O valor da Democracia

Durante muito tempo o povo santomense lutou por um direito fundamental: o direito à autodeterminação dos povos. A luta por um Governo eleito democraticamente, onde cada cidadão tem uma palavra a dizer e esta palavra tem o seu peso nas tomadas de decisão deu frutos e hoje São Tomé e Príncipe é uma democracia.

Mas é-o de facto? São os santomenses cidadãos de pleno direito? Sabem dos seus direitos e deveres democráticos? E a sua voz é ouvida e tida em conta como se espera de um Estado democrático?

Uma democracia é um Estado onde o poder e a responsabilidade cívica são exercidos por todos os cidadãos, directamente ou através dos seus representantes livremente eleitos. Mas numa democracia os cidadãos não têm apenas direitos, têm o dever de participar no sistema político.

Desta forma, é fundamental que os cidadãos santomenses reconheçam os seus direitos e deveres para com a democracia que lutaram por implementar. Ao mesmo tempo, é fundamental que eleitores e eleitos valorizem e respeitem o acto e a responsabilidade que é eleger e ser eleito, respondendo assim, com compromisso e coragem, ao que de cada um é esperado.

Para que isto seja uma realidade e o poder democrático dos cidadãos possa, efectivamente, ser exercido de forma plena, não podemos esquecer a importância da Educação. Só um cidadão educado, informado, consciente do poder que tem em mãos e certo do caminho que quer para o seu país está em condições de tomar decisões esclarecidas.

Por este motivo, a promoção da educação e, em particular, da educação para o exercício e uma cidadania activa e plena, devem ser objectivos constantes do Governo deste país, já que é imenso o seu contributo para o fortalecimento da democracia.

Para além disso, um cidadão activo e educado tem na sociedade um papel que vai muito além do voto: cabe-lhe, junto com os seus pares, lutar por leis mais justas, pelo cumprimento dos deveres do Estado, pelo respeito pelos diferentes segmentos sociais. Porque um cidadão activo aprende que a política não está apenas no Governo, ela constrói-se diariamente com o esforço e a participação de todos.

Em democracia, o povo é soberano. E cabe ao povo exigir dos seus governantes empenho, cumprimento, transparência. A lei tem de estar ao serviço do povo e isso só acontece quando todos têm acesso à justiça. Cabe, por isso, ao Governo santomense garantir que o sistema judicial é acessível aos seus cidadãos e que os tribunais têm reposta rápida e certeira para as situações que lhes chegam. Quanto ao Estado, este tem de ser o primeiro a dar o exemplo, combatendo a corrupção no seu seio e expondo as fraquezas dos que não têm o carácter necessário para representar um povo corajoso e lutador. Tem também de criar um ambiente onde o respeito pelo povo esteja na primeira linha de ação; Onde as provas de transparência e de trabalho digno estejam sempre presentes; Onde a promoção da cidadania e o combate à corrupção seja uma constante e onde a Democracia é o vetor principal de atuação.

Por esta razão, pergunto aos cidadãos santomenses: que cidadania exercem? Que direitos fazem valer e que deveres cumprem?

Negesse Pina
  1. img
    Armindo Responder

    A cidananania em STP a saber é táo somente a muitos anos uma oportunidade de se realizar na vida. È a salvaguarda dos interesses pessoais.Aproveito para lhe perguntar. O que é o voto em periodo de eleiçóes! Em principio um direito de cidanania. Pergunto como ele é espressado em stome! Como é que os partidos ou candidatos as presidenciais ou legislativas lidam com ele! Meu amigo ja viu o que Fez o ADI usando o povo para sair a rua em defesa dos seus interesses!

    A cidanania dos santomenses val para mim entre 200 mil e 500 mil dobras.

    Que gente pobre de expirito.

    • img
      Lupuye Responder

      Tens toda a razao. E o que e que deveriamos fazer para sairmos dessa obscuridao, dessa ignorancia do povo? So com uma educacao de todo o pais, uma educacao civica para ensinar ao povo quais os seus direitos e deveres civicos. Nao te esquecas que quanto mais ignorante, analfabeto o povo e, mais facilmente os que possuem meios financeiros e outros podem controla-lo. Temos que lhe dar meios para poderem pensar por si sos, sem seguirem as reflexoes dos outros como carneiros. Portanto, a resposta e EDUCAR, EDUCAR e EDUCAR MAIS.

    • img
      preta de s.t.p Responder

      Sr. Armindo fica o SR sabendo que a população saiu a rua por razões que o Sr. sabe muito bem, é precisso ser Cego para ver que não foram pagas para isso pois nas 2 manifestações tive oportunidade de la estar e tomei contacto com gente de todo esquadrão e vi e percebi que não foram pagas o.k. fale sempre a verdade.

      • img
        Fókótó Responder

        Pura mentira Preta de STP. Parece-me que a tua alma estava mas o corpo não.
        Tirando os curiosos, 100% dos participantes nas duas manifestações com o proposito de criar instabilidade no país, foram pagos e bem pagos sra Preta.

        Até vianteiros deixaram de dar a segunda faca para ir a manifestação porque segundo o calculo que fez ia ganhar mais dinheiro nas manifestações do que a palmeira ia lhe dar.
        Explica sem complicar pelo menos uma vez, xiça!!!!!!!!!????

  2. img
    Um Elemento do Povo Responder

    Devias ver, se terminas o curso que a mais 10 anos andas a fazer. Deixa de escrever artigos descabidos e estuda.

    • img
      SERÁ? Responder

      Tens razão. São estes os que param lá a mandar bocas muitas das vezes com coisas que nem sabem. Mais tarde será chamado e virá cá entrar no grupo dos bla-bla-bla e mais nada. Podes espremer e não sai nada.

      • img
        STP sempre Responder

        Meus caros, comentem o que se passa na sociedade que vocês dizem viver e que todos sabemos que existe e, deixem de inventar coisas sobre as pessoas. Aliás não vocês e nem o contribuinte santomense que pagam as contas dele, por isso, façam um favor a vocês mesmos cuidem da vossa vida e contribuam de alguma forma para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe.

  3. img
    Féde ká Dóxi Responder

    Os cidadãos Sãotomenses não exercem nehum direito. Os seus direitos são vendidos entre 20.000,00 e 200.000,00Dobras.
    Os Políticos sabem disso, por isso é que não querem que seja implementada a lei contra o banho.
    Talvez com tempo, irão ganhar a e saberem quanto valem.
    Por isso é que Patrice Trovoada quer eleições antecipadas, porque com dinheiro ele ganha as eleições. Um exemplo concreto é a Geração Esperança que vendeu toda a sua alma e está aí em nome da ADI com toda as suas forças. Os verdadeiros ADEISTAS, estão por detras. A Geração Esperança assumiu e vai fortalecer os seus cofres, quem sabe, face a ditadura do Patrice (Eu tenho eu mando) els iventem uma querela qualquer e voltam a base para o renascimento da dita organização.

    • img
      SERÁ? Responder

      Agora é só o ADI que tem o dinheiro para banhos? O MLSTP, PCD e oMDFM ficaram pobres?
      Os vossos parceiros financiadores dos vossos banhos ja não vos financiam porque não acreditam em vós? Estes partidos receberam muito dinheiro para por o povo na rua a “bem da democracia” e só foram uma duzia de pessoas. Porquê? Como é que estão os cofres dos dirigentes destes partidos com o financiamento de Angola para essa manifestação? Agora é o ADI o promotor do “banho”. São estes partidos que andam a lutar para o bem do povo? sinceramente…o burro é aquele que não quero aprender

  4. img
    mébudo Responder

    esta todo bem agora

  5. img
    observador Responder

    Senhor Armindo,
    Acho que o Sr. foi longe demais, quando diz que a cidadania dos Santomenses vale para si entre 200 mil e 500 mil dobras. Eu diria menos ainda. 150 mil a 200 mil dobras. Portanto os chamados políticos não estão preocupados com esse POVO. Eles preferem que esses se mantem pobres no espirito e intelectual, para serem facilmente comprados, defendendo os seus altos interesses. Não é justo. o atual governo em consonância com o Presidente da República, junto com a Assembleia, para alem de muitas que deveriam começar já a por cobro, deveria por termo já essa de banho e não só: Nenhum partido deve fazer qualquer tipo de obras, obras essas falsas que só veem enganado o pobre povo. Um dos exemplos; construção de chafarizes que só corre apenas no período eleitoral, ligações de energia tão deficientes em lugares, sem ter tido em conta, de meios que deverão existir antes de energia lá chegar, etc. etc. Essas e muitas outras obras são de pura responsabilidade do ESTADO, com regras bem definidas.
    Outro grande problema que enferma sobremaneira o PAÍS, são os TRIBUNAIS. Há processos que levam anos para ser julgados, muitos deles até acabam por desaparecer. E quando são, são julgados, são JUIZES de meia tijela que os julgam… no entanto, esses que geram e movimentam muito dinheiro, até parece que colocam neles projéteis. Olha o ex. de FÁBRICA DE CERVEJA ROSEMA. Esse processo foi despachado com velocidade de foguetão. Não é possível! Muito dinheiro rolou a volta desse processo. Enfim, muita coisa que enferma o estado desse País.
    dá mesmo para reforçar, coitado desse POVO.

  6. img
    VÓM VOM Responder

    epá, tás a ocupar o tempo com tretas ao iunvés de estudar e voltar..olha o posser está ao pe do poder tente aproveitar seu marionete disfalçado do MLSTP. tal como abel veiga vê se fazes algo útil. venha trabalhar e cuida-te não segue o teu amigo abel que só pega sobras cronhas..

  7. img
    Xinco Dendê Responder

    O mal de STP é já não haver sociedade civil. Todos agora são políticos, ou querem ser políticos.
    Camarada, acredito nas tuas boas intenções. Mas deixa a política para os políticos.
    Elabora um projecto, busca financiamento e gera emprego em STP. É disto que STP precisa.
    Chega de bla bla bla!!!

  8. img
    carlos Responder

    ja deixaste de roubar no aveiro kuando exercia o cargo de presidente de associacao do aveiro

    • img
      STP sempre Responder

      É pena não teres coragem para dizeres quem és, pois acusações dessas devem ser feitas assumindo quem és.
      Mas como és cobarde escondes atrás de um nome falso.

      • img
        Um Elemento do Povo Responder

        E tu? O teu nome é STP sempre, o teu é Negesse Pina, opa termina o curso mais de 10 anos para tirar um curso de Economia? Quando os 200 alunos foram a Cuba senhor ja estava em 2003 na Universidade, a maioria desses estudantes ja regressaram inclusivé a tua irmã, já está a dar o seu contributo^. Ficas lá no bla, bla… Eu ainda lembro uma entrvista que esse deu dizendo que o sonho dele é ser 1º ministro de STP. Pois como ministro virou bobo senhor pode vir ser 1º ministro, pode ficar 20 anos a tirar curso quando senhor voltar a sua pasta está cá sua espera. Faz recordar Levy Nazaré que fez curso de Direito de 5 anos em 10 anos. Agora virou papagaio cá da praça. Estuda meu amigo Negesse Pina

        • img
          Tio António e Gente Burra Responder

          Meu Caro porque será que os alunos que regressam de Cuba,Brasil,Marrocos,Algeria,etc,etc,vão todos e regressam todos,que nem sardinha enlatada,e em tempo record,?Com tantos formandos oriundo desses países temos um nível cultural baixo,a univ.de Aveiro,Braga,Porto,têm elevado o seu nível ao ponto de atualmente serem recrutados quadros destas para países escandinavos,a exigência aqui não se compagina com turmas do liceu com mais de 70 alunos,o Prof. não esta vinculado a ter uma pedagogia própria,de pura sombraceiria com alunos do 3ºmundo que custam aos contribuentes do país acolhedor,fruto de Cooperação,as pessoas que o Sr.enumerou nao são licenciados da cooperação,entendo a sua dor de cotuvelo,há dias ouve encontro de estudantes amigo de Cuba,ouvi o seu representante a se exprimir senti-me envergonhado,se o Neguese quiser ele pode concorrer em qualquer país europeu a procura de emprego,aconselho aos estudantes de Brasil Cuba etc,etc,a fazerem o mesmo,sabe o que lhes sucede? Terão de estudar mais 3 anos…O Sr devia se preocupar mais com o nivel educacional no nosso país q é baixo pouco exigente,e a dicotomia propositada

          • img
            Tio António e Gente Burra

            Entre estudantes do IDF,e do Liceu…para que tenhamos um ensino de qualidade transversal a toda sociedade,e que nao tenha como critério ás condições financeiras.

  9. img
    Zé Amaral Responder

    Esses miudos, não estudam para terminar o curso e passam a vida a escrever a distancia para ver se conseguem um espeço para blá bla blá aqui na terra. Tambem compreendo obras acabaram em Portugal…

  10. img
    sulila miranda Responder

    Vai trabalhar pá!

  11. img
    vestucio de almeida Responder

    Deixa o homem trabalhar… digo escrever, pa.

  12. img
    Deca Responder

    Um eemento do povo e o Sera, voces estáo preocupados com o Pina. Que nao acabou curso que roubou, olhem para o nivem dos deputados que voces elegeram a custo 200 mil dobras. Todos tenhem nivel! Mehor Pina por la.

  13. img
    STP Responder

    Mais meu compatriotas! Por ventura alguém gasta a sua soma do dinheiro nas campanhas e manifestações porque nos ama,porque são filantropicos. Jamais! Daí que politica são desenvolvidas em função dos grandes interesses dos grupos. Maioria para quem defende e minoria para nação e povo. Alguém tem dúvida disto?

    Educação é importante, mas insuficiente, formação é muito relevante, mas ineficaz. Diria que precisamos além das pessoas com Educação e formação geral, precisamos de inventores, inovadores, ou seja os grandes engenheiros em diversas areas, os grandes especialistas em diversas areas, precisamos de investigação científica, precisamos de industrias, grandes infraestruturas de ponta, precisamos especialistas em estratégias económica e comercial, precisamos de cientísta, precisamos revolucionar ou importar as importantes tecnólogias, tudo isto confinado com moral, pessoas com caracter e principios, pessoas que a toda ora pergunta “E se fosse eu em lugar dele, e se fosse a minha familia” Esta resposta encontra-se na Biblia quando Jesus disse: Amai o vosso proximo como voçês mesmos. Se todos ganharem consciência disto com certeza haverá um mundo melhor para todos.

  14. img
    Carlos Tiny Responder

    Sou estudante do curso de licenciatura em Direito 1ºano e quero parabenizar o Negesse Pina pela reflexão. Depois para lhe dizer que recentemente organizei no anfiteatro do ISP, uma palestra cujo o tema foi” Jovens e a Cidadania” e deu para entender que realmente os jovens não percebem nada de cidadania, por essa razão concordo com a sua reflexãon de facto é preciso educar para cidadania.

  15. img
    Awóêê Responder

    TVS recusa fazer a cobertura da Assembleia distrital do ADI em Cantagalo.
    O facto novo nesta Assembleia distrital do ADI foi a recusa da TVS em fazer a cobertura televisiva, tendo sido devidamente notificada para tal como regem as normas da instituição.
    Mas isso não impediu que cerca de 600 pessoas fossem ouvir o que o ADI tinha a dizer sobre os últimos acontecimentos no país. O objectivo foi e será sempre o mesmo em todos os distritos, esclarecer a população sobre as medidas adotadas pelo ADI diante da crise política e parlamentar. Bem como clarificar sobre as informações falsas que têm sido postas a circular. Apesar da censura e das contra-informações, o ADI continuará a fazer a sua parte de levar informação a população. Entretanto, as reações em Cantagalo foram surpreendentes para os membros da Comissão Política do ADI. Além de a população entender com clareza tudo que aconteceu, existe grande revolta pelo facto de a sua escolha ter sido brutalmente ignorada e pelo facto dos seus direitos terem sido desrespeitados da forma mais antidemocrática que existe. O ADI continuará com as Assembleias distritais, e nesta quinta-feira será a vez de Lobata.

  16. img
    gualter almeida Responder

    não ha democracia nesta terra por exemplo neste espaço só publicam comentários que interessa algum que seje contra algum amigo do sonhor dono deste espaço não são publicados atenho feito alguns a respeito do profewssor LÙCIO AMADO não são publicados quem encobre um homem como LÙCIO AMADO é igual ou pior que ele BOAS FESTAS A TODOS

  17. img
    Barão de Água Ize Responder

    A Democracia não tem valor algum, se não existir uma Ecpnomia forte a funcionar que crie riqueza.

Deixe um comentario

*