Porquê DUBAI?

Porquê DUBAI?

Prefiro que voltemos a ser A PÉROLA DO EQUADOR

 

São Tomé e Príncipe foi durante muito tempo considerado “A Pérola do Equador”, pelas suas belezas naturais (florestas, rios, flores, cascatas, frutos, praias…) pelo clima de segurança que se respira, pela variedade das suas paisagens, pelo seu clima e pela população (de simpatia extraordinária, de bom trato, prestável, afável, bem disposta…) o país era algo muito próximo do que se pode considerar paraíso!

São Tomé e Príncipe é realmente um País pequeno, mas quando a sua dimensão real é avaliada pelas suas infraestruturas dum modo em geral inexistente ou precárias, o País ainda se torna menor.

Apesar do “muito de bom” que se encontra ali, existem vários aspetos que choca qualquer um, sobretudo aquilo que as fotos não mostram:

- A enorme diferença entre os que têm tudo e os que pouco ou nada têm, a que acresce as ostentação daqueles!…

- O estado das estradas, como é possível que um país com menos de 200km das estradas asfaltadas, as mesmas estejam, em tão mau estado?

- O abate desordenado das árvores, muitas delas centenárias, que são depois utilizadas para queimar, para construir casa e barcos… e não se vê ninguém da sua substituição…

- Elevado número de jovens mães grávidas, quase crianças que se encontram por toda parte, muitas vezes os pais são indivíduos com a idade de serem pais ou até mesmo avôs destas adolescentes;

- As fezes ao longo da marginal, que a maré se encarrega de limpar…

- O hábito de em qualquer lugar (praia, campo, estrada…) se partir a garrafa de cerveja que se acabou de consumir…

- O modo como é exposto e vendido o peixe e a carne nos mercados…

- Haver cortes de energia elétrica praticamente todos os dias.

- A falta de esgotos ou o modo como eles correm a céu aberto…

- Ver barcos e barcaças a apodrecer na baía Ana Chaves…

- O estado de abandono do cacau, o café, a copra, o coconote…

- O estado de abandono em que se encontram os edifícios das roças…

- Descrédito total das instituições públicas e a cabeça a Justiça;

- O Subaproveitamento da imensidão do nosso mar e consequentemente a sua riqueza.

- O Subaproveitamento da potencialidade do turismo.

Não esqueçamos que em tempos houve um ex-PR que também pretendia transformar São Tomé e Príncipe em “El Dourado”. Passamos estes longos anos no garimpo, apenas uma minoria tem conseguido e de forma duvidosa viver em “ El Dourado”.

Na verdade, alguns políticos têm subestimado a inteligência deste povo humilde.

Na verdade, devemos “sonhar grande”, e é legítimo sonharmos, mas não precisamos atingir o nível de Dubai, enquanto não resolvemos os problemas estruturais que afetam o País, a sua vulnerabilidade global a causa-efeito das fragilidades dos subsistemas económicos, sócios-culturais e políticos.

Qualquer Governo que queira transformar São Tomé e Príncipe em Dubai terá que necessariamente resolver em primeiro lugar, imensos problemas básicos que enfermam o nosso país, aliás, alguns destes problemas foram detetados por um turista que visitou as nossas ilhas.

Resolvendo estes problemas, mesmo que o petróleo seja uma realidade no futuro, deveríamos manter apostas na produção e a transformação dos derivados da agricultura, pesca, pecuária e potencializar o turismo, parece ser uma alternativa à dependência da agricultura de plantação.

Machado Marques, Advogado

Outubro 2014

 

  1. img
    A realidade Responder

    Os problemas que nos afecta e as linhas mestres que constituem alternativas para por cobro a estes, o conhecemos sobejamente. Todos são peremptórios em afirmar, apenas nos deferimos no nome, que atribuímos a tal transformação do país. Por vezes ao calor da emoção própria do momento, dizemos alguns nomes, um pouco mais sonante, mais familiar ou que mais gostamos.
    Depois estou e estamos claro que a transformação do nosso país, não terá as características do Dubai ou outro local já conhecido do grande público. O próprio nosso futuro Primeiro-ministro, afirmou num dos últimos comícios, que São Tomé e Príncipe, será transformado em lago melhor que o presente, sem se referir ao nome específico.

  2. img
    Justino Matos Responder

    Meu caro amigo, estou de acordo com os muitos males que graçam o nosso país aqui descrito e quando alguém fala em transformar a nossa terra em Dubai, ele de certo estará a falar em sentido figurado. Dubai não é só autoestradas e aranha-céus. Dubai é um entreposto de comércio mundial, prestação de serviços, transito maior ligação aério do mundo e mais e mais. Basta dizer que 80% da população é estrangeiro por causa volume dos negocios. Acho eu que é nisto que o PT tá a pensar e todos quereriamos que acontecesse. Devemos ver sempre o lado positivo das coisas e náo se deixar enganar como temos vindo a ser nestes ultimos 40 anos. CHEGA. Pensar no futuro é pensar grande. Ilhas Mauricias, Ilhas de Cabo-Verde e o muito mais estão nesta direção e nós… bem nós continuamos na nossa ignorancia e um orgulho doentio que nos carecteriza e que não nos leva a lado nenhum. Um bem haja.

  3. img
    arelitex Responder

    senhor Machado ,costuma-se dizer que para bom entendedor ,meia palavra basta .eu nâo tenho duvidas que o nosso 1º ministro que está prestes a começar o seu trabalho .ele sabe como o país está ,e por onde vai começar . todos nós sabemos que os problemas sâo muitos . o povo acredita de coraçâo no Patrice trovoada . ele vai respeitar o seu povo e levantar este país . toda a sua equipa de trabalho ,ministros , directores ,chefes e nâo só . a porta da rua ,ou até mesmo a prisão , vai estar sempre á espera deles ,á mínima faha destes senhores . ele vai ser muito exigente e duro com toda a sua equipa de trabalho . nâo vai haver espaço para brincadeiras ,nem preguiçosos ,nem ladrôes , nem corruptos , nem incompetentes nem violadores da lei . o país vai começar uma vida nova e cheia de esperança . eu sou apartidário , mas vejo que este partido ADI é o único disposto a trabalhar . todos os outros partidos juntos , nâo prestam para nada . o balde do lixo nâo vai chegar para tantos incompetentes . o Patrice trovoada ,pela minha analise politica , vai pedir contas , nada vai ficar esquecido .

    • img
      Martelo da Justiça Responder

      Será?? Ele já esteve lá duas vezes como 1ª Ministro e não se viu nada disso. Espero bem que o deixem fazer os quatro anos de mandato para não haver desculpas depois. Será que ele proprio está interessado a fazer os quatro anos de mandato?? Vamos esperar para ver e não estar aqui armado em porta-voz de Patrice Trovoada.

      • img
        camaradas Responder

        Credo que revoltado, alguma coisa ele fez sim. Completou a estrada que Rafael deixou de Bombom para preparatória, manteu a electricidade e foi interompido. Creiu que mesmo ter sido derrubado e substituido pelo Rafa, foi humilde suficiente de reconhecer e dar continuidade a tudo que era bom. Claro que ele vai ser o nosso próximo presidente da República, logo pela agenda eleitoral não deverá perder tempo. Já está provado desde 2010 por um estudo que o povo não vota pelo dinheiro, ficou claro aos olhos de todos sem estudo nenhum em 2014 que isso é verdade. MLSTP, baixou tanto com esse seu último líder sem visão sem noção (j.a.), que só uma pessoa sensata da para confiar. O actual lider que vai ser enxotado no congresso do mlstp não tem popularidade e nem em gente, quem mais poderá ser o próximo presidente se não patrice. O Rafa que foi grande lider abandonou o segundo maior partido… enfim tudo isso é medo. Já sabem mesmo que Ptvai ser o próximo PR, então querem influenciar para que ele se destraia – vizinha ta falá privado – ta massadá… tá falá sem rede…

  4. img
    bintoudjalo Responder

    Nenhum país pode aguentar de ser roubado, pilhado,ser victima dos corruptos ano sim, ano não….antes de transformar STP em Dubai, seria melhor e mais útil, pensar nas prioridades HOJE sem + perdas de tempo ,que devem ser o ENSINO de base e SECUNDÁRIO, a SAÚDE e à AGRICULTURA. Creio ser + importante, de imediato, para STP. Que país avançou sem formar HOMENS? Que Estado neste vasto mundo é governado como STP tem sido governado? Como podemos aspirar ao desenvolvimento se o SACANA está lá, no meio na + perfeita camuflagem? Onde está o arrependimento dos nossos governantes? Correram com o colonialismo e revelam-se tão ditadores e às vezes piores que o próprio colonialiste. Enfim! Note bem o Estado são-tomense hoje ,observe bem o que será dentro de alguns meses (para aqueles q têm memoria curta, note por escrito o percurso , o desenrolar da situação daqui até o amanhã….). Qui vivra verra!

  5. img
    pascoal de carvalho Responder

    incrivelmente bem escrito. excelente reflexão e consequente exposição.

  6. img
    arelitex Responder

    só para completar os principais culpados do estado caótico e mizeravel em que se encontra o país .nâo tenho duvidas em dizer que é o MLSTP E O MDFM .estes dois partidos nas fileiras da frente só existem oportunistas , corruptos , incompetentes e ladrôes . para cumulo , até ensiram o povo a ser ainda mais preguiçoso do que o que já o era , e obrigaram e ensinaram o povo a roubar para subreviver ,e ensinaram o povo a faltar constantemente nos empregos , quase tudo no nosso país funciona á base da fraude . até as baixas médicas . o caminho a seguir é o contrário de tudo isto . a ADI têm muito trabalho pela frente , mais do o que se pode imaginar . para endireitar este país . esta é a minha análise politica , sou apartidário . mas com determinação e trabalho feito vai ser fácil mudar este país .

  7. img
    Calu Cu Angu Responder

    Realmente o ADI vai ter um grande trabalho, mas o POVO vai ter que colaborar. Nada será feito com o POVO a dormir, o Patrice Trovoada não poderá trabalhar sózinho. O POVO terá que o ajudar para que as coisas funcionem, a classe política, a sociedade civil, os descontentes enfim, para o bem do nosso próprio S. Tomé. Estou na diáspora, mas também estou disposta a colaborar. Na altura certa darei o meu contributo. Mais uma vez viva o ADI.

  8. img
    Tony Responder

    Caro Dr gosto do seu trabalho e da sua análise, o facto é que desde a nossa independência tudo morreu, e quem esteve a Governar o nosso País.
    Agora falar de Dubais é mesmo redutor para STP, nem Angola (Luanda) se quer comparara Dubai, terra sem identificação cultural, nem costumes próprios em que a maioria são estrangeiros, é somente uma plataforma de negócios e uma zona de lavagem de dinheiros.
    STP tem a sua identidade pode ser um País com qualidade de vida para todos (povo) vamos é aguardar que todos os Santomenses queiram isto é trabalhem para tal, e deixem se de viver á custa de artimanhas para sacar alguns trocos fáceis.
    Não terminei mas fui

  9. img
    bintoudjalo Responder

    Tony, você disse o que veridico, o povo Sãotomense, não só é camaleão, corrupto, ignorante, é tambem um grande preguiçoso que quer viver assistido, com facilidade, sem dar o físico ao manifesto, quer dizer TRABALHAR, contenta-se com o banho!
    Excusado é virem-me com o clássico e ridículo comentário de victima ou então de” TENHO orgulho de ser sãotomense….”. Todos São são-tomenses, mas nao basta esconder-se com a cabeça debaixo da areia, como a avestruz. Tem q se admitir aquilo que se é e que prejudica o que temos de + precioso, em comum, STP, para melhorar à situação do país. Diz o proverbio” preguiça muito custo fez a cama e se deitou, para nunca + à fazer nunca + se levantou etc”. É assim que STP ficará sem ação se se continuar deitado!

  10. img
    RL Responder

    Tudo o que está aqui citado é de conhecimento de todos os órgãos de soberania, dos políticos, dos dirigentes em geral. Para reverter essa situação é necessário que as pessoas mudem de comportamento, forma de pensar, de fazer, de agir, que haja uma justiça para todos sem exceção, que os santomenses tomem consciência que só com trabalho de forma honesta esse país poderá entrar nos carris de desenvolvimento.

  11. img
    Martelo da Justiça Responder

    Será que o modelo de desenvolvimento de Dubai é um exemplo a seguir por São Tomé e Príncipe??? Vamos refletir um pouco sobre isso.

  12. img
    arelitex Responder

    passamos 40 anos a refletir e nada foi feito . pelo contrário foi tudo destruído . acho que já chega de tanto reflectir ,e de tanta palhaçada . qualquer pensador daria em maluco de tanto reflectir . falar em Dubai só pode ter um significado . é necessário mudar STP para melhor . é logico que Dubai é Dubai e STP É STP .

    • img
      Bintoudjallo Responder

      Nota do comentário : 5/20.

  13. img
    me chinho Responder

    Perola do Equador ja passou, deixem de viver o passado

  14. img
    Man Mandas Responder

    Vocês Santolas estão habituados a viver na miséria e irão continuar, esse e’ o vosso distinto . Não façam comentário de que estão preocupados com mudanças no vosso pais… Vocês não gostam de ver o próximo bem. Dirigentes incapacitados, ignorantes, sem capacidades de diálogo, evitam dialogar porque não conseguem. Quando viajam em serviço e’ apenas para mendigar uns trocos no estrangeiro para benficio próprio, vocês precisam de ler muito, isto sim…. São todos iguais…. TRISTEZA…..em pleno século 21.. Entrega o Pais aos brancos ou outros estrangeiro para vos governar…

  15. img
    Man Mandas Responder

    O que é’ que São Tomé e príncipe já deu a um outro pais???
    Mas pede tudo a todos…
    Tristeza….
    O que é’ que fazem com aproximadamente 200milhoes de dólares do orçamento de estado? Em todos voos para a Europa vão no mínimo 5 dirigentes . O que é’ que vão lá fazer? Desfrutar da massa que e’ dada para ajuda do povo Sãntomense. Isto e’ deshumano, quando vão pedir ajuda, vão em nome do povo Santomense, no fundo e’ para dividirem entre eles… Os tais PARASITAS…..

  16. img
    PITEU Responder

    Caríssimo Advogado, actor da cronica,

    O DUBAI parece me uma meta possível de se atingir.
    Sem por isso dizer que DUBAI representa apenas aquilo que o Patrice Trovoada gostaria que o nosso país fosse.

    Um local onde existe a valorização dos filhos da terras.
    Um local onde existem condições minimas para que as pessoas possam viver com tranquilidade, sem se pensarem permanentemente no “arroz”;

    Um país onde existem infraestruturas especializadas altamente modernas, e onde as infraestruturas básicas são bem exploradas e valorizadas;

    Um país onde jovens têm oportunidades de realizar os seus sonhos;

    Um país onde a corrupção dos políticos é o minimo possível;
    Um país onde a justiça deve funcionar com imparcialidade, e não se deixa ser instrumentalizada a sabor dos políticos;

    Um país onde podemos circular livremente, porque há boas estradas, há centros comerciais, há bons hotéis, cinemas, parques de diversões, boas escolas, bons professores, bons hospitais, bons médicos e técnicos de saúde, boa segurança pública, etc.
    Um país onde os trabalhadores são muito bem remunerados pelo seu trabalho;

    Um país onde as crianças são excessivamente bem valorizadas, uma vez que elas representam o futuro;
    Um país onde existem oportunidades iguais para todos os seus filhos.

    Acho que é esse o DUBAI que se fala, e não o outro, até porque o outro não pode ser porque é só um, e tem as suas características próprias e que são intransmissíveis.

    O amigo Machado fala e sugere o status quo.

    É óbvio que o país não pode continuar como vinha ou como está.
    Tem que sofrer profundas mudanças para o melhor.
    Obviamente sem se esquecer das suas raízes.

    Mas a mudança tem que haver!

  17. img
    Lyzzy Responder

    Porque dubai???? pk é evolução

  18. img
    Man Mandas Responder

    Vocês são livres de sonhar, vão vivendo este sonho que julgo nunca hão de acordar… DUBAI ??? Engraçados… Adultos que não cresceram, parece conversa de criança… brincando…. E’ assim que pensam desenvolver o pais? Como já disse, vocês precisam de fazer muita leitura, (LEITURA) para abrir a vossa pequena mente que e’ do tamanho do vosso pais. Engraçados … Boa sorte por aí….

  19. img
    Observador Atento Responder

    Boa analyse dos problemas de Sao Tome. Eu penso que eh permetido sonhar em Dubai mas nao tentar enganar o povo santomense com conceitos que muitos nao conhecem ou somente imaginam. Dubai eh fruto de muito trabalho e muito dinheiro de petroleo; investido pelo maior pais productor de petroleo no mundo, Arabia Saudita. En Sao Tome, numa primeira fase penso que o valor do trabalho deve ser implementado e eh o nosso melhor recurso disponivel. Depois de muito trabalho vira o reconforto e opulencia! E porque nao o petroleo e o eldourado africano depois!

  20. img
    SERAP???? Responder

    Os actos e as acções falam melhor que a palavra. Vamos ver no futuro pra concluir

  21. img
    hlrnio Ribeiro Responder

    Dubaistp.
    Já vi no semplante do PT que ele já verificou que prometeu muito e não vai conseguir fazer nada.
    1º Que ele não esteja a fazer viagens tantas e tantas como no passado para apenas tratar do seu negocio.
    2º Que nomeie ministros com capacidade e não por ser homem de recado.
    3º Que não traga a familia Trovoada em massa para o Governo.
    4ª Que vá antes de tomar posse ao Ministerio Publico responder para não benificiar da lei.
    Se fizer isto antes de tomar posse começo a ver sim uma luz no fundo do tunel.

Deixe um comentario

*