tardia e a más horas.

            Abraços, e um obrigado por aclarar melhor o seu pensamento, entendo-o!

  18. img
    Principe Responder

    Mexmo assim muitos andam a idolatrar Pinto da Costa,,, esse homem poderia ser preso… Esse homem n mereçe amor de Santomenses.

  19. img
    zeca diabo Responder

    Para alem de esta Senhora, muito mais santomenses que nao reunem condicoes para se manifestarem os seus sofrimentos da epoca do Pinto da Costa, situacoes ainda mais dolorosas e de muita dor!!! E preciso levar em conta os desabafos e revoltas das pessoas…so quem viveu a situacao esta em condicoes de manifestarem de forma mais viavel possivel para que o Povo vote na actualidade, mas nao no passado! Queremos um STP livre onde os nossos filhos e todos Santomenses vivem com harmonia e paz…O Pnto da Costa ja acabou politicamente ja faz tempo, pois o tempo e de mudanca!!!

    Forca Povo stp…

  20. img
    Miss Jane Responder

    Pinto da Costa é ams velho sem juiso… ele matou muita pessoa quando tava no poder,,torturou muitos,,,acham k S.T.P, é sua propriedade privada,,, ditador,,orgulhoso… vamos todos reprovar pinto da costa no dia 17 de Julho

  21. img
    Matazele Responder

    Senhor João!!
    Não brinque com coisas serias.
    Nunca teve alguém que recebeu um tiro de aço? Então fica calado e não brinque.
    Não estas a ver a repressão que a gente do Principe passou?, muitos eram vigiados no LAr de estudantes em STOME?
    Contra Inteligencia, nas forças armadas!!
    Estas a brincar!!
    Pinto da Costa é O Pior de Todos os candidatos.
    Hoje o Mundo quer ver livres destas gentes, ainda vem com lagrimas de lagartixas de dois rabos.

  22. img
    Zé Maria Responder

    Eu Zé Maria também tenho muitas razoes de queixas não sei contra quem.
    Acabei o meu curso em Cuba, com muito sacrifício. Regressei para a minha terra puseram-me o nome de Jojo, fiquei quase um ano desempregado.
    Logo que encontrei trabalho juntamente com o meu sogro pedi um empréstimo no banco e compramos uma moto para por na praça.
    O condutor um dia teve um acidente e vai para o hospital, por falta de gesso cortam-lhe a perna e eu para alem de perder a mota vejo o meu amigo a ficar mutilado.
    O meu sogro nunca mais ficou bom. Meses depois teve uma trombose. Vai para ao hospital é medicado apenas com soro e a enfermeira me diz “agora é so deixar o organismo reagir”. Também não podia fazer mais nada. Resultado perdi o meu sogro, mas tenho a certeza que se houvesse condições ele ainda estaria aqui.
    E sobre estes problemas que eu gostaria de ouvir os candidatos debater e de ler artigos a incentivar estes debates. Não acham que com 13 candidatos o único que é alvo de críticas de toda espécie é o Pinto da Costa? Verdade é que não é o pior. Porque será?
    Abram os olhos. As coisas não estão bem na nossa terra, mas existe muita gente que tem interesse que continue assim.

    • img
      Frontal Responder

      Tens razão meu carro Zé Maria.

      O nosso sistema de saúde está muito mal. Precisa ser saneado imediatamente. Muita gente tem morrido no nosso hospital por negligência e por baixa capacidade de diagnóstico. As vezes não há reagentes para fazer exames médicos.Admite-se?
      Em tempos suspenderam consultas de genecologia no posto por falta de produto para desinfectar o dito “baca de pato”…Admite-se?

      Um familiar muito próximo meu, chegou inconsciente ao Hospital, aplicaram lhe de imediato sorro a base de glicose, e, quando já iam no terceiro balão e não havia nenhuma melhoria alguém se lembrou de fazer um teste de glicémia. Resultado, a paciente tinha glicémia super elevado, teve um AVC (trombose) e morreu. Que país é esse?

      Um sistema de saúde tão débil, onde nossos dirigentes vivem viajando, onde os carros de último grito são do “Estado”… Admite-se?

      Existem muitas formas de matar em S. Tomé e ninguém é responsabilizado. Matam-se pessoas, matam-se o erário público, matam-se as florestas, matam-se as praias, enfim. Temos que salvar STP…

    • img
      E.Santos Responder

      O seu sogro não foi o único. Este discurso de deixar o organismo reagir levou muitos mais pais, mães, tios, primos por este São Tomé fora.

      Só não levou o antigo Primeiro Ministro Tomé Vera Cruz porque este foi assistido no Hospital de Coimbra em Portugal quando apanhou uma trombosesita.
      Porque interessaria a estes governantes verem o Hospital a funcionar em condições se eles têm onde ir se cuidar a nossa custa quando adoencem?
      Quisera o seu sogro saber onde fica o Hospital de Coimbra.
      E nós que já tivemos um Hospital Aires de Menezes a funcionar em pleno, que mesmo sem muitos quadros nacionais tinham médicos chineses, coreanos, cubanos e até soviéticos. Os Medicamentos davam-se de graça na farmácia do hospital.
      Pinto da Costa mandou tantos jovens se formar em Medicina na União Soviética, em Cuba, em Portugal e por aí fora. Onde é que eles estão? Fora do país, porque em STP não são aproveitados e não têm condições para trabalhar. Quem está preocupado com isso? Ninguém.

      Concordo consigo. Existe muita gente que pretende que as coisas assim continuem, porque são preguiçosos e não sabem fazer outra coisa senão estorquir bens alheios.
      Se formos lógicos a pensar e com algum distanciamento, facilmente concluiríamos que se Pinto da Costa quisesse, teria seguido o mesmo caminho de alguns dos seus camaradas do MLSTP e teria continuado a usufruir dos bens do Povo ocupando cargos mas sem fazer absolutamente nada, como todos os outros. O que lhe impediria? Nada. E nós hoje estariamos a bater palmas para ele a apoialo-lo porque ele delapidou os os nossos bens e passou anos a nos enganar.E estavamos todos felizes da vida.
      Como dizem os brasileiros “há muitos babacas prontinhos a espera que alguém lhes engane. Ficam até fustrados se não aparece ninguém a proclamar-se salvador a dizer que é Deus e a anunciar Tempos Novos para Todos”.
      As vezes eu acho que Pinto da Costa foi um grande burro, isto sim. Teve oportunidade para enganar tanta gente e preferiu se retirar, se resguardar.
      Mas enfim… Cada ser humano age de acordo com os seus princípios e valores e não o dos outros. E agora olha, aguenta só.

    • img
      Argy Responder

      Esse o poblema e do governo… Fale com Patricio.

  23. img
    Anjo Gabriel Responder

    Se todos os santomeses votassem com Dignidade e não com Banho em cima de Banhoa…São Tomé e Príncipe seria uma da ilhas mais Linda do mundo, seria um cantinho da Terra onde daria gosto de viver…Sr Manuel Pinto da Costa é o único candidato que pode e deve Governar o País…Boa Sorte Sr Manuel Pinto da Costa.

    • img
      MAKITA Responder

      O Pinto esta mais pra lá;aliás com um pé no buraco.Quando os dois pés estiverem no buraco, o sr Anjo Gabriel vai reciclálo para continuar a ser o unico santomense que pode governar STP.Abre os olhos. O Pinto já é passado o homen esta caduco,velho. neste momento o velho já nem ouve bem, já não consegue falar sem papel porque a memória esta a bazar.esquece, esquece esquece esse homen já não serve para um S.Tomé e Príncipe moderno.

  24. img
    garrido Responder

    Quando eu tive mais novo, que mostrava a reportagem de pinto da costa na televisao, MINHA AVO DESLIGAVA TELEVISAO, por causa dele, a explicacao dela é que ele era muito mau,logo em minha familia ninguem costa dele.

    • img
      Sr Lei Responder

      Voce e um autentico papagaio. Sempre com o mesmo discurso, escrito com a mesma pontuaça e letras. Nao consegue dizer mais nada?

  25. img
    Digno de Respeito Responder

    Também ouvi histórias que nem sei se é verdade ou não: Albertino Neto e a sua esposa Maria do Carmo também foram alvosde perseguição ou presão (não sei) ao mando da repressão ou algum equívoco. É verdade?! Coesidência ou não, num dos parágrafos da carta de autoria Inocência Mata citou essas duas figuras. Pelos visto é um lar, uma família. Se é verdade, isso seria destruir ou prejudicar uma família, não?! Agora, talvez perceba o facto de comentador Abílio Neto (filho do casal) da RDP/A, ter referenciado a sua origem familiar. Talvez haja algum curazamento. Mas, como a nossa história é desconhecida, fico sempre na dúvida e prefiro questionar sobre o mundo que nos rodeia….

    Gostaria de conhecer as estórias e as histórias do nosso São Tomé e Príncipe até os dias de hoje. Já procurei livros e obras e apenas vejo fragumentos que não me levam a conclusão de nada…e como santomenses que sou, continuo no vazio…

  26. img
    mé pombo Responder

    poooooo..pinto da costa voce esta acabado pah,,faz tira tua candidatura uma vez!! conselho de um amigo, sem preder tempo

  27. img
    Jose (Tayta) Ribeiro Responder

    Caros
    Concordo com o “alerta” civilista da honorável Prof. Dra. Inocência Mata. Eu chamaria a atenção do nosso concidadão e ex-presidente da RDSTP no mesmo sentido! Que Deus o oiça … a ele antes de todos os interessados numa boa campanha eleiroral. Perdi o direito ao cartão por chegar à Embaixada só ontem para este efeito, mas espero que votem livremente todos os santomenses (ou são-tomenses).
    Abraços

    • img
      José do riboque Responder

      Percebo o odio que a Inocência que nao é tao inocente , nutre por Sr. Pinto da Costa , mas vejo infelizmente que ela é professora da Fac. de Letras e nao entende nada de Geopolitica do Mundo dos anos 70/80. Certo é que o seu pai morreu na cadeia da Segurança de Estado. Sera que ele foi preso porque ia a pesca com amigos ? Não, mesmo nas sociedades ùmais democraticas do mundo, quem planeia , organiza insurreiçao contra a segurança do estado corre riscos de de ser preso. Porquê so nesta altura ” a carta aberta a Pinto da Costa”… falta ou muita visao politica … Sera que Pinto da Costa esteve sozinho? Sinceramente todos ou quase todos politicos do Pais têm telhados de vidro…portanto nao peça as vossas crianças que atirem pedras … Felicidades para a Inocencia que seja menos que um inocente oportunista..! Oportunista

  28. img
    FIA_GLESA Responder

    ” … ferida mal cicatrizada fez-se chaga e o seu odor atravessa o tempo …” Que terapia se aplica em casos em que o paciente recusa aceitar que o mal que a alastra tende afetar sistemas neurologicos. A amputação é necessária, pois que ja passou tempo muito tempo e ela não esquece e com os olhares de vitima da historia pressegue o médico que não soube tratar do mal de que é vitima até hoje.
    Médicos de outrora operavam com o que tinham e por vezes com vontade de ser herói deixa sequelas irreparáveis. Mas é tempo de ver com os olhos do presente e tolerar o mal do passado e aplicar julgamentos com matérias que fizeram jurisprudência.
    “A muita luz é como a muita sombra: não nos deixa ver”

    • img
      Lagaia Responder

      tolerar assassinos?
      Andes de escrever, por favor pensem.

  29. img
    ADELINO DOS SANTOS Responder

    A senhora prof.Inocência Mata ando aonde que só agora teve temo para esta carta aberta mais se é mesmo uma frof.Universitára acho que deveria ter uma outra postura e hoje existe uma Democracia para bem de S.T.P.vamos deixar as maguas do passado e pensar no futuro do nosso país que não pode ser entregue a qualquer um,porque nesta altura só temos um canidato que é o Pinto e para bem de S.Tomé e principe.

  30. img
    ADELINO DOS SANTOS Responder

    Desculpa é tempo não temo,obrigado

  31. img
    sao-tomense Responder

    São-Tomenses, durante os 15 anos do Pinto da Costa, conseguimos arranjar 2 aviões, 1 rebocador e várias barcaças.
    Durante os 20 anos de mudança, Miguel Trovoada e Fradique apenas trouxeram corrupção p este país.
    Fui

    • img
      Mé-Zochi Responder

      Concordo plenamente

    • img
      Jose Antonio Loureiro Responder

      Quando o Pinto da Costa comecou a Governar lembro-me perfeitamente que 1 dolar americano valia 26 dobras.

      Quanto vale hoje a dobra face ao dolar?

      Durante a ditadura de PC quando dinheiro e oportunidades nao perdemos?

      Durante a ditadura de PC quantas bichas nao tivemos de fazer para que, com muita sorte, conseguissemos comprar um pao?

      Durante a ditadura deste Sr onde parava a liberdade de imprensa?

      Durante a ditadura deste Sr quem saia do pais para fazer cursos universitarios no exterior?

      Ha muito mais….

  32. img
    budy Responder

    Minha senhora Inocência Mata,
    Como uma literária e profissional que é nunca pensei que pudesses cair no erro e jogar tão baixo.
    Não venho aqui para defender o Camarada Pinto da costa, mas venho lamentar o facto de que sempre essas questões aparecerem no momento pré-eleições.
    Até parece que a senhora foi comprada por qualquer outro candidato.
    Sinceramente tenho muito respeito pela senhora mas dentro das minhas valorações acho que a senhora foi muito baixo e penso que esta a tempo ainda de recapacitar e não meter mais nisso.
    Não baixe tanto que podes cair minha senhora…

    • img
      MAKITA Responder

      Vc não conhece essa senhora . Vc não sabe o que diz; comprar Inocência Mata! VC é brincalhão.Por a caso já ouviu de alunos ou pessoas que já tentaram comprá-la na clássica onde ela da aulas.caro amigo ela não é corupta. já ouviu falar da doutora Rosalina Mata sua irmã que é cordenadora da disciplina de Química na faculdade Agostinho Neto em Angola? Informe primeiro antes de escrever. Essas pessoas tem outra mentalidade e tiveram outra educação e conservam grandes valores morais ,valores esses que foram destruidos pelo seu comparsa Pinto da costa.

  33. img
    budy Responder

    Se a senhora acha que o Camarada Pinto da Costa não é a melhor figura para ser o próximo presidente da república então que indique o seu candidato.

    • img
      Argy Responder

      Neste momento sao 13 menos 1 q E Pinto fica 12 Sra podera escolher qq

  34. img
    ir.jordao Responder

    Tenho mt admiraçao e respeito por essa senhora mas fogo!! o pinto estava tanto tempo fora do poder nem uma palha nem uma linha ,e estamos a falar de sennhora com uma certa influeencia social dona das escritas e de palavras em portugal e no mundo lusofono. Muitas pessoas condena crucifica o pinto, e outros k andava cometer erros juntament com ele, estao ai nossa praça todo bonitinhos considerados como salvador da patria .E´ injusto e um pouco de ma fé entendo a situaçao de uma filha k perde o um pai por um regime ultrapassado ,mas o momento e outro e´ k estamos a procura de um homem ou de uma mulher ke tambem podia ser senhora Inocencia da Mata a para nos juntos levar a nossa terra a diante.eu acridito em homens. e´bom da-lo uma oportunidade k ele poe os seus valores o seus conhecimentos e poe sua parte humana em pro do stp

  35. img
    Mé-Zochi Responder

    Lamento pela sua perda, e a dos outros, mas a senhora deveria buscar justiça nos tribunais, não aqui, com a pretensão de manipular os outros.
    E mais, a senhora fala que não odeia, acho que precisa definir o conceito de odio, pq simplesmente essa foi a maior declaração de ódio que rancor que já vi.

    • img
      Dúvidas Responder

      Mé-Zochi
      Então viu muito poucas.

  36. img
    unidos Responder

    Sr. Adelino dos Santos, há tempo para tudo e esse é o momento mais certo para as pessoas reflectirem sobre a pessoa do Pinto da Costa (Doutoramento em Presidente).
    Sr. deve ter pelo menos 60 anos, acho que deve ser um dos “pido” do Dr. Pinto da Costa para dizer esses esparates todos.
    O quê que Pinto da Costa tem para ser a figura ideal? Aconselho que deves informar sobre perfil do presidente da republica.
    Eu confio nos santomenses. Acho que essa meias duzias de pessoas ignorantes que idolatram o Pinto da Costa que vai fazer ele presidente de STP.

  37. img
    Santa Margarida Responder

    Anjo Gabriel nem acredita na formação que fez.
    Acredita sim num velho de 76 anos a completar a 5 de Agosto. Muita cara de lata. Eu acredito nos mais velhos como referencia, exemplo a seguir. Mas como Pinto, Kadafi, Nino, Mario Soares e outros o tempo ja acabou. Anjo Gabriel, ja conviveu com familiares de Camarada Aurelio, tenho a certeza que ja falou com ele em 2009. Deve estar a nutrir um certo ódio de gente proxima dele. Seja inovador, tenha postura e peça a Deus que tuda va lhe correr bem.
    De Anjo não tem nada, se calhar filhos tens aí na terra sem leite e sem lar.
    Adeus Anjo mau.

  38. img
    descontentes Responder

    Sr. Adelino dos Santos, há tempo para tudo e esse é o momento mais certo para as pessoas reflectirem sobre a pessoa do Pinto da Costa (Doutoramento em Presidente).
    Sr. deve ter pelo menos 60 anos, acho que deve ser um dos “pido” do Dr. Pinto da Costa para dizer esses esparates todos.
    O quê que Pinto da Costa tem para ser a figura ideal? Aconselho que deves informar sobre perfil do presidente da republica.
    Eu confio nos santomenses. Acho que essa meias duzias de pessoas ignorantes que idolatram o Pinto da Costa que vai fazer ele presidente de STP.

  39. img
    Santana Grande Responder

    Dudy, ja vi que não conheces A Drª Inocencia Mata. As cronicas dela na RDP Africa.
    Dudy?
    Não caia na asneiras, pensa no teu futuro e dos teus. Só um jovem te pode ajudar. Aurelio Martins não pede pragas, como alguns da nossa praça, desejando mortes aos motoqueiros etc.
    Aurelio ajuda todos mas eu quero emprego. apenas e o unico com provas dadas apesar a conjuntura internacional dificil é O Camarada Aurelio MArtins.

  40. img
    E.Santos Responder

    Ainda em relação a este assunto Dra. Inocência Mata, permita-me colocar-lhe duas questões a ver se nos elucida um pouco mais:
    1) Porque foi o seu pai perseguido e morto e o meu pai que não era militante do MLSTP (Zé Povinho) não o foi?
    2) Se o seu pai e estas outras pessoas a que se refere não tivessem sido perseguidas e mortas, o que teria acontecido ao Pinto da Costa? Estaria ele morto no lugar delas?

    Outra coisa. Eu também ouvi a entrevista do Pinto da Costa quando falou da proliferação dos candidatos a Presidência. Ao contrário de si, acho que o Sr. respondeu muito bem. Se olhar para o leque dos candidatos que temos vai concluir que o único requisito garantido por todos é apenas ter mais de 35 anos. Se “cadastro” de qualquer natureza fosse um requisito válito para os São-tomenses, rápidamente reduziríamos o número para menos de 1/3.
    Esta é que é a questão. É que todos se olham ao espelho e o espelho diz-lhes que não há ninguém mais bonito do que cada um deles. Como lhe diz a si e a mim também, mesmo não sendo nós candidatos.
    Só nos resta esperar para ver que espelho é menos mentiroso do que o outros.

  41. img
    ADELINO DOS SANTOS Responder

    Desculpa-me senhora professora nesta altura senhora não esta a contribuir mais sim destablizar o canidato é golpe baixo a senhora utilizo uma expressão que não deveria utilizar mais como só educado não vo lhe responder respeito é muito bom e todos nós gostamos

  42. img
    Preste a fugir.... Responder

    Inocência da Mata está ajudar Tó Zé Cassandra a fazer campanha para um certo candidato, que coincidência?!! Será a Inocência muita amiga de Tó Zé Cassandra ou Tó Zé Cassandra muito amigo da Inocência Mata?

    Há coisas fantásticas, não há?

    Não digo mais para não dizerem que fui eu…. Tó Zé Cassandra você é forte…

    • img
      Pateta Responder

      “Cada coisa que desci…”

  43. img
    Politicos sem Moral Responder

    Porquê que a senhor Inocência não apresentou uma queixa-crime contra Pinto da Costa para esclarecer a morte do seu pai?

    Para que serve os Tribunais?

    A senhora como intelectual deixa muito a desejar e revelou ser uma má raça de filha!

  44. img
    Li bila da quebla Responder

    ban boió pé.
    bô be cua cua ê bô Nocencia.

  45. img
    Original Responder

    Acho que a Sra. fez um retrato pessoal em relação ao Pinto da Costa em função daquilo que aconteceu que com todo respeito reconheço as suas mágoas.Agora dizer que este argumento deve servir de referência para todos eleitores,para mim não seria justo porque a Sra.escreve descarregando a sua raiva.Na vida há altos e baixos e será que ao nível de toda população as pessoas vão acatar esta raiva e transformá-la como argumento para penalizar o Pinto da Costa? A Sra. já admitiu a hipótese de conviver com Pinto da Costa como futuro Presidente?É melhor estar preparada porque a vida está cheia de surpresas e se calhar como intelectual que é deve ter maturidade suficiente para entender que na vida existem caprichos que a natureza nos impõe.Não quero dizer que não entendo os seus sentimentos porque conhecedor um pouco daquilo que existe no mundo,tomemos exemplo de África de Sul quantos negros não foram vítimas de aparteide ( nada comparado com nossa sociedade)hoje através da reconciliação nacional as feridas foram sendo saradas e tudo já tomou um caminho não igual ao que era preferido mas com carácter diferente da anterior.A Sra. é conhecedora de literaturas africanas e penso que conheceu muitos confflitos através daquilo que lê e escreve, não seria um momento ideal para demonstrar o seu espírito de tolerância e perdão em vez de descarregar esta raiva através da escrita ao mesmo tempo demonstrando o que a Sra. é por dentro? Se calhar a Sra.deve ser uma pessoa diferente mas na nossa lingua dizemos: léva ná cá guadá saôdgi fá.Contudo,entendo a V.Excelência.

    • img
      Carlos António Responder

      Original, perdeste uma ótima oportunidade de ficar calado.

  46. img
    Imagem do País Responder

    Cara Dra. Inocência, com muito respeito lí a sua carta, mas não estou de a cordo como a sra. esplana os seus sentimentos.

    Ora vejamo

    se a a sua família teve o problema ou não com o Pinta da Costa o mesmo não aconteceu com toda gente e alem de mais que não acredito que o meu Pinto da Costa fez aquilo que a Sra. refere, e se o fez é porque o Pai eo tia da sra mereceram, quem sabe os mesmos também não foram grandes criminos da nação.

    e fica a saber se a sra. não gosta de Pinto da Costa eu gosto, logo:

    quem mata também deve ser morto,

    quem rouba deve ir pra cadeia,

    quem não trabalha não come

    a sra. quer que as coisas continui assim na desordem de forma que a sra. fica representando S.Tomé e Príncipe quando não é chamada, vendendo a banderia do País, pondo o nosso País na boca do mundo sem necessidade.

    Se a Sra. notar todos que não gostão de Pinto da Costa são:os preguiçosos, ladrões, traficantes, prostetutas, hipócritas, desodeiros, deixa tudo andar pra ver como fica, os porcos, os burros, os te^m grandes crimes que têm medo de serem julgados, os branqueadores de capital e os que gostão de vida fáceis e mais os pais que não responsabilizam os filhos.

    Agora quero que a Sra. encontreo um desse ítens onde a Sra. enquadra melhor.

    E que deixe de falsas declarações, deixe de receber o dinheiro na mão dos criminoseos e maus conselhos sujando um pouco da parte boa que a Sra. tem.

    A Sra. poderia em pensar escrever algo que mude a forma de pensar das pessoas e a forma de alimentar de modo que a nossa economia Cresça e que saiamos da cauda do mundo.

    conselhos:

    Não se deixe levar pela emoção e pelo, dinheiro,

    respeita que tu es,

    Valorize o teu ser,

    Valorize o teu conhecimento, mesmo pouco,

    não vive trancado ao passado,

    veja a imagem do teu País no teu rosto

    não escreva por escrever

    pede opniões antes de fazer algo

    esteja de bem o próprio Deus

    trabahla pra vive e pra alma ganhar

    não use a confiaça do outro para hle confundir

    Não use a mesma máscara por muito tempo

    Faça mais do que escrever….

    Fica já a saber que a Sra. acaba de entrar na lista dos Incopetentes e Fracos de S.Tomé e Príncipe.

    • img
      MAKITA Responder

      Muito complexo.Altamente complexado.Enfim já estamos habituados a isso.

  47. img
    Edna Bragança Neto Responder

    Pensei e repensei se devia entrar neste forum ou não…mas não resiste pela gravidade do que li. Tal como a Dra. Inocência Mata fui vítima da “bondade” do Sr. Pinto da Costa. em 1978, aos 9 anos de idade vi a minha casa invadida, revistada e parcielamente destruída pelos seguranças do então presidente. Levaram a minha mãe…na semana anterior já haviam levado o meu pai. Eu, e os meus irmãos Abílio (sim, Sr.Digno respeito,o da RDP África) e Leonardo (falecido há 06 meses) ficamos na rua à mercê de todo o tipo malidicencia. Os meus pais chamam-se Albertino Neto e Maria do Carmo Bragança Neto.Foram julgados e condenados a vários anos de prisão. Ela cumpriu 3 e o meu pai 5. A minha avó mãe do meu pai, D. Nely como era conhecida por todos em S.tomé, foi presa pelos seguranças do então presidente porque foi a uma igreja rezar pelo seu filho (coisa que aliás fazia antes mesmo dele ser detido).
    Perante a “justiça” do Sr. Pinto da Costa e do seu governo, não tiveram direito a um advogado.
    Estivemos mais de 1 ano sem poder visitar os meus pais (conseguiamos ve-los ao longe por uma fresta deixada aberta no portão da cadeia pela bondade de algum guarda(e eram poucos os que o faziam)!Saí de S.tomé em 1982 às pressas, pois os meus pais pelas torturas e ameaças que recebiam, temia pelas vidas dos filhos. A Aministia Internacional ajudou (esses devem ser uns reacionários, aos olhos de alguns deste fórum). Vivi como refugiada durante mais de 20 anos e na verdade continuo a se-lo. Nunca me interessei pela politica Sãotomense porque fui maltratada por alguns de seus agentes, mas nunca deixei de desejar prosperidade e felicidade as minhas gentes!Ao contrário do meu irmão Abílio e mesmo da Dra. Inocência, que conheço e sei que são capazes de análises mais distanciadas dos problemas pessoais, os meus sentimentos e ressentimentos não o permitem!Se é ódio ou não…é e foi muito sofrimento!Ao Sr. E. Santos devo dizer que não é saudável minimizar e menosprezar o sentimento e a opinião dos outros. Isso diz muito do carácter da pessoa. Não nos peçam para nos calarmos porque não passaram pelo mesmo. Hitlers, Mussolinis e outros ditadores mais recentes existiram de facto.Não foram inventados por pessoas ressabiadas e com alucinações. Por isso, foram apresentadas desculpas formais aos judeus. Acho que é o minimo que o Sr. Pinto da Costa podia fazer. Nós em S. Tomé dizemos que desculpa não paga dor, pois nada me parece mais justo que os meus pais deixem este mundo sabendo que o mal que lhes fizeram foi reconhecido!É de facto pena que ninguém tenha escrito sobre essa fase da nossa história pois evitariamos que muitos dos que escreveram neste forum o fizessem da forma que o fizeram, sem respeito nenhum!Cada um é livre de fazer a sua escolha, mas não na ignorancia!Para que fique esclarecido, não apoio (pelo menos até ao momento) qualquer candidato!

    • img
      Virtual Responder

      Minha cara,
      Mas diz-me tu!? É este o melhor momento para virmos debater sobre esse assunto?

      Se têm certeza ou mesmo provas que foi cometida tamanha injustiça aos vossos familiares, porquê que depois de 1990 não procuraram justiça junto a quem de direito? Pois, já passaram mais de 20 anos.

      Eu tenho dúvidas em compreender porquê dessa descarga de raiva logo neste exacto momento. Não quero ser advogado de ninguém, até porque não tenho nada com isso. Mas, tal como outros são-tomenses fico triste em assistir neste momento da nossa vida política, queixas, lamentações, o’quê-del-rei, etc. , sobre o passado de Pinto da Costa. Pois, isso não contribui para o debate nem tão pouco para a melhoria da nossa jovem democracia.

      Dizes é pena que ninguém tenha escrito sobre essa fase da nossa história. Eu concordo contigo, pois realmente é pena, porque mesmo tu que também testemunhaste tais acontecimentos deverias te-lo feito.

      • img
        Anibal Espírito Santo Responder

        Mais do que nunca este é o momento exacto para divulgar as atrocidades políticas e humanas cometidas pelo sr. Pinto da Costa e os seus lacaios. Sabe porquê? Porque há centenas de santomenses que sofreram na pele; centenas de santomenses que ficaram com casa, carro, terreno e outros bens móveis e imóveis destruídos e sem a sua posse porque foram usurpados; centenas de santomenses que tiveram de se separar da família por causa da perseguição política; centenas de santomenses que foram forçados a abandonar o seu país. É preciso não ter a memória curta. O melhor debate que se devia fazer sobre o regime ditatorial de Pinto da Costa durante 15 anos era ele próprio promover esse debate. Pinto da Costa não presta como ser humano nem tão pouco como político e deu provas disto durante 15 anos.

    • img
      E.Santos Responder

      Eu costumo dizer que o mal dos São-tomenses é apressarem-se em responder sem antes perceber bem o que se diz e ponderar sobre o que vão dizer.
      Por favor, releia tudo o que eu disse e diga-me onde foi que minimizei ou menosprezei o sentimento de quem quer que seja. Aliás, o que eu disse, e repito, é que dor, cada um tem a sua e que poeira nos olhos dos outros é pêra doce. E tanto é assim que todos nós achamos que a nossa dor deve ser universal e a dor dos outros não vale de nada.
      Se leu os vários comentários aqui deixados, deve ter percebido que para além de si e da Dra. Inocência Mata, há muito mais pessoas com dor e com razão para odiar alguém (não apenas Pinto da Costa) que acreditam estar na origem da sua dor. Mesmo em Democracia.
      Minha Sra. Já o disse aqui uma vez e volto a repetir. Não sou amigo, próximo, familiar ou mandatário de Pinto da Costa para o que quer seja. Nem sequer o conheço de perto. Talvez o próprio Sr. deva ficar perplexo ao ver alguém que procura compreender as suas razões, valorizar o que de bom ele fez (porque viveu enquanto Zé povinho a parte boa deste período mesmo não sendo do MLSTP, é certo) e perdoar os erros que porventura tenha cometido, tendo em conta a conjuntura em que se vivia e os acontecimentos pós 1991 até aos nossos dias. Na verdade, procurando usar um pouco de bom senso e distanciamento emocional de qualquer espécie, eu falo apenas com base na minha vivência e nos conhecimentos que vou adquirindo entre uma ou outra leitura sobre factos que nos vão sendo disponibilizados.
      O que eu acho é que vocês querem nos fazer acreditar que o Pinto da Costa é o mais desgraçado de todos os tempos porque perseguiu, porque matou e até hoje não pediu desculpas e não reconheceu o erro, quando ainda não nos explicaram convincentemente porque foi que Pinto da Costa perseguiu e matou pessoas, quando ele também fez muitas coisas boas. O que é que estas pessoas fizeram de facto ou em que é que elas se meteram para serem perseguidas? E neste sentido, persiste a minha pergunta: o que teria acontecido a Pinto da Costa se tivesse ficado quieto e não tivesse perseguido ninguém?
      Por muito que eu perceba a vossa dor, e daí a vossa incapacidade de pensar com frieza, mas parece lógico dizer que num cenário de guerra ou de risco, onde impera a lei do mais forte, quem se sente ameaçado mata para não morrer? Ou não? E até há quem o chame de legítima defesa, ainda que não seja. Daí eu falar em conjuntura do momento. A sociedade não caiu do céu como a conhecemos hoje, foi evoluindo e ainda assim, é o que é.
      Miguel Trovoada também foi exilado e todos sabemos em que circunstâncias ele e a família saíram de São Tomé e Príncipe e os anos que viveu exilado. Provavelmente se não se tivesse refugiado na Embaixada também teria sido preso, torturado e por aí em diante, se é que em algum momento não o foi. Os seus filhos também devem ter sofrido horrores. Mas o tempo passou as circunstâncias mudaram e o Sr. voltou para o país com as suas próprias convicções e foi 10 anos Presidente. Se resultou, eu diria que não. Mas o Sr. fez o que achou que deveria ter feito por São Tomé e Príncipe. E foi inclusive alvo de um Golpe de Estado e podia até ter sido morto em plena Democracia. Vamos supor que Miguel Trovoada os pudesse ter antecipado e os tivesse mortos a todos. Hoje o carrasco seria ele certo? Mas que ele correu risco de vida e podia já não estar vivo, disso ninguém mais se lembra. Mas o Yuri lembra-se de certeza. E se for perguntar a Aissata,se calhar, também ela lhe dirá que nem sempre sua vida emocional foi fácil tendo seu pai Presidente e na mira constante.
      Mai uma vez, dor, cada um tem a sua.

      • img
        E.Santos Responder

        Não quero dizer que tenha sido esta a situação do Pinto da Costa em relação a vossa família, mas não conhecendo a realidade dos factos, não tendo estado todos os São-tomenses envolvidos nela, todos os cenários são passíveis de serem admitidos. Por muito sensibilizados que fiquemos e por muito respeito que tenhamos, não podem ficar a espera que uma única versão da história em véspera de eleições nos vá elucidar a ponto de nos fazer tomar como nossas as vossas dores. Desculpe-me minha Sra., mas eu prezo a minha liberdade de pensamento.
        Patrice Trovoado, hoje Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe é filho de Miguel Trovoada e também deve ter sofrido com o seu pai, mas não me lembro de o ouvir falar sobre isso e persegue firme e forte a tentar levar avante os seus ideais para São Tomé e Príncipe. Se vai se sair bem ou mal, não sei, vamos aguardar para ver.
        Confesso que eu hoje tenho curiosidade em perguntar ao Miguel Trovoada, também para perceber a história, se, se ontem fosse hoje e vendo o país como está neste momento, completamente entregue a bicharada, se ele pensaria da mesma forma como pensou ao divergir em posições com o Pinto da Costa. Porque do Pinto da Costa já percebi, quando ele diz qualquer coisa como a “ Liberdade não tem momento”, que ele concluiu que poderia ter tomado uma opção diferente na altura. E isto é de louvar.
        Deve-me ter escapado esta parte da História, porque não me lembro de Hitlers ou Mussolinis terem feito, eles próprios uma transição pacífica para a Democracia e terem pedido desculpas a quem quer que seja.
        Mas seja como for, por todos os sinais demonstrados por Pinto da Costa, eu entendo que desculpas ficaram pedidas. Falta sim vocês perdoarem (se conseguirem, claro) os seus erros para juntos, todos seguirmos em frente para o bem de São Tomé e Príncipe.
        Talvez não pelo Pinto da Costa e por vocês mesmos, mas ao menos pelo bem dos São-tomenses que pretendem arquivar os livros antigos e já lidos.

        • img
          Nina Responder

          Sim senhor. Gostei.. simples a claro. A minha tristeza consciste em saber que todo que estão falando de Pinto é para mudar a consciencia nacional que se está inclimando a favor de Pinto. Por favor, deixem Pinto em paz. O povo está querendo Pinto dessa vez. não estão dando conta disto? Passamos 20 anos e país pouco ou nada mudou. Ou piorou! estamos mais para trás. Deixa o homem!
          Senhor Dra Inocência Mata, porquê a senhora não interroga o facto da maioria dos Santomenses quererem Pinto agora? a Senhora acha opotuna esta carta para diminuir a pupularidade de Pinto? é para que ele perca desta vez? a senhora quer que as coisas continuem como estão em STP?
          fui

    • img
      H. A. Azimute Responder

      Cara Cidadã
      Aos inocentes, que Deus lhes perdoe. “O pior cego é aquele que não quer ver”, assim reza a história. Infelizmente há muitos que não querem ver, destorcendo e minimizando factos tenebrosos que ocorreram neste país, com requintes de malvadez inconcebíveis. Foi com o descontentamento crescente e a iminência de uma revolta popular, pressão dos doadores internacionais para a mudança do regime político-económico, pressão da amnistia internacional e das agências promotoras dos Direitos Humanos, minaram a permanência deste ditador no poder, que detinha a alguns anos.
      A meu ver, este sim, é o momento ideal para esclarecer, alertar e avaliar, todo o nosso passado recente, com discernimento, de modo à evitar os erros do passado, e que no entanto, este mesmo equívoco do passado, quer se tornar o presente no nosso quotidiano outra vez, para mal dos nossos pecados. Compreendo a indignação dos familiares destas vítimas, perante a tentativa de lavagem da imagem deste cidadão. A Via-Sacra de muitas famílias em S. Tomé, começou com os malfadados golpes de estado inventados pelo regime, com intenção de afastar os presumíveis opositores ao regime e justificar a presença de tropas estrangeiras no país, aptas para repressão caso fosse necessário. Infelizmente a justiça não funcionou naquela altura, como era de se esperar dada a conjuntura, continua a não funcionar até aos dias de hoje, deixando impunes muitos prevaricadores, envolvidos em casos diversos. Pelo que sei, alguns sobreviventes destas atrocidades ainda estão em vida, façam um registo escrito detalhadamente destes acontecimentos, pois como está sendo óbvio, a geração mais nova não conhece às agruras da vida numa ditadura implacável. Não dezejo mal a ninguem e nem recomendaria ao meu pior inimigo que vivesse na Bielorrússia, Coreia do Norte, Cuba e afins, porque vivi os anos todos deste regime semelhante em S. Tomé.

    • img
      Marta Responder

      Ao Virtual, E.Santos, e Outros que odeiam S.Tomé e Príncipe.

      Como cidadã e patriota, quero vos dizer que divulgar sofrimentos não é fácil para ninguém, muito menos atrocidades vividas na infância por Crimes de Estado.

      Em minha opinião, não existem bons ou maus momentos para divulgar atrocidades, existem momentos de quem as viveu! Mas, este momento é de facto um dos mais importantes momentos de STP. Se ainda pensam que estamos a leiloar alguma mercadoria, quero vos esclarecer que estamos em Eleições Presidenciais! Estamos a debater a escolha do Presidente de STP!

      Este momento decide o futuro de STP, e temos um candidato que é acusado de Crimes de Estado (informem-se sobre o que são crimes de estado e comparem os testemunhos aqui descritos).

      Imagino que 20 anos passados e nenhuma acusação formal, quase vos deixa a autoridade de dizerem, cruelmente, “E depois”, “Mas diz-me tu”!

      Imagino também que depois de tantos anos, não é fácil que as famílias que sofreram atrocidades se organizem para pedir justiça (vejam o caso dos países da América Latina), e muito menos no nosso país onde pensamos que “somos todos primos”.

      Penso que teria sido muito bom se depois da ditadura fosse criada uma “Comissão para a Verdade” que conferisse aos que sofreram, aos que lutaram pela independência e ao país:

      - O Direito a verdade e a memória;
      - O Direito a reparação (devolução de bens usurpados por exemplo);
      - Direito a Justiça (investigados e apurados os crimes);
      - Direito ao fortalecimento das instituições democratas (banindo das instituições pessoas como vocês que devem ter apoiado tais atrocidades).

      Se este exercício tivesse sido feito, não estaríamos mais divididos e preocupados com a eminência de termos de volta um conhecido ditador, tenho também a certeza que o país teria uma outra Moral.

      Por isso, penso que só um GRANDE PATRIOTISMO poderá levar alguém, neste momento tão importante, a desabafar as atrocidades sofridas por um dos candidatos como representante do Estado de STP.

      A justiça tarda mas chega, mesmo a Divina.Todos que se conseguem indignar, que são muitos em STP, estão com os que sofreram.

      Marta

  48. img
    joscon Responder

    Prezada Inocência da Mata,

    Lamento, profundamente, o que aconteceu ao teu pai e desejo a toda família à sua família, os mais elevados votos de pesar por esta perda irreparável. Li e reli a tua carta divulgada neste jornal online, vejo que estás com o coração dorido e partido. A mágoa é tanta, mas não há como disfarçar este ressentimento que te persegue. Quando odiamos os nossos inimigos, damos-lhe poder sobre nós, poder este, que afecta o metabolismo do corpo e da mente. Tente a todo o custo, apagar da sua lista de preocupações, as pessoas de que não nutres admiração e estima, mas não tente vingar-se, pois quando tentamos vingar de alguém, chegámos ao ponto de causar danos irreparáveis a nós próprios. A bíblia cita que “devemos amar os nossos inimigos” e “perdoar setenta vezes sete”, ensina-nos o sentido a elevada ética e da moralidade. O ódio é um sentimento deveras mesquinho.

    Lamento, também, o momento crucial em que a Sr.ª Inocência da Mata decidiu escrever esta missiva. O momento em que escolheu para fazê-la, na minha modéstia opinião, não é o mais adequado. A Sr.ª Inocência da Mata devia publicar esta carta há 20 anos atrás ou escrever um livro sobre o assunto, tem enormes recursos e capacidades cognitivas para o efeito.

    Ao escrever esta missiva, no momento de uma campanha eleitoral, está a condicionar os votos dos são-tomenses, está a atropelar o livre arbítrio sobre a liberdade de escolha dos nossos leitores, está a explorar a fragilidade emocional dos votantes. Gostaria muito, que a sua explanação, contundente e objectiva, estendesse a todos os ex presidentes da república São-tomé e Príncipe.

    O caso do falecido cidadão de nome “Lereno da Mata” teve grande eco na altura, porque foi um caso político. Outros cidadãos morreram sob anonimatos, devido às políticas sofríveis implementadas por vários presidentes e governos que sucederam o Sr. Pinto da Costa, alguns deles com AVC, paralisia cerebral, cancros e outros distúrbios e não vi a Sr.ª Inocência, criticar ou tomar partido. Há muitas famílias que sofrem em silêncio desde a presidência do Sr. Miguel Trovoada e do Sr. Fradique de Menezes. Morreram muito mais pessoas desde à entrada desses senhores no poder, do que no reinado do senhor Pinto da Costa.

    Sabes, minha estimada Inocência, morreram por falta de cuidados primários de saúde, por falta de bens essenciais, por falta de água potável, morreram de tédio, morreram devido as assimetrias gritantes e morrem porque ninguém lhes prestam atenção.

    Pergunto-te com sinceridade, desde à saída do poder do Sr. Pinto da Costa do poder, São-tomé e Príncipe está melhor ou pior? Se fores sincera, então podes dissertar sobre o assunto. Se quiser saber toda a verdade, pergunte aos nossos doentes que passam graves carências e mesmo fome em Portugal. Tenta auscultar os doentes vindo de São-tomé e Príncipe e perceber quais são as suas preocupações e anseio.

  49. img
    Deus é Grande e Seja Louvado Responder

    Senhora Inocência Matos……………
    A mulher de Cesar não pode parecer séria; tem que ser séria…………………..
    Sinceramente esperava muito mais da sra. atendendo a sua condição social, meio em que está inserido e o seu nivel academico, enfim……………………….
    A extrospecção que a sra. féz de forma bastante abusiva do Sr. Dr. Manuel Pinto da Costa movida de um hediondo rancor e odio, não é normal, por mais que a sra. tente desfarçar nos paragrafos da sua famigerada carta panfletária……….
    Por isso, como a própria sra. escreveu e no meu entender e muito bém, que gosta de viver, de ser feliz,fáz sacrifícios para não odiar ninguêm, coisa que vindo da sra. , do meu ponto de vista é uma autentica hipocresia para não dizer outra coisa………………….
    Quem devia fazer a introspecção, para bem do seu estado de alma é a sra………….
    O Sr. Dr. Manuel Pinto da Costa tem familia como a sra. tem, e muitos Sãotomenses que reconhece na sua pessoa figura de qualidades impar para retirar o meu nosso S.tomé e Principe do marasmo em que se encontra…………………
    Por isso vou terminar como a própria sra. terminou o seu panfleto de campanha;…
    Não Volte a Insultar a Maior Figura do Estado Sãotomense que é o Sr. Dr. Manuel Pinto da Costa, Por mais que isso lhe cause náuseas……………………
    Na lista dos HEROIS da Nação Sãotomense, não conste nomes a que a que sra. se refere………………………..
    Viva S.tomé e Principe
    Viva Telanon
    Boa tarde a Todos……………..

  50. img
    Sr Lei Responder

    Minha compatriota, so para perceber melhor. Os teus pais eram acusados de que?

  51. img
    hernane ferreira Responder

    Com o devido respeito senhora professora e meus eleitorados, tenham paciencia, havia outras alturas para esses lamentos e no meu poto de vista é um absurdo usar a memoria do proprio pai como escudo numa canpanha politica, minha genmte tambem tenho gente que morreram nesse tempos , tamos a falar de um presidente jovem sem experiencia e que tinha uma equipa , e porque que so ele paga por isso , e si ja repararam e so no moemeto da campanha que vem esses lamentos, valha me Deus, espero que copreendam contnuo a achar que ele eé o melhor canidato..Todo hyomem tem direito a perdão, criminoso e quem meteu comida podre pra a gente morrer de parasitas,,tchau

  52. img
    Malapé-de-temá Responder

    Tantos comentários……

    Pessoal vamos por partes.

    Antes de mais meus sentimentos pela perda da Srª Inocência Mata independentemente do autor do crime.
    Olhamos um pouco para a situação actual do pais, temos 13 candidatos para um pais de pouco mais de 150.000,00 hab. e se formos ver para os candidatos um pior q outro, o Pinto da Costa teve 15 anos no poder e não foi capaz de fazer algo de se orgulhar, a Maria das Neves se a nossa justiça funciona-se talvez estaria presa, Delfim Neves igual, Aurélio Martins não se sabe de onde vem a sua fortuna ‘a quem diz q é Angola q financia’ (qual será o custo depois para o Pais), etc.. etc. etc…, a situação do pais é muito preocupante. NÃO PODEMOS ESQUECER QUE A NOSSA ESCOLHA NÃO É PARA 1 DIA MAIS SIM 5 ANOS.
    (Nota; Pinto da Costa mostrou claramente q é incapaz de governar, visto que nos 15anos de mandato ñ foi capaz de dar exemplo não foi capaz ter ideia de modo a fazer o bem para o povo e os 20anos fora do mandato mesmo essa Srª Inocência Mata fez mais q ele pq pelo menos ela fez com que ouvissem o nome de SÂO TOMÉ E PRINCIPE lá fora ao contrario de Pinto que nada fez.
    VAMOS TODOS NA HORA DE VOTOS, VOTAR NA PESSOA QUE ACHAMOS TER ALGUMA CAPACIDADE DE FAZER ALGO DO QUAL TODOS NÓS NOS ORGULHAMOS, E Ñ ESQUEÇAMOS NÃO BASTA SER UM COMERCIANTE OU FAZER CURSO A DISTANCIA OU SABER 1+1 PARA SER A PESSOA CERTA PARA NOS GOVERNAR E RESOLVER UMA PARTE DOS NOSSOS PROBLEMAS Q ESSES PROBLEMAS SÃO MUITOS. E mais para governar tem que saber estar nesse mundo globalizado não conseguimos levantar de costa para esse mm mundo.
    ESCOLHAMOS PELA CAPACIDADE E NÃO PELO BANHO.
    Obrigado

  53. img
    alegria Responder

    queremos sangue novo no país

  54. img
    somos todos primos Responder

    santomense quero AURELIO MARTINS como presidente

  55. img
    Senhor Parvo Responder

    Estamos acabar com ditadura no mundo,,, nao queremos terroristas no poder… abaixo pinto da costa… abaixo seus apoiantes… abaixo injustiça,,, abaixo impunidade,,, abaixo falta de amor ao proximo…. Queremos ”UM TEMPO NOVO PARA S.T.P”

  56. img
    Filipe Samba Responder

    Muito obrigado pelo relato mas, é necessário que fundamente os seus argumentos na base da recolhas e análise de documentos comparativos e encaminhe-os ao tribunal em qualidade de provas.
    Todos os Países no mundo, sejam eles pequenos ou grandes, têm as suas histórias (segredos de Estado).
    Mas todos os erros, todos os actos nocivos surgem pela força das causas: nunca são espontaneos.

  57. img
    bom gosto Responder

    Professora, é lamentável e triste a situação.Mesmo sendo no partido único não se devia torturar, massacrar nem matar desta forma. Por isso fica a dúvida.Não irá repetir outra vez.Pensemos melhor antes de decidir.

  58. img
    Madalena Responder

    Estava eu na 4ª classe nestes tempos. Foi acto triste e barbaro. EU que conheci senhora Diná, tia/Avó da Edna, aquela senhora chorava lamentava todos os dias na vila da MAdalena, sem recursos, mas ia sempre a cadeia ver o familiar. Foi doloroso, mas muito. Não banalizem este episódio fatidico. Pinto da Costa, Nunca mais.
    BAsta de lojas de dirigentes, Bichas, na rua, ate para comprar um litro de vinho de tambor de 200 litros.
    Vocês têm razão!
    Ovo cozido não dá pinto.
    Nem milho cozido.
    Um tempo Novo.

  59. img
    Digno de Respeito Responder

    Cara Edna B. Neto,

    Fico grato pela sua consideração e preocupada( ainda com alguma dor intemporal). Entretanto, posso dizer-lhe que é sempre bom conhecer de que estória e a história nos rodeia para (re)construirmos outras estória, se caso disso.

    Chego a conclusão que mal de nós santomenses é desconhercer-se a si próprio e muito menos o “outro”. Quando temos um forte desconhecimento de nós, estaremos a (re)viver em função dos outros, difícilmente os santomenses(alguns) conseguem perceber que o mundo mudou. O mundo mudou tanto em tão pouco tempo que quando se anda perdido no tempo, fica-se com a preciação que estamos no mesmo espaço – a nossa caracteristica do “léve-leve” faz de nós um autentico dogmático e gera certo sufismo. Isso, para alguns dos antigos filósofos, gera alguma amnésia mental. E quando se setá sobre esse efeito, doido é quem o diz e não quem é….

    Muitos aqui questionam a circunstância da escrita da Drª Inocência Mata, mas o que posso dizer é que as dores são intemporais. Tanto dói agora, como dentro de instantes não doer e futuramente, provocar males maiores ao nosso organismo, dependendo do efeito “metabólico” no nosso corpo.

    Ouvi dizer que no Brasil existe um processo proveniente da vontade do seu povo e posteriormente, submetido ao Senado: FICHA LIMPA/FICHA SUJA, contribuiu imenso para o desenvolvimento da sociedade política e económica brasileira. O referido processo, permite revelar imensas situações e automáticamente inibe a muito interessados de se apresentarem como o MODELO Público. Dai, que entendo que se PC, tivesse pensado no seu regresso, teria escrito um livro mais esclarecedor ou ter convocado uma conferência de Imprensa com os orgão de comunicação nacional/estrangeiras. Esse procedimento seria para ele muito benéfico e permitir-lhe-ia estar mais avantajado na sociedade santomense.

    Aliás, seria mais esclarecedor para muitas mentes que não sei se são mentes ou demente que dizem ou desdizem o que que desconhecem de si e dos outros…. Infeliz ou felizmente, gosto de questionar para apreder e admito os meus erros pedindo desculpas e também agradecendo aos despensam o seu devido tempo para me ajudar no necessário e preciso….

    Um bem Haja para si e a todos.

  60. img
    Jose Canadeiro Responder

    Acho muito bem que a Professora Inocência Mata tenha trazido a baila este assunto e que a Edna Neto também tenha revelado mais alguns pormenores relativos as vigarices perpetradas pelo ditador PC.
    Que isto sirva de tema de reflexão para os distraídos e todos aqueles que não sentiram na pele tal ditadura. Que os privilegiados/colaboradores/associados, de então, também aproveitem para fazer uma auto reflexão sobre os seus atos

    Agradeço o Tela Non pela criação deste fórum, porque de outra forma os intervenientes não teriam oportunidade para nos expor tão facilmente estes factos.

  61. img
    Carlos Ceita Responder

    Meus caros amigos voltei aqui porque não resisti há muitas banalidades que foram ai ditas.
    Talvez poupe a Dr Inocencia Mata de responder alguns disparates ditas pelos fundamentalistas do antigo regime que tentam escamotear os atropelos do regime ditatorial dos 15 anos. Dizem alguns que foram cometidas crimes dadas as circunstâncias de então. Ora os criminosos nazis também podiam justificar os seus crimes circunstanciais ou dizendo apenas que estavam cumprindo ordens. Como diz senhor E.Santos (não é Eduardo dos Santos presidente de Angola com certeza) e preciso analisar a realidade dos factos dos 15 anos. E devo dizer para lhe avivar a memória que não estou certo nem conhecido que o Miguel Trovoada não teria sido torturado e morto naquele tempo se não houvesse intervenção do ex-presidente português Mário Soares.
    Dizem esses senhores que a carta aberta agora não é oportuna porque estamos em momentos de pré-eleitoral. A carta justifica-se em resposta a entrevista dada pelo candidato Pinto da Costa a RTPafrica. Desde que a professora não tenha violado lei ou lei eleitoral do país considero que se trata-se de um exercício de liberdade de opinião de uma cidadã livre de um país (STP) que se pretende democrático. Obviamente que isso é muita areia para o camião daqueles que ainda importam consigo tiques do regime autoritário. Todos sabemos como é difícil escrever artigos de opinião na Correia do Norte criticando o camarada Kim Jong II. Outros estão preocupados que o artigo possa atrapalhar os eleitores nas eleições de 17 de Julho. São sempre assim esses aspirantes a ditadores. Sempre desconfiam do povo. Que o povo não é capaz de ajuizar no momento do voto e bla bla bla. Tenham calma meus senhores preocupem-se com banho não com um simples artigo de opinião. O voto é secreto e o povo é sábio e sereno e nunca se engana no momento da decisão.
    Sou crítico do Fradique de Menezes e Miguel Trovoada mas senhor deus seja louvado convenhamos eles não dispunham de poder executivos. Mas pinto as teve durante os seus 15 anos de glória. Podia até dar-se ao luxo de ligar a qualquer serviço público impondo ordens.
    Dizes e muito bem eu também já os disse aqui (pode ver os históricos das minhas mensagens). Desde a saída do Pinto a corrupção aumentou o nível de vida degradou. Mas é uma falácia dizer que o Pinto vai poder alterar a actual situação. Desculpa que lhe diga é pura demagogia. No actual quadro constitucional ele não tem poder executivo. Ele não governa. Este é o regime semipresidencialista. Portanto qualquer dos candidatos que faça promessas no sentido de que pode melhorar saúde educação segurança etc está a manipular para não dizer coisa pior.
    E como disse e bem o H. A. Azimute o homem foi pressionado a abrir o regime. O descontentamento popular as dissidências de figuras carismáticas do MLSTP como Carlos Graça. A pressão da comunidade internacional como condição de ajudas económica. E não esqueçamos que o próprio bloco soviético que sustentava o regime estava em queda com a perestroika. É caso para perguntar não será discutível também o mérito que se da ao senhor pela abertura do regime?
    Depois da saída do Pinto da Costa a coisa na nossa terra piorou é um facto. Agora o que me espanta é que nada fez enquanto o país ia a deriva alias como muitos já afirmaram. Escreveu por acaso algum artigo a denunciar a situação de corrupção? Apresentou um plano uma ideia para alterar a situação económica e financeira do país ainda mais como economista que é? Mobilizou a sociedade civil para grandes designo e causas e valores para o nosso país? Ele tem um partido (MLSTP/PSD) que fundou e deve ter lá muita influência. O seu partido governou ou não? Tem ou não o seu partido responsabilidade na actual situação? Como diz os brasileiros ficou nestes 20 anos em silêncio cúmplice a ver a banda a passar e vem agora quão Dom Sebastião para salvar a pátria.

  62. img
    Carlos Ceita Responder

    Como diz senhor E.Santos (não é Eduardo dos Santos presidente de Angola com certeza) é preciso analisar a realidade dos factos dos 15 anos. E devo dizer para lhe avivar a memória que não estou certo nem convencido que o Miguel Trovoada não teria sido torturado e morto naquele tempo se não houvesse intervenção do ex-presidente português Mário Soares. Para corrigir a frase anterior.

  63. img
    Digno de Respeito Responder

    Entro mais uma vez esclarecer que a FICHA LIMPA/FICHA SUJA, é um modelo de restreio submetido ao Senado Brasileiro através de abaixo assinado expresso pela vontade popular. O referido modelo de expressão democrático permite revelar o cadastro vital de todos quanto pretendem ascender a cargos Públicos no Brasil.

    O processo resulta um Cadastro do Cidadão que na inexistência de factos imputáveis e similares, passará à FICHA LIMPA e caso se verifique algum caso punível, nem que cometido na adolescencia(dependendo da sua gravidade) o referdo individuo não passará ao margem da Lei e será inibido de candidatar ou assumir o cargo a que se candidata. Bem, é apenas para terem a ideia.

    Mas, alguém melhor do que eu poderá aqui explicar-vos muito bem o que é isso de FICHA LIMPA/FICHA SUJA. E para São Tomé, caso um dia se aplique esse modelo poderá ter outra designação….

  64. img
    Joscon Responder

    Estimado leitor Carlos Ceita,

    Tomo a liberdade de lhe escrever de forma aberta e de contrapor com factos objectivos e sem acrimónia. Faço-o por convicção e pelo cabal esclarecimento que os nossos leitores merecem.

    Durante a minha explanação sobre a carta da Sr.ª Inocência da Mata, tive o cuidado de lhe enviar os mais elevados votos de pesar sobre a morte do seu ente querido. Reconheço que a sua dor é impagável, isto é “ipsis verbis”. A única crítica que faço a Sr.ª Inocência da Mata e com alguma ligeireza prende-se o time ou seja, o momento. Estamos a falar de um combate político. Quem escreve uma carta aberta no preciso momento em que se dá inicio a um combate político, sujeita-se à crítica, doa a quem doer.

    Informo, com o devido respeito, que cada homem possui um ponto de vista sobre as coisas. Sabes, Carlos Ceita que cada fruta tem a sua época e tenho muito respeito pela dor que assolou e, assola a Sr.ª Inocência. Creio, que a citada teve tempo mais do que suficiente para elaborar um livro, uma crónica, uma tese sobre este assunto. Critico apenas o momento em que a Sr.ª decidiu fazê-la. Se a dor é tanta, porque manteve calada por tanto tempo? Ela tem argumentos e ferramentas para efectivar esta crítica, da maneira que entender, no momento em que entender, desde que este momento, não condicione as mentes dos votantes, não tenha efeitos perversos e manipuladores sobre as consciências.

    Quando referes que alguns leitores deste jornal/fórum online, escreveram alguns disparates e os apelida de fundamentalistas do regime, asseguro-lhe que nunca pertenci a uma elite partidária ou algo do género, tenho capacidades cognitivas para discernir, meditar e opinar sobre os diversos assuntos que bem entender. Certamente, Carlos Ceita que estávamos em países diferentes e em momentos diferentes e, se estavas, talvez de uma maneira fugaz, porque as nossas realidades estão em certos domínios desencontrados, embora haja pontos de vista convergentes no que diz respeito a governação de Sr. Miguel Trovoada e de Sr. Fradique de Menezes. Portanto, cada macaco no seu galho. Não vou branquear a história, mas posso afirmar de forma clara e inequívoca, que o período compreendido entre 1975-1990 houve um algum excesso e algum atropelo. Graças ao seu reinado do Sr. Pinto da Costa, muito dos quadros de São-tomense se formaram, mas a partir da sua saída, o país ficou sem rumo e sem tino.

    A aprendizagem sobre o processo da governação é um processo activo. Só aprendemos fazendo coisas, por vezes errando e, no futuro temos que ter percepção e certeza de que não iremos repetir os mesmos erros e absurdos. Vivi momentos agradáveis e momentos tristes durante este período. Os momentos mais tristes que eu passei têm a ver com o MEDO. Tudo era controlado, havia muitos abelhudos (BUFOS), alcoviteiros e parasitas do regime. As pessoas tinham medo de exprimir, de expressar, de contestar, por isso, não vi nada que se pareça ao nazismo, nem com a Correia do Norte do Kim Jon II, nem a Roménia do Nicolau Ceausescu. Não vamos hiperbolizar a situação de São Tomé e Príncipe. Posso, afirmar sem azedumes, que houve algum excesso em todos os regimes de partidos únicos.

    O fardo de amanhã, meu caro, acrescentado ao fardo de hoje, faz com que os mais fortes sobrevivam. O futuro é hoje, não há um amanhã. Não vamos desperdiçar as nossas energias, a nossa pobreza de espírito, o impulso nervoso, a lamentar ou crucificar o passado. Devemos empregar o nosso precioso tempo, em dedicarmos afinadamente no trabalho que temos para resolver os problemas mais prementes de amanhã, em vez de preocuparmos com os problemas de ontem.

    Afirmo de forma peremptória que não sou apoiante do Sr. Pinto da Costa, nem tão pouco o conheço pessoalmente, mas tendo em conta os putativos 14 candidatos ao mais alto cargo da nação, considero-o o melhor. Pode-se discutir se desde 1975 altura da independência até 1990, em que se institui o pluripartidarismo, se Sr. Pinto da Costa presidiu bem ou mal os destinos do país e tirar as devidas ilações. Nunca retratei o Sr. Pinto da Costa como um homem modelo, aliás, escrevi que a sua eleição tem contra-indicação tendo em conta o seu passado. O Sr. Manuel Pinto da Costa durante o exercício do cargo da presidência da República de São Tomé e Príncipe cometeu erros, todos nós sabemos, e se olharmos para trás, foi sem dúvida, o melhor presidente da República.

    Do meu ponto de vista, o Sr. Fradique de Menezes foi de longe, o pior presidente de todos os tempos, criou assimetrias graves, dividiu amplamente os São-tomenses, banalizou o mais elevado cargo da nação, destratou os primeiros-ministros, utilizou os bens de estado como se fosse a sua quinta, criou um saco azul presidência para ele e os seus caciques, distribuiu as ajudas dadas ao país aos seus amigos e correligionários. A proliferação dos putativos candidatos à presidência da república, deve-se, em certa medida, com o modo como ele exerceu o cargo, tornando vulgar e sem credibilidade, por isso, surgem de todos os quadrantes estes casos anómalos e até invulgares.

  65. img
    Carlos Ceita Responder

    Meus caros amigos e em especial ao amigo jascon que felicito pela resposta directa que me dirige dando sua opinião.
    Meu caro é-me indiferente saber se és apartidário e um não apoiante do cidadão candidato Pinto da Costa. E ainda que fosse isso não impede que o critique o que do meu ponto de vista é saudável e compatível com um regime plural democrático. Eu próprio não tenho nada contra o senhor e já o disse aqui no fórum que se deve promover um debate civilizado entre os candidatos sem o lavar de roupa suja sem ódios e sem ressentimentos em direcção ao futuro. Em todo o caso o passado de cada um deve ser revisto e analisado com justiça. Como dizia Dr Mario Soares em relação ao antigo regime Salazarista/ Marcelista todos os que cometeram delitos no passado devem ser julgados em tribunais comuns com todas as garantias de defesa. Esta é uma das virtudes da democracia em contraste com as ditaduras. Como nada tenho contra o senhor que vai felizmente deixar a presidência do nosso país em que não revi em nenhuma das suas posições principalmente esta de propor colónias ou exílio de saotomenses no exterior.
    Bem quanto ao Coreia do Norte ou mesmo o ditator da Romenia. Ora não sei se jacson sabe mais de 1975 a 1991 éramos aliados da Roménia e da Coreia do Norte isto é fazíamos parte do bloco “socialista” em que os métodos utilizados não eram assim muito diferentes.
    Talvez as atrocidades não foram maior dada a dimensão do nosso território e a simplicidade e a natureza pacífica do nosso povo.
    Não vou entrar em detalhes mais só o facto de existir julgamentos sumários para actos contra revolucionários diz tudo da natureza do regime de então.
    Quando um dos intervenientes aqui (não é o seu caso) afirma que as mortes e torturas aconteceram dadas as circunstâncias do momento então podemos concluir pela mesma lógica que os Nazis podiam justificar os seus crimes com as circunstâncias da II Guerra Mundial.
    Não esqueço e nenhum saotomense de bom senso esquece a contribuição para a formação superior e técnico disponibilizada pelos ex-países do Leste e Cuba em que o Pinto da Costa teve o privilégio de Liderar nesta época.
    Contudo isso não apaga nem substitui os excessos /crimes cometidos na época também.
    Sem querer ser repetitivo nada impede um cidadão ou cidadã livre de um país (STP) que se pretende democrático ter de pedir licença para responder por escrito a uma entrevista de um dos candidatos as eleições presidências. Sinceramente o que é que impede ou outros cidadãos ou mesmo os apoiantes do cidadão candidato Pinto da Costa escreverem carta aberta a outros candidatos?
    Abraços

  66. img
    ceita pq Responder

    meu caro, joscon … em que podes dizer que o pinto foi o melhor presidente de stp ? escreveste para abalar oa mais frageis , como alguém pode ser o melhor presidente , por atrocidades que cometeu ao seu povo , quem usa o poder para oprimir não é digno dele, pinto não crio um modelo de gestão que podesse governar o país , apenas asseguro o papel de presidente e nada mais fez, devi-se dar o merito ao nosso povo que trabalho e muito , já viam de opressão dos portugueses como tal tinham dinamica do trabalhador gostam de trabalhar , e como todo modelo de gestão tem seu tempo de vida, por exemplo vê o caso de equipa de futebol tem um modelo que esse não é para todo sempre por isso é tenhem sempre necessidade de mudança ,voltando ao ponto , pinto não foi e jamais será capaz de criar esse modelo de gestão para o país , si ele nem conseguiu fazer gestão da sua vida quanto mais do país , meu amado povo de stp não sejas repetidor de informação decifra há arte da duvida e intuição criativa , si ele nunca teve humildade para pedir desculpa ao povo pelo que fez , não tem voto de confiança …..15anos só ele mandava não fez não fez, agora então muito menos … apenas queria partilhar essa ideia convosco …… ceita pq

    • img
      mancassi Responder

      Ponderei bastante entrar neste forum,no entanto resolvi entrar por uma questão de defesa da dignidade da Srª Dª Inocência Mata que vi posta em causa por alguns participantes deste forum.Mas antes de mais quero esclarecer que sou familiar directo da Dª Inocência e sei daquilo que passou toda a
      nossa família na altura,até porque já tinha os meus 15 anos de idade.É pena que a maioria daqueles que criticam a Dª Inocência Mata não tenham entendido a intenção da referida carta embora a tenham lido,é claro que para isso tinham que se despojar dos respectivos “casacos partidários” de que estão vestidos.Aquilo que sei e que entendi na carta a Dª Inocência Mata não apoia nem um dos candidatos nem tinha como objectivo apoiar quem quer que seja ao publicar a carta aberta, até porque a esmagada maioria dos políticos santomenses da actualidade foram de alguma forma ou de outra colaboradores do regime de Pinto da Costa,ela somente quis fazer alusão à entrevista do referido candidato à RTP-África onde o candidato a certa altura dizia que o essencial para se ser candidato à presidência da república teria que se ter idade para se candidatar(35 anos)desde que se tenha a idade,qualquer um pode ser candidato e posteriormente presidente da república.O candidato em causa” esquece” intencionalmente, na minha perspectiva, as qualidades ético-morais que são essenciais para qualquer candidato ao alto cargo de uma nação em qualquer parte do mundo.Agora a questão do momento?Quando questionar das qualidades ético-morais de um candidato senão na campanha eleitoral?ou por ex. quando questionar das qualidades de um noivo ou noiva?será depois do casamento?,o povo deve estar esclarecido acerca dos candidatos antes das eleições, o Sr.Pinto da Costa deveria ser o 1º interessado no esclarecimento dos acontecimentos do passado,em promover uma reconciliação verdadeira, antes de decidir voltar à política activa, e uma verdadeira reconciliação não se promove e nem se resolve simplesmente com a publicação de um livro,e não são as vítimas que têm algo que provar à sociedade santomense.Esse esclarecimento faria bem a sociedade santomense ,porque no mínimo haveria menos pessoas,sobretudo os mais jovens a opinar de factos que desconhecem.Eu aconselharia ainda as pessoas a não fazerem juízo de valores das pessoas sobretudo quando não se as conhece.

  67. img
    Julio Neto Responder

    Querida Doutora Inocência

    Partilho consigo a dor e a mágoa; mas infelizmente, STP ainda tem muita gente
    pobre, e esta pobreza torna muito mais
    dolorosa quando alguns intelectuais
    nada contribuem para a democracia partilhando ideais..!
    Tenho muita pena de nao ser, até ao momento, seu discente. E, mesmo não sendo
    permita-me, Ilustre cidadã, dizer-lhe que tenho fé que um dia a Justiça virá !
    À honra dos nossos mortos, juremos nunca esquecer a sua memória…

Deixe um comentario

*