Ainda sobre a docapesca,

Pergunto-me porque é que o inquérito parlamentar, a que o téla non faz referência, não esclareceu todos os fatos, dos mais antigos ao presente ?

Sugiro ao téla non que requeira para integral publicação o inquérito atual, que muitos dos que intervêm gostariam de conhecer.  Sugiro ainda que contatem o tribunal de contas bem como a pgr para um debate integral.

O que me intriga é saber que agora tal edifício está ou vai ser ocupado para um centro comercial que espero possa sobreviver e dar trabalho a muitos santomenses que dele necessitam.

Porém, lanço mais estes elementos, além de outros que adiante darei a conhecer, à discussão.

Sabiam que antes da ideia do centro comercial [começou no governo rafael branco] uma das maiores clínicas de saúde privadas do mundo esteve interessada nesse edifício ?  que o dono da que é considerada umas das maiores referências em saúde privada do mundo, com clínicas em portugal, nos estados unidos, no brasil, na china em angola, esteve interessada na compra do edifício para ai se instalar e que se comprometia até a tratar os santomenses até ao valor do alegado custo do edifício, isto é, comprometia-se a dar tratamento de saúde ao nosso povo até perfazer os 5 milhões de dólares, se o governo atual autorizasse a clínica nesse local ? tenho provas do que afirmo, pois tal afirmação foi feita na presença de uma dita responsável da saúde no nosso país, estando eu presente.  O que disse a senhora ? que já estava fechado o compromisso com os gabonezes e nada se podia fazer ? quantos compromissos santomé já violou e deixou de cumprir ? o que é revoltante é que por uns míseros (segundo comentam) 2 milhões de dólares, se deixe de considerar a possibilidade de uma das clínicas de saúde de referência no mundo se não instale em santomé. Há, já me esquecia, o tal senhor dono das clínicas, disse claramente, que nunca daria um centavo a qualquer pessoa, que nunca entraria pela via da corrupção para instalar a sua clínica. Se quizessem investia, mas não pagava a ninguém.. e não temos clínica, [com tanta falta de cuidado na saúde] mas temos centro comercial moderno onde quase todos os santomenes só poderão ir passear ao domnigo [se os deixarem entrar] para apreciar as caras coias que aí se irão vender, porque nem dinheiro, alguns até nem saúde para “andar” até ao tal shopping.

O que me pergundo ainda é porque é que, José Dias Sousa Lopes, que foi o diretor,  Fernando Metzer, que foi director do gabinete do ministro, do tempo, [gestão de 2005/2006] Manuel Tomé Santana, antigo director administrativo e financeiro do ministério de economia, Hermitério Afonso Cuyhbert, que era o responsável pela entrega de valores de créditos às palaiês e pescadores, ainda não estão referenciados como arguidos ou chamados à esponsabilidade e gostava de saber se estão mencionados neste nquérito parlamentar. Pois tais senhores até têm direito  à defesa da sua honra e do seu bom nome. Note-se que só relato fatos de que tenho perfeito conhecimento e posso provar.

Vamos lá ser honestos, todos estamos condenados a ser honestos, queiram ou não queiram, gostem ou não! Pois em stp somos tão pequenos e próximos uns dos outros que mesmo afsatados, tudo se sabe ou pode saber, e também porque é que uns escondem coisas dos outros que não agem porque estão, com “rabo de palha” ou “rabo preso” ?

Vamos lá dize o porquê em poucas linhas e espero que o debate se faça então com todos os is, mesmo com ais e uis no sítio.

Mais, porque não estender a investigação à gestão da direção geral das pescas ?

Porque se não dá publico conhecimento da auditoria do tribunal de contas ? em que gaveta estará fechada ? a quem interessa que se não conheça ?

Decerto que as irregularidades e ilegalidades seriam expostas.

Os pagamentos das despesas estavam em conformidade com a lei e os procedimentos legais? As regras das despesas púbicas e da contabilidade foram observadas ? [informa-se que existe lei que enquadra os procedimentos, a lei 3/99.]

Sabem qual foi o total [em euros, dólares e dobras] de emissão de cheques ao portador, que pela tal lei, não podiam ser passados ?

Sabiam que foram pagas despesas só mediante “facturas pró forma”, sabiam que tal procedmento também está proibido por lei ? podem consultar ainda o decreto-lei n 7/2005, em que os serviços de finanças deveriam ter multado e cobrado o imposto de selo a que se foge com tal ilegal procedimento. A não cobrcança do impsto de selo lesa o estado e penaliza todos os santomenses.

Porque é que os serviços publicos têm de autorizar e conceder empréstimos aos seus diretores e ex diretores ? os fundos públicos são caixa de banco ?

Porque é que os serviços de finanças, não fiscalizam e cumprem as suas funções de arrecadar as receitas de impostos sobre salários, selos, prediais, etc, que se não pagam impunemente nos serviços públicos  ? vamos lá ver se o agora instalado safe, safa as finaças do estado ou se vai mais depressa safar as finanças dos que delapidam o erário.

Por que não resposdem os senhores que se apuraram responsáveis de má gestão dos dinheiros públicos pelas infracções financeiras tipificadas na lei do tribunal de contas, pelos pagamentos indevidos, alcances e desvios de dinheiro público, e pelas diversas irregularidades financeiras, por violação dos procedimentos da execução orçamental, assunção e pagamento indevido de despesas e pela não entrega de receita nos cofres do Estado ?

É que a lei do tribunal de contas faz incorrer em séria responsabilidade financeira os responsáveis de tais ilegalidades e os faz punir com multas e com a obrigação de reposição dos dinheiros nos cofres do estado !

Já tiveram notícia de alguma atuação do tribunal de contas ? o que andam então os senhores conselheiros lá a fazer ?

Vamos lá conhecer todas as facetas da verdade! Comentem meus senhores mas com elevação e respeito e jamais se esqueçam de que só devem falar do que conhecem e podem provar nas instâncias públicas. Mas como se escondem os fatos e todos os que deveriam ser responsáveis não assumem, assumamos nós, como tribunal da consciência do povo. Aguardem por mais dos próximos capítulos da novela. Tomemos à letra as palavras do senhor presidente da república, tolerância zero à corrupção. Quê Santomé !

Carlos Semedo

Notícias relacionadas

  1. img
    Vagi Ngola Responder

    Muito bem, as coisas devem ser dita como elas são. Também questino a Telá non sobre o assunto apresentado sempre o Problema e nunca nos dá a solução do problema? O jornalismo tem esta duas vertentes( o problema levantado e a solução do problema).Será um jogo da parte dos politicos e a Telá non?

  2. img
    Vagi Ngola Responder

    (questiono)

    • img
      Fortuna Responder

      Eu não conheço este senhor, Carlos Semedo, nem as suas reias intenções após regresso ao nosso país, nem creio que isto seja inportante, porque ele também não me conhece. Todavia, só posso estar satisfeito com esta sua iniciativa, até pelo facto de se tratar de alguém que percebe do que escreve. Com esta iniciativa ele veio abrir o debate no nosso país sobre alguns casos de corrupção instalada, suas consequências e efeitos no desenvolvimento do país. É de elogiar esta iniciativa sobretudo porque os nossos juízes, ou melhor, grande parte deles, e alguns advogados da praça,são autênticos instigadores morais da corrupção no país. Por isso seria bom que mais dados viessem ao público para se abrir o fundá. Temos que abrir o fundá e descobrir e debater tudo. Sem excepção. Está na hora de se debater e esclerecer tudo, doa a quem doer. O país não pode ficar numa situação de impunidade absoluta onde uns senhores julgam que podem e devem fazer tudo como coisa que o país fosse prpriedade privada deles. E é bom que fiquem com a ideia que eu não estou a falar contra este governo em particular ou sobre este processo em concreto. Estou, de uma forma genérica, a falar sobre todos os casos de corrupção no país. Se este governo tem já muitos casos de corrupção para explicar é bom não esquecermos que o governo anterior do Rafael Branco também tem de dar muitas explicações que arruinaram o nosso país.
      Bem haja
      Fortuna

  3. img
    Joker Voz do Povo Responder

    Muito bem Carlos.
    Estás muito bem informado.
    Agora, diz-me uma coisa, vives em stp ou fora?! Porque se vivesses em stp, certamente não estarias a escrever a verdade assim, e dando caras. Estarias sim como eu e uns tantos outros que escondemos a tras de pseudonimos, porque se falamos verdade amanha corremos risco de ficarmos arrasca e sem qualquer vintém.Tenho um amigo meu, que diz «stp é quintal grande» logo as decisões de fundo nunca irão ser tomadas, porque vem a avo, vem a tia, vem a prima da prima, e outros tantos. Perguntem, aos juizes como é dificil julgar. Perguntem, ao Afonso Varela o que lhe levou a pedir demissão do Governo de Posser? Questionem. Esse país, que se chama de stp, é um país de primos e malandros, e resto já se vê…

    • img
      zuchi dletu Responder

      Caro Joker.
      Como muitos estive em stp demasiado tempo e digo-te, sobretudo da parte dos que insistiram e muito, comigo, [o pior de todos foi o que me desencaminhou para trabalhar no país] para ajudar o nosso país nos assuntos da justiça, para estar e fazer o que sei fazer e dizer, coisas da justiça, acusar, como durante 17 anos como magistrado do mp acusei, de tudo e de todos, por dever de ofício, defender se necessário, pois durante 13 anos fui advogado, e agora depois dos 50 anos, julgar os meus semelhantes, pois só agora sei que o posso fazer, com serenidade que usualmente a juventude não permite. O que é que aconteceu? Digo-lhe que STP pelo seu presidente do Supremo, fez um pedido e assinou um protocolo com o meu CSTAF, sou juiz tributário, [que stp jamais teve nem seguramente terá] para em comissão de serviço ser assessor direto do presidente do stj e do tribunal constitucional, durante um ano renovável até 3 anos, com direito a gabinete, a carro a casa como os demais magistrados em santomé! O que aconteceu ? o meu gabinete sempre foi no passante, a deslocação era de autobutes, o vencimento até hoje, tenho o calote, não me pagaram! e porquê ? pensavam que seria como todos, que fecharia os olhos à burrice, à ignorância das mais elementares leis, ao amiguismo, ao autismo judicial, à corrupção, e porque era e sempre fui intransigente com a imoralidade e orgulho-me da beca que visto, logo me apercebi que era impossível trabalhar, com monteiros [mau, mas não dos piores] nicolaus [não sei se existirá pior] com alices, com fredericos, com manueis silvas embora existam homens bons e esforçados, decentes, justino, paquete, bandeira ! os novos poderão salvar-se se tiverem acompanhamento, e muita coragem e força de carater, senão o sistema também os engolirá,mas que merecem a nossa confiança, jovens como patrik, natacha, miris, kótia, nadjeida, que sozinhos seguramente se perderão pois os “velhos vícios” da justiça em stp são muito profundos! meu caro se em stp disse o que agora digo de viva voz, porque enganen-se os medíocres e maldosos e fundamentalistas ignorantes se pensavam que teria de ir sobreviver em stp. Sim meu caro dei a cara estando aí em stp e darei sempre a cara e assino por baixo, e ainda não viram anda, pois não andei a dormir e como sou magistrado, sei investigar e documentar-me para estar seguro do que digo e escrevo, preparem-se para mais, para muito mais! meu caro, mesmo sem de descobrir, apoie, mostre o que sabe, denuncie, que outros que podem dar a cara saberão que está presente! tudo quanto me documentei e sei a seu tempo o divulgarei. e não é só dos pequenos ministros de patrice, os do rafael e anteriores que se preparem, para o julgamento que há muito deveriam ter tido. Não tenho qualquer missão inquisitorial, não fui encarregado por ninguém, não tenho partidos, sou um homem direito e ás direitas, que tendo estado afastado muitos anos do nosso país, o que me foi dado passar, ver e sofrer, não pode ficar sem catarse. estamos condenados a ser honestos, e por isso, até que a voz me doa, os olhos se fechem e a mãos possam escrever, estarei para denunciar e dizer, basta. afirmo do que pude descobrir. Não existe um único ministério, uma única direção geral, um único serviço que não tenha as suas ilegalidades mais ou menos grossas. todos são culpados embora existam pessoas honestas e muito sérias, que estão obrigadas a estar caladas. mas tenho a certeza que na hora da verdade as suas consciências despertarão.
      abraço e obrigado pela força que me dá!

      • img
        DC Responder

        Dr. CS,
        Uma vez que o Dr. foi tão preciso em afirmar:

        “para ajudar o nosso país nos assuntos da justiça, para estar e fazer o que sei fazer e dizer, coisas da justiça, acusar, como durante 17 anos como magistrado do mp acusei, de tudo e de todos, por dever de ofício, defender se necessário, pois durante 13 anos fui advogado, e agora depois dos 50 anos, julgar os meus semelhantes, pois só agora sei que o posso fazer, com serenidade que usualmente a juventude não permite”,

        peço-lhe (tão só) dois sucintos e objectivos esclarecimentos:

        a) porque é que o Dr. não indicou também quantos anos tem de exercício efectivo da função de juíz;

        b)Exceptuando, quando muito alguma situação marginal, o Dr. tem efectivamente julgado “os seus semelhantes”, no âmbito do contencioso tributário?

        Acredite que tenho interesse académico em saber a resposta à pergunta da al. b)

        Sei que me responderá, de forma directa e objectiva, sem recurso a juízos…

  4. img
    Casca Pau 3 Responder

    Pois é preciso esclarecer e por as coisas as claras meus senhores. Ha muito por esclarecer nesta pequena e bela ilha chamada Stomé e porque sou Santomense.

  5. img
    Governo "Vábuuu" (Pires Neto) Responder

    “uma das maiores clínicas de saúde privadas do mundo esteve interessada nesse edifício ? que o dono da que é considerada umas das maiores referências em saúde privada do mundo, com clínicas em portugal, nos estados unidos, no brasil, na china em angola, esteve interessada na compra do edifício para ai se instalar e que se comprometia até a tratar os santomenses até ao valor do alegado custo do edifício, isto é, comprometia-se a dar tratamento de saúde ao nosso povo até perfazer os 5 milhões de dólares, se o governo atual autorizasse a clínica nesse local ? tenho provas do que afirmo, pois tal afirmação foi feita na presença de uma dita responsável da saúde no nosso país, estando eu presente. O que disse a senhora ? Que já estava fechado o compromisso com os gabonezes e nada se podia fazer”. Estamos lixados, afinal PT preferiu entregar a Lota de Pesca aos seus compatriotas Gaboneses em detrimento de um investimento na saúde!? Quanta má fé está nesse STP, quanta má fé, haja muita paciência.
    Tanta avareza, ainda bem que existe morte!

    • img
      Tiberio Responder

      Ha problema grave de interpretaçao. Preste bem atençao, leia bem e interprete bem: “…/… Sabiam que antes da ideia do centro comercial [começou no governo rafael branco] uma das maiores clínicas de saúde privadas do mundo esteve interessada nesse edifício ?…/…”

  6. img
    EULETERIO Responder

    TEM TODA RAZAO DR SEMEDO.SABE QUE HA SEMPRE INTERESSES,ENTAO ESTE GOVERNO É DO PIOR EM CORRUPÇAO.O MINISTRO DAS INFRAESTRUTURAS ACHA-SE IMPORTANTE E AFINAL NAO PASSA DE UM VIGARISTA.QUANTO GANHOU NA VENDA DA LOTA?RUA RUA…..

  7. img
    Mé Zemé Responder

    Cá no nosso STP, quase tudo gira em volta do estado, ora vejamos: é maior empregador, as empresas de construção civil vivem a custa das obras do estado, as pequenas empresas estão sempre a espera da ajuda do estado, as associações também está a trás do estado para sobriviver. ou seja se o estado deixar de injectar dinheiro na economia, o país para, praticamente não existe empresas privadas (empresas médias e grandes) que não precise do dinheiro do estado, logo quase todo mundo, mesmo estando no privado tem um pouco de receio em falar muito para mais tarde não sofrer represálhas por parte do pessoal que está afrente do estado. Mas o país é nosso temos todos o dever de contribuir para que as coisas melhorem e não ficar no receio eterno de chamar as coisas pelo seu nome e aranjar a forma de as resolver.
    Santomense, abre OLHO.

    • img
      Tiberio Responder

      Meu caro,
      Em quaquer economia do mundo o Estado contrata serviços de empresas privadas e nao ha nada de errado com isso. O Estado nao sobrevive sem empresas privadas e as empresas privadas também nao sobrevivem sem o Estado. A questao que se coloca é a forma como a relaçao publico-privada é feita. Ser for feita dentro dos pressupostos legais, tudo bem. Caso nao passa a existir concorrencias imperfeitas, corrupçao e fraco desempenho económico!!

  8. img
    Daniel Responder

    Vocês juízes de S. Tomé e Príncipe não têm mais o que fazer, ao invés, de estarem aí nesses palavreados , deviam agir para que a justiça funcione e seja feita em nome do povo.

  9. img
    Alima Blúcu Responder

    Não há dúvidas de que os temas trazidos a a esta “tribuna” pelo Sr. Carlos Semedo têm sido do interesse público.

    Entretanto, começa ser cansativo para quem aprecia uma boa leitura, estar a lêr textos com frases mal escritas, sem respeito aos sinais de pontuação, frases iniciadas com letras minúsculas, siglas escritas com letras minúsculas (pgr, stp), etc, etc. Sendo o autor dos textos um jurista, magistrado ou coisa parecida, então devia ter mais cuidado a escrever para o público, até por uma questão de credibilidade e prestígio da classe a que pertence.

    Para quem teve aulas de Português com Professor Eurico no Ensino Secundário e Maria de Lassalete no Pré-Universitário, esses artigos do Sr. Semedo dão vontade de rir e chorar ao mesmo tempo!

    • img
      O Ditador Responder

      O Ditador diz:
      O seu comentário aguarda moderação.
      21 de Agosto de 2012 às 21:34
      Oh Alima Blúcu Vocé é burro ou estupido? Ou ambos.? O que interessa é o conteudo e nao a letra do que foi escrito pelo autor. Se nao sabe dar contributo positivo neste forum, CALA-SE!!
       0 0 Avaliação
      Responder »

      • img
        Maria Responder

        Concordo consigo. Erros ortograficos devem ser evitados, mas nesse contexto o importante é saber a veracidade dos factos e analisar, se verdade, o quanto os nossos responsaveis adoram esse povo que eles tanto enchem a boca para falr em seu nome “POVO”

    • img
      Quase lá! Responder

      Pois é, também reparei nessas falhas. Ainda assim, escreva muito mais coisas dessas. Mesmas com falhas ortográficas precisamos saber e agir em conformidade.

      Antes denuncias com falhas ortográficas a lindos discursos espalhando misérias pela nossa terra.
      Decerto que o sr. Semedo dará mais atenção a esses pormenores mas saiba que cada artigo seu tem pelos seus conteúdos valido muitos créditos a si.

      Quanto a classe que pertence, espero que ela se prestigie muito mais pela justiça que venham a fazer.

      Obrigado.

    • img
      lupuye Responder

      Hmmmm?! Ate certo ponto estou de acordo contigo, ele deve se preocupar mais com a sua escrita e com a forma como apresenta as suas ideias.Nao obstante ele e dos poucos que levanta pontos que vao na mente do povo e que o povo nao tem forcas ou nao sabe como apresentar a quem de direito.
      Todavia parece-me que es um daqueles que foi atingido pelas palavras do Dr. Semedo. Como se diz em portugues: “se a carapuca serviu….”

    • img
      zuchi dletu Responder

      oh ome, sunguê, escrevo com minúsculas por duas razões; primeiro porque é mais fácil e rápido e todos entendem o que escrevo, depois porque as letras são tão pequenas e já vejo como os pitosgas de 58 anos que já queimaram muitas pestanas na vida em leituras … não penses que é porque o nosso país é muito pequenino, tem gente de mentalidade muito tacanha ou que é ara deiminuri as pessoas a que me dirijo ou para as insultar. nada disso é por conveniência e maior rapidez na escrita. mas se tu sabes tanto “potuguegi” como dizes então vai-me corrigindo,ms não rias muito, vai escrevendo sobre as coisas ssérias do nosso pequeno pais… e acredita, quando existir motivo de orgulho ou de aplauso a qualquer obra, coisa feita por homem ou mulher governante que nos permita ter orgulho de ser santomenses, estarei na primeira fila para elogiar e aplaudir… entretanto vá-se rindo porque sempre é melhor que chorar, vai ver fica mais feliz… amigão.

    • img
      Convetá Quá Responder

      O professor Eurico foi excelente profissional e pessoa boa. Teve alunos de bom e de péssimo rendimento. Teve também alunos que se tornaram homens dignos e outros que atacam pessoas que queiram corrigir o sistema em que vivemos. Estes, só por estarem a comer do sistema tentam distrair-nos a falar de boa escrita para esquecermos do conteúdo elucidativo da realidade que eles pretendem que se mantenha porque é do resto do sangue do povo de que se alimentam. O Sr. Eurico teria pena de saber que alguns alunos transformaram-se em pessoas como Álima Blucu.
      Se o propósito fosse apenas o estilo gramatical e linguístico, de certeza que estaria a ler em muitos outros lugares que não o Téla Nón. Quando for a esses lugares, procure também bibliografias sobre a moralidade e o universalismo.

  10. img
    O Ditador Responder

    Oh Alima Blúcu Vocé é burro ou estupido? Ou ambos.? O que interessa é o conteudo e nao a letra do que foi escrito pelo autor. Se nao sabe dar contributo positivo neste forum, CALA-SE!!

    • img
      matuitui Responder

      Ultimamente estive a conversar com um professor do ensino básico que me explicou que o sistema de ensino mudou. No processo de avaliação dos alunos o que conta é o que o aluno pretende exprimir- o conteúdo. Os erros gramaticais, as pontuações e outros, podem até serem corrigidos por questões ortográficas da própria língua mas não conta para nota. Portanto não se pode descontar nem um décimo ao aluno por ter cometido o erro da escrita. Até que hoje em dia, basta saber digitar que o computador faz tudo. Portanto não é relevante os comentários sobre os erro ortograficos.
      Muitas vezes são dificuldades em digitar face ao tipo de teclado. como podem saber há diferentes versões de teclado. Por outro lado pode haver distracção ou discuídos ou enganos ao digitar.
      Todavia reconhece-se que há necessidade de se fazer um maior esforço para o uso correcto da ortografia da língua que escrevemos, porque ela serve de exemplo para os nossos educandos, uma vez que se tem notando nestes últimos tempos uma certa banalidade da escrita e pode conduzir a uma desuniformidade da escrita.

  11. img
    Cheguemos lá! Responder

    Desejo muita força ao sr. Semedo.
    Os seus artigos poderão ser de enorme utilidade para inversão do estado de coisa em que se encontra a nossa terra. Os meus parabéns. Hoje pude sorrir ao ler o seu artigo por um pouquinho de esperança que a sua atitude me trouxe. Oxalá não nos desiluda próximos capítulos.

    Antes deste artigo, já me questionava o porquê de não surgimento da atuação do tribunal em meio a tanta corrupção. Será por incompetência, estarão também envolvidos ou haverá outra hipótese que me escapa?

    Tem-se ouvido de funcionários das finanças e policiais que teriam recebido verbas para seus bolsos ao invés de passarem multas aos infratores, verbas essas que deveriam entrar nos cofres do estado. Porque não investigar esses casos?
    Parece logico que esses funcionários e policiais têm agido em consequência do sistema mas as multas passadas nos seus reais valores, além de ajudar no cofre do estado, seria uma ferramenta na diminuição das infrações.

    E se fossemos todos, EU e VOCÊ, um agente na luta contra ELE, a corrupção? Decerto que ganharíamos todos.

    Para um STP melhor.

  12. img
    Papafigo Responder

    Gostei muito deste artigo do Carlos Semedo, mas gostava de chamar á atenção de dois aspectos:

    - Em primeiro lugar, o empresário dono dessas clínicas que referiu é conhecido por estar muito ligado a actividades de cirurgia estética e não me parece que exista clientela no nosso país para esse tipo de serviços. Mas mesmo que o interesse fosse em medicina dita tradicional, todos nós sabemos que São Tomé não tem dinheiro para pagar, pois a saúde no nosso país existe á custa de Portugal e de Taiwan, tanto em dinheiro, como em profissionais, equipamentos, etc. Assim, se os primeiros 5 milhões eram suportados pelo dito empresário, como seria depois ? Quem pagaria ?
    - Acho que a atitude do Governo Santomense nos envergonha a todos, pois imagino como é que os da cooperação de Taiwan se sentirão, depois de terem gasto alguns milhões de dólares a construir e a equipar este edifício para servir a população e verem que aos representantes da população nada disso interessa, mas somente se apropriarem desse bem e fazer negócio privado com ele. O que é que estarão a pensar outros países cooperantes em relação a futuros projectos ? Que somos todos uns bandidos, ladrões e outras coisas semelhantes e não farão nada. É triste ver que a atitude de um governo tem estas consequências para todos nós, povo.

    Gostava de terminar e dizer que a justiça santomense tem uma grande responsabilidade nesta situação, pois se esta funcionasse como deve ser, o assunto já estaria analisado pelo tribunal de contas, que teria que acusar os membros do governo envolvidos e levá-los a julgamento e não restaria outra opção ao Senhor Presidente da República que não fosse a demissão do Governo.

    • img
      zuchi dletu Responder

      meu caro papafigo
      das informações que recolhi o dono da clínica pretendia colocar nela os clientes de dinheiro do continente africano, pois da clínica que tem em angola, os 4 mil angolanos e angolanas inscritos preferem ir tratar-se a lisboa, pois ele dá referência aos médicos e pessoal que forma do país e as senhoras e senhores da “massa” não querem ser vistos na clínica em luanda, assim seriam colocados em stp bem como os de outros países africanos que estão impedidos por razões políticas ou outras de se deslocar a países da europa. está a ver o plano ? ademais embora tenha tratamento estético, tem agora todas as outras valências médicas, de ortopedia a coração a dentes, a obstetrícia análises que muito e mito nos serviria. O senhor disse é que não dava luvas a ninguém! vejam-se os hoteis que se construiram em lisboa à volta da clínica ! eu nada tenho d senhor, não orepresento, mas deixa-me envergonhado e cheio de raiva, saber que podiamos ter algo de muito bom para o nosso povo e que jogatinas de poder e interesses encobertos [nos privam do que seria excelente! para os que ainda não sabem do que falo, escrevam no google, malo clinics …. a tal senhora dona da saúde em stp fez umacara de enjoada e nem sequer visitou os pisos e valências masi importantes da clínica, dizendo-me por escrito [tenho a comunicação da senhora em email] que não podia ser muito demorada a visita à “marló”. é assim meus caros.

      • img
        Tiberio Responder

        Meu caro,
        Primeiramente eu gostaria de agradece-lo pelos seus artigos e pelas verdades que neles acompanham.
        Eu também sou de opiniao que uma clínica seria muito mais necessária ao povo santomense do que um centro comercial nesta altura.
        Mas mesmo assim eu discordo comsigo quando se refere que em STP muitos acordos ja foram rasgados e ignorados e pela sua opiniao este tambem deveria ser ignorado. Nao podemos continuar a rasgar os acordos. Se o governo ja tinha um acordo com os Gaboneses, fez ele muito bem em mantê-lo. Vamos la ver se finalmente este país ganhe alguma credibilidade. Nao vamos somente rasgar acordos porque os outros governos o fizeram. Em segundo lugar, se o tal investidor está mesmo interessado em montar uma clinica dessa invergadura em STP, porquê que ele nao constroi uma de raíz. De certeza que com um investimento desse o governo lhe daria acesso a terreno para construcoes sem falar de outros beneficios que o próprio código de investimentos poderia lhe proporcionar!
        Mesu cumprimentos

        • img
          zuchi dletu Responder

          Meu Caro,

          sei do que falo por ter estado duas vezes com o senhor dono das clínicas, e que a questão dele dispor de outro espaço, agostinho neto, água izé, foi por ele descartada, pois aquele segundo o senhor é que era o local certo, por, segundo ele, estar perto do aeroporto, o que facilitava o transporte para a clínica e saída, estar situado numa baia, onde queria ter uma lancha ambulância, o ara marítimo daquela zona “limpava” naturalmente contribuindo para um “bom ar” na clínica, estas algumas das explicações que ouvi o senhor dizer à pessoa que se diz responsável pela saúde no nosso, que, em boa verdade perguntou ao senhor se não queria escolher outro local que o governo trataria de o viabilizar. país, isso a senhora dr.a dona excelência ministra disse, mas o senhor, que lá tem as suas razões não aceitava pois ele gosta de coisas gigantescas que dêm nas vistas, além de ter as suas razões médicas, O senhor até disse, que para a sua clínica hospital ele é que sabia o que queria, como noutras partes do mundo, ele escolhe local e os governos ou autarquias viabilizam, e com stp era o mesmo, queria aquele espaço, pagava por ele, [até entrava com investidores de stp] mas não dada dinheiro a ninguém, não haveria luvas, … a senhora disse-lhe então que ele não podia chegar a um país e dizer é aqui que eu quero instalar a clínica, e ele disse, olhe eu não chego ao seu país para dizer que quero o palácio do governo, não me serve o hospital, nem outra instalação, é aquele edifício que serve para o que quero, e para vender fitas ou ouro até debaixo de uma bananeira pode vender, … foi do que me recordo este o diálogo, e me parece que o que ele queria dizer não é que se rasgassem os acordos, eu também não quis dizer isso, mas que poderia ser negociado outro espaço ara uma “feira” de comércio, e negociado a instalação da clínica no espaço que seria o ideal. abraços.

          • img
            leucadio

            Senhor Semedo, tenho acompanhado com algum interesse os seus artigos corajosos, pelo que gostaria de lhe enviar as minhas felicitações.
            Contudo, não concordo com a maneira como tem defendido a ocasião perdida de se instalar a Clínica na tal doca ou lota de peixe. Ninguem no seu normal juizo poderá por em causa as vantagens de uma clinica quando comparada com o Super Mercado. Mas, a maneira como descreve as afirmações do tal empresário estrangeiro, fico com a impressão que tal senhor não passa de uma criança mimada plena de caprichos. Com que então as clinicas dele so podem ser instaladas nos edifícios que ele decidir, quando esses edificios pertencem à outrem??? Se a questão era a proximidade com o aeroporto e a localização a beira mar, ele poderia encontrar muitas outras optimas localidades, como por exemplo na zona de Diogo Nunes. E outra coisa: Qual é esse investidor que chega numa discução com o governo de um país e começa imediatamente a “gritar” que não esta disposto a pagar luvas a ninguém. Certamente, que ele nem deu tempo a que os eventuais corruptíveis lhe dissesm algo. O homem mas é atrevido!! Precisamos de investidores sérios e não gente cheia de caprichos de criança mimada!!!!
            Ao terminar, gostaria de lhe reiterar o meu reconhecimento pela coragem que tem manifestado; por isso mantenho-me expectante em relação às mais denúncias que nos prometeu. Contudo, peço-lhe que reveja as suas palavras quando qualifica pejorativamente pessoas que merecem ser tratadas com o respeito que a dignidade humana impõe: fala dos ministros do governo, referindo-se a “pequenos ministros” e a Ministra de saúde por mais incompetente que o sr. julga que ela seja deveria receber maior respeito, nem que fosse por cavalheirismo, não acha?

  13. img
    VERDADE Responder

    FORÇA DR CARLOS SEMEDO……ADOREI TEM MUITA CULTURA E INFORMAÇAO…..

  14. img
    Filipe Samba Responder

    Ao
    Sr. Meritíssimo juiz
    O país precisa de pessoas com esse carácter.
    As agencias noticiosas estão interessados em publicar as suas peças em outras idiomas, uma vez que o tela non não dispõe esses parâmetros
    Gosto de ver para acreditar.
    Quando irá publicar os documentos (Custódia) que comprovam as Vossas palavras ou alguns»?
    Quando e onde»?
    Desejo-lhe que um dia as Vossas palavras unirão as montanhas

  15. img
    Fisco Responder

    Muito bem Sr. Carlos Semedo. Saibam que a Corrupção e o péssimo funcionamento da justiça em STP constituem factores de degradação socioeconomico no nosso país. O Sr. faz muito bem em denunciar estes casos danosos de gestão da coisa pública.
    Obrigado e desejo que continue firme nas suas atitudes.

  16. img
    Carlos Amado Vaz Responder

    Gostaria de saber, caro sr Semedo, se em tudo que foi dito, não caberia uma atitude do ministerio publico, e qual a atuação da nossa PIC diante disso tudo??

    Já estará em marcha alguma ação destes?? Condenando ou não , porque todos sabemos que não se condena ninguem nesses casos, pelo menos saberiamos se houve materia crime ou não.

    PS: Em materia de leis, fora o senso comum , sou um leigo

    • img
      zuchi dletu Responder

      Meu Caro Carlos Amado vaz,

      o situação docapesca teria obrigatoriamente de ter uma séria e profunda investigação, e o mais completa possível, doa a quem doer. Só assim poderiamos aspirar a ter uma sociedade mais justa e mais séria

      a utilização de verbas públicas, sejam de doações ou de outras fontes, são sempre crime, embora seja, pelas barreiras que o estado e alguns serviços e pessoas colocam à investigação, seja sempre muito difícil investigar… mas os crimes estão nas leis e é unicamente saber interpretar e aplicar as leis aos casos. Sim MP tem até o dever oficioso de investigar, até de iniciar a investigação pela simples leitura de uma notícia…pode com base nela, se contiver fatos sérios e credíveis, organizar um processo e investigar, desde que sejam indicados os presumidos ou prováveis responsáveis…
      pode ir aos serviços onde as faltas se cometeram e investigar… por si só ou com o auxílio da pic, embora sejam crimes de contornos muito específicos para os quais a pic não está preparada. porque acha que tenho vindo a público com estes meus comentários ? Caríssimo tanta coisa existe para ser investigada…como já disse, não existe um único serviço público no nosso país, que não esteja ou tivesse estado “infetado” com a doença do abuso de verbas. Para começar a tarefa da moralização é preciso ter um pgr seguro e duro, que não tenha primos ou não de deixe por eles assustar e pressionar [ e sei que existe alguma gente capaz na pgr] é necessário que as investigações comecem, doa a quem doer, e que produzam resultados … mas o perfil do pgr que deveria ser de um homem [ou mulher] que não vergue nem quebre, e que saiba muito de direito e que tenha pulso para controlar o seu serviço e seus magistrados bem como a ic e os poderosos da nação, depende da vontade do governo … que neste caso vai olhar para um cartão do partido e para uma dócil personalidade, Pois se fosse escolhida uma tal personalidade, [apesar de achar que o atual fez o que pôde é um homem sério e lutador, mas não tem apoios nem os vai conseguir para levar a cabo a tarefa, e ache que atualmente nenhum dos outros magistrados está em condições ou dispõe de perfil de independência e coragem para o cargo] seguramente que as investigações dos processos quentes ou de gente grossa conheceria melhores rumos e resultados. Se começassemos por investigar com seriedade e para seriamente descobrir e fazer punir os culpados a nossa sociedade daria um salto de gigante para uma justiça séria, honesta e competente, pois os corruptos pensariam duas vezes antes de cometer os crimes o que nos daria tempo para melhorar a sociedade.
      brevemente voltarei para denunciar a emae, os passeios, as pescas, o património, o tribunal de contas, o supremo tribunal de justiça, o conselho superior da magistratura, mas stp trading, e mais que se seguirá… com a indulgência dos meus caros para os pequenos erros de escrita, [repito as letras são demaiado pequenas e o espaço para escrever também e o teclado já me baralha a vista, mas perdoarão, ah, e não gosto de escrever com maiúsculas]
      até breve..

  17. img
    Carlos Vaz Responder

    Gostaria de saber, caro sr Semedo, se em tudo que foi dito, não caberia uma atitude do ministerio publico, e qual a atuação da nossa PIC diante disso tudo??
    Já estará em marcha alguma ação destes?? Condenando ou não , porque todos sabemos que não se condena ninguem nesses casos, pelo menos saberiamos se houve materia crime ou não.
    PS: Em materia de leis, fora o senso comum , sou um leigo

  18. img
    Telavive Responder

    pat cu pogi

  19. img
    Assuncao Responder

    Pois muito bem, esses factos existem, os governos saem ilesos, sim, pk MLSTP perdeu as eleicoes nao foi certamente por conta da sancao do povo por isso,os nossos eleitores ja nao sao o que eram, a educacao est’a fracassada, portanto tudo isto, como alguem ja frisou, tem a nossa justica um papel fundamental, O Ministerio Publico tem bastante factos para investigar e ‘a s’eri,para levar at’e pelo menos no momento de julgamento na producao de provas, provas suficientes para que possa sustentar a sua acusacao e o tribunal condenar;todavia, nao ‘e isso k acontece, estaop todos mancomunados e aparece sempre o Ministerio publico sem conseguir nada de nada,,,quem vai ao calabouco ‘e o pekeno Jose k nao tinha como escapar.
    Sem muito mais para dizer por agora, apenas isso, enquanto as Instituicoes e as pessoas em Sao Tome nao forem livres, nada mudara, as pessoas te>m de se sentir com coragem de se afirmarem perante o direito que te<m e deixar de intimidar por corruptos e nao se ambicionarem porque o outro tem casa,tem bom carro, eu tb kero ter e ainda agora comecou, nem mostrou trabalho, e tudo se paga com trbalho e muito!! vida esta dificil, entao "bora la" para o k 'e mais facil!! Se todos fossemos honestos e rigorosos connosco proprios era tudo bem mais facil e diferente, as Instituicoes estao minadas. Meu pais tem gente que ate andou nas "escolas", ate sobre ponto de vista de saber,tem algum, mas ambicao, vicios..transformou saotomense como grandes genios da maldade.
    Com cumprimentos.

  20. img
    Cathupa Responder

    Os juizes santomenses têm rabo de palha. Um dia iremos acender. Alguns irão morrer com trombose…. Nosso santo não dorme gente…..

  21. img
    Isidoro Porto Responder

    Não entendo porque razão, em STP os investidores estrangeiros (salvo raras excepções) não constroem nada de raíz?

    1. BISTP – o BAI (Angola) e Caixa Geral de Depósitos (Portugal) preferem alugar edifícios novos ou velhos e reconstruiidos;

    2. STP Airways – A Euro Atlantic (Portugal) preferiu aquele “caixote” da antiga LASTP e de lá não saiu;

    3. As Enbaixadas, algumas com mais de 30 anos de implantação no país não movem do lugar onde estão;

    4. A ENCO – Sonangol (Angola) não sai daquele antigo “caixote” da antiga ENCO;

    5. As representações das compainhas aéreas (outras com mais de 30 anos de implantação no país, não abandonam os seus “caixotes” para se instalarem noutras instalações mais modernas e arrojadas condicentes com as exigências da modernidade;

    6. A ROSEMA – Tanto a JAR, como a RIDUX (ambas angolanas) não conseguem erguer algo novo de raíz, noutro distrito a fim de criarem diversidade. Ambas se degladiam por aquele “mofico” da ROSEMA;

    7. A POUSADA – A Sonangol só viu aquela “cubata” denominada POUSADA para nela se instalar e de la não saiu. Não construiu mais nada de novo, de mais valia para aumentar o patrimonio imobiliario do país;

    8. O novo Banco da CEAC (Gabnes), idem;

    9. O Novo Super-Mercado (Gabones, na inacabada DOCA;

    10. Clinica especializada na inacabada DOCA.

    A lista é realmente longa. Salvo raras excepções, todos investidores só querem abocanhar obras já existentes, nem que sejam velharias.

    Ao meu ver se alguma Clínica (das maiores do mundo), tencionar instalar-se em STP, ela terá com certeza fundos suficientes para construir as instalações modernas de raíz em STP e posseguir com os seus negócios sem quaisquer obstáculos. Não acredito que só pelo facto de a referida Clinica nao ter se instalado na “famosa DOCA”, que isto constituiria razão maior para que ela não avançasse com o seu projecto em STP. Ela deveria ter outras razões.

    Nos nossos dias, este negócio de amortizar os cinco milhões de dólares (valor da DOCA) com consultas gratuitas, já não se pratica, pois ela teria beneficiado apenas aos dirigentes e os seus satélites. O povinho jamais teria acesso a tais serviços gratuitos, salvo raras excepções.

    Eu acho que nada está perdido. A referida Clinica pode e deve investir na construção de uma clinica moderna e de raiz, prestar os seus serviços de altíssima qualidade e cobrar os valores que amortizarão os seus investimentos a longo prazo (20 a 30 anos) para que os mesmos estejam ao alcance das populações.

    O que temos visto, é que os investidores querem amortizar os seus investimentos em 3 a 5 anos e isto encarece sobremaneira as suas ofertas.

    Gostaria de aconselhar mais uma vez a referida Clinica a não desistir e criar mecanismos para se implantar no país. Terrenos em STP há. Novas constuções e modernas (prédios de 5, 6 e 7 andares) em STP precisa-se. Portanto mãos a obra nossa querida Clinica de renome mundial. Venha e instale-se sem quaisquer desculpas, apesar do anúncio da instalação em STP de outra concorrente de referência por parte da CHINA-TAIWAN. Quanto mais investimentos melhor. A concorrência faz baixar os preços.
    Quanto aos outros pontos leventados no artigo, deixo-os para os entendidos na matéria.

    Isidoro Porto
    22/AGO/2012

  22. img
    Telavive Responder

    alô

  23. img
    Kebla Responder

    Admiro a sua coragem, acredito nas muitas verdades que diz. Aliás só os hipócritas diriam o contrario.Esta é sem duvida a nossa realidade.
    Em STP, o que temos é um Tribunal faz de conta. Se o proprio Juiz Presidente actual e o anterior não têm formação superior, como é que podem dirigir uma instituição deste Porte e exigir cumprimento da Lei.
    Só por aí, vê-se a palhaçada que isto é.

    É preciso discutir soluções.

Deixe um comentario

*