Opinião

Tribunal de Contas ou Faz de Conta Tribunal?

 

Caros leitores, e Membros do fórum.

Abordar o tema da corrupção em qualquer das suas vertentes é uma tarefa que se afigura difícil, sobretudo, pela falta de consenso na sua conceitualização. Embora não se vislumbre uma definição acabada da corrupção, apercebe-se lato senso e com nitidez das nefastas consequências deste fenómeno sobre o bem público, a justiça e equidade social como demonstram a imensa diversidade de atos, tais como, subornos, peculatos, desfalques, fraudes, adulteração, nepotismo nos recrutamentos consagrados em nomeações, tipo elite, dentre muitos outros.

O mundo atual exige contenção como forma de não comprometermos as gerações futuras, e por isso mesmo, torna-se patente a importância da temática do equilíbrio das contas públicas. Em qualquer estado de direito, a utilização do dinheiro público exige uma adequada fiscalização, essa fiscalização deve ser sempre acompanhada de um controlo adequado. Esta tarefa de controlo cabe ao Tribunal de Contas, que tem de desempenhar o papel de instituição suprema de controlo.

Conhecendo os poderes do Tribunal de Contas, como é que se explica que São Tomé e Príncipe, continua sendo um país em que o fenómeno de corrupção e a delapidação do património público cresce e ganha forma a cada dia que passa?

Sabemos que vivemos há anos com problemas de estruturação da economia, de externalidades e conjunturas que têm condicionado o desenvolvimento sustentável do Pais, mais não se compreende como que tantos atos de corrupção acontecem, sem que se exerça os mecanismos de persuasão contra os infratores até que a fiscalização apure a veracidade dos fatos. Podemos dizer que algo vai mal no funcionamento das estruturas do Tribunal.

Em todos ministérios existe uma direção dos assuntos administrativos e financeiros que pode servir de alicerce para o trabalho do Tribunal de Contas, mas na realidade atual, são imensos os casos de desvios de fundos públicos, que passam ao lado do tribunal, uns até, com epicentro nas referidas direções. O controlo interno é visto como um plano de organização e um conjunto coordenado de métodos e medidas adotados por uma empresa ou Estado para proteger o seu património, verificar a exatidão e a fiabilidade de seus dados contabilísticos, promover a eficiência operacional e encorajar a adesão à política traçada pela administração.

Será que o Tribunal de Contas à isso se tem dedicado desde a sua instauração em 2003? E qual tem sido o papel da Administração Pública perante esta tragédia?

Adilson Tioló

    15 comentários

15 comentários

  1. Zé Faneca

    22 de Setembro de 2014 as 15:03

    Tinham ouvido falar?
    Não esqueçam, até existe mesmo!
    O artigo de Adilson Tioló faz-me lembrar uma acção recente da UNCAC (Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção) que é um Órgão global que integra mais de 350 organizações civis em 100 países com a finalidade de promover a implementação e vigilância contra a corrupção. A tal acção constituiu a recuperação de 480 milhões de dólares roubados pelo antigo ditador nigeriano Sani Abacha, autêntico cleptomaníaco.

  2. Fala Verdade

    22 de Setembro de 2014 as 19:05

    Sr. Adilson Tioló, com todo respeito, Sr. não está e nem estará em condições para falar em adultério pk o Sr. acaba de cometer grande adultério neste artigo. Para quem tem memórias curtas, o Sr. bem apouco tempo publicou um artigo a falar de um tema que nem o Sr. soube desenvolver. Comparando a linha do pensamento nos mesmos artigos vê-se logo que não foram escritos pelas mesmas pessoas.

  3. saudações de portugal

    23 de Setembro de 2014 as 14:56

    com muito respeito ao jovem Adilson Tioló, mais eu conheço o autor deste artigo, por isso mesmo posso garantir que quem escreveu isto não é o senhor a não ser que têm algum contrato firmado entre vós.

  4. Ponto final

    24 de Setembro de 2014 as 8:39

    Escreves sobre assuntos que não percebes e só escreves babuseiras. Desafio-te a investigar melhor sobre a natureza, o papel e as atribuições do Tribunal de Contas, sobretudo em STP. Depois disso escreva um artigo com cabeça, tronco e membro. Só assim podemos comentar com alguma objectividade. Caso contrário cito-te as celebres palavras do Rei de Espanha dirigidas ao malogrado Chaves: “Porque no te callas, Tioló”.

  5. Idalécio Stock

    24 de Setembro de 2014 as 8:42

    Eu pacto pela mesma linha , porque todos são farinha do mesmo saco desde o topo da piramide a base igualissimo , a unica alternativa é mostrar a esses lapidadores do que é nosso( do POVO), um cartão vermelho=CORRUPTOS.
    Bandidos, saqueadores pedofilos.
    stock

  6. Trovoao

    24 de Setembro de 2014 as 8:45

    Se houver algum fundo de verdade na afirmaçao acima escrita,que vergonha!!Plágio?

  7. Carlos Santos

    24 de Setembro de 2014 as 14:25

    Caros os leitores do telanóm este artigo foi roubado por Adilson Tioló o mesmo não tem qualidades academicas para o tal.

  8. ami fa ê.

    24 de Setembro de 2014 as 19:38

    caros,vejo que sofremos do mesmo mal.se dizem que o mesmo copiou então diz de quem ele copiou.
    pois falar e acusar por de trás de um monitor é fácil, mas provar é difícil. ” o mal só vence quando os homens de bem n fazem nada” .
    conheço o Adilson capacidade ele tem. mas n concordo que ninguém copie o intelecto do outro.
    se não tens como provar então cala te.pois qualquer um pode vir aqui falar mal de ti ou de mim, que poderás ou poderei fazer?
    se ele copiou esse artigo FEZ MUITO MAL MAS TAMBÉM FEZ BEM POIS ARTIGO DA-NOS UMA DOCE ILUSÃO DE QUE ALGUÉM SABE O QUE FAZER COMO NOSSA TERRA.

  9. pascoal de carvalho

    24 de Setembro de 2014 as 20:10

    a razão do plágio, adultera e compromete a originalidade e capacidade refletiva e racional do autor primeiro a qual todos os direitos estão reservados. enfim caso seja mesmo verdade, tal tribunal tem mais uma matéria a qual deve se pronunciar.

  10. Alberto Fernandes

    26 de Setembro de 2014 as 7:19

    conheço quem escreveu este artigo posso até vós dizer quem foi

  11. O VERDADEIRO

    28 de Setembro de 2014 as 0:57

    este artigo foi roubado por sr.Adilson tiolo a um grande amigo seu,chora nome dele

  12. O VERDADEIRO

    28 de Setembro de 2014 as 1:05

    tenha vergonha sr.Adilson tiolo,o sr n sabe escrever o sr.sabe é delapidar oq coisas do outro é vergonhoso quando um amigo seu apresenta um artigo que o sr copiou do seu grande amigo j… …….,muda de comportamento sr ADILSON TIOLO

  13. SÃO VALENTIM

    1 de Outubro de 2014 as 7:01

    pela escrita acho que sei quem é, é o J

  14. Fala Verdade

    4 de Outubro de 2014 as 5:36

    Querem a verdade? Este artigo é de autoria do nosso grande amigo Jess Flander da Veiga (Nana). Prontos, foi revelado. Agora o público que faça as suas análises e sentencia o plagiador.

  15. zé teixeiraa

    8 de Outubro de 2014 as 13:58

    isso é uma vergonha, eu conheço o jovem Adilson e ele esteve cá nas ilhas de férias, e pelo que ouve vi que é um jovem muito limitado e muito repetitivo, ele precisa ler mais porque uma pessoa que não sabe ler de certeza que não sabe escrever, pode aperceber que nenhum dos artigos ai, apresentado pelo esse senhor não são da autoria dele. Adilson seja humilde e tenta começar de zero. ainda vais a tempo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo